ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 100 result(s)

Search for : Nariz; Rinoplastia; Preenchedores dérmicos; Deformidades adquiridas nasais; Doenças nasais

Celulite em face após preenchimento com ácido hialurônico

ALEXANDRE REZENDE VELOSO; RONIGLEY JOSÉ MACONE; GUILHERME CHAVES DE ABREU; JUAN CARLOS OCHOA CAMPO; JOSÉ VALDINEY DE CARVALHO; ARNALDO ALMENDROS MELLO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):01-03 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 13th SYMPOSIUM - 2019

PDF Portuguese

RESUMO

As complicações pelo uso de preenchedores a base de ácido hialurônico podem ser decorrentes de inexperiência do injetor, técnica incorreta ou inerente ao próprio produto. As infecções de partes moles, comumente, ocorrem nas primeiras duas semanas da aplicação do produto. O caso relatado apresenta uma paciente feminina que se submeteu ao preenchimento com ácido hialurônico, na face, por profissional da saúde não médico. Evoluiu com sinais flogísticos no segundo dia após a aplicação, com piora significativa do quadro, edema e rubor facial, e abscessos bilaterais até o sétimo dia, necessitando de drenagem cirúrgica e antibioticoterapia endovenosa. Apresentou melhora importante do quadro após cinco dias de internação, terminando o tratamento no domicílio, com resolução completa do quadro. Apesar de serem complicações pouco frequentes, as infecções de partes moles devem ser precoce e adequadamente abordadas devido ao alto risco de desenvolver biofilme, que é uma entidade de tratamento mais difícil. Por isto, este procedimento deve ser realizado por profissional médico capacitado.

Palavras-chave: Preenchedores dérmicos; Ácido hialurônico; Complicações; Celulite; Abscesso

 

Vascular complications from facial fillers with hyaluronic acid: preparation of a prevention and treatment protocol

José Carlos Daher; Suellen Vieira Da-Silva; Amanda Costa Campos; Ronan Caputi Silva Dias; Anderson de Azevedo Damasio; Rafael Sabino Caetano Costa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(1):2-7 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Over the past two decades, there has been an exponential advancement in treating signs of facial aging. The growing demand for less invasive therapies has stimulated the development of biomaterials toward better products, seeking to fulfill safety criteria, such as biocompatibility and reversibility. Hyaluronic acid (HA) is the most widely used facial filler worldwide, being routine in plastic surgery clinics. Even with low complication rates, it is prudent for the plastic surgeon to be attentive to the signs of vascular occlusion because the interruption of the progression towards necrosis and permanent sequelae depends on rapid medical action. Thus, our service saw the need to create a prevention and treatment protocol, since such complications are serious and sometimes even irreversible.
Methods: A systematic review of the literature was conducted from January 2003 to January 2018, using descriptors of vascular complications after facial filling with HA and its treatment.
Results: Filling with HA presents a low potential for complications when performed by qualified professionals. Hyaluronidase, which is currently used off-label, can hydrolyze HA, even in its cross-linked form. If used correctly in a timely manner, it can treat possible vascular complications that would progress to irreversible damage. Accordingly, we prepared a treatment protocol given the current evidence.
Conclusion: Every plastic surgeon who works with fillers and HA must have a protocol and be aware of the necessary material for early intervention.

Keywords: Hyaluronic Acid; Hyaluronoglucosaminidase; Dermal Fillers; Embolism; Necrosis.

 

RESUMO

Introdução: Ao longo das últimas duas décadas, houve um avanço exponencial no tratamento dos sinais causados pelo envelhecimento facial. A procura crescente por terapias menos invasivas estimulou a evolução dos biomateriais em direção ao produto ideal, buscando preencher os critérios de segurança, tais como biocompatibilidade e reversibilidade. O ácido hialurônico é o produto mais utilizado mundialmente para preenchimento facial, sendo rotineiro nos consultórios de cirurgia plástica. Mesmo com baixos índices de complicações, é prudente que o cirurgião plástico esteja atento aos sinais de oclusão vascular, pois a interrupção da evolução em direção à necrose e sequela permanente depende da rápida atuação médica. Sendo assim, o nosso serviço vislumbrou a necessidade da confecção de um protocolo de prevenção e tratamento, uma vez que tais intercorrências são graves e algumas vezes até mesmo irreversíveis.
Métodos: Revisão sistemática da literatura entre janeiro de 2003 a janeiro de 2018, utilizando descritores de complicações vasculares após preenchimento facial com AH e o respectivo tratamento.
Resultados: O preenchimento com AH apresenta baixo potencial de complicação quando realizado por profissionais habilitados. A hialuronidase, atualmente utilizada off-label, é capaz de hidrolisar o ácido hialurônico, mesmo na sua forma cross-linked. Se utilizada corretamente em tempo hábil, pode tratar possíveis complicações vasculares que naturalmente evoluiriam para danos irreversíveis. Para tanto, confeccionamos um protocolo de tratamento à luz das evidências atuais.
Conclusão: Todo cirurgião plástico que atua com preenchimentos e ácido hialurônico, deve ter em mãos um protocolo e o material necessário para intervenção precoce.

