ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 221 result(s)

Search for : Mastoplastia; Implante mamário; Abdominoplastia; Cirurgia bariátrica

Anchor dermolipectomy after bariatric surgery: complications and patient satisfaction rate

Maieve Corralo Grando
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):515-521 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Obesity is designated by the World Health Organization (WHO) as the major pandemic of this century. Bariatric surgery is one of the most effective treatments of morbid obesity, since most patients are submitted to reconstructive plastic surgery after major weight loss. Among the surgeries carried out in the formerly obese, dermolipectomy is the procedure that is mostly associated with complications after surgery. The aim of this study was to report the experience of the author in performing anchor dermolipectomy after major weight loss, focusing on complications and patient satisfaction rate. METHODS: The medical records of 40 patients operated between September 2011 and April 2013 were reviewed in the study. Five patients were excluded from the study, since they could not be found. The patients were asked to score their satisfaction from 1 to 4, where 1 means dissatisfied, 2 poorly satisfied, 3 satisfied, and 4 very satisfied. Trans and post-operative complications, surgical time, hospital stay, drainage time, age, and gender were considered in the study. The data obtained were submitted to a statistical analysis and descriptive statistics. RESULTS: Among the 35 patients evaluated in our study, only one was male (2.85%). The age varied between 27 and 68 years (average age of 41.25 years). The preoperative weight varied from 58 to 108 kg (average of 73.6 kg); 94.28% of the patients declared themselves as satisfied (score 3 and 4). The main complication was the occurrence of seroma (28.5%), followed by hypertrophic scar (17.14%). No major complication was observed. The average surgical time was 103 minutes (75-140 minutes). The patient was discharged 24 hours after hospital admission. CONCLUSION: Anchor dermolipectomy is a safe and effective body contouring procedure to be carried out in the formerly obese.

Keywords: Abdominoplasty; Bariatric surgery; Postoperative complications; Patient satisfaction.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A obesidade é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a principal pandemia do século. A obesidade mórbida tem como um de seus tratamentos mais efetivos a cirurgia bariátrica, e muitos pacientes necessitarão de cirurgia plástica reparadora após grandes emagrecimentos. Dentre as cirurgias em ex-obesos, a mais associada a complicações é a dermolipectomia. O propósito deste estudo foi mostrar a experiência do autor na dermolipectomia em âncora após grande emagrecimento, enfocando as complicações e a satisfação do paciente. MÉTODOS: Revisamos 40 prontuários de pacientes operados entre setembro de 2011 e abril de 2013, cinco deles não foram localizados e, por isso, excluídos do estudo. Foi solicitado que pontuassem de 1 a 4, sendo 1 (insatisfeito), 2 (pouco satisfeito), 3 (satisfeito), 4 (muito satisfeito). Consideramos as complicações trans e pós-operatórias, tempo cirúrgico, permanência hospitalar, tempo com dreno, idade e gênero. Foi realizada análise estatística dos dados, assim como estatística descritiva. RESULTADOS: Nosso estudo avaliou 35 pacientes, apenas um era homem (2,85%), a idade variou de 27 a 68 anos (média 41,25 anos), o peso pré-operatório variou de 58 a 108 kg (média de 73,6 kg), 94,28% dos pacientes sentiam-se satisfeitos (pontuação 3 e 4). A principal complicação foi o seroma 28,5%, seguida pela cicatriz hipertrófica (17,14%), nenhuma complicação maior foi verificada. O tempo médio do procedimento cirúrgico foi de 103 minutos (75-140 minutos). Alta ocorreu com 24h de internação hospitalar. CONCLUSÃO: A dermolipectomia em âncora é um método seguro e efetivo para o contorno corporal do ex-obeso.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Cirurgia bariátrica; Complicações pós-operatórias; Satisfação do paciente.

 

Mastoplasty with inclusion of prosthesis during abdominoplasty in post-bariatric patients

José Nava Rodrigues Neto; Daniel Augusto dos Santos Soares; Marcela Caetano Cammarota; Leonardo Martins Costa Daher; Rafael Quaresma de Lima; Conrado Miranda de Almeida; Ismar Ribeiro Junior; José Carlos Daher
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):308-313 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Augmentation mammaplasty during abdominoplasty reduces surgical time and has a better aesthetic effect as it only leaves a single scar. The authors of this study assessed the results obtained in post-bariatric patients undergoing this procedure in the plastic surgery service at Daher Hospital. METHODS: This was a retrospective longitudinal observational study. Of the 161 post-bariatric patients evaluated, 27 had indications for breast augmentation during abdominoplasty. The surgical technique consisted of classical abdominoplasty and creation of tunnels on the upper and middle abdomen for insertion of implants. RESULTS: The age of the patients ranged from 35 to 50 years, with a mean of 42.4 years. The volume of the prosthesis ranged from 285 to 300 ml. The average body mass index was 22.2 kg/m2.The average surgical time period was 2 hours and 35 minutes. None of the following complications were observed: deep vein thrombosis, pulmonary embolism, skin necrosis, hematoma, capsular contracture and/or event. Two patients (7.4%) presented with seroma in the mammary region and one patient developed infection. CONCLUSION: The aesthetic results were satisfactory, as there was only a single scar for these two procedures in post-bariatric patients. Selecting the ideal patient was crucial for good operative success.

Keywords: Mammaplasty; Breast implantation; Abdominoplasty; Bariatric surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mastoplastia com inclusão de prótese via abdominoplastia proporciona redução do tempo cirúrgico e um melhor efeito estético, em decorrência da presença de uma única cicatriz. Os autores desse estudo avaliaram os resultados obtidos em pacientes pós-bariátricos submetidos à inserção de prótese mamária pela via abdominal no serviço de cirurgia plástica do Hospital Daher. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional longitudinal retrospectivo. Dos 161 pacientes pós-bariátricos operados, 27 apresentavam indicação de mamoplastia de aumento pela via abdominal. A técnica cirúrgica consistiu na realização da abdominoplastia clássica e confecção de túneis ao espaço retroglandular para inserção dos implantes. RESULTADOS: A faixa etária das pacientes variou de 35 a 50 anos, com média de 42,4 anos. O volume das próteses variou de 285 a 300 ml. A média do índice de massa corporal foi de 22,2 kg/m2. O tempo médio operatório foi de 2 horas e 35 minutos. Não foram observadas complicações como trombose venosa profunda, embolia pulmonar, necrose de pele, hematoma, contratura capsular e/ou deiscências. Duas pacientes (7,4%) apresentaram seroma na região mamária sendo que uma paciente teve infecção. CONCLUSÃO: Os resultados estéticos obtidos com a confecção de uma única cicatriz para esses dois procedimentos em pacientes pós-bariátricos foram satisfatórios. A escolha do paciente ideal foi fundamental para o bom sucesso operatório.

Palavras-chave: Mastoplastia; Implante mamário; Abdominoplastia; Cirurgia bariátrica.

 

Abdominoplastia convencional em paciente pós-bariátrico

Rolando Mendoza Romero; Amr Arikat; Pedro Salomão Piccinini; Miguel E. Rivera Gomez; Milton Paulo De Oliveira; Marcos Ricardo De Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):7-9 - Contorno Corporal

PDF Portuguese

RESUMO

A perda significativa de peso resulta inevitavelmente em algum grau de flacidez de pele e/ou deformidades do contorno corporal. O número de paciente com perda ponderal significante em aumento, junto com a procura aos cirurgiões plásticos para reparar as deformidades. Dentro do contorno corporal, o abdome é considerado a região que sofre a maior deformidade pós-perda ponderal. Este fato gera um desafio ao cirurgião que deve, além de conhecer as diferentes técnicas, saber identificar a melhor para cada paciente. Apresentamos um relato de caso de paciente após perda importante de peso, a qual, pelo perfil, características físicas e análise pré-operatória, decidiu-se optar por abdominoplastia convencional, com resultados satisfatórios. Demostra-se, assim, que a abdominoplastia convencional quando aplicada nos casos com indicação, resolve a diástase dos músculos retos, flacidez de pele e melhora o contorno corporal de paciente ex-obesos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Obesidade; Cirurgia bariátrica; Abdome.

