ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 261 result(s)

Search for : Mama; Aloenxertos; Implante mamário; Dispositivos para expansão de tecidos; Literatura de revisão como assunto

Histological and wall thickness assessment of organic capsules formed around smooth and textured tissue expanders in humans

João Medeiros Tavares Filho; Tulia Cuzzi; Diogo Franco; Ivan Demolirani; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):179-184 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The search for an expander that can achieve tissue expansion, with minimum tissue damage, more distensible and thinner flaps, and fewer clinical side effects during the expansion process, has led to the testing of expanders with different surfaces textures (e.g., smooth vs. textured). The individual advantages of smooth and rough expanders are currently not known. This question has motivated research on capsules to determine which type of expander is best. METHODS: We conducted a double-blind, prospective study with no exclusion criteria on 38 patients already undergoing tissue expansion at Plastic Surgery Department at the Universidade Federal do Rio de Janeiro (University Hospital of the Federal University of Rio de Janeiro). At the end of the expansion process, samples were collected from the edge, base, and dome of capsules formed around 28 smooth and 14 textured expanders. Differences in capsule wall thickness and histology were examined. RESULTS: There was no difference in the clinical appearance, expansion time, or insertion planes between the two types of expanders. Additionally, no significant differences in histological characteristics were observed between the types of expander surfaces. In statistical analyses, no correlation between capsule wall thickness and expansion time or between the maximum and minimum wall thickness were observed. CONCLUSIONS: Therefore, we conclude that the two types of tissue expander surfaces are equivalent.

Keywords: Tissue expansion/methods. Tissue expansion/instrumentation. Tissue expansion devices.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A busca por um produto que realize expansão tecidual com dano mínimo aos tecidos envolvidos, retalhos mais distensíveis e de menor espessura, e menos sintomas clínicos durante o processo de expansão tem levado as empresas a fabricar expansores com diferentes superfícies (lisa ou texturizada). A literatura é bastante controversa em relação às vantagens da utilização de um ou outro tipo. Esses aspectos motivaram os autores a pesquisar eventuais diferenças capsulares que pudessem justificar a escolha clínica. MÉTODO: Foi realizado um estudo cego, prospectivo, sem critérios de exclusão, em 38 pacientes submetidos a expansão tecidual no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ, Brasil). Ao final do processo de expansão, foram coletados fragmentos da periferia, da base e da cúpula das cápsulas de 28 expansores de superfície lisa e de 14 de superfície texturizada, para estudo da espessura e de possíveis diferenças histológicas. RESULTADOS: Não houve diferenças entre os dois tipos de expansor quanto aos aspectos clínicos, ao tempo efetivo de expansão e aos planos de inclusão. Na avaliação dos parâmetros histológicos, não foram observados valores significativamente diferentes segundo a superfície do expansor. Não houve correlação entre espessura e tempo de permanência, e a diferença entre as espessuras máxima e mínima foi considerada igual para os dois tipos de superfície. CONCLUSÕES: Não há diferenças significativas do ponto de vista histológico, nem razões clínicas, que indiquem vantagens de um ou outro tipo de expansor no processo de expansão tecidual.

Palavras-chave: Expansão de tecido/métodos. Expansão de tecido/instrumentação. Dispositivos para expansão de tecidos.

 

Breast reconstruction with Becker expanders: an analysis of 116 cases

Marcela Caetano Cammarota; Rafael Quaresma de Lima; Conrado Miranda de Almeida; Bruno Peixoto Esteves; Dhyego Molinari Di Castro Curado; Ismar Ribeiro Júnior; Luciano Gomes Moura; José Carlos Daher
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):12-18 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast expanders/implants were developed in the 1980s as a breast reconstruction alternative to pre-existing techniques. They were created to provide adequate shape and volume to the breast after one-stage surgery and they do not require replacement. To evaluate the long-term results of breast reconstruction performed with Becker expanders. METHODS: This retrospective study evaluated patients who underwent breast reconstruction with implants/expanders between 2004 and 2012. RESULTS: A total of 161 expanders were implanted. Major complications (those that led to the removal or replacement of the prosthesis) comprised 22.98% of the enrolled subjects. The expander was removed and replaced by another type of reconstruction implant in 21.74% of the cases. The main reasons for the replacement were capsular contracture (31.43%), patients' desire (31.43%), and implant failure (20%). The surgical alternatives for the replaced expanders included prosthesis (91.43%), latissimus dorsi flap (5.71%), and TRAM flap (2.86%). Only few studies have evaluated the long-term effects of Becker expanders. In this study, the replacement rate was 28.57%. The study questions the use of Becker expanders as an adequate, one-stage reconstruction technique. In spite of a high rate of optimal outcomes in the new surgical procedures (37%), its use is limited because of the high costs. The expanders are still useful for patients with comorbidities or other factors that limit the performance of other surgical procedures. CONCLUSION: The use of Becker expanders as an alternative for one-stage breast reconstruction technique is very limited. Therefore, these devices should only be used in selected cases.

Keywords: Mammoplasty; Mammoplasty/adverse effects; Breast neoplasms; Prostheses and implants; Devices for tissue expansion.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os implantes-expansores de mama surgiram na década de 80 como uma alternativa de reconstrução de mama às técnicas pré-existentes. Foram criados com a intenção de produzir um bom resultado de forma e volume de mama após uma única operação, não necessitando ser substituído. Avaliar os resultados a longo prazo de reconstruções de mama com uso de expansores de Becker. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de pacientes submetidas à reconstrução de mama com implantes-expansores entre 2004 e 2012. RESULTADOS: Foram implantados 161 expansores. As complicações maiores (aquelas que levaram à retirada ou troca da prótese) totalizaram 22,98%. O expansor foi retirado e substituído por outro tipo de reconstrução em 21,74% dos casos. As principais razões que levaram à troca foram: contratura capsular (31,43%), vontade da paciente (31,43%); falhas no implante (20%). As opções cirúrgicas substitutivas para os expansores trocados foram prótese (91,43%), grande dorsal (5,71%) e TRAM (2,86%). Existem poucos trabalhos avaliando os expansores de Becker a longo prazo. Neste trabalho a taxa de substituição foi 28,57%. O estudo levanta questionamentos sobre o uso dessa técnica como reconstrução em tempo único. A taxa de cerca de 37% de novos procedimentos cirúrgicos para atingir o resultado ideal torna muito difícil o seu uso em detrimento do alto custo. Os expansores ainda permanecem úteis em casos de pacientes com comorbidades ou qualquer outro fator que limite a realização de outros tempos cirúrgicos. CONCLUSÃO: O uso de expansores de Becker como alternativa técnica de reconstrução de mama em tempo único é muito limitado. Sua indicação deve ser para casos selecionados.

Palavras-chave: Mamoplastia; Mamoplastia/efeitos adversos; Neoplasias da mama; Próteses e implantes; Dispositivos para expansão de tecidos.

 

Breast reconstruction with permanent expander: an another alternative

Gustavo Souza Guimarães, José Carlos Daher, Marcela Caetano Cammarota
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):75-81 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The use of a permanent expander in breast reconstruction was first described by Hilton Becker in the eighties. It is great advantage is to be left in place as an implant, once the desired breast volume is achieved. Objective: The present series is a review of 151 breast reconstructions. Methods: One hundred thirty one cases were enrolled in the study. Indications and type of reconstruction used, results, advantages and complications were considered. A total of 49 breast reconstructions with permanent expander were performed in 42 patients. Results: General rate of post operative complications was 20.8%. Radiotherapy related complications were the most commonly seen. Loss of implant was the most severe complication and occurred in 6.3%. The permanent expander was used in a significant percentage of patients in the present series. Conclusion: The authors considered the method safe, simple and fast, since the intervention is smaller. The complication rate observed in this series was similar to what is described for other reconstructions methods. Aesthetic results were considered good, and the technique is amenable to patients of different ages and/or clinical conditions.