Palavras-chave: Ácido hialurônico; Hialuronoglucosaminidase; Preenchedores dérmicos; Embolia; Necrose

 

Correction of low or saddle nasal dorsum with a composite graft of fragmented conchal cartilage fixed to the perichondrium wrapped in mastoid fascia

Aluísio Marino Roma ; Antonio Roberto Bozola ; Camila Garcia Sommer ; Michelle Santangelo Faria ; Caue Miguel Rabatone Jorge ; Daniel Hilário Longhi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):480-485 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: In many cases, augmentation rhinoplasty is more difficult than reduction rhinoplasty. Solid dorsal grafts performed with costal cartilage have been widely used for dorsal augmentation; however, they are associated with high rates of revision. Thus, many authors began to use cartilage cut into cubes wrapped in fascia. The mastoid fascia, connected to the perichondrium of the auricular conchal cartilage can form a composite graft to augment the nasal dorsum, which is also a treatment option. The objective is to demonstrate the possibility of using fragmented auricular conchal cartilage fixed to its perichondrium and wrapped in mastoid fascia to form a composite graft for augmentation of the nasal dorsum. METHODS: This is a retrospective study of 9 patients who underwent operation between 2012 and 2016 at the Base Hospital of the Faculty of Medicine of São José do Rio Preto, in which the nasal dorsum was augmented with fragmented conchal cartilage fixed to its perichondrium and wrapped in the mastoid fascia. RESULTS: The patients were followed up for up 6 to 48 months. They were questioned about their satisfaction with the nasal procedure and hearing sensitivity, and provided a positive evaluation of the surgeons. CONCLUSION: The conchal cartilage seems a highly valuable alternative graft for nasal dorsum augmentation procedures. The technique of using cartilage wrapped in mastoid fascia seems to be an advantageous alternative when compared with those using cartilage wrapped in other fasciae: it has low morbidity and complications rates and can be a great option for saddle nose treatment.

Keywords: Rhinoplasty; Nasal acquired deformities; Nasal bone; Surgery, Plastic; Nasal Cartilages.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia de aumento em muitos casos torna-se mais difícil que a rinoplastia de redução. Enxertos dorsais sólidos realizados com cartilagem costal têm sido muito utilizados para aumento dorsal, porém estão associados com altos índices de revisão, por isso, muitos autores passaram a utilizar cartilagem em cubos envoltos por fáscia. A fáscia da mastoide, conectada ao pericôndrio da cartilagem conchal auricular, pode formar um enxerto composto para o aumento do dorso nasal, sendo também uma opção de tratamento. O objetivo é demonstrar a possibilidade do uso de cartilagem da concha auricular fragmentada fixa ao seu pericôndrio, e envoltos na fáscia da mastoide, formando um enxerto composto para aumento do dorso nasal. MÉTODOS: Trata-se de um estudo retrospectivo de 9 pacientes operados entre 2012 e 2016 no Hospital de Base da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, em que foi realizado aumento do dorso nasal com cartilagem conchal fragmentada fixa ao seu pericôndrio e envolto à fáscia da mastoide. RESULTADOS: Os pacientes foram acompanhados de 6 a 48 meses. Foram questionados quanto à satisfação do procedimento nasal e sensibilidade auricular, com avaliação positiva dos pacientes e cirurgiões. CONCLUSÃO: A cartilagem conchal parece ser uma alternativa de grande valia para procedimentos de aumento de dorso nasal. Esta cartilagem envolta com fáscia da mastoide parece ser uma alternativa vantajosa em comparação ao uso de outras fáscias, com baixa morbidade e taxa de complicações, podendo ser uma grande opção para tratamento do nariz em sela.

Palavras-chave: Rinoplastia; Deformidades adquiridas nasais; Osso nasal; Cirurgia plástica; Cartilagens nasais.

 

Epidemiological profile of patients undergoing rhinoplasty in a hospital rehabilitation center

FABIANO CALIXTO FORTES ARRUDA; PAULO GONÇALVES; PABLO RASSI FLORENCIO; WILSON VALADAO; THIAGO DE ALMEIDA VALLE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(1):34-39 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty is one of the most common plastic surgeries worldwide. The development of knowledge of the nose's anatomy is one of the most refined teachings in plastic surgery. In addition to dedication and studies, it requires visual technical experience for an adequate understanding of structures and ligaments. This study aims to describe the epidemiological profile of patients undergoing rhinoplasty in a tertiary hospital.
Methods: Patients who underwent rhinoplasty at the Plastic Surgery Service of the Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER), from January 2013 to December 2019, were studied in patients from the single health system.
Results: 179 patients were studied, the majority of whom were female, with a mean age of 35 years, as the leading cause of trauma, the majority being primary rhinoplasty using an open technique.
Conclusion: The patients' profile is female, with a mean age of 35 years, mainly due to nasal deformity after trauma, with open primary surgery approach and cartilage grafts are common.

Keywords: Rhinoplasty; Nose; Acquired nasal deformities; Nasal septum; Epidemiology.