 

Prospective study of inflammatory response in patients submitted to abdominoplasty after bariatric surgery

Nádia de Rosso Giuliani; Miguel Modolin; Wilson Cintra; Rodrigo Itocazo Rocha; Rolf Gemperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(2):129-133 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Obesity is a chronic inflammatory disease associated with changes in inflammatory markers such as interleukins and CRP. This study evaluates the inflammatory response, through variations in interleukins and CRP, in patients undergoing abdominoplasty.
Methods: Fourteen patients underwent abdominoplasty after weight loss achieved through bariatric surgery to maintain weight loss for at least18 months. Il4, IL6, IL10 and PCR levels were verified at times: preoperative, during surgery, 24 hours after surgery, 7th postoperative day and 14th postoperative day.
Results: IL4 increased in the 24 hours postoperatively and continued on the rise until the 14th day. IL10 went up during surgery and began to fall in the 24 hours postoperatively to levels lower than the initial ones. IL6 began to rise during surgery, being more expressive in the 24 hours postoperatively, followed by a fall until the 14th day. CRP increased 24 hours postoperatively and remained discharged until the 14th day.
Conclusion: Abdominoplasty reduced the chronic inflammatory systemic condition.

Keywords: Obesity; Plastic surgery; Abdominoplasty; Inflammation; Inflammation Mediators; Bariatric surgery.

 

RESUMO

Introdução: A obesidade é uma doença inflamatória crônica associada a alterações de marcadores inflamatórios como as interleucinas e PCR. O objetivo deste estudo é avaliar a resposta inflamatória, através das variações das interleucinas e PCR, em pacientes submetidas à abdominoplastia.
Métodos: Quatorze pacientes foram submetidas à abdominoplastia após perda ponderal alcançada por meio da cirurgia bariátrica com manutenção da perda ponderal por, ao menos, 18 meses. Os níveis de IL4, IL6, IL10 e PCR foram verificados nos tempos: pré-operatório, durante a cirurgia, 24 horas após a cirurgia, 7o dia pós-operatório e 14o dia pós-operatório.
Resultados: IL4 aumentou nas 24 horas de pós-operatório e seguiu em ascensão até o 14 o dia. IL10 subiu durante a cirurgia e começou a cair nas 24 horas de pós-operatório a níveis inferiores aos iniciais. IL6 começou a subir durante a cirurgia, mais expressivamente nas 24 horas de pós-operatório, seguida de queda até o 14o dia. A PCR aumentou nas 24 horas de pós-operatório e continuou alta até o 14o dia.
Conclusão: A abdominoplastia promoveu uma amenização do quadro inflamatório sistêmico crônico.

Palavras-chave: Obesidade; Cirurgia plástica; Abdominoplastia; Inflamação; Mediadores da Inflamação; Cirurgia bariátrica

 

Contrast between surgical treatment of obesity and postbariatric plastic surgeries

Juliana Correia de Matos; Alice Ribeiro Serra; Victor Araújo Felzemburgh
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(2):163-168 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Obesity is a disease of epidemic proportions associated with increased morbidity and mortality. Gastroplasty is searched for sustained weight loss with improved quality of life as an alternative treatment. Repairing surgeries are searched after by more than 70% of patients to improve results. The study describes the number of hospitalizations for bariatric surgery and body contour surgery in postbariatric patients in Bahia.
Methods: Observational cross-sectional study with aggregated data obtained through the Department of Informatics of the Ministry of Health carried out from 2009 to 2019 in Bahia. Cases of hospitalization for bariatric surgery and postbariatric body contour surgery were included, in addition to the average length of stay of postbariatric patients hospitalized for body contour surgery and the total amounts spent per patient in gastroplasty with intestinal bypass abdominal dermolipectomy.
Results: 124 patients admitted for postbariatric surgery were identified: 64 for abdominal dermolipectomy, 25 for crural dermolipectomy, 22 by brachial dermolipectomy, and 13 by mammoplasty. The average hospital stay for postbariatric surgeries ranged from 1.5 to 4.2 days, with abdominal dermolipectomy having the highest total average: 2.8 days. Six hundred three hospitalizations for bariatric surgery were recorded. The average total amount spent per patient in gastroplasty with intestinal derivation was R$5,767.95, whereas abdominal dermolipectomy registered R$973.30.
Conclusions: 124 hospitalizations for body contouring surgeries were identified during the period 2009-2019 in the state of Bahia

Keywords: Obesity; Bariatric surgery; Reconstructive surgical procedures; Public health; Abdominoplasty.

 

RESUMO

Introdução: A obesidade é uma doença de proporções epidêmicas associada ao aumento da morbidade e mortalidade. Como alternativa de tratamento, a gastroplastia é procurada para uma perda de peso sustentada com melhora da qualidade de vida. As cirurgias reparadoras são procuradas por mais de 70% dos pacientes para o aperfeiçoamento dos resultados. O estudo visa descrever o número de internamentos por cirurgias bariátricas e por cirurgias de contorno corporal em pacientes pós-bariátricos na Bahia.
Métodos: Estudo observacional transversal com dados agregados obtidos através do Departamento de Informática do Ministério da Saúde e realizado no período de 2009-2019 no estado da Bahia. Foram incluídos casos de internamentos por cirurgias bariátricas e por cirurgias de contorno corporal pósbariátricas, além da média de permanência dos pacientes pós-bariátricos internados pelas cirurgias de contorno corporal e os valores totais gastos por paciente na gastroplastia com derivação intestinal e na dermolipectomia abdominal.
Resultados: Foram identificados 124 pacientes internados por cirurgia pós-bariátrica: 64 por dermolipectomia abdominal; 25 por dermolipectomia crural; 22 por dermolipectomia braquial e 13 por mamoplastia. A média de permanência do internamento das cirurgias pós-bariátricas variou de 1,5 a 4,2 dias, sendo que a dermolipectomia abdominal apresentou a maior média total: 2,8 dias. Foram registrados 603 internamentos por cirurgia bariátrica. A média dos valores totais gastos por paciente na gastroplastia com derivação intestinal foi de R$ 5.767,95, já a dermolipectomia abdominal registrou R$ 973,30.
Conclusões: são identificados 124 internamentos por cirurgias de contorno corporal durante o período 2009-2019 no estado da Bahia.

Palavras-chave: Obesidade; Cirurgia bariátrica; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Saúde pública; Abdominoplastia

 

Treatment of Abdominal Deformity Nahas Type II Through the Inframammary Incision Associated with the Flap Fixation Through the Auesrvald Net

PAULO EDUARDO MACEDO CARUSO; MIGUEL ENRIQUE RIVERA GOMEZ; JOSÉ HENRIQUE GUIMARÃES FLORIANI; MARCELO LOPES DIAS KOLLING; ADRIANA ELNECAVE HERSCOVITZ; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):24-26 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Diastasis of the rectus muscles is a major complaint. In abdomens with smaller flaccidity the infraumbilical approach may even become unnecessary. We demonstrate the use of the hemostatic net of Auersvald for fixation cutaneous flap in the reverse approach for the correction of diastasis of the rectus muscles.
Case: ANF, 34 years old, without comorbidities, BMI 20.7, two pregnancies, complaining of bulging of the supraumbilical region and ptosis of the breasts. The proposed surgery was mastopexy with placement of the implants in the partial submuscular plane, associated with diastasis correction by reverse approach. We perform continuous suture with 3-0 transdermal Mononylon thread throughout the detachable flap extension. The transfixing suture was removed 48 hours after the procedure.
Discussion: We proposed a variation of the reverse approach and use of the transcutaneous fixation suture that allowed the fixation of the cutaneous flap to the region where the diastasis of the rectus muscles was corrected.