Keywords: Breast neoplasms/surgery. Mammaplasty. Tissue expansion devices. Breast implants. Mastectomy.

 

RESUMO

Introdução: Hilton Becker descreveu nos anos 80 o uso do expansor permanente na reconstrução mamária, que poderia ser deixado como implante uma vez atingido o volume desejado, constituindo um novo caminho para as reconstruções. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo levantar a experiência com o uso desta técnica, estabelecendo as indicações consideradas para sua escolha, suas vantagens, resultados e complicações. Método: Foram estudadas 131 pacientes em um total de 151 reconstruções. Dessas pacientes, 42 foram submetidas a reconstrução com expansor de mama, totalizando 49 mamas reconstruídas. Resultados: Em relação às complicações pós-operatórias, verifica-se um total de 20,8%, sendo grande parte destas relacionadas à radioterapia, mostrando ser este um fator que deve ser levado em consideração, pois aumenta as taxas de complicações e resultados adversos. A perda do expansor foi considerada a maior complicação nesta série, pela sua importância, ocorrendo em 6,3%. O estudo apresentou uma porcentagem importante do uso de expansor permanente nas reconstruções de mama. Conclusão: Mostrou ser um método seguro, eficiente, rápido, através de intervenções menores e com índices de complicações semelhantes a outros métodos já conhecidos. Os resultados estéticos são favoráveis, justificando a indicação da técnica em diferentes idades e condições clínicas dos pacientes.

Palavras-chave: Neoplasias da mama/cirurgia. Mamoplastia. Dispositivos para expansão de tecidos. Implantes de mama. Mastectomia.

 

Surgical treatment of giant melanocytic nevi

Luiz Victor de Fortuna Carneiro Junior; Leonardo Fernandes de Souza Aguiar; Ivo Pitanguy
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):198-204 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Congenital melanocytic nevi are present in approximately 1% of newborns. The lesions classified as small and medium are relatively common, and have low risk of malignant degeneration, however, lesions called giants are rare and have a higher risk of malignancy. This work describes the author's experience in the surgical treatment of giant pigmented nevi.

Keywords: Nevus. Melanoma. Tissue Expansion Devices.

 

RESUMO

O nevo melanocítico congênito está presente em aproximadamente 1% dos recém nascidos. As lesões classificadas como pequenas e médias são relativamente comuns, e possuem risco de degeneração maligna baixo. Por outro lado, as lesões chamadas de gigantes são raras e possuem maior risco de malignização. Neste trabalho é relatada a experiência do autor, no tratamento cirúrgico dos nevos melanocíticos gigantes.

Palavras-chave: Nevo. Melanoma. Dispositivos para Expansão de Tecidos.

 

New proposal for the use of the Becker 35 expander in second large volume breast reconstruction

ALEXANDRE KATALINIC DUTRA; JOEL ABDALA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):299-304 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Immediate breast reconstruction performed with the Becker expander is a versatile and accepted technique. We present an original proposal for the use of the Becker expander for a second breast implant.
Methods: A retrospective study was performed between January 2014 and October 2016. Medical records were used to evaluate the indications and complications, the use of radio- and chemotherapy, and comorbidities in all patients, including 5 in whom combined implantation was performed.
Results: The Becker expander was used for 193 reconstructions in 168 patients, including 25 cases with bilateral reconstructions. The average patient age was 47 years, and 33% had comorbidities. Postoperative radiotherapy and chemotherapy were performed in 119 patients (62%). Complications included seroma in 7 patients, hematoma in the mastectomy flap in 2 patients, partial necrosis of the mastectomy flap in 3 patients, and necrosis/infection with expander exposure in 2 patients. Complications occurred in 9.5% of the cases. A total of 133 (69%) patients underwent a second surgical stage to complement breast reconstruction, with the Becker expander being replaced by a definitive implant. Patients in whom the Becker 35 expander was used in a second breast implant developed no complications.
Conclusions: the use of the Becker 35 expander for a second breast implant was effective in achieving greater volume in breast reconstruction with a low rate of complications.

Keywords: Mammaplasty; Reconstructive surgical procedures; Breast implantation; Tissue expansion devices; Breast

 

RESUMO

Introdução: A reconstrução imediata de mama realizada com o expansor de Becker é uma técnica de reconstrução versátil e consolidada na prática médica. Apresentamos uma proposta original com o uso do expansor de Becker associado a um segundo implante mamário.
Métodos: Estudo retrospectivo realizado no período de janeiro de 2014 a outubro de 2016 no Hospital A.C. Camargo. A análise dos prontuários das pacientes reconstruídas com Becker 35 avaliou o índice e tipo de complicações e a associação de rádio e quimioterapia e comorbidades das pacientes com 5 casos de associação de implantes.
Resultados: 193 reconstruções com Becker em 168 pacientes. Vinte cinco casos com reconstrução bilateral. Idade média de 47 anos e 33% apresentaram comorbidades. Cento e dezenove (62%) pacientes seguiram radioterapia e quimioterapia pós-operatórias. Complicações: seroma em 7 pacientes, hematoma no retalho da mastectomia em 2 pacientes, necrose parcial do retalho da mastectomia em 3 pacientes, necrose/infecção com exposição do expansor em 2 pacientes. O total de complicações foi de 9,5%. Um total de 133 (69%) pacientes foram submetidas a esta segunda etapa cirúrgica para complementação da reconstrução da mama, sendo o expansor de Becker substituído por um implante definitivo. As pacientes com uso de Becker 35 associado a outro implante não apresentaram complicações.
Conclusões: A associação do implante-expansor de Becker 35 a um segundo implante mamário foi eficaz em atingir um volume maior nas reconstruções mamárias com baixo índice de complicações.

Palavras-chave: Mamoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Implante mamário; Dispositivos para expansão de tecidos; Mama

 

Mastopexy periareolar with mammary subfascial implantation in the treatment of the association of mammary hypotrophy and ptosis

Marcio Moreira, Luana Casari da Silva, Djalma José Fagundes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(3):149-154 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Eighty-two (82) Periareolar Mastopexy (PM) surgery combined with subfascial implant location were performed to correct hypotrophy with ptosis grades I and II. The skin to be removed around the areola, with a oval shape, is marked, de-epithelized and an infra or supra-areolar incision, is made in the mammary tissue, according to the degree of ptosis. Subfascial undermining and introduction of McGhan® high profile implant. Circum areola subdermic 3.0 nylon suture and closing the skin with 4.0 nylon. Other 40 patients (control group), with same disturbs, were submited to conventional mastopexy (CM). There were residual sagging in 2.4%, in the boths groups. Hypertrophyc scar was 1.2%, in PM and 20%, in CM. Nipple-areolar complex asymmetry was 1.2%, in PM and 20%, in CM. Hematoma occurred in 1.2%, in both groups. Seroma occurred in 1.2%, in PM and in 2.5%, in CM. Capsular contraction occurred in 1.2%, in PM and 2.5%, in CM. Great post-operational discomfort was reported in 7.3%, in PM and in 30%, in CM. Moderate in 36.5%, in PM and 40%, in CM. Small in 56.2%, in PM and in 30%, in CM. The final appearance was considered natural in 92.3%, in PM and in 50%, in CM. The main advantages were the suitable correction of sagging, absence of apparent scars, shortened post-operative recovery and the less discomfort related to a major incision in the skin. The shape was much more natural due to the adequate hiding of the borders of the implant provided by the fascial covering.