 

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais comuns em todo o mundo. O desenvolvimento do conhecimento da anatomia do nariz é um dos ensinamentos mais refinados em cirurgia plástica e exige além de dedicação e estudos, a experiência técnica visual para uma compreensão adequada das estruturas e ligamentos. O objetivo deste estudo é descrever o perfil epidemiológico de pacientes submetidos à rinoplastia em um hospital terciário.
Métodos: Foram estudados pacientes submetidos à rinoplastia no serviço de Cirurgia Plástica do Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (CRER), de janeiro de 2013 a dezembro de 2019, em pacientes do sistema único de saúde.
Resultados: Foram estudados 179 pacientes, sendo a maioria do sexo feminino, com média de idade de 35 anos, como principal causa o trauma, sendo a maioria rinoplastia primária por técnica aberta.
Conclusão: O perfil dos pacientes é do sexo feminino, com média de idade de 35 anos, sendo principalmente devido à deformidade nasal após trauma, com abordagem de cirurgias primárias abertas sendo comum a utilização de enxertos de cartilagem.

Palavras-chave: Rinoplastia; Nariz; Deformidades adquiridas nasais; Septo nasal; Epidemiologia

 

Evaluation of Max Pereira alar reconstruction technique modification in the total nasal reconstruction protocol of the Hospital of Clinics of Porto Alegre

Marcus Vinicius Martins Collares; João Maximiliano; Ciro Paz Portinho; Antonio Carlos Pinto Oliveira; Mariana Miguel Fraga; Daniela Elisa Miotto; Lucas Kreutz Rodrigues; Diego Dullius
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):204-210 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Nasal reconstruction is the oldest plastic surgery technique. The nasal anatomy is complex and requires an association of techniques for the restoration of function and adequate nasal esthetics. Pereira et al. described a technique that allows total nasal reconstruction of the alar cartilage through the use of an auricular cartilage graft, with minimal deformity secondary to the donor site. The objective of the present study is to present a modification, by Collares et al., of the technique described above, which allows the reconstruction of another anatomical region of the nose without increasing morbidity, and its insertion into the total nasal reconstruction protocol of Hospital de Clínicas of Porto Alegre.
Methods: A retrospective study was conducted. We evaluated technique modification in 10 patients who underwent total nasal reconstructions.
Results: After examining the 10 patients who were treated with the modified total nasal reconstruction protocol at the Hospital de Clínicas of Porto Alegre, we observed an improvement in the nose shape and internal nasal valve with preservation of function, without sequelae secondary to auricular graft removal.
Conclusion: In this case series, the modification of the Max Pereira technique resulted in adequate aesthetic-functional treatment when implemented in the total nasal reconstruction protocol of the Hospital de Clínicas of Porto Alegre, without increasing the morbidity in the donor area.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Nasal cartilages; Nasal surgical procedures; Nose deformities, acquired; Nose neoplasms

 

RESUMO

Introdução: A reconstrução nasal é a mais antiga das cirurgias plásticas. A anatomia nasal é complexa e necessita de uma associação de técnicas para a restauração da função e estética nasal adequada. Pereira et al. descreveram uma técnica que possibilita a reconstrução nasal total da cartilagem alar, com o uso de um enxerto da cartilagem auricular, com mínima deformidade auricular secundária à retirada do enxerto. O objetivo deste trabalho é apresentar uma modificação da técnica acima descrita, que possibilita reconstruir mais uma região anatômica do nariz, sem aumentar a morbidade, realizada por Collares et al., e a sua inserção no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Métodos: Foi realizado um estudo retrospectivo. Avaliou-se a inserção da modificação da técnica em 10 pacientes que realizaram reconstrução nasal total.
Resultados: Após a análise dos 10 casos, utilizando a modificação da técnica inserida no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, encontramos uma melhoria da forma do nariz, a válvula nasal interna com preservação da função e sem sequelas secundárias à retirada do enxerto auricular.
Conclusão: Nesta série de casos, a modificação da técnica de Max Pereira resultou em tratamento estético-funcional adequado quando implementada no protocolo de reconstrução nasal total do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, sem aumentar a morbidade na área doadora.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cartilagens nasais; Procedimentos cirúrgicos nasais; Deformidades adquiridas nasais; Neoplasias nasais

 

Nasal musculocutaneous isled flap to nose defects reconstruction

Geruza Rezende Paiva, João Lorenzo Bidart Sampaio Rocha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(2):182-194 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Nose reconstruction must respect the nasal subunit principles and the use of skin similar to the missing tissue. For partial defects bilobed, nasolabial and frontal flaps have been used. After the Gillies nasal dorsal flap advent many authors have added their contributions to the original flap. Objective: To treat distal defects on the nose as those of the dorsum, the tip, the alar skin and the columella using the nasal dorsal flap, isled, based on one side and considering the nasal subunits. Methods: Patients caring such partial defects of the nose underwent the reconstruction by means of the nasal musculocutaneous flap. The flaps were planned on a nasal subunit, isled, based on one side only and moved to the defect in a V-Y procedure. The follow-up was during a 6 month period concerning the viability, the dimensions and the shape of the flap. Results: Twenty patients caring a defect on the dorsum, the tip, the ala or the columella were treated. Four were consequent of trauma and sixteen were of tumor excision. The dimensions of the defects ranged from 0.8 X 1.4 cm to 2.4 X 2.4 cm. The flaps presented no disorder of any sort. Conclusion: The adopted systematization was proper for the reconstruction of the defects using the nasal musculocutaneous isled flap based on one side and preserving the nasal subunits.