Keywords: Abdominoplasty; Breast implants; Seroma; Hematoma; Rectus abdominis

 

RESUMO

Introdução: A diástase dos músculos retos abdominais é motivo de grande queixa. Em abdomes com flacidez menor, a abordagem infraumbilical pode mesmo tornar-se desnecessária. Demonstramos a utilização da rede hemostática de Auersvald para fixação do retalho cutâneo na abordagem reversa para a correção da diástase dos retos abdominais.
Caso: ANF, 34 anos, sem comorbidades, IMC 20,7, duas gestações prévias, com queixa de abaulamento da região supraumbilical e ptose das mamas. A cirurgia proposta foi a mastopexia com colocação dos implantes no plano submuscular parcial, associada à correção da diástase dos músculos retos abdominais por abordagem reversa. Realizamos sutura contínua com fio Mononylon 3-0 transdérmico em toda a extensão descolada do retalho. A sutura transfixante foi removida 48 horas após o procedimento.
Discussão: Propusemos uma variação da abordagem reversa e utilização da sutura de fixação transcutânea que permitiu a fixação do retalho cutâneo à região da correção da diástase dos músculos retos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Mamoplastia; Seroma; Hematoma; Implante mamário; Parede abdominal

 

Dermolipectomies after bariatric procedures in the Public Health System: a long way to go

Antoninho José Tonatto; Jorge Luís de Moraes; Fabiola Grigoletto Lupion; Silvia Helena Mandu; Vanessa Sayuri Ogawa; Carolina Peressutti; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):53-59 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Obesity is one of the main health problems faced by the population, and its incidence has gradually increased in recent decades. Amid the global obesity epidemic, bariatric procedures have increased significantly and, despite the growing number of post-bariatric procedures, these are not equivalent to the number of bariatric surgeries.
Methods: Data were collected from the public health registry (DATASUS) between 2008 and 2019 to analyze the selected parameters, with an assessment of the main post-bariatric dermolipectomy techniques, their distribution in the national territory, their length of stay, their mortality, costs for the Public System, the comparison between post-bariatric dermolipectomies and the distribution of bariatric procedures in the national territory. Furthermore, dermolipectomies and the distribution of plastic surgeons in Brazil were compared.
Results: An increase of 164% was evidenced in the number of postbariatric dermolipectomies during the studied period. Post-bariatric abdominal dermolipectomy was the most performed procedure, accounting for 65% of the procedures, followed by brachial (14.8%), crural (14.7%) and circumferential (4.7%) dermolipectomy. There was an inequality in the distribution of post-bariatric procedures among Brazilian macro-regions, with the Southeast Region having the highest percentage (49.8%) of dermolipectomies.
Conclusions: Despite the progressive increase in post-bariatric dermolipectomies, they did not follow the number of bariatric procedures in the national territory. Therefore, there is a need for a parallel growth between both so that there is complementation in treating these patients. Then, there might be an improvement in the distribution of dermolipectomies in the national territory, allowing more patients to benefit.

Keywords: Abdominoplasty; Obesity; Unifield Health System; Bariatric surgery; Lipectomy.

 

RESUMO

Introdução: A obesidade é um dos principais problemas de saúde enfrentados pela população e sua incidência cresce gradativamente nas últimas décadas. Em meio à epidemia global de obesidade, os procedimentos bariátricos aumentaram expressivamente e, apesar do crescente número dos procedimentos pós-bariátricos, esses não se equivalem ao número de cirurgias bariátricas.
Métodos: Foram coletados dados do registro de saúde pública (DATASUS) entre 2008 e 2019 para análise dos parâmetros selecionados, com avaliação das principais técnicas de dermolipectomia pós-bariátrica, sua distribuição em território nacional, seu tempo de internação, sua mortalidade, os custos para o Sistema Público, a comparação entre as dermolipectomias pós-bariátricas e a distribuição dos procedimentos bariátricos no território nacional. Além disso, comparou-se as dermolipectomias e a distribuição de cirurgiões plásticos no Brasil.
Resultados: Um aumento de 164% foi evidenciado no número de dermolipectomias pós-bariátricas durante o período estudado. A dermolipectomia abdominal pós-bariátrica foi o procedimento mais realizado, sendo responsável por 65% dos procedimentos, seguido da dermolipectomia braquial (14,8%), crural (14,7%) e circunferencial (4,7%). Observou-se uma desigualdade na distribuição dos procedimentos pós-bariátricos entre as macrorregiões brasileiras, sendo a Região Sudeste com o maior número percentual (49,8%) de dermolipectomias.
Conclusões: Apesar do aumento progressivo do número de dermolipectomias pós-bariátricas, elas não acompanharam o número de procedimentos bariátricos em território nacional. Por isso, há necessidade de um crescimento paralelo entre ambas, para que haja uma complementação no tratamento desses pacientes. Sendo assim, poderá existir melhora na distribuição das dermolipectomias no território nacional, fazendo com que mais pacientes possam ser beneficiados.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Obesidade; Sistema Único de Saúde; Cirurgia bariátrica; Lipectomia

 

Abdominoplasty following massive weight loss: a critical analysis of complications in 130 consecutive cases

Lady Wilson Canan Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):381-388 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The massive weight losses caused by bariatric surgery have considerably increased the demand for plastic surgery, with abdominoplasty being the most requested procedure. In this study, an analysis of post-abdominoplasty complications was conducted in a consecutive series of 130 patients who experienced massive weight loss. METHODS: One hundred and thirty patients who underwent abdominoplasty were studied, and the differences between the genders, surgery types (anchor-line vs. conventional), drain usage, adhesive sutures, and lost weight during the weight loss phase and at the time of abdominoplasty as well as the occurrence of complications such as seroma, hematoma, and infection were analyzed. RESULTS: Ten men and 120 women underwent surgery (mean age, 38.3 years). The anchor-line abdominoplasty and conventional techniques were performed in 99 and 31 patients, respectively. Seroma was the most prevalent complication in men (P = 0.012) and was more frequent in group A and B patients (with drains and fewer than 30 adhesive sutures, respectively) relative to group C patients (without drains and more than 30 adhesive sutures), with respective P values of 0.001 and 0.075, and in patients who underwent abdominoplasty and weighed more than 70 kg (P = 0.002). Hematoma was more prevalent in men (P = 0.003) and in patients who underwent abdominoplasty and weighed more than 70 kg (P = 0.008). There were no significant differences with respect to the infection incidence between the tested groups or between the anchor-line and conventional abdominoplasty procedures. CONCLUSIONS: Seroma was the main complication and could be avoided by using an appropriate number of adhesive sutures. Male patients weighting more than 70 kg at the time of abdominoplasty developed more complications.