Keywords: Breast, surgery. Mammaplasty. Breast implantation

 

RESUMO

Realizaram-se 82 cirurgias de Mastopexia Periareolar (MP) combinadas com implante mamário no plano subfascial para corrigir hipotrofia mamária associada à ptose graus I e II. Marca-se a pele a ser retirada ao redor da aréola, delimitando-se área de ressecção cutânea de forma ovalada; desepiteliza-se e incisa-se abaixo ou acima da aréola, de acordo com o grau da ptose; descola-se no plano subfascial e introduz-se o implante McGhan® de perfil alto; sutura-se de forma circum-areolar com poliamida 3.0; sutura-se a pele com fio poliamida 6.0. Operaram-se outras 40 pacientes (grupo controle), com as mesmas alterações, utilizando técnica convencional (TC), cicatriz vertical ou em "L". Houve flacidez residual em 2,4%, em ambos os grupos; alterações cicatriciais: 1,2%, no MP e 20%, no TC; assimetria do CAM: 1,2%, no MP e 20%, no TC; hematoma: 1,2%, em ambos os grupos; seroma: 1,2%, no MP e 2,5%, no TC; contratura capsular: 1,2%, no MP e 2,5%, no TC. Grande desconforto pós-operatório relatado em 7,3%, no MP, e em 30%, no TC; moderado em 36,5%, no MP e 40%, no TC; pequeno em 56,2%, no MP e em 30%, no TC. A aparência das mamas foi considerada natural em 92,3% e o resultado excelente no MP e em 50% dos casos no TC. Principais vantagens: correção adequada da flacidez, pequena cicatriz circunscrita à área periareolar, redução do período pós-operatório e do desconforto relacionado a uma maior incisão na pele, contorno mamário mais natural devido ao revestimento do bordo do implante conferido pela cobertura fascial.

Palavras-chave: Mama, cirurgia. Mamoplastia. Implante mamário

 

Assessing patient satisfaction after breast reconstruction

Felipe Gama e Colombo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):355-360 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Detection of breast cancer coupled with mastectomy negatively affects patients' emotional state. The psychosocial effect is a distortion of body image, including decreased femininity, sexuality, and quality of life. Breast reconstruction can be performed at different times using different techniques, improving the comfort and quality of life of these patients. METHOD: This was a retrospective study of 16 female patients who underwent breast reconstruction between October 2008 and October 2011. The following parameters were analyzed: age, complications, techniques, time of reconstruction, adjuvant therapies (i.e., chemotherapy and radiotherapy), and satisfaction with reconstruction. Data were collected through chart reviews, and patient satisfaction with the procedure was measured using a specific questionnaire. RESULTS: Among the 16 patients, 15 (93.75%) reported being very satisfied, and the remaining 1 patient (6.25%) was somewhat satisfied; no patient reported dissatisfaction after reconstruction; the 1 patient who reported being somewhat dissatisfied had not completed all stages of breast reconstruction. CONCLUSIONS: Despite the small sample size, the results indicate that reconstruction positively affected the quality of life of patients undergoing mastectomy, regardless of the technique or time chosen for reconstruction, resulting in a high degree of satisfaction with a change in body contouring.

Keywords: Breast neoplasms. Mastectomy. Mammaplasty. Tissue expansion devices. Myocutaneous flap.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO:Adescoberta do câncer de mama, aliada à mastectomia, impacta negativamente no estado emocional da paciente, cujo efeito psicossocial é uma distorção da imagem corporal, com piora na feminilidade, sexualidade e qualidade de vida. A reconstrução mamária pode ser realizada em diferentes tempos e por meio de diversas técnicas, trazendo conforto e melhora da qualidade de vida dessas pacientes. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo de 16 pacientes do gênero feminino submetidas a reconstrução de mama no período entre outubro de 2008 e outubro de 2011. Foram observados os seguintes parâmetros: idade, presença de complicações, técnicas, tempo de reconstrução, terapias adjuvantes (quimioterapia e radioterapia) e grau de satisfação com a reconstrução. Os dados foram levantados por meio de revisão de prontuário e da satisfação das pacientes com o procedimento mensurada por questionário específico. RESULTADOS: As pacientes muito satisfeitas representaram 93,75% dos casos (15 pacientes) e as 6,25% restantes (1 paciente) apresentaram-se pouco satisfeitas. Nenhuma paciente relatou insatisfação após a reconstrução. A paciente que relatou estar pouco satisfeita ainda não concluiu todos os estágios da reconstrução mamária. CONCLUSÕES: Apesar da pequena amostra de pacientes, a reconstrução impacta positivamente na qualidade de vida das pacientes submetidas a mastectomia, independentemente da técnica e do tempo escolhido para essa reconstrução, trazendo elevado grau de satisfação com a alteração do contorno corporal.

Palavras-chave: Neoplasias da mama. Mastectomia. Mamoplastia. Dispositivos para expansão de tecidos. Retalho miocutâneo.

 

Tissue expansion at Hospital de Clínicas-UFPR: our experience

Renato da Silva Freitas; Gilvani Azor de Oliveira e Cruz; Isis Scomação; Isis Juliane Guarezi Nasser; Paula Giordani Colpo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):407-410 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: The shortage of tissue for large defect reconstruction is a challenge for the plastic surgeon. Tissue expansion emerged in this context, and in the last 30 years has become one of the most widely used modalities in reconstructive surgery. Tissue expansion is a very versatile technique that can be performed in patients of all ages for the correction of different pathologies. The most common indications are burn sequelae and giant congenital nevus. The present study describes the indications and use of tissue expanders at the Hospital de Clínicas of Universidade Federal do Paraná. Methods: Patients who underwent tissue expansion for reconstructive surgery between January 2005 and December 2009 were retrospectively reviewed. Results: A total of 24 patients (70.8% female and 29.2% male) were analyzed. Ages ranged from 3 to 46 years old (average, 17.1 years). The most common indication for tissue expansion was the treatment of burn sequelae (62.5%), mainly in the head and neck. Alopecia was the second most prevalent indication (29.2%), followed by scar retraction in the neck (20.8%). Other indications were giant congenital melanocytic nevus (16.7%), Poland's syndrome (8.3%), abdominal scar (8.3%), and amastia (4.2%). Complications developed in 11 patients, and the highest incidence of complications, reported in 8 (72.7%) patients, was among those with burn sequelae as the primary pathology. The complications were infection, rupture, extrusion, wound dehiscence, and displacement of the expander. Conclusions: Tissue expansion is indicated for the treatment of several diseases among which burn sequelae is one of the most common indications.