Keywords: Nose/surgery. Surgical flaps. Nose deformities, acquired.

 

RESUMO

Introdução: Na reconstrução do nariz alguns aspectos devem ser observados, como o respeito às subunidades nasais e o emprego de tecido com características muito semelhantes àquele perdido. Para defeitos parciais, diversos retalhos têm sido usados, como o bilobado, nasolabial e frontal. Desde a proposta do retalho do dorso nasal por Gillies, autores vêm acrescentando modificações ao retalho original. Objetivo: Sistematizar a reconstrução das subunidades do dorso, asa, ponta e columela com retalho musculocutâneo, ilhado do nariz com pedículo unilateral. Método: Pacientes portadores de defeitos parciais comprometendo subunidades do nariz. Os retalhos foram musculocutâneos nasais com pedículo unilateral, dimensionados numa subunidade, ilhados e transferidos em V-Y, com o vértice voltado para a glabela. O seguimento foi de 6 meses e avaliados quanto à viabilidade, dimensão do defeito e conformação do retalho. Resultados: Vinte pacientes portadores de defeitos nasais decorrentes de trauma (4) e tumor (16), localizados em ponta e ou columela, dorso, lateral e asas foram submetidos a reconstrução com o retalho proposto. A dimensão dos defeitos variou de 0,8 X 1,4 cm a 2,4 X 2,4 cm. Não houve sofrimento dos retalhos. Conclusão: A sistematização adotada foi apropriada para a reconstrução dos defeitos respeitando as subunidades doadoras com o retalho musculoc utâneo ilhado com pedículo unilateral.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Deformidades adquiridas nasais.

 

Rhinophyma: surgical options used at the Service of Plastic Surgery of Hospital Agamenon Magalhães-PE

Thiago Campos Costa; Wood Allen Almeida Firme; Leonardo Maciel Ribeiro de Brito; Maurício Beltrão Gama Vieira; Luiz Alberto de Sousa Leite
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):633-636 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Rhinophyma is a chronic inflammation of the nose with involvement of color, texture and vascularization, with irregular exophytic growth and telangiectasia. Objective: To analyze epidemiological data of patients with rhinophyma and evaluate the results of various treatments for this disease at the Service of Plastic Surgery of Hospital Agamenon Magalhães, Recife, PE, Brasil, comparing them with the treatments described in the literature. Methods: A retrospective study using analysis of medical records of 28 patients undergoing treatment of rhinophyma, between March 2002 and March 2010. Results: The average patient age was 50.1 years, with 72.72% male and 17.28% female. The most common treatment was an association of decortication/ dermabrasion and electrocoagulation, in 96% of cases. Complications observed: one case of hypopigmentation, two cases of hyperpigmentation and one case of unsightly scar. In three cases, there was need for more surgery to completion of treatment. No cancer was found on surgical specimens. The degree of patient satisfaction was 100%. Conclusion: Rhinophyma is a disease that has simple and effective treatment with excellent cosmetic results.

Keywords: Rhinophyma. Nose/injuries. Nose diseases. Plastic surgery.

 

RESUMO

Introdução: A rinofima é uma inflamação crônica dos tecidos do nariz com acometimento de cor, textura e vascularização, apresentando crescimento exofítico irregular e telangiectasias. Objetivo: Levantar dados epidemiológicos de pacientes portadores de rinofima e avaliar os resultados dos diversos tratamentos para esta patologia realizados no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Agamenon Magalhães (HAM), Recife, PE, Brasil, comparando-os com os tratamentos descritos na literatura. Método: Estudo retrospectivo, baseado na análise de prontuários de 28 pacientes submetidos a tratamento do rinofima, entre março de 2002 e março de 2010. Resultados: A média de idade dos pacientes foi 50,1 anos, sendo 72,72% do sexo masculino e 17,28% do sexo feminino. O tratamento mais utilizado foi associação de decorticação/ dermoabrasão e eletrocoagulação, em 96% dos casos. Foram observadas as seguintes complicações: 1 caso de hipopigmentação, 2 de hiperpigmentação e 1 de cicatriz inestética. Em 3 casos, houve necessidade de mais de uma cirurgia para complementação do tratamento. Nenhum caso de câncer foi verificado nas peças cirúrgicas. O grau de satisfação dos pacientes foi de 100%. Conclusões: A rinofima é uma doença que possui tratamento simples e eficaz, com excelentes resultados cosméticos.

Palavras-chave: Rinofima. Nariz/lesões. Doenças nasais. Cirurgia plástica.

