ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 2 from 2 result(s)

Search for : André Valiente Nectoux

Cobertura de úlcera de pressão em região sacral com retalho de avanço em V-Y bilateral

ANDRÉ VALIENTE NECTOUX; MARCELO LOPES DIAS KOLLING; BIANCA ZANETTE DE ALBUQUERQUE; PEDRO RIVERA FERNANDES SEVERO; LUCAS TOMKOWSKI CANCIAN; DOUGLAS WESTPHAL
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):83-85 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: A úlcera de pressão é uma condição frequente em pacientes restritos ao leito. O objetivo deste estudo é apresentar o resultado do tratamento cirúrgico de uma escara sacral, onde foi realizado retalho fasciocutâneo em V-Y bilateral, discutindo as opções terapêuticas disponíveis para úlcera de pressão e as vantagens do tratamento realizado.
Relato de caso: Paciente do sexo masculino, 70 anos de idade, portador de adenocarcinoma de pulmão, apresentava úlcera de pressão em região sacral. Foi submetido à cobertura da ferida por meio do retalho fasciocutâneo de aproximação. A evolução pós-operatória foi favorável, não havendo complicações ou intercorrências.
Discussão: A técnica relatada apresentou uma boa opção com resultado satisfatório para a cobertura de úlcera sacral.

Palavras-chave: Úlcera por pressão; Retalhos cirúrgicos; Região sacrococcígea

 

Utilização da cirurgia com margens cutâneas mínimas - cirurgia de Mohs - no tratamento das neoplasias malignas não melanocíticas de pele

André Valiente Nectoux; José Henrique Guimarães Floriani; Tassiana Amado de Paula; Thalia Nunes dos Santos; Gabriela Agne Magnus; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):84-86 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

O câncer de pele é a neoplasia maligna mais frequente no Brasil, sendo o carcinoma basocelular o mais prevalente. A área afetada por esta afecção é frequentemente local sensível à preservação tecidual. Durante o desenvolvimento do tratamento cirúrgico destas lesões, foram propostas abordagens que contemplavam esta característica, dentre elas, a cirurgia com margens cutâneas mínimas - cirurgia de Mohs - destaca-se pela efetividade de cura. Esta revisão visa abordar a factibilidade desta abordagem no Brasil. A cirurgia de Mohs apresenta efetividade de cura compatível com outras técnicas, tendo a superioridade da preservação de tecidos e tratamento definitivo imediato, ao passo que apresenta custo e complexidade de realização superiores.

Palavras-chave: Cirurgia de Mohs; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Carcinoma basocelular; Neoplasias cutâneas; Estética; Face.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license