Keywords: Bariatric surgery. Obesity. Abdominoplasty.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As grandes perdas ponderais causadas pelas cirurgias bariátricas vêm aumentando consideravelmente a demanda por cirurgias plásticas, sendo a abdominoplastia o procedimento mais requisitado. Neste estudo é feita uma análise das complicações posteriores à abdominoplastia em pacientes após grandes perdas ponderais numa série consecutiva de 130 casos. MÉTODO: Foram estudados 130 pacientes submetidos a abdominoplastia, analisando-se diferenças entre gêneros, tipos de cirurgia (em âncora vs. convencional), utilização de drenos, pontos de adesão, peso perdido no emagrecimento e na abdominoplastia, além de complicações ocorridas, como seroma, hematoma e infecções. RESULTADOS: Foram operados 10 homens e 120 mulheres (média de idade de 38,3 anos). A técnica de abdominoplastia em âncora foi realizada em 99 pacientes e convencional, em 31 pacientes. Seroma foi a complicação mais prevalente no gênero masculino (P = 0,012), nos pacientes dos grupos A e B (com dreno e menos de 30 pontos de adesão) em relação aos do grupo C (sem dreno e mais de 30 pontos de adesão), com valores de P = 0,001 e 0,075, respectivamente, e nos pacientes que realizaram abdominoplastia pesando mais de 70 kg (P = 0,002). Hematoma foi mais prevalente nos homens (P = 0,003) e nos pacientes que realizaram abdominoplastia pesando mais de 70 kg (P = 0,008). Não houve diferenças significativas quanto a infecção entre os grupos testados nem entre as abdominoplastias em âncora ou convencional. CONCLUSÕES: O seroma foi a principal complicação, podendo ser evitado com uma quantidade adequada de pontos de adesão. Gênero masculino e pacientes pesando mais de 70 kg no momento da abdominoplastia tiveram mais complicações.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica. Obesidade. Abdominoplastia.

 

Mammoplasty/mastopexy using implants: the Lockpocket technique

César Augusto Daher Ceva Faria; Luciano Gomes Moura; Conrado Miranda de Almeida; Milena Carvalho Almeida Galdino; Gabriel Campelo dos Santos; Diogo Borges Pedroso; Fabrício Tavares Mendonça; José Carlos Daher
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):218-224 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mammoplasty is the most commonly performed plastic surgery procedure in Brazil, which is second only to the United States in terms of the number of mammoplasties performed. Several techniques based on increasing volume using breast implants are used to correct breast ptosis. We aimed to describe a technical variation of implant mammoplasty: isolation of the implant in a closed pocket of fascioglandular tissue (Lockpocket). METHODS: This prospective study was carried out between June 2013 and June 2016. Forty-three patients underwent (1) augmentation mammoplasty using a silicone implant that was isolated from the external environment by a closed pocket of fascioglandular tissue, and (2) resection of excess dermoglandular tissue to correct mammary ptosis. Were subsequently analyzed statistically. RESULTS: Of the 43 patients, the majority (22 patients) presented grade II ptosis according to the Regnault classification. The volume of glandular tissue removed was similar to the volume of the prosthesis introduced. A total of seven complications were observed: partial dehiscence (n = 4), discrete asymmetry (n = 2), and residual ptosis (n = 1). CONCLUSION: Augmentation mammoplasty with correction of mammary ptosis (the Lockpocket technique) is a good option because it allows the surgeon to choose in advance the volume of the implant to be used. The method also isolates the implant in a totally closed plane of fascioglandular tissue, and involves the precise removal of breast tissue.

Keywords: Mammoplasty; Breast implant; Breast.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia foi o procedimento em cirurgia plástica mais realizado no Brasil, ficando em segundo lugar no mundo, logo atrás dos Estados Unidos. Existem diversas técnicas para correção de ptose das mamas associado a aumento do volume com implantes mamários. O objetivo é descrever uma variação técnica de mamoplastia com prótese, isolando o implante em um bolsão fechado de tecido fascioglandular (Lockpocket). MÉTODOS: Realizado um estudo prospectivo entre junho de 2013 e junho de 2016 totalizando 43 pacientes que foram submetidos à mamoplastia de aumento com prótese de silicone, isolado do meio externo por um bolsão fechado de tecido fascioglandular, e ressecção de tecido dermoglandular excedente para correção de ptose mamária, sendo realizada análise estatística. RESULTADOS: Das 43 pacientes, a maioria (22 pacientes) apresentaram ptose grau II, segundo a classificação de Regnault. Os volumes de tecido glandular retirado e volume das prótese introduzidos foram semelhantes, sendo observado um total de sete complicações: deiscência parcial (n = 4), assimetria discreta (n = 2) e ptose residual em um caso. CONCLUSÃO: A mamoplastia de aumento com correção de ptose mamária - técnica Lockpocket - é uma boa opção, permitindo a escolha prévia do volume do implante utilizado, isolando-o em uma loja totalmente fechada de tecido fascioglandular, e exérese exata de tecido mamário.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implante mamário; Mama.

 

Abdominoplasty in gastric bypass patients: anthropometric profile, comorbidities, and complications

SIMONE CORRÊA ROSA; JEFFERSON LESSA SOARES DE MACEDO; FLÁVIO GONDIM FREITAS; JOÃO LUIZ DARQUES FERREIRA; LUCAS RIBEIRO CANEDO; LUIZ AUGUSTO CASULARI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):333-342 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Patients who undergo vertical-banded gastroplasty- Roux-en-Y gastric bypass (VBG-RYGB) have significant weight loss, and abdominoplasty (AP) is an effective corrective surgery for removing excess skin.
Methods: A prospective study conducted from January 2011 to December 2016 in a public hospital evaluated patients who underwent AP after VBG-RYGB. The analyzed variables were body mass index (BMI) before VBG-RYGB, BMI before AP, weight loss, weight of the excised abdominal flap, comorbidities, and complications.
Results: For this study, 107 patients who underwent AP were included. The patients' mean age was 41 years; BMI before AP, 27.6 ± 3.7 kg/m2; and mean weight loss, 47.7 ± 17.3 kg. The maximum BMI before bariatric surgery was 45.5 ± 7.5 kg/m2, and the difference between the maximum BMI before VBG-RYGB and before corrective surgery was 18.6 ± 9.3 kg/m2. The comorbidities observed before VBG-RYGB were arterial hypertension (11.1%), arthropathy (4.6%), diabetes mellitus (5.6%), and metabolic syndrome (5.6%). Fourteen patients (13.1%) underwent herniorrhaphy during AP. The overall complication rate was 31.5%. Weight before VBGRYGB, BMI before VBG-RYGB, mean weight loss, comorbidities, abdominal flap weight, and BMI of >20 kg/m2 were significantly associated with postoperative complications. Conclusions: VBGRYGB was an effective approach to reduce comorbidities in obese patients. Comorbidities, weight before VBG-RYGB, mean weight loss, amount of tissue removed from the abdomen, and BMI of >20 kg/m2 significantly increased the complication rate in the gastric bypass patients who underwent AP. Furthermore, AP is fundamental for the comprehensive care of obese patients and has optimized the results achieved with VBG-RYGB.

Keywords: Bariatric surgery; Postoperative care; Abdominoplasty; Reconstructive surgical procedures; Gastroplasty

 

RESUMO

Introdução: Os pacientes submetidos à gastroplastia apresentam importante perda de peso e a cirurgia plástica representa um importante meio de tratamento do excesso de pele.
Método: Estudo prospectivo foi realizado em pacientes submetidos à abdominoplastia pós-gastroplastia no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2016 em hospital público. As variáveis analisadas foram: IMC (Índice de Massa Corporal) antes da gastroplastia e antes da cirurgia plástica, perda de peso, peso do retalho retirado, comorbidades e complicações.
Resultados: 107 pacientes que realizaram abdominoplastia foram incluídos. Média de idade foi 41 anos. O IMC médio antes da cirurgia plástica foi 27,6 ± 3,7 Kg/m2. Perda de peso médio foi 47,7 ± 17,3 Kg. O IMC máximo antes da gastroplastia foi 45,5 ± 7,5 Kg/m2 e o IMC foi 18,6 ± 9,3 Kg/m2. Comorbidades presentes antes da plástica foram: hipertensão arterial (11,1%), artropatia (4,6%), diabete melito (5,6%) e síndrome metabólica (5,6%). Catorze (13,1%) pacientes realizaram herniorrafia durante a abdominoplastia. A taxa de complicações foi 31,5%. O peso antes da gastroplastia, IMC antes da gastroplastia, perda de peso médio, comorbidades, peso do retalho do abdome e IMC > 20Kg/m2 foram fatores associados significativamente a complicações pós-operatórias.
Conclusões: A gastroplastia em Y de Roux foi uma terapêutica efetiva na resolução de comorbidades em obesos. Comorbidades, peso antes da gastroplastia, perda de peso médio, quantidade de tecido retirado do abdome e IMC > 20Kg/m2 levaram significativamente a mais complicações em pacientes pós-bariátricos submetidos à abdominoplastia. A cirurgia plástica é importante no cuidado integral ao paciente obeso e otimizou os resultados alcançados com a cirurgia bariátrica.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica; Cuidados pós-operatórios; Abdominoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Gastroplastia