 

Columellar reconstruction with chondrocutaneous graft after injury caused by CPAP

Giovanna Calil Vicente Franco de Souza; Claudio Messias Moraes; Marcos Antônio Teixeira do Amaral Filho; Sara Ferreira Faro; Daniel de Cazeto Lopes; Ricardo Portella Perrone
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(3):363-367 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Continuous positive pressure in the nasal airways (CPAP) is a non-invasive form of ventilation used in premature newborns in intensive care units. However, it can affect the nose of these patients, even evolving with ischemia and columellar necrosis. Several techniques are described to reconstruct the columella, such as skin grafts, composite grafts, local flaps, and free flaps, but the atrial chondrocutaneous graft has stood out. This study aims to describe a case of columella necrosis using CPAP with reconstruction using posterior atrial chondrocutaneous grafting.
Case Report: A brown, female patient, with a history of prematurity and prolonged use of CPAP when she was born due to hyaline membrane syndrome, developed columella necrosis. The patient underwent posterior auricular chondrocutaneous grafting to reconstruct the columella. She presented a satisfactory surgical result, evolving with 100% graft vitality.
Discussion: Columellar necrosis associated with the use of CPAP can be aesthetically and functionally debilitating, and represents a reconstructive challenge. The options for obtaining acceptable results are limited. However, the use of ear grafts is technically straightforward, uses structurally similar donor tissues, does not cause additional scarring on the nose, is performed in a surgical period, and generally has an excellent result. Posterior auricular composite grafting for columellar reconstruction proved safe, with satisfactory aesthetic and functional results and minimal morbidity in the donor area.

Keywords: Acquired nasal deformities; Necrosis; Continuous positive airway pressure; Reconstructive surgical procedures; Autografts

 

RESUMO

Introdução: A pressão positiva contínua nas vias aéreas nasais (CPAP) é uma forma não invasiva de ventilação utilizada em recém-nascidos prematuros em unidades de terapia intensiva. Porém, ela pode acometer o nariz destes pacientes, evoluindo até mesmo com isquemia e necrose columelar. Diversas técnicas são descritas para reconstruir a columela, como enxertos de pele, enxertos compostos, retalhos locais e retalhos livres; mas o enxerto composto condrocutâneo auricular tem se destacado. O objetivo deste trabalho é descrever um caso de necrose de columela por uso de CPAP com reconstrução utilizando enxertia condrocutânea auricular posterior.
Relato do Caso: Paciente do sexo feminino, parda, com história de prematuridade e uso prolongado de CPAP quando recém-nascida devido à síndrome da membrana hialina, evoluiu com necrose de columela. Foi submetida à enxertia composta condrocutânea auricular posterior para reconstrução da columela. A paciente apresentou resultado cirúrgico satisfatório, evoluindo com 100% de vitalidade do enxerto.
Discussão: A necrose columelar associada ao uso do CPAP pode ser estética e funcionalmente debilitante, e representa um desafio reconstrutivo. As opções para obter resultados aceitáveis são limitadas, porém o uso de enxertos de orelha é tecnicamente simples, utiliza tecidos doadores estruturalmente semelhantes, não provoca cicatrizes adicionais no nariz, é realizado em um tempo cirúrgico e geralmente tem um resultado muito bom. A enxertia composta auricular posterior para reconstrução columelar se mostrou segura, com resultado estético e funcional satisfatório e mínima morbidade da área doadora.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas nasais; Necrose; Pressão positiva contínua nas vias aéreas; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Autoenxertos

 

Rhinophyma: treatment with high-frequence equipment (radiofrequency)

Aymar Edison Sperli, José Octávio Gonçalves de Freitas, Rinaldo Fischler
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):504-508 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Rhinophyma, also called nasal elephantiasis or acne hyperplasic, has been described since Hipócrates. It is associated, in most times, to the continuous ingestion of alcohol (alcoholism). histologicaly is characterized by hypertrophy and hyperplasia of the greasy glands, fibrovascular proliferation of the dermis and acantosis of the epithelium. Method: This article presents cases of rinophy treated with equipment of high-frequency (also denominated of radio-frequency, due to their characteristics of high degree of cut precision, as well as the simultaneous coagulation and possibility of oncologic isolation of the treated area, because of cellular vaporization, in the site of action of the electrode). His action mechanism is similar to that verified in the CO2 laser. Results: Eight patients presenting Rhinophyma were operated, with ages that varied from 55 to 63 years, of which 3 were female and 5 were male, among the years from 1990 to 2007. The results were quite natural, with quite short recovery period. Conclusion: Our experience has more than 10 years with this equipment type only took us the to use this method, due to his largest easiness and excellence of the results.

Keywords: Rhinophyma. Nose deformities, acquired/surgery. Nose/surgery. Electrosurgery/methods.

 

RESUMO

Introdução: O rinofima, também chamado de elefantíase nasal ou acne hiperplásica, tem sido descrito desde o tempo de Hipócrates. Está associado, na maioria das vezes, ao hábito de ingestão de álcool (alcoolismo). É caracterizado histologicamente por hipertrofia e hiperplasia das glândulas sebáceas, proliferação fibrovascular da derme e acantose do epitélio. Método: Esse trabalho apresentar casos de rinofima tratados com equipamento de alta frequência (erroneamente denominado de radiofrequência, considerando suas características de alto grau de precisão de corte, assim como coagulação simultânea e possibilidade de isolamento oncológico da área tratada, pelas características de vaporização celular, ocorrida no local de ação do eletrodo). Seu mecanismo de ação é bastante similar àquele verificado no Laser de CO2. Resultados: Foram operados 8 pacientes portadores de rinofima, com idades que variavam de 55 a 63 anos, dos quais 3 eram de sexo feminino e 5 eram do sexo masculino, entre os anos de 1990 a 2007. Os resultados foram naturais, com período de recuperação bastante curto. Nossa experiência há mais de 10 anos com este tipo de equipamento levou-nos a somente utilizar esse método, em decorrência de sua maior facilidade e excelência dos resultados.