Keywords: Tissue expansion devices. Tissue expansion. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

Introdução: A escassez de tecidos para reconstrução de grandes defeitos é um desafio ao cirurgião plástico. Nesse contexto, surgiu a expansão tecidual, que, nos últimos 30 anos, se tornou uma das modalidades mais utilizadas na cirurgia reparadora. A expansão é uma técnica muito versátil, que pode ser realizada em todas as idades e para correção de diferentes afecções. As principais indicações são sequelas de queimadura e nevo congênito gigante. Este estudo teve como objetivo demonstrar as indicações na utilização dos expansores tissulares e sua evolução em pacientes do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Métodos: Estudo retrospectivo, incluindo pacientes submetidos a expansão tecidual para cirurgia reconstrutora, no período de janeiro 2005 a dezembro 2009. Resultados: Foram analisados 24 pacientes, sendo 70,8% do sexo feminino e 29,2% do sexo masculino. A idade variou entre 3 anos e 46 anos (média de 17,1 anos). A principal indicação de expansão tecidual foi o tratamento de sequelas de queimaduras (62,5%), principalmente na região da cabeça e do pescoço. Alopecia foi a indicação mais prevalente (29,2%), seguida por retração cicatricial em região cervical (20,8%). Outras indicações foram nevo melanocítico congênito gigante (16,7%), síndrome de Poland (8,3%), cicatriz abdominal (8,3%) e amastia (4,2%). Entre os pacientes avaliados, 11 evoluíram com alguma complicação, 8 (72,7%) dos quais tinham como doença primária sequela de queimaduras, demonstrando maior incidência de complicações em relação às outras indicações. As complicações encontradas foram: infecção, ruptura, extrusão, deiscência de sutura e deslocamento do expansor. Conclusões: A expansão tissular é indicada no tratamento de múltiplas doenças e uma das principais indicações continua sendo o tratamento de sequelas de queimaduras.

Palavras-chave: Dispositivos para expansão de tecidos. Expansão de tecido. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Volumetric assessment of breasts in patients undergoing fat grafting with pre-operative expansion (BRAVA®): experience of Santa Casa de São Paulo

Murillo Francisco Pires Fraga; Luis Fernando Perin; Américo Helene Júnior; Nicole Carmona Aching
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):64-71 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Autologous fat graft possesses the desired qualities of a filling material. However, the largest barriers to its further development are unpredictable results and high rate of absorption of the grafted fat over time. The objective is to perform a volumetric assessment of the breasts in patients undergoing fat grafting using pre-operative external expansion (BRAVA®). METHODS: Nineteen patients were operated between March 2012 and June 2015 in the Service of Plastic Surgery, Santa Casa de São Paulo. The parameters evaluated using nuclear magnetic resonance (pre-operatively and 6 months post-operatively) were the following: augmented volume=post-operative volume - pre-operative volume; percentage of augmentation=augmented volume/pre-operative volume x 100; percentage of integration=augmented volume/volume grafted x 100. RESULTS: The average volume of the breasts in the pre- and post-operative periods were 294.73 ml and 458.42 ml, respectively. The average graft volume was 274.4 ml (150-350 ml). The following parameters were assessed: average volume augmentation, 168.42 ml (90-270 ml); average percentage of augmentation, 58.98% (23-90%); and average percentage of integration, 62.36% (30-80%). CONCLUSION: The use of external expansion (BRAVA®) in breasts was effective in increasing the rates of integration of the fat grafts and the overall augmentation in breast volumes.

Keywords: Graft Survival; Tissue expansion devices; Mammoplasty; Autografts.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O enxerto autólogo de tecido adiposo exibe qualidades desejáveis para utilização como material de preenchimento. Contudo, a grande barreira para o seu maior desenvolvimento foram os resultados pouco previsíveis e o alto índice de absorção da gordura enxertada ao longo do tempo. O objetivo é realizar avaliação volumétrica das mamas de pacientes submetidas à lipoenxertia com uso de expansão pré-operatória (BRAVA®). MÉTODOS: Foram operadas 19 pacientes no período entre março de 2012 e junho de 2015 na disciplina de Cirurgia Plástica da Santa Casa de São Paulo. Os parâmetros avaliados por ressonância nuclear magnética (pré e 6 meses pós-operatório) foram: Volume Aumentado=Volume Pós-operatório - Volume Pré operatório; Percentual de Aumento=Volume Aumentado/Volume Pré operatório x100; Percentual de Integração=Volume Aumentado/Volume Enxertado x 100. RESULTADOS: O volume médio das mamas no pré-operatório foi de 294,73 ml e de 458,42 ml no pós-operatório. O volume médio de enxerto foi de 274,4 ml (150-350 ml). Em relação aos parâmetros avaliados, o volume médio de aumento foi de 168,42 ml (90-270 ml), o percentual médio de aumento foi de 58,98% (23-90%) e o percentual médio de integração foi de 62,36% (30-80%). CONCLUSÃO: A utilização da expansão externa (BRAVA®) na mama mostrou-se um método efetivo nas taxas de integração do enxerto de gordura, bem como no aumento global do volume mamário.

Palavras-chave: Sobrevivência de enxerto; Dispositivos para expansão de tecidos; Mamoplastia; Autoenxertos.

 

Immediate breast reconstruction using permanent expanders

Gustavo Felipe Pasqual; Luciana De Vasconcelos Sá Pasqual
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):523-527 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast cancer has become increasingly prevalent, resulting in a greater number of patients undergoing mastectomies. Post-mastectomy immediate reconstruction is an important alternative treatment in the various stages of breast reconstruction. METHODS: A retrospective study was conducted with 34 patients who underwent mastectomy or adenomastectomy, with or without preservation of the areola-papillary complex, followed by immediate reconstruction using a permanent expander. The expander used was of the Becker type 35 and anatomically shaped, having a volume ranging from 365 to 565 ml, with the 460-ml expander being the most frequently used. RESULTS: The results were considered "highly satisfactory" by 85% of the patients. The complication rate was 17.6%; two patients had skin necrosis on the edges of the surgical wound, two patients presented scar retraction in the surgical wound, one patient presented seroma, and only one patient had expander loss because of late infection after the start of chemotherapy. Thirteen patients underwent radiotherapy, of whom 53% (n = 7) had mild radiodermatitis and 30% (n = 4) had moderate radiodermatitis without other complications. CONCLUSION: Immediate reconstruction using definitive expanders presents a good treatment option for patients who will undergo total or partial mastectomy.

Keywords: Breast; Mammoplasty; Breast neoplasms; Devices for tissue expansion.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de mama tem se tornado cada vez mais prevalente e com isso maior é o número de pacientes submetidas a mastectomias. A reconstrução imediata pós-mastectomia é uma alternativa importante de tratamento nas diversas etapas da reconstrução mamária. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 34 pacientes submetidas à mastectomia ou adenomastectomia, com ou sem preservação do complexo aréolo-papilar seguida de reconstrução imediata com uso de expansor permanente. O expansor utilizado foi do tipo Becker 35, de formato anatômico, com volume variando de 365 ml a 565 ml, sendo mais utilizado o de 460 ml. RESULTADOS: O resultado foi considerado muito satisfatório por 85% das pacientes, a taxa de complicações foi de 17,6%, sendo que duas pacientes apresentaram necrose de pele nos bordos da ferida operatória, duas pacientes apresentaram retração cicatricial na ferida operatória, uma paciente apresentou seroma e somente uma paciente teve perda do expansor por infecção tardia após início da quimioterapia. Treze pacientes realizaram radioterapia, 53% (n = 7) apresentaram radiodermite leve e 30% (n = 4) radiodermite moderada, sem outras complicações. CONCLUSÃO: A reconstrução imediata com o uso de expansores definitivos apresenta uma boa proposta de tratamento às pacientes que serão submetidas a mastectomias totais ou parciais.