 

Abdominoplasty after bariatric surgery: experience in 315 cases

Alfredo Donnabella; Lívia Neffa; Bárbara Brandão de Barros; Fernanda Parentoni Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):510-515 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The abdomen is a critical region and is subjected to body contour deformity after significant weight loss. Knowing the profile of patients who undergo abdominoplasty after bariatric surgery facilitates the choice of the optimal time and surgical technique to restore abdominal contour, which is associated with a minimal rate of complications. METHODS: A cross-sectional, descriptive, analytical, and retrospective clinical study was performed on medical record data of 315 patients who underwent abdominal dermolipectomy following bariatric surgery from January 2013 to December 2014. RESULTS: A total of 265 female and 50 male patients were analyzed, with an average age of 39.9 years and an average body mass index of 27.5 kg/m2 after weight loss. The average time interval between bariatric surgery and dermolipectomy was 3 years and 11 months. Anchor abdominoplasty was used in 252 patients, while suprapubic transverse abdominoplasty was performed in 63 patients. The complication rate was 17.3%, including minor complications such as hematomas, seromas, and pathological scars, in addition to one case of pulmonary embolism. CONCLUSION: The epidemiological profile of patients with deformity of the abdominal contour after bariatric surgery was in agreement with that reported in the current literature, except for earlier hospital discharge in the group studied.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Bariatric surgery; Gastroplasty; Abdominoplasty; Obesity.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O abdome é considerado área crítica de deformidade do contorno corporal após perda ponderal significativa. Conhecer o perfil dos pacientes submetidos à abdominoplastia pós-cirurgia bariátrica facilita a escolha do tempo ideal e da técnica cirúrgica que visa restaurar este contorno com uma taxa mínima de complicações. MÉTODOS: Estudo clínico, transversal, descritivo, analítico e retrospectivo com dados de 315 prontuários de pacientes submetidos à dermolipectomia abdominal pós-cirurgia bariátrica de janeiro de 2013 a dezembro de 2014. RESULTADOS: Foram analisados 265 pacientes do gênero feminino e 50 do gênero masculino, com idade média de 39,9 anos e índice de massa corporal médio de 27,5 Kg/m2 após emagrecimento. O tempo médio de intervalo entre a cirurgia bariátrica e a dermolipectomia foi de 3 anos e 11 meses. A abdominoplastia em âncora foi utilizada em 252 pacientes e em 63 realizou-se abdominoplastia com cicatriz transversal suprapúbica. A taxa de complicações foi de 17,3%, incluindo complicações menores como hematomas, seromas e cicatrizes patológicas e um caso de embolia pulmonar. CONCLUSÃO: O perfil epidemiológico dos pacientes com deformidade de contorno abdominal pós-cirurgia bariátrica estudados assemelha-se ao apresentado na literatura atual, exceto pela alta hospitalar precoce.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Gastroplastia; Abdominoplastia; Obesidade.

 

Comparison of the rate of seroma between conventional and inverted T abdominoplasty in post-bariatric patients

Luciano Sales de Souza; Márcio Naoki Harada; Elisa Maria Capitian Bolognani
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):78-86 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The earliest descriptions of abdominoplasties date back to the early 20th century and have been unchanged over time. However, only within the last three decades have there been major advances and innovations in the technique, largely because of the rising popularity of bariatric surgery. In certain patients, we observed a higher incidence of complications, including seroma development. The objective is to evaluate and compare the incidence of seroma between two abdominoplasty techniques, conventional and inverted T, in post-bariatric patients. METHODS: We retrospectively analyzed the records of 30 patients with a history of bariatric surgery and body mass index (BMI) less than 30 who underwent abdominoplasty by a single surgeon between February 2009 and March 2015. Of these, 15 patients were treated by the conventional technique (conventional group), while the other 15 patients were treated by the inverted T technique (Inverted T group). During the postoperative clinical follow-up, the occurrence of seroma and other complications was assessed. RESULTS: Thirty female patients with a mean age of 36 years, mean weight of 70 kg and a mean BMI of 25 kg/m2, without significant differences between groups, were studied. The overall occurrence of seroma in the study was 23%. A statistically significant difference (p = 0.04) was observed between the conventional group, in which six patients (40%) developed seroma, compared to the anchor group, in which one patient (6.7%) developed seroma. Dehiscence was observed, with no significant difference in occurrence between the two groups. CONCLUSION: The incidence of seroma was higher in patients who underwent conventional abdominoplasty compared to those who underwent inverted T abdominoplasty.

Keywords: Seroma; Abdominoplasty; Abdominoplasty/adverse effects; Bariatric surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As primeiras descrições de abdominoplastias remontam do início do século XX, sendo pouco modificadas no decorrer do tempo. Porém, somente nas últimas três décadas, devido à popularidade da cirurgia bariátrica, houve grandes avanços e inovações na técnica. Com esse paciente peculiar, notamos uma maior incidência de complicações, dentre elas o seroma. O objetivo é avaliar e comparar a ocorrência de seroma entre duas técnicas de abdominoplastia, convencional e em âncora, nos pacientes pós-bariátricos. MÉTODOS: Estudo retrospectivo, de um único cirurgião, na qual 30 pacientes com história de cirurgia bariátrica e IMC (Índice de Massa Corporal) menor que 30 foram submetidas à abdominoplastia, entre o período de fevereiro de 2009 a março de 2015, sendo 15 pacientes operadas pela técnica convencional (Grupo convencional) e 15 pela técnica em âncora (Grupo em âncora). No seguimento clínico pós-operatório, foi investigada a ocorrência de seroma e outras complicações. RESULTADO: Foram estudadas 30 pacientes do sexo feminino com idade média de 36 anos, peso médio de 70 Kg e IMC médio de 25 Kg/m2, sem diferenças significativas entre os grupos. A ocorrência global de seroma no estudo foi de 23%. Foi observado uma diferença estatisticamente significante (p = 0,04) entre os grupos convencional, seis pacientes (40%), em relação ao grupo em âncora, um paciente (6,7%). Foi observada a ocorrência de deiscência, sem diferença significativa entre os grupos. CONCLUSÃO: A incidência de seroma foi maior naquelas pacientes submetidas à abdominoplastia convencional em relação à abdominoplastia em âncora.

Palavras-chave: Seroma; Abdominoplastia; Abdominoplastia/efeitos adversos; Cirurgia bariátrica.