Palavras-chave: Rinofima. Deformidades adquiridas nasais/cirurgia. Nariz/cirurgia. Eletrocirurgia/métodos.

 

Opções de reconstrução após ressecção de tumor de pele nasal

MIKAELLE PAIVA DOS SANTOS SOUZA; SALUSTIANO GOMES DE PINHO PESSOA; VITOR DE VASCONCELOS MUNIZ; ALANA D'ÁVILA REBELO; EUDEMARA FERNANDES HOLANDA; LUCAS MACHADO GOMES DE PINHO PESSOA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):50-52 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

O nariz é a área mais atingida pelo câncer de pele não-melanoma. A ressecção de tumores nasais pode causar defeitos de diversos formatos e tamanhos e requerer reconstrução planejada. Cada camada que for ressecada, precisa ser reposta, objetivando-se manter o formato e a função do nariz. A pele de diferentes regiões da face, inclusive do próprio nariz, poderá ser bem utilizada sob aplicação de enxertos ou retalhos, bem como enxertos cartilaginosos e retalhos de muco pericôndrio nasal. O planejamento da reconstrução deverá levar em conta as camadas e as subunidades estéticas envolvidas. Este trabalho reúne uma série de 4 casos de pacientes que foram submetidos à ressecção de tumor de pele com reconstrução nasal.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas nasais; Nariz; Neoplasias nasais; Neoplasias cutâneas; Cartilagem

 

Surgical treatment of infantile nasal and labial hemangioma in the involuted phase: a case report

Monique Mendes; Rodolfo Costa Lobato; Luiz Carlos Ishida; Rolf Gemperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(2):254-257 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Infantile hemangioma (IH) is the most common vascular tumor and the most frequent benign neoplasm in childhood, with the highest incidence in females and the white population. Almost 60% of cases occur in the head and neck, and active treatment during the proliferative phase is the most frequently indicated, due to possible functional problems and disfiguring potential. We report a case of a patient with involute infantile hemangioma of the nasal tip and upper lip, treated expectantly during childhood, submitted to residual deformity correction with rhinoplasty techniques, associated with zetaplasty and upper lip grafting with good results and patient satisfaction.

Keywords: Hemangioma; Rhinoplasty; Lip; Nasal diseases; Nose.

 

RESUMO

Hemangioma infantil (HI) é o tumor vascular mais comum e a neoplasia benigna mais frequente da infância, com maior incidência no sexo feminino e na população branca. Quase 60% dos casos ocorrem em cabeça e pescoço, sendo o tratamento ativo durante a fase proliferativa mais frequentemente indicado, em decorrência dos possíveis problemas funcionais e do potencial desfigurante. Relatamos um caso de paciente com hemangioma infantil involuído de ponta nasal e lábio superior, tratado de forma expectante durante a infância, submetida à correção da deformidade residual com técnicas de rinoplastia, associado à zetaplastia e lipoenxertia do lábio superior com bom resultado e satisfação do paciente.

Palavras-chave: Hemangioma; Rinoplastia; Lábio; Doenças nasais; Nariz

 

Piezoelectric preservative rhinoplasty: an alternative approach for treating bifid nose in Tessier No. 0 facial cleft

Luiz Carlos Ishida; Rodolfo Costa Lobato; Bruno Ferreira Luitgards; Marcelo José Monteiro Carvas; Juan Felippe Guimarães Urcioli Mosquera de Rodriguez; Rolf Gemperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(3):368-372 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The bifid nose management in Tessier nº 0 facial cleft is controversial due to its characteristics, such as a wide bone vault, low dorsal height, excessive skin, soft tissues volume, and distant upper and lower lateral cartilages. Conservative rhinoplasty techniques, using piezoelectric instruments, can be a good option for the bifid nose treatment, as they preserve the roof and upper lateral cartilages and perform a more accurate osteotomy. We report the treatment of bifid nose in a 13-year-old boy with facial cleft No. 0, to whom was performed conservative rhinoplasty with the aid of piezoelectric material. Given the excess of skin and soft tissues, a completely external transcutaneous approach was chosen. For osteotomies, lateral fractures under direct piezo-assisted vision were performed to have better control of the bone vault narrowing. The upper lateral cartilages and the internal nasal valves were preserved and brought back to the midline with horizontal "U" sutures to obtain a projection of the cartilaginous vault. A large segment of skin and soft tissue was excised after narrowing the nasal vault. A year of follow-up shows a narrow bone pyramid, better projection, and tip definition, but persisting with a vertically short nose. Conservative rhinoplasty techniques, assisted by piezoelectrics, may be an option for bifid nose treatment, requiring long-term follow-up and a study with more cases.