Palavras-chave: Mama; Mamoplastia; Neoplasias da mama; Dispositivos para expansão de tecidos.

 

Scalp reconstruction with microsurgical free flaps

Luiz Fernando Nóbrega Franciosi; Elisabete Seganfredo Weber; Ronaldo Righesso; Valentim Rodrigues Salgado Pizzoni; Marcel Pelini Molon; Maria Claudia Piccoli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):624-629 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: The scalping, removal of the scalp, old technique of getting trophies of war, can be observed today, caused by other ways. The electrical burn, dog bites and industrial machinery are the main responsible for this kind of injury. The limited extensibility of the scalp, brings a major difficulty in treating these lesions, especially if the skin loss is extensive. The reimplantation of the scalp should be tried, but often this opportunity is lost for lack of technical and because the severity of the injury does not allow. The transposition of microsurgical free flaps combined with other procedures has been the most effective way to treat this type of injury. All patients included in this work showed good recovery, with resolution of the initial problem.

Keywords: Surgical flaps. Tissue expansion devices. Scalp/surgery.

 

RESUMO

Introdução: O escalpelamento, remoção do escalpo, antiga técnica de se obter troféus de guerra, pode ser observado nos dias atuais causado por outras diferentes maneiras. A queimadura elétrica, as mordeduras caninas, os tumores e as máquinas industriais são as principais responsáveis por este tipo de lesão. A pouca extensibilidade do couro cabeludo proporciona uma grande dificuldade no tratamento destas lesões, principalmente nas perdas cutâneas extensas. O reimplante do escalpo pode ser tentado, mas, na maioria das vezes, essa oportunidade é perdida pela falta de condições técnicas ou porque a gravidade da lesão não o permite. A transposição de retalhos livres microcirúrgicos associada a outros procedimentos tem sido a maneira mais eficiente de tratar este tipo de lesão. Todos os pacientes incluídos neste trabalho tiveram boa evolução, com a resolução do problema inicial.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Dispositivos para expansão de tecidos. Couro cabeludo/cirurgia.

 

Mammoplasty/mastopexy using implants: the Lockpocket technique

César Augusto Daher Ceva Faria; Luciano Gomes Moura; Conrado Miranda de Almeida; Milena Carvalho Almeida Galdino; Gabriel Campelo dos Santos; Diogo Borges Pedroso; Fabrício Tavares Mendonça; José Carlos Daher
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):218-224 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mammoplasty is the most commonly performed plastic surgery procedure in Brazil, which is second only to the United States in terms of the number of mammoplasties performed. Several techniques based on increasing volume using breast implants are used to correct breast ptosis. We aimed to describe a technical variation of implant mammoplasty: isolation of the implant in a closed pocket of fascioglandular tissue (Lockpocket). METHODS: This prospective study was carried out between June 2013 and June 2016. Forty-three patients underwent (1) augmentation mammoplasty using a silicone implant that was isolated from the external environment by a closed pocket of fascioglandular tissue, and (2) resection of excess dermoglandular tissue to correct mammary ptosis. Were subsequently analyzed statistically. RESULTS: Of the 43 patients, the majority (22 patients) presented grade II ptosis according to the Regnault classification. The volume of glandular tissue removed was similar to the volume of the prosthesis introduced. A total of seven complications were observed: partial dehiscence (n = 4), discrete asymmetry (n = 2), and residual ptosis (n = 1). CONCLUSION: Augmentation mammoplasty with correction of mammary ptosis (the Lockpocket technique) is a good option because it allows the surgeon to choose in advance the volume of the implant to be used. The method also isolates the implant in a totally closed plane of fascioglandular tissue, and involves the precise removal of breast tissue.

Keywords: Mammoplasty; Breast implant; Breast.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia foi o procedimento em cirurgia plástica mais realizado no Brasil, ficando em segundo lugar no mundo, logo atrás dos Estados Unidos. Existem diversas técnicas para correção de ptose das mamas associado a aumento do volume com implantes mamários. O objetivo é descrever uma variação técnica de mamoplastia com prótese, isolando o implante em um bolsão fechado de tecido fascioglandular (Lockpocket). MÉTODOS: Realizado um estudo prospectivo entre junho de 2013 e junho de 2016 totalizando 43 pacientes que foram submetidos à mamoplastia de aumento com prótese de silicone, isolado do meio externo por um bolsão fechado de tecido fascioglandular, e ressecção de tecido dermoglandular excedente para correção de ptose mamária, sendo realizada análise estatística. RESULTADOS: Das 43 pacientes, a maioria (22 pacientes) apresentaram ptose grau II, segundo a classificação de Regnault. Os volumes de tecido glandular retirado e volume das prótese introduzidos foram semelhantes, sendo observado um total de sete complicações: deiscência parcial (n = 4), assimetria discreta (n = 2) e ptose residual em um caso. CONCLUSÃO: A mamoplastia de aumento com correção de ptose mamária - técnica Lockpocket - é uma boa opção, permitindo a escolha prévia do volume do implante utilizado, isolando-o em uma loja totalmente fechada de tecido fascioglandular, e exérese exata de tecido mamário.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implante mamário; Mama.

 

Breast reconstruction using a definitive expander implant: an account of a personal experience

Claudia Francisco Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):78-84 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: With the impossibility of prosthetic implantation with a definitive final volume due to dehiscence and posterior extrusion risks, the development of skin-sparing mastectomy provides an ideal condition for the use of a definitive expander implant. Therefore, this study aimed to demonstrate the use of a definitive expander implant and discuss its indications, cutaneous incision, and safety, as well as its advantages and complications. METHODS: Thirty 150 definitive expander implants were used in 27 women who underwent mastectomy between March 1998 and March 2012. RESULTS: Twenty-nine reconstructions were performed immediately after skin-sparing mastectomy and only 1 was performed after a late Halstead mastectomy. The complication rate was low, with seroma being the most frequent (20%), followed by valve dislocation (13.3%), pain in valve location (10%), post-radiotherapy capsular contracture (3.3%), infection (3.3%), and late extrusion (3.3%). No complications such as hematomas, cutaneous incision, and early extrusion were encountered, and none of the cases required surgical repositioning of the expander implant. CONCLUSIONS: Despite its high cost, the use of a definitive expander implant may be considered as a potential breast reconstruction modality because it is associated with low complication rates and is easy to use. In our study, the appropriate indications and systematized cutaneous incisions, combined with the various definitive expander implant shapes and volumes, led to the satisfactory aesthetic results of the breast reconstruction in a single surgical stage.