 

Galactorreia associada à mamoplastia pós-bariátrica: relato de caso

EUDEMARA FERNANDES DE HOLANDA; SALUSTIANO GOMES PINHO PESSOA; VITOR DE VASCONCELLOS MUNIZ; LUCAS MACHADO GOMES DE PINHO PESSOA; MIKAELLE PAIVA DOS SANTOS SOUZA; ALANA D'AVILA REBELO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):28-30 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: Pacientes pós-bariátricos apresentam rápida redução de peso e melhora das comorbidades relacionadas à obesidade. As mulheres apresentam mamas flácidas, ptóticas, com polo superior vazio e plano. Apesar da mamoplastia com o uso de prótese ser considerado um procedimento comum e seguro, o mesmo não está isento de complicações. Algumas complicações são bem conhecidas, como os seromas, hematomas e abscessos, mas há ainda algumas mais incomuns como a galactocele. No presente artigo, relatamos um caso de galactocele após mamoplastia com prótese em paciente pós-bariátrica acompanhada em nosso Serviço, e discutimos sobre as possíveis causas e possibilidades terapêuticas apresentadas na literatura.
Método: Estudo retrospectivo e descritivo através da revisão de prontuário da paciente do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC-UFC).
Conclusões: A possibilidade de galactocele/galactorreia após mastopexia com prótese deve ser lembrada, tendo várias possibilidades terapêuticas, desde conduta expectante a tratamento cirúrgico e/ou farmacológico.

Palavras-chave: Mamoplastia; Cirurgia bariátrica; Galactorreia; Implante mamário; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Choosing the augmentation mammaplasty technique: a method for preventing medical disputes

Claudio Roncatti; Katia Torres Batista; Claudio Roncatti Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):253-259 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Plastic surgery is a medical specialty that is particularly at risk of unwarranted claims. Most complaints regarding plastic surgery are not a consequence of technical failures but rather of inadequate criteria of patient selection, failure in surgical indication, and lack of effective communication between the patient and the surgeon. Training, careful use of techniques, adopting precautions, compliance with safety regulations, and the informed consent document are fundamental principles of defensive medical practice. Moreover, documenting objective information about the surgery in the medical records validates the work of the plastic surgeon and ensures that procedures are productive and technical. The aim of this study was to develop a tool for preventing medical litigations in augmentation mammaplasty based on data expressed on the scale from I to IV. METHODS: Forty patients with an indication for augmentation mammaplasty were evaluated. All the patients were subjected to anatomical measurements, which were photographically documented, and the hereditary and congenital diseases of the patients presenting for breast augmentation were recorded. In addition, all the patients were informed about the indication and surgical procedure to be performed. They agreed with the surgical indication and provided informed consent. RESULTS: The follow-up period was 6 months. All the patients expressed a high degree of satisfaction with the results obtained after the procedure, and no cases of complaints or disputes were encountered. CONCLUSIONS: The authors propose the regular use of tables and classifications for the selection of implants, with the aim of establishing surgical indication as an objective parameter, facilitating patients' understanding of the procedure, and preventing litigation.

Keywords: Breast implantation. Mammaplasty. Jurisprudence.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A cirurgia plástica é uma das especialidades médicas expostas ao risco de reivindicações abusivas. A maioria das queixas em cirurgia plástica não decorre de falhas técnicas, mas de inadequados critérios de seleção de pacientes, falha na indicação cirúrgica e falta de comunicação adequada entre o paciente e o cirurgião. O treinamento, a utilização cuidadosa de técnicas, a adoção de precauções, o cumprimento de normas de segurança e o formulário de consentimento informado são princípios fundamentais na prática da medicina defensiva. Ademais, ter nos registros dos pacientes informações objetivas sobre a cirurgia realizada avaliza o trabalho do cirurgião plástico, tornando os procedimentos profícuos e técnicos. O objetivo deste estudo é descrever uma ferramenta de prevenção de litígios médicos na mastoplastia de aumento baseada em dados de escala em graus I a IV. MÉTODO: Foram avaliadas 40 pacientes com indicação de mastoplastia de aumento. Todas as pacientes foram submetidas a mensurações anatômicas, documentação fotográfica e registro de doenças hereditárias e congênitas encontradas nas pacientes candidatas a aumento mamário. Além disso, todas as pacientes receberam explicação da indicação e do procedimento cirúrgico a ser realizado.As pacientes concordaram com a indicação cirúrgica e assinaram o termo de consentimento. RESULTADOS: O tempo de seguimento das pacientes foi de 6 meses. Todas as pacientes apresentaram alto grau de satisfação com o resultado obtido após o procedimento e não houve caso de queixa ou litígio. CONCLUSÕES: Os autores propõem o uso regular de tabelas e classificações para escolha prévia dos implantes, com o objetivo de tornar a indicação cirúrgica objetiva, facilitar o entendimento da paciente e prevenir o litígio.

Palavras-chave: Implante mamário. Mamoplastia. Jurisprudência.

 

Rivaroxaban for venous thromboembolism prophylaxis in abdominoplasty after massive weight loss: 396 cases

GUILHERME BERTO ROÇA; BRUNA FERREIRA BERNERT; RENATO SILVA FREITAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):268-273 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty is one of the most popular aesthetic procedures performed in Brazil. Postbariatric patients present a challenge to the plastic surgeon as not only do they have complex reconstructive challenges but also they have residual medical comorbidities and nutritional deficiencies. A serious and potentially fatal complication of abdominoplasty is venous thromboembolism (VTE). Despite the frequency of this serious complication, the accepted standard methods to prevent VTE in abdominoplasty patients, including chemoprophylaxis, remain controversy.
Objective: To evaluate the author experience with rivaroxaban, for VTE prophylaxis in abdominoplasty patients after massive weight loss.
Methods: A retrospective 396 cases series were conducted. All patients who underwent abdominoplasty after bariatric surgery and received rivaroxaban were included. The prophylactic dose was 10 mg daily for 30 days, beginning 24 hours postoperatively. Patient demographics, comorbidities, type of surgery and complications were recorded.
Results: From July 2015 until July 2018, 396 post bariatric patients (356 women and 40 men) underwent abdominoplasty and received rivaroxaban postoperatively. The mean body mass index prior to their weight loss procedure was 43.8kg/m2 (range, 37.3- 61.9kg/m2) and mean BMI was 27.2kg/m² at the time of the abdominoplasty. Mean patient age was 39.1 years. Only one patient had a symptomatic PTE event. Thirteen patients had a hematoma requiring operative evacuation, and all went on to heal without sequel.
Conclusions: Routine chemoprophylaxis with rivaroxaban for abdominoplasty patients after massive weight loss has a low rate of VTE events. This oral medication is well tolerated and has an acceptable complication profile.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Venous thrombosis; Abdominoplasty; Anticoagulants; Bariatric surgery

 

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia consiste em um dos procedimentos estéticos mais populares realizados no Brasil. Pacientes pósbariátricos representam um desafio peculiar ao cirurgião plástico, uma vez que não só requerem reconstruções complexas, mas também apresentam comorbidades residuais e deficiências nutricionais. O tromboembolismo venoso (TEV) constitui uma complicação grave e potencialmente fatal da abdominoplastia. Apesar da pequena frequência desta complicação, os métodos aceitos como padrões para prevenção de TEV em pacientes após abdominoplastia, incluindo quimioprofilaxia, permanecem controversos.
Objetivo: Avaliar a experiência do autor com rivaroxabana para profilaxia de TEV em pacientes submetidos a abdominoplastia após grande perda ponderal.
Métodos: Uma série de 396 casos foi conduzida retrospectivamente. Todos os pacientes submetidos à abdominoplastia após cirurgia bariátrica que receberam rivaroxabana foram incluídos. A dose profilática foi de 10mg por dia. Dados demográficos, comorbidades, tipo de cirurgia e complicações foram registrados.
Resultados: 396 casos de pacientes pós-bariátricos (356 mulheres e 40 homens) foram submetidos à abdominoplastia e receberam rivaroxabana no pós-operatório, de julho de 2015 a julho de 2018. A média de idade dos pacientes foi de 39,1 anos. O índice de massa corporal médio no momento da abdominoplastia foi de 27,2kg/m². Houve apenas um caso de tromboembolismo venoso (0,25%). Treze pacientes apresentaram hematoma com necessidade de drenagem.
Conclusões: A quimioprofilaxia de rotina com rivaroxabana para pacientes submetidos à abdominoplastia após grande perda ponderal revela uma baixa incidência de TEV. Esta medicação oral é bem tolerada e apresenta um perfil de complicação aceitável.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Trombose venosa; Abdominoplastia; Anticoagulantes; Cirurgia bariátrica