Keywords: Nose; Nasal diseases; Rhinoplasty; Piezosurgery; Plastic surgery.

 

RESUMO

O manejo do nariz bífido na fissura facial de Tessier nº 0 é controverso devido às suas características, como uma ampla abóbada óssea, baixa altura dorsal, excesso de pele, volume de partes moles e cartilagens laterais superiores e inferiores distantes. Técnicas conservadoras de rinoplastia, utilizando instrumentos piezelétricos, podem ser uma boa opção para o tratamento do nariz bífido, pois preservam o teto e as cartilagens laterais superiores e realizam uma osteotomia mais precisa. Relatamos o tratamento de nariz bífido em um menino de 13 anos com fissura facial nº 0, no qual foi realizada a rinoplastia conservadora com auxílio de material piezoelétrico. Dado o excesso de pele e tecidos moles, optou-se por uma abordagem transcutânea completamente externa. Para osteotomias, fraturas laterais sob visão direta assistida por piezo foram realizadas para ter um melhor controle do estreitamento da abóbada óssea. As cartilagens laterais superiores e as válvulas nasais internas foram preservadas e reaproximadas à linha média com suturas em "U" horizontais, a fim de obter projeção da abóbada cartilaginosa. Um grande segmento de pele e tecidos moles foi extirpado após estreitamento da abóbada nasal. Um ano de acompanhamento mostra uma pirâmide óssea estreita, melhor projeção e definição de ponta, mas persistindo com um nariz verticalmente curto. Técnicas conservadoras de rinoplastia, assistidas por piezoelétricas, podem ser uma opção para o tratamento do nariz bífido, exigindo um acompanhamento a longo prazo e um estudo com mais casos.

Palavras-chave: Nariz; Doenças nasais; Rinoplastia; Piezocirurgia; Cirurgia plástica

 

Nasal reconstruction with paramedian frontal flap after cancer resection

Carlos Miguel Pereira; Eduardo Pinheiro Venturelli; Rodrigo Silva Rocha; Paolla Ribeiro Gonçalves; Fabio Neves Silva; Sérgio Domingos Bocardo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(3):373-377 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Basal cell carcinoma is the most frequent type of tumoral lesion of the skin, often affecting the nasal region. The resulting defects require the use of nasal reconstruction techniques. The first plastic surgery described is the nasal reconstruction, according to the Indian method. Over the centuries, it has been the object of several modifications by the biggest names in the specialty, culminating in the paramedian frontal flap.
Case Report: A 62-year-old male patient went to the Plastic Surgery Service of the Federal Hospital of Ipanema, presenting an ulcerated, scaly lesion, occupying the entire lateral region of the nose with three years of evolution, suggesting at physical examination malignant skin tumor. It was performed cutaneous lesion excision and immediate reconstruction with a paramedian frontal flap and further refinement surgery.
Conclusion: Due to its vascularization by the supratrochlear artery and texture similar to the nasal tissue, the paramedian frontal flap is the gold standard for the correction of significant nasal defects.

Keywords: Nasal neoplasms; Reconstruction; Acquired nasal deformities; Reconstructive surgical procedures; Surgical flaps; Case reports.

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma basocelular é o tipo mais frequente de lesão tumoral de pele acometendo frequentemente a região nasal. Os defeitos resultantes exigem o emprego de técnicas de reconstrução nasal. A primeira cirurgia plástica descrita é a reconstrução nasal segundo o método indiano. Ao longo dos séculos sofreu diversas modificações pelos maiores nomes da especialidade, culminando no retalho frontal paramediano.
Relato do Caso: Paciente do sexo masculino, 62 anos, apresentou-se no serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Federal de Ipanema com lesão ulcerada, descamativa, ocupando toda a região lateral do nariz com três anos de evolução, sugestiva ao exame físico de tumor maligno de pele. Foi realizada exérese da lesão cutânea e imediata reconstrução com retalho frontal paramediano e posterior cirurgia de refinamento.
Conclusão: Devido à sua vascularização pela artéria supratroclear e textura semelhante ao tecido nasal, o retalho frontal paramediano constitui-se como o gold standard para a correção de grandes defeitos nasais.

Palavras-chave: Neoplasias nasais; Reconstrução; Deformidades adquiridas nasais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos cirúrgicos; Relatos de casos

 

Nasal reshaping with hyaluronic acid: technique, risks, and benefits

ANDRÉ CAMPOLI FRISINA; BRUNO DE OLIVEIRA BARBOSA; GUILHERME HENRIQUE DE CASTRO TEIXEIRA; RICARDO LIMONGI FERNANDES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(1):108-114 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Rhinoplasty is a common procedure performed by plastic surgeons. Nasal reshaping with hyaluronic acid (HA) is a fast and straightforward procedure that does not involve distancing recovery activities while providing results comparable to surgical rhinoplasty. Indications for nasal filling include patients who want to "test" the result of rhinoplasty, patients undergoing rhinoplasty who do not wish to further surgery to review a deformity, patients who are not candidates for surgery, and patients waiting for the appropriate time interval before undergoing a secondary rhinoplasty. The nose is the subunit of the face most at risk for fillings after glabella. As the number of patients submitted to fillings increases, so does the number of associated adverse effects.