Keywords: Breast neoplasms. Mastectomy. Mammaplasty. Tissue expansion devices. Reconstructive surgical procedures/methods.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Com o advento da técnica de mastectomia conservadora de pele (skin-sparing mastectomy), em que muitas vezes há impossibilidade de implante de prótese com volume final definitivo, sob risco de deiscência e extrusão posterior da mesma, surge a situação ideal para se optar pela introdução de um implante expansor definitivo. Este artigo demonstra a utilização do implante expansor definitivo, suas indicações, incisão cutânea, segurança, vantagens e complicações. MÉTODO: Trinta implantes expansores definitivos (estilo 150) foram utilizados em 27 mulheres submetidas a mastectomia, no período de março de 1998 a março de 2012. RESULTADOS: Vinte e nove reconstruções foram imediatas pós-mastectomia com economia de pele e apenas uma foi tardia pós-mastectomia tipo Halstead. Os índices de complicação encontrados foram baixos: seromas (20%), deslocamento da válvula (13,3%), dor no local da válvula (10%), contratura capsular pós-radioterapia (3,3%), infecção (3,3%) e extrusão tardia (3,3%). Não houve complicações como hematomas, necroses cutâneas e extrusões precoces, bem como necessidade de cirurgias para reposicionar o expansor. CONCLUSÕES: O baixo índice de complicações e a facilidade de realização da técnica são fatores importantes para a decisão de sua utilização, apesar do custo ainda elevado. A adequada indicação e a incisão cutânea sistematizada, combinadas a uma variedade de formatos e volumes dos expansores definitivos, permitiram resultado estético satisfatório, num único estágio cirúrgico.

Palavras-chave: Neoplasias da mama. Mastectomia. Mamoplastia. Dispositivos para expansão de tecidos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos/métodos.

 

Surgical and non-surgical procedures for eyebrow lift: systematic review and decision flowchart

Ricardo Eustachio de Miranda; Suzana Matayoshi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(4):539-545 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: To review the medical literature regarding the surgical and non-surgical treatments of eyebrow ptosis and to present a decision flowchart for eyebrow lift.
Methods: A systematic review of the literature available was held in PUBMED following inclusion and exclusion criteria. A flowchart was elaborated to systematize the approach to eyebrow ptosis based on the experience of the authors.
Results: Several articles were included describing a variety of surgical and non-surgical correction techniques for eyebrow ptosis. The most common surgical approaches were internal eyebrow elevation, direct elevation, temporal elevation, and coronal/pretrichial/endoscopic rhytidoplasty. The non-surgical approaches found were botulinum toxin injections, fillers, and fixation threads.
Conclusion: There are several surgical and non-surgical procedures described in the literature for lifting of the eyebrow, demonstrating that there is no ideal method for all patients. The use of a flowchart can help carry out a systematic and personalized approach according to the characteristics of each patient.

Keywords: Eyebrows; Removal; Flowchart; Literature Review as Topic; Blepharoplasty.

 

RESUMO

Introdução: Realizar levantamento na literatura médica sobre os tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos da ptose de sobrancelha e apresentar um fluxograma de decisão para elevação da sobrancelha.
Métodos: Revisão sistemática da literatura disponível no banco de dados da PUBMED seguindo critérios de inclusão e exclusão. Elaboração de um fluxograma para abordagem da queda de sobrancelha baseado na experiência dos autores.
Resultados: Foi encontrada uma abundância de artigos descrevendo diversas táticas cirúrgicas e não cirúrgicas para correção da ptose de supercílio. As táticas cirúrgicas mais comuns foram a elevação interna do supercílio, elevação direta, elevação via temporal e ritidoplastia coronal / pré-triquial / endoscópica. Para a abordagem não cirúrgica foram encontradas o uso de toxina botulínica, preenchimento e fios de sustentação.
Conclusão: Há diversas táticas cirúrgicas e não cirúrgicas descritas na literatura para elevação da sobrancelha, demonstrando que não há uma tática ideal para todos os pacientes. O uso de fluxograma pode ajudar a realizar uma abordagem sistemática e personalizada e considerando característica de cada paciente.

Palavras-chave: Sobrancelhas; Remoção; Fluxo de trabalho; Literatura de revisão como assunto; Blefaroplastia

 

Fat grafting in breast reconstructions with expanders and implants

Carlos Cunha Oliveira; Claudio Cortez dos Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(1):94-100 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Autologous fat grafting was first described more than 100 years ago by Neuber to correct facial defects. At the same time, Czerney described the use of a lipoma on the back to recreate a post-mastectomy breast. The technique was popularized by Coleman, who described the use of liposuction and adipocyte purification for injecting into the face as a soft tissue filling. Then, Bircoll and Novack (1987 apud Costantini et al.4) extended this use to breasts. In 1990, there was a growth in the use of fat grafting after Coleman's technique. This confirmed that adipose tissue could be satisfactorily transferred with the formalization of a restricted protocol for fat injection preparation. Coleman's technique is by far the most commonly used. The adipose tissue is infiltrated with a tumescent solution and then manually aspirated. The liposuction material is subsequently centrifuged to isolate the adipose tissue from the oily and aqueous fraction and was then injected. Transferring fat from an excess area such as the abdomen or thighs to reconstruct or improve the shape and volume of the breast is not a new idea. Later, a study by Illouz on liposuction promoted the widespread use of the technique worldwide. Postoperative mammographic images to control fat absorption and necrosis vary. These can present as lipid cysts, suspected malignant findings such as grouped microcalcifications, spiculated areas of increased opacity, and focal masses.

Keywords: Breast; Allografts; Breast implant; Tissue expansion devices; Review literature as a subject.

 

RESUMO

A lipoenxertia autóloga foi inicialmente descrita há mais de 100 anos por Neuber objetivando correção de defeitos faciais. Ao mesmo tempo, Czerney descreveu a utilização de lipoma nas costas para recriar uma mama pós-mastectomias. A técnica foi popularizada por Coleman, que descreveu o uso de lipoaspiração e purificação de adipócitos para injeção na face como preenchimento de tecido mole. Bircoll e Novack (1987 apud Costantini et al.4) expandiram então esta aplicação para as mamas. Em 1990 houve um crescimento no uso da lipoenxertia, após o trabalho de Coleman, que confirmou que o tecido adiposo poderia ser transferido satisfatoriamente com a formalização de um protocolo restrito para preparação e injeção de gordura. A técnica de Coleman é de longe a mais comumente usada. O tecido adiposo é infiltrado com uma solução tumescente e, em seguida, manualmente aspirada. O lipoaspirado é subsequentemente centrifugado para isolar o tecido adiposo da fração oleosa e aquosa e finalmente injetado. A transferência de gordura de uma área em excesso, como o abdômen ou as coxas para reconstrução ou melhorar a forma e o volume da mama, não é uma ideia nova. Seguindo o trabalho de Illouz sobre a lipoaspiração, que levou ao seu uso generalizado em todo o mundo. As imagens mamográficas após lipoenxertia são variadas, a absorção de gordura e sua evolução à necrose gordurosa variam de cistos lipídicos a achados suspeitos de malignidade, como microcalcificações agrupadas, áreas espiculadas de opacidade aumentada e massas focais.

Palavras-chave: Mama; Aloenxertos; Implante mamário; Dispositivos para expansão de tecidos; Literatura de revisão como assunto

 

The best plane for breast implantation in patients with hypomastia: submuscular or subglandular?

Gabriel de Castro Zeitoune
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):428-434 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Breast augmentation is one of the most common plastic surgery procedures in Brazil and worldwide. There are 2 main locations for the implant: the subpectoral or submuscular plane and subglandular plane. The objective of the current study was to indicate the efficacy of the use of the subpectoral plane in cases of hypomastia. METHODS: Sixteen patients underwent breast augmentation between 2008 and 2011; the submuscular and subglandular planes were used in 9 and 7 patients, respectively. Myotomy of the pectoralis major muscle was performed in all cases where the submuscular plane was used. RESULTS: The pre- and postoperative aspects of 5 cases of patients undergoing breast augmentation are presented. Better results were obtained using the submuscular plane for patients with severe hypomastia. Myotomy of the pectoralis proved critical to the success of the surgery, because it provided the submuscular pocket required to house the breast implant without subjecting it to the pressure caused by muscle contraction. CONCLUSIONS: The proper use of the submuscular plane in patients with hypomastia is safe, facilitates cancer screening, does not alter muscle function, protects the breast parenchyma, and ensures more natural and long-term results.