 

Marking of neo-omphaloplasty flaps using a standardized mold in anchor-line abdominoplasty

Augusto César de Melo Almeida; José Carlos Ribeiro Resende Alves; Aloísio Ferreira da Silva Filho; José Lindomar Delgado; Vitor Pereira de Aquino; Raquel Cristina Fuchs; Thiago Ferreira Delgado; Alfredo Donnabella
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):402-409 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Abdominal dermolipectomies have shown to be highly valuable in promoting a better life quality for post-bariatric patients, with the navel being an essential scar for the aesthetics of the abdomen. Several neo-omphaloplasty techniques are described in the literature in patients who undergo anchor-line abdominoplasty, but the systematic use of a mold for preoperative marking has not been reported yet. The objective of this study was to standardize the marking of the flaps for the preparation of the neo-omphaloplasty using a mold and to demonstrate the results of its clinical application. METHODS: A prospective, descriptive, and analytical study was conducted. Between April 2015 and December 2016, 50 patients underwent anchor-line abdominal dermolipectomy with neo-omphaloplasty using a mold to mark the two flaps for the neo-navel. A questionnaire was used to evaluate the satisfaction index regarding the new navel. RESULTS: Forty-eight patients were female. The mean age and body mass index of the patients before abdominoplasty was 40.5 years and 27.9 kg/m2, respectively. The new navels resulted in a smaller, more oval scar, with no scars around and with adequate depth. The rate of complications was low, and none of the patients expressed dissatisfaction. CONCLUSION: The use of the mold in the standardization of the preoperative marking in neo-omphaloplasty was effective, easy and safe to learn, low-cost, fast, and reproducible, with a low index of complications, good surgical results, and excellent patient satisfaction.

Keywords: Navel; Reconstructive surgical procedures; Bariatric surgery; Abdominoplasty.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As dermolipectomias abdominais têm se mostrado altamente valiosas na promoção de melhor qualidade de vida para pacientes pós-bariátricos, sendo o umbigo uma cicatriz essencial para beleza de um abdome. Várias técnicas de neo-onfaloplastia são descritas na literatura para os pacientes submetidos à abdominoplastia em âncora, porém não há registro do uso sistemático de um molde para marcação pré-operatória. O objetivo é padronizar a marcação dos retalhos para confecção da neo-onfaloplastia com emprego de um molde e demonstrar os resultados da sua aplicação clínica. MÉTODOS: Estudo prospectivo, descritivo e analítico. Entre abril de 2015 e dezembro de 2016, 50 pacientes foram submetidos à dermolipectomia abdominal em âncora com neo-onfaloplastia utilizando molde para marcação dos dois retalhos para confecção do neoumbigo. Foi utilizado um questionário para avaliar o índice de satisfação em relação ao novo umbigo. RESULTADOS: Quarenta e oito pacientes eram do gênero feminino, a idade média foi de 40,5 anos e índice de massa corporal médio de 27,9 kg/m2 antes da abdominoplastia. Os novos umbigos resultaram em uma cicatriz pequena, com formato mais ovalado, sem cicatrizes ao redor e com profundidade adequada. Ocorreu baixo índice de complicações e não houve insatisfação nos pacientes estudados. CONCLUSÃO: O uso do molde na padronização da marcação pré-operatória da neo-onfaloplastia mostra-se eficaz, com aprendizado fácil e seguro, apresenta baixo custo, é rápido, reprodutível, com baixo índice de complicações e bons resultados cirúrgicos, com excelente satisfação dos pacientes.

Palavras-chave: Umbigo; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Abdominoplastia.

 

Breast augmentation via the abdominoplasty incision approach: a prospective study of 100 cases

Gal Moreira Dini; Jean Milani; Luciana Gianini Albuquerque; Mario Farinazzo de Oliveira; Ivan Dunshee de Abranches Oliveira Santos Filho; Lauren Klas Iurk; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):105-113 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Pregnancy and obesity cause distension of the abdominal wall and produce changes in the shape and size of the breasts. Thus, the need of aesthetic improvement of the abdominal area is not uncommon, coinciding with the desire for breast augmentation. Performing mammoplasty via the abdominoplasty incision approach was first described in 1976. Because of the lack of prospective studies using this approach, we performed a series of dermolipectomy procedures using the abdominal incision to insert a pair of silicone gel breast implants. METHODS: In total, 100 consecutive patients were selected, with a mean age of 33 ± 2 years. Classic abdominoplasty was performed, and 2 tunnels were then made in the right and left hypochondria. After implant placement, the mammary fold was reconstructed using simple sutures with absorbable threads to attach the subcutaneous tissue to the aponeurosis. RESULTS: None of the following complications were observed: deep-vein thrombosis, cardiorespiratory or anesthetic complications, skin necrosis, visible bleeding, hematoma, or clinically detectable infection. The volume of the implants ranged from 280 to 450 mL (median, 350 mL). The mean operation time was 116 minutes. Reoperation was not necessary in any of the cases. The monitoring period ranged from 9 to 84 months (mean, 36 months). CONCLUSIONS: Breast augmentation via the abdominoplasty incision approach was demonstrated to be a reliable and simple technique, providing a new, scar-free alternative to mammary surgical procedures.

Keywords: Plastic surgery. Mammaplasty. Breast implantation. Breast/surgery. Abdomen/surgery. Abdominoplasty. Lipectomy.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A gravidez e a obesidade causam distensão da parede abdominal e também produzem mudanças na forma e no tamanho das mamas. Assim, não é incomum a necessidade de melhoria estética da área abdominal, coincidindo com o desejo de aumento de mama. A mamoplastia utilizando a mesma incisão da abdominoplastia foi descrita pela primeira vez em 1976. Em decorrência da falta de estudos prospectivos empregando essa abordagem, os autores realizaram uma série de dermolipectomias usando a incisão abdominal para inserir o par de implantes mamários de silicone gel. MÉTODO: Cem pacientes consecutivas foram selecionadas, com média de idade de 33 ± 2 anos. A abdominoplastia clássica foi realizada e, em seguida, confeccionados 2 túneis sobre os hipocondrios direito e esquerdo. Após colocação dos implantes, foi realizada reconstrução do sulco mamário com pontos simples usando fios absorvíveis, fixando o subcutâneo à aponeurose. RESULTADOS: Não houve nenhuma das seguintes complicações: trombose venosa profunda, complicações cardiorrespiratórias ou anestésicas, necrose de pele, sangramento visível, e hematoma ou infecção detectáveis clinicamente. O volume dos implantes variou de 280 ml a 450 ml (mediana de 350 ml). O tempo médio de operação foi de 116 minutos. Em nenhum caso foi necessária reoperação. O período de acompanhamento mínimo foi de 9 meses e máximo, de 84 meses (média de 36 meses). CONCLUSÕES: A técnica de aumento mamário por meio da incisão da abdominoplastia se mostrou confiável e simples, constituindo uma nova opção para a cirurgia mamária sem cicatriz nas mamas.

Palavras-chave: Cirurgia plástica. Mamoplastia. Implante mamário. Mama/cirurgia. Abdome/cirurgia. Abdominoplastia. Lipectomia.

