ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 2 from 2 result(s)

Search for : MARCELO LIMA PUPO NOGUEIRA

Effect of medial hemisoleus muscle flap on wound healing in the medial and distal thirds of the lower leg

EMILIANO JOSÉ CANTON; MARCELO LIMA PUPO NOGUEIRA; LUCAS AUGUSTO CANTON FERREIRA; DENÍLSON MARCOS CÚRCIO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):501-510 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The use of many flaps has been described to repair substance loss in the medial and distal thirds of the lower leg. The main advantage of the muscle medial hemisoleus flap is preserving one half of the innervated medial soleus muscle in situ and keeping the foot's plantar flexion power. Moreover, the flap has a longer arc of rotation. As recently described, new vascular concepts and techniques have increased flap viability. This study aimed to examine the use and advantages of the medial hemisoleus flap with emphasis on an indication and complication analysis.
Methods: Over a 10-year period, nine medial hemisoleus flaps were executed to repair traumatic wounds with tibial exposure in eight patients. We describe the indications and surgical techniques in detail.
Results: Complete wound healing was achieved in all patients. There was a low donor-site complications rate. One patient suffered from partial necrosis of the extremity flap. The mean operative time was 2 h.
Conclusions: The medial hemisoleus flap is useful for repairing substance loss and provides coverage with intermediary thickened tissue, high vascularity, minimal donor-site morbidity, foot plantar flexion power preservation, faster rehabilitation, accessible surgical techniques, and a shorter operative time.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Lower extremity; Muscle, skeletal; Surgical flaps

 

RESUMO

Introdução: Muitos retalhos são descritos para reparar as perdas de substância nos terços médio e distal da perna. A principal vantagem do retalho de músculo hemisóleo medial é a preservação da inervação da metade do músculo sóleo no sítio doador, mantendo a força de flexão plantar. Além disso, este retalho tem um arco de rotação maior quando comparado ao retalho de músculo sóleo convencional. Novos conceitos vasculares e técnicos, descritos recentemente, aumentaram a viabilidade deste retalho. O objetivo deste estudo é relatar a utilização do retalho de hemisóleo medial enfatizando as vantagens, reafirmando as indicações e analisando as complicações.
Métodos: Em dez anos, um total de nove retalhos de hemisóleo medial foram confeccionados para a reparação de feridas traumáticas com exposição da tíbia em oito pacientes. Os critérios de indicação e técnica cirúrgica são descritos detalhadamente.
Resultados: A cicatrização completa da perda de substância foi alcançada em todos os pacientes. Observou-se baixo índice de complicações no leito doador e em um paciente houve necrose parcial da extremidade do retalho. O tempo médio de realização do procedimento foi de duas horas.
Conclusões: Retalhos de hemisóleo medial são muito úteis na reparação destas perdas de substância e permitem a cobertura com tecido de espessura intermediária, rica vascularização, baixo índice de morbidade na área doadora, preservação da função motora plantar, reabilitação mais rápida no pós-operatório, técnica cirúrgica acessível e menor tempo operatório.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Extremidade inferior; Músculo esquelético; Retalhos cirúrgicos

 

Perfuração intestinal em lipoaspiração: relato de caso

EMILIANO JOSÉ CANTON; MARCELO LIMA PUPO NOGUEIRA; LUCAS AUGUSTO CANTON FERREIRA; DENÍLSON MARCOS CÚRCIO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):67-68 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 11th SYMPOSIUM - 2017

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: A lipoaspiração, como em qualquer cirurgia, envolve riscos e possibilidade de complicações que podem ser locais ou sistêmicas. A perfuração em lipoaspiração pode atingir uma diversidade de órgãos e sistemas como parede abdominal, parede torácica, vísceras ou órgãos, vasos sanguíneos, articulações, implantes, além de outras estruturas anatômicas (ureter, traqueia etc.). O objetivo é relatar um caso de perfuração intestinal ocorrida durante lipoaspiração abdominal.
Relato do caso: Paciente do sexo feminino, submetida a lipoaspiração de abdome evoluindo com pneumoperitônio em pós-operatório imediato, a investigação utilizada, o tratamento instituído e da evolução clínica, neste caso, favorável. Muitas situações semelhantes de evolução satisfatória ou de resultados desfavoráveis não são relatadas; portanto, a ocorrência desta complicação é subestimada pela literatura médica específica.
Conclusão: É uma complicação grave que exige acesso pleno a investigação, decisões e condutas imediatas que podem evitar situações dramáticas e o óbito do paciente.

Palavras-chave: Lipoaspiração; Perfuração intestinal; Cirurgia plástica; Mortalidade; Pneumoperitônio

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license