Keywords: Mammaplasty. Breast/surgery. Breast implantation.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia de aumento é um dos procedimentos mais realizados em cirurgia plástica no Brasil e no mundo. Existem duas localizações principais para o implante: o plano subpeitoral ou submuscular e o plano subglandular. O objetivo deste trabalho é defender o uso do plano subpeitoral em casos de hipomastia. MÉTODO: Dezesseis pacientes foram submetidas a aumento da mama entre 2008 e 2011. Utilizou-se o plano submuscular em 9 pacientes e o plano subglandular em 7. Miotomia do músculo grande peitoral foi realizada em todos os casos de localização submuscular. RESULTADOS: Foram selecionados 5 casos de pré e pós-operatório de pacientes submetidas a mamoplastia de aumento. Verificaram-se melhores resultados utilizando-se o plano submuscular para as pacientes com hipomastia acentuada. A miotomia do músculo peitoral provou ser fundamental para o sucesso da cirurgia, pois conferiu à loja submuscular o espaço necessário para abrigar o implante mamário, sem submetê-lo à pressão causada pela contração do músculo. CONCLUSÕES: O uso adequado do plano submuscular em pacientes com hipomastia é seguro, facilita o rastreamento de câncer de mama, não altera a função muscular, protege o parênquima mamário e garante resultados mais naturais e duradouros.

Palavras-chave: Mamoplastia. Mama/cirurgia. Implante mamário.

 

Breast reconstruction with permanent expander: a differentiated approach

Rinede Luis Manfredini
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):472-481 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: Immediate or delayed breast reconstruction with tissue expanders can be performed in one or several surgical sessions. We opted to perform breast reconstruction over several sessions. The aim of this study was to report our experiences with the breast reconstruction technique involving Becker permanent tissue expanders and complete expander coverage with a flap comprising the pectoralis major, pectoralis minor, serratus anterior, and rectus abdominis aponeurosis. Methods: The medical records of 21 patients who underwent postmastectomy breast reconstruction with Becker permanent tissue expanders were retrospectively analyzed. Results: During muscle flap preparation, the aponeurotic dissection was performed 6-8 cm below the inframammary crease, aiming at full expander coverage without tension, enabling lower suturing in the inframammary crease, and avoiding disruption of the pectoralis major attachments. Only two patients developed infection, one in the first postoperative week and the other in the third postoperative month. Conclusions: The flap comprising the pectoralis major, pectoralis minor, serratus anterior, and rectus abdominis aponeurosis is a good choice for breast reconstruction with permanent tissue expanders because it ensures adequate expander and skin-flap protection. Moreover, the technique enables tissue expansion without confining the expanders in the submuscular cavity.

Keywords: Breast neoplasms. Mastectomy. Mammaplasty. Tissue expansion devices.

 

RESUMO

Introdução: As reconstruções de mama imediatas ou tardias com uso de expansores podem ocorrer em um ou mais de um tempo cirúrgico. Optou-se por reconstruções em mais de um tempo cirúrgico, com expansores definitivos tipo Becker. Este estudo teve como objetivo demonstrar a utilização da técnica de reconstrução mamária com expansor definitivo tipo Becker, com retalho dos músculos peitoral maior e menor, serrátil anterior e aponeurose do músculo reto abdominal para cobertura completa do expansor. Métodos: Estudo retrospectivo, por meio de análise de prontuário, incluindo 21 pacientes submetidas a reconstrução mamária com expansor permanente. Resultados: Na confecção do retalho muscular, é necessária a realização de dissecção abaixo do sulco submamário definido no pré-operatório, com o propósito de cobertura total do material aloplástico usado na reconstrução, englobando a aponeurose do músculo reto abdominal, 6 cm a 8 cm abaixo do sulco submamário, evitando-se lesão de sua continuidade com o músculo peitoral maior. Neste estudo, duas pacientes apresentaram infecção, uma delas na primeira semana de pós-operatório e a outra, no terceiro mês. Conclusões: A utilização do retalho dos músculos peitoral maior e menor, serrátil anterior e bainha do músculo reto abdominal é uma boa opção nas reconstruções mamárias com utilização de expansor definitivo de tecidos, visto que promove proteção adequada ao expansor e aos retalhos cutâneos que se posicionam sobre ele. Além disso, a técnica permite expansão tecidual, sem que os expansores fiquem encarcerados ou presos à loja muscular.

Palavras-chave: Neoplasias da mama. Mastectomia. Mamoplastia. Dispositivos para expansão de tecidos.

 

Histological evaluation of latissimus dorsi muscle subjected to tissue expansion after infiltration with botulinum toxin: an experimental study in rats

MANOEL PEREIRA DA SILVA; LUIS CARLOS DOS REIS; ÉLIA CLÁUDIA DE SOUZA ALMEIDA; ANA CRISTINA DA ROCHA DUQUE; ADRIANA CARTAFINA PEREZ-BÓSCOLLO; RENATA MARGARIDA ETCHEBEHERE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):399-403 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors describe histological changes in the latissimus dorsi muscle submitted to expansion after relaxation with botulinum toxin. The possible practical benefits include increased muscle compliance and better accommodation of a prosthesis. The experimental model involved 10 Wistar rats (Rattus norvegicus) of the same age, with average weight of 300 g. Muscle biopsies before and after expansion were performed in normal muscle, in a control group (with expanders alone), and in a group with expanders and botulinum toxin. Expanders measuring 3 cm3 were positioned below the muscle and expanded with 0.3 ml of saline weekly, for 10 weeks. Histological sections were stained using hematoxylin-eosin for general evaluation and Masson's trichrome for evaluation of connective tissue. The muscle fibers submitted to expansion under the action of botulinum toxin showed less fibrosis and less intense proliferation of blood vessels than in the group without botulinum toxin, and the atrophy and reduction in the number of muscle fibers were less prominent than in the group that did not receive botulinum toxin. The findings suggest that muscle expansion associated with botulinum toxin relaxation preserves skeletal muscle characteristics by providing better accommodation and protection for a prosthesis and facilitating expansion dynamics; this method may also reduce pain.

Keywords: Tissue expansion devices; Botulinum toxin; Histology

 

RESUMO

Os autores descrevem as alterações histológicas no músculo grande dorsal submetido à expansão após relaxamento com toxina botulínica e as possíveis correlações dos achados com os benefícios práticos como, por exemplo, aumento da complacência muscular e melhor acomodação da prótese. Foi empregado o modelo experimental, com dez ratas com peso médio de 300 g, mesma faixa etária, da cepa Wistar (Rattus norvegicus) e o músculo grande dorsal. Biópsias musculares foram feitas antes e após as expansões, no músculo normal, no grupo controle (apenas com expansores) e no grupo com expansores e toxina botulínica. Expansores de 3 centímetros cúbicos eram posicionados abaixo do músculo e expandidos com 0,3 mililitros de soro fisiológico semanalmente, por 10 semanas. Os cortes histológicos foram corados segundo as técnicas de Hematoxilina-eosina, para avaliação geral, e tricrômio de Masson para avaliação do tecido conjuntivo. As fibras musculares submetidas à expansão sob a ação da toxina botulínica apresentaram focos de fibrose e proliferação de vasos sanguíneos menos intensos que no grupo sem toxina botulínica e a diminuição do número de fibras musculares e a atrofia eram menores que no grupo que não utilizou a toxina. Os achados nos permitem presumir que a expansão muscular associada ao relaxamento com toxina botulínica preserva as características da musculatura esquelética, oferecendo melhor acomodação e proteção da prótese e facilitando a dinâmica da expansão, além de diminuir a dor.