 

Mastopexy with dual plane prothesis after bariatric surgery

LUCAS MACHADO GOMES DE PINHO PESSOA; FERNANDO SOARES DE ALCÂNTARA; SALUSTIANO GOMES DE PINHO PESSOA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):65-66 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The global obesity epidemic has led to an increasing number of bariatric surgery and more patients in need of plastic surgeries to deal with the consequences of great weight loss.
Objective: This paper discusses three post-bariatric dual plane mastopexy that have been submitted to surgery at HUWC-UFC and a short literature review of Brazilian Journal of Plastic Surgery.
Results: The patients were satisfied after the procedure, except one that was not completely satisfied because of partial epidermolysis of the left nipple.
Conclusion: The post-bariatric patients impose great challenges for the plastic surgeon to overcome but the vast number of different techniques can help to get the best result for each individual.

Keywords: Bariatric surgery; Mammoplasty; Weight loss; Plastic surgery; Breast implants

 

RESUMO

Introdução: A epidemia de obesidade mundial tem concorrido com a maior realização de cirurgias bariátricas como maneira de auxiliar os pacientes na perda de peso e, consequentemente, levado ao cirurgião plástico mais pacientes com necessidade de lidar com as alterações particulares das grandes perdas ponderais.
Objetivo: Apresentar resultados de três pacientes pós-cirurgia bariátrica operadas pela técnica de mastopexia com prótese dual plane no HUWC-UFC no ano de 2018.
Método: Estudo observacional retrospectivo do tipo série de casos realizados no serviço de Cirurgia Plástica do HUWC - UFC, de janeiro a dezembro de 2018 e revisão de literatura no site da Revista Brasileira de Cirurgia Plástica.
Resultados: Houve boa satisfação das pacientes com o procedimento, com exceção de uma paciente cujo resultado foi comprometido por epidermólise parcial de aréola. Conclusões: A população de pacientes pós-cirurgia bariátrica impõe desafios ao cirurgião plástico, que deve estar cada vez mais preparado.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica; Mamoplastia; Perda de peso; Cirurgia plástica; Implante mamário

 

Variantes de técnicas de abdominoplastias: abdominoplastia em âncora e circunferencial em bloco RP: relato de casos

Carolina Takahashi Rodrigues Pinto; Ronaldo Pontes; Gisela Hobson Pontes; Cesar Andres Bastos Plaza; Mariano Ramon Leiva Paredes; Fernando Sergio Mendes Carneiro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):88-92 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty presents several variants according to each patient characteristics. Abdominal wall deformities, which may be functional and/or aesthetic, appear due to several factors such as: rectus abdominis muscles diastasis, cutaneous flaccidity, among others. This patient's body dimorphism can culminate with several negative effects on both physical and psychological aspects. In these cases, there are some abdominoplasty variants that aim to restore body contour, shorten surgical time and possible complications. The choice of the technique to be performed should have as main objective the improvement of individual deformity of each patient.
Method: Three case reports of patients who underwent abdominoplasty with specific techniques due to each one characteristics will be presented. The complications present in the patients in question are considered minor, whose predominance was dehiscence in places of greater tension. The aesthetic results were satisfactory.
Results: It is possible to observe satisfactory results in cases of patients with abdominoplasty techniques different indications. The good indication of surgical technique for each case is crucial in abdominal deformities treatment after major weight loss or due to medium scars presence from previous surgeries.
Conclusion: Variants of abdominoplasty techniques cited have the objective of restoring body contour on some specific types of patients, shorten surgical time, reduce morbidity, obtain smaller scars and, consequently, improve aesthetic results.

Keywords: Abdominoplasty; Abdomen; Bariatric surgery; Cicatrix; Lipodystrophy.

 

RESUMO

Introdução: A abdominoplastia apresenta diversas variantes de acordo com as características de cada paciente. As deformidades da parede abdominal, podendo ser funcionais e/ou estéticas, surgem devido a diversos fatores, como: diástase dos músculos reto abdominais, flacidez cutânea, entre outras. Esse dimorfismo corporal do paciente pode culminar com diversos efeitos negativos tanto no aspecto físico quanto psicológico. Nesses casos, existem algumas variantes de abdominoplastias que visam restaurar o contorno corporal, diminuir o tempo cirúrgico e possíveis complicações. A escolha da técnica a ser realizada deve ter como objetivo principal a melhoria da deformidade individual de cada paciente.
Método: Serão apresentados três relatos de casos de pacientes que foram submetidos a abdominoplastia com técnicas específicas devido às características de cada um. As complicações presentes nas pacientes em questão são as consideradas menores, cuja predominância foi deiscência em locais de maior tensão. Os resultados estéticos foram satisfatórios.
Resultados: É possível observar os resultados satisfatórios em casos de pacientes com diferentes indicações de técnicas de abdominoplastias. A boa indicação da técnica cirúrgica para cada caso é crucial no tratamento das deformidades abdominais após grandes emagrecimentos ou devido à presença de cicatrizes medianas por cirurgias prévias.
Conclusão: As variantes das técnicas de abdominoplastias citadas têm o objetivo de restaurar o contorno corporal de alguns tipos específicos de pacientes, encurtar o tempo cirúrgico, diminuir morbidade, obter cicatrizes menores e, consequentemente, melhorar os resultados estéticos.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Abdome; Cirurgia bariátrica; Cicatriz; Lipodistrofia.

 

Dermolipectomy After Bariatric Surgery: Systematization of the Technique and Complications in a Public Service

DANIEL ONGARATTO BARAZZETTI; LUCAS THOMÉ CAVALHEIRO; PEDRO HENRIQUE ONGARATTO BARAZZETTI; CAIO PUNDEK GARCIA; CARLO MOGNON MATTIELLO; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):139-141 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Obesity is considered one of the most serious public health problems. Surgery for obesity has been used for almost 50 years, resulting in skin flaccidity. Thus, as a treatment for cutaneous flaccidity resulting from large body losses, the demand for plastic surgery has been increasing.
Method: Descriptive analysis by means of medical records and hospitalization data of patients submitted to post-bariatric repair surgery between March and December 2018.
Results: 52 patients operated in the period, predominantly female; the most performed surgery was abdominoplasty; low complication rate, being the most common seroma. Discussion: Post-bariatric restorative plastic surgery offers benefits for patients with large weight loss, with abdominoplasty being the most requested. The rate of complications is low, with seroma being the most common, according to the literature.
Conclusions: Plastic surgery is part of the final treatment of obesity, to restore the dignity of patients undergoing bariatric surge

Keywords: Bariatric surgery; Abdominoplasty

 

RESUMO

Introdução: A obesidade é considerada um dos problemas mais graves de saúde pública. A cirurgia para obesidade vem sendo empregada há quase 50 anos, resultando em flacidez cutânea. Assim, como forma de tratamento da flacidez cutânea resultante de grandes perdas corporais, a procura pela cirurgia plástica vem aumentando.
Método: Análise descritiva por meio de avaliação de prontuários e dados de internação, dos pacientes submetidos a cirurgia reparadora pós-bariátrica entre março e dezembro de 2018.
Resultados: 52 pacientes operadas no período, predominantemente do sexo feminino; a cirurgia mais realizada foi abdominoplastia; taxa de complicações baixa, sendo a mais comum seroma. Discussão: A cirurgia plástica reparadora pós-bariátrica traz benefícios para paciente com grandes perdas ponderais, sendo a abdominoplastia a mais solicitada. O índice de complicações é baixo, sendo o seroma o mais comum, o que está de acordo com a literatura.
Conclusão: A cirurgia plástica faz parte do tratamento final da obesidade, para restaurar a dignidade de pacientes submetidos a cirurgia bariátrica.

Palavras-chave: Cirurgia bariátrica; Abdominoplastia

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license