Palavras-chave: Dispositivos para expansão de tecidos; Toxinas botulínicas; Histologia

 

Mastopexy associated with submuscular or subglandular silicone implants: indications and complications

José Carlos Daher; Jefferson Di Lamartini Galdino do Amaral; Diogo Borges Pedroso; Ricardo Cintra Júnior; Marina de Souza Borgatto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):294-300 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Throughout history, the breasts are considered important to the femininity and self-esteem of women. In augmentation mammoplasty, organ function must be preserved. Indications for the best tissue plane for coverage of silicone implants and association with mastopexy can be challenging. The aim of this study was to evaluate a series of cases of mastopexy associated with silicone implants. METHODS: A retrospective descriptive study was performed in patients who underwent mastopexy at the Plastic Surgery Unit of the Hospital Daher Lago Sul (Brasília, DF, Brazil). From July 2008 to July 2011, 243 patients with a mean age of 31.4 years underwent surgery. In 149 patients, the subglandular technique was used and in 94 patients, the submuscular technique was used. Implant volume ranged from 150 mL to 400 mL. RESULTS: There were 174 cases of combined procedures. Four patients who underwent surgery using the subglandular technique developed capsular contracture (grade II). We followed up 7 cases of pseudoptosis with the submuscular technique and 14 cases of mammary ptosis with the subglandular technique. Eight patients experienced a mobile implant resulting from muscle activity. The reoperation rate was 6.58%. CONCLUSIONS: Treatment of mammary ptosis associated with augmentation mammoplasty demands a complex combination of techniques and careful preoperative analysis in order to define the best techniques to be used; this procedure lowers the need for surgical revisions and allows harmonious, stable, and long-lasting results.

Keywords: Mammaplasty. Breast/surgery. Breast implantation.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Ao longo dos tempos tem sido reportado o papel fundamental das mamas na feminilidade. Na mamoplastia de aumento deve-se buscar preservar a funcionalidade do órgão.As indicações do melhor plano tecidual de cobertura e a associação com a mastopexia podem tornar-se um grande desafio. O objetivo deste trabalho é avaliar uma série de casos de mastopexia associada a implantes. MÉTODO: Estudo descritivo retrospectivo de pacientes submetidas a mamoplastia de aumento e mastopexia no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Daher Lago Sul (Brasília, DF, Brasil). No período de julho de 2008 a julho de 2011, 243 pacientes foram operadas, com média de idade de 31,4 anos, sendo 149 operadas pela técnica subglandular e 94, pela submuscular. Os volumes dos implantes variaram de 150 ml a 400 ml. RESULTADOS: Houve 174 casos de procedimentos combinados. Quatro pacientes submetidas à técnica subglandular desenvolveram contratura capsular (grau II). Foram observados 7 casos de pseudoptose pela técnica submuscular e 14 de ptose mamária pela técnica subglandular. Oito pacientes apresentaram mobilidade do implante pela ação do músculo. A taxa de reoperação total foi de 6,58%. CONCLUSÕES: O tratamento da ptose mamária associado a mamoplastia de aumento exige combinações técnicas complexas e cuidadosa análise pré-operatória, para definição das melhores técnicas a serem utilizadas, diminuindo a necessidade de revisões cirúrgicas e permitindo a obtenção de resultados harmônicos, duradouros e estáveis.

Palavras-chave: Mamoplastia. Mama/cirurgia. Implante mamário.

 

Preceding expansion in the treatment of dermatofibrosarcoma protuberans involving the frontal bone

Erick Horta Portugal; José Carlos Ribeiro Resende Alves; Aloísio Ferreira da Silva Filho; Rebeca Paohwa Liu da Fonseca; Nárlei Amarante Pereira; Augusto César de Melo Almeida; José de Souza Andrade Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):599-602 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Dermatofibrosarcoma protuberans is a rare skin tumor with intermediate malignancy and low metastatic potential, but a high recurrence rate after surgical treatment. Treatment involves extended resection with variable margins. METHODS: Patients were managed with preceding expansion of tissues of the forehead using two conventional expanders. The lateral margins of normal-appearing tissue 3-cm apart were tattooed with China ink. In a preceding operation, expanders were inserted through skin incisions at a distance from the marks, by undermining the surgical plane just above the periosteum, while preserving the area of wide resection previously delimited. After the lateral tissues were expanded, the patients underwent surgical resection. The deep margin included the outer table of the frontal bone. The expansion period averaged 45 days. RESULTS: Three cases of dermatofibrosarcoma protuberans of the forehead with involvement of the outer table of the frontal bone are described. The expanded flaps easily closed the defects. The average follow-up was 194 months without tumor recurrence. CONCLUSION: Preceding expansion of forehead tissue in the treatment of dermatofibrosarcoma protuberans with invasion of frontal bone, using 3-cm lateral margins and removal of the outer table of the frontal bone, allowed easy closure of the defect in 3 different patients. Average follow-up of 194 months with no recurrence of the lesion showed the effectiveness of the method.

Keywords: Tissue expansion devices; Tissue expansion; Dermatofibrosarcoma; Skin neoplasms; Frontal bone.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Dermatofibrossarcoma protuberante é um tumor cutâneo raro de malignidade intermediária e potencial metastático baixo, apresentando, entretanto, alta taxa de recorrência após tratamento cirúrgico. O tratamento cirúrgico clássico é a ressecção alargada com margens variadas. MÉTODOS: Os pacientes foram submetidos à expansão prévia dos tecidos da região frontal utilizando dois expansores convencionais. Margens laterais de 3 cm de tecido de aparência normal foram tatuadas com tinta nanquim. Os expansores foram incluídos em uma cirurgia anterior, através de incisões cutâneas distantes dessas marcas, em um plano cirúrgico logo acima do periósteo, preservando a área de ressecção alargada previamente delimitada. Os tecidos laterais foram expandidos e, posteriormente, os pacientes foram submetidos à ressecção do tumor. A margem profunda incluiu da lâmina externa do osso frontal. O período médio de expansão foi de 45 dias. RESULTADOS: Foram relatados três casos de dermatofibrossarcoma protuberante da região frontal com envolvimento da lâmina externa do osso frontal. Os retalhos expandidos fecharam facilmente os defeitos. O acompanhamento pós-operatório médio foi de 194 meses, sem nenhuma recorrência tumoral. CONCLUSÃO: A expansão tecidual prévia da região frontal no tratamento do dermatofibrossarcoma protuberante, invadindo o osso frontal, usando margens laterais de 3 cm com remoção da lâmina externa, permitiu facilmente o fechamento do defeito, em três pacientes. O tempo de acompanhamento médio de 194 meses sem nenhuma recorrência tumoral mostrou a eficiência do método.

Palavras-chave: Dispositivos para expansão de tecidos; Expansão de tecido; Dermatofibrossarcoma; Neoplasias cutâneas; Osso frontal.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license