Keywords: Hyaluronic acid; Rhinoplasty; Dermal fillers; Aesthetics; Postoperative complications

 

RESUMO

Rinoplastia é um procedimento comum realizado pelos cirurgiões plásticos. A rinomodelação com ácido hialurônico (AH) é um procedimento rápido e simples que não envolve afastamento das atividades na recuperação, ao mesmo tempo que fornece resultados comparáveis aos da rinoplastia cirúrgica. As indicações para preenchimento nasal incluem: pacientes que querem "testar" o resultado de uma rinoplastia, pacientes submetidos à rinoplastia que não desejam nova cirurgia para revisão de uma deformidade, pacientes que não são candidatos para cirurgia e pacientes que aguardam o intervalo de tempo adequado antes de passar por uma rinoplastia secundária. O nariz é a subunidade da face de maior risco para preenchimentos depois da glabela. À medida que aumenta o número de pacientes submetidos a preenchimentos, também aumenta o número de efeitos adversos associados.

Palavras-chave: Ácido hialurônico; Rinoplastia; Preenchedores dérmicos; Estética; Complicações pós-operatórias

 

Right heminasal reconstruction with bi-lobed skin flap rotation: personal approach

Ailton de Araújo Cerqueira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):373-377 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

Acquired nasal deformity by trauma or sickness have been reconstructed by island skin flaps, nasal-labial, frontal, skin tube, and also with bi-lobed flap rotation. The present case show a personal approach with the use of this bi-lobed flap.

Keywords: Nose/surgery. Nose deformities, acquired. Leishmaniasis, cutaneous. Surgical flaps.

 

RESUMO

Deformidades adquiridas do nariz por trauma ou doença têm sido corrigidas mediante retalhos cutâneos em ilha, nasogenianos, frontais, tubulados, e ainda pelo uso de retalhos bilobados. O caso relatado, mediante modificação pessoal, ilustra este tipo de procedimento.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Deformidades adquiridas nasais. Leishmaniose cutânea. Retalhos cirúrgicos.

 

Rhinophyma: a surgical treatment option

Inara do Carmo Lucchese; Daniel Ongaratto Barazzetti; Diego Fernando Villagra Avila; Gustavo Palmeiro Walter; Arthur Koerich D'Avila
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):287-290 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Rhinophyma is a condition involving chronic inflammation of the nose and is characterized by progressive hypertrophy and hyperplasia of sebaceous glands and connective tissue. Rhinophyma leads to an appearance of nasal elephantiasis, which is caused by the congestion of dermis vessels. Its etiology is mostly associated with alcohol abuse. Rhinophyma is considered by some researchers to be an advanced stage of acne rosacea. Here, we report a case of rhinophyma that was surgically treated with decortication and electrocoagulation at the Plastic Surgery Service of the University Hospital of the Federal University of Santa Catarina. METHODS: A review of medical and photographic records of a case of rhinophyma was conducted. RESULTS: The patient was underwent surgical treatment with favorable outcomes. CONCLUSION: There are several treatments for rhinophyma, with decortication and electrocoagulation being an excellent therapeutic option.

Keywords: Rhinophyma; Surgical reconstructive procedures; Nasal diseases; Nose.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Rinofima é uma inflamação crônica dos tecidos do nariz, caracterizada por hipertrofia e hiperplasia progressivas das glândulas sebáceas e do tecido conjuntivo. Determina um aspecto de elefantíase nasal, secundária à congestão dos vasos da derme. Sua etiologia está associada, na maioria dos casos, ao uso abusivo de álcool. É considerada por alguns autores como sendo um estágio avançado de acne rosácea. O artigo tem como objetivo relatar um caso de rinofima, tratado cirurgicamente no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina com decorticação e eletrocoagulação. MÉTODO: Foi realizado revisão de prontuário e registro fotográfico de um caso de rinofima. RESULTADOS: Paciente foi submetido a tratamento cirúrgico com evolução favorável. CONCLUSÃO: Existem diversos tratamentos para rinofima, sendo que a decorticação e a eletrocoagulação constituem uma excelente opção terapêutica.

Palavras-chave: Rinofima; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Doenças nasais; Nariz.

 

Rhinomodelation or non-surgical rhinoplasty: a safe and reproducible approach

Renato Matta Ramos; Hailen Espitia Bolivar; Pedro Salomão Piccinini; Eduardo Sucupira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(4):576-581 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty often leads to unpredictable results, even in the hands of experienced surgeons. However, in specific cases, rhinomodelation with fillers, a non-surgical procedure to correct minor nasal external changes, can be used.
Methods: This study describes the application technique of fillers (hyaluronic acid or calcium hydroxyapatite) for nasal modeling. Patients undergoing nasal filling between 2009 and 2012 were included. Edema of the nasal tip, pain, and the degree of patient satisfaction with the outcome were assessed.
Results: Thirty-nine patients were included in the study. Regarding the outcomes of rhinomodelation with hyaluronic acid, 52% patients presented with mild edema, 74% had mild pain, 15% were very satisfied, and 74% were satisfied with the result. For the outcomes of rhinomodelation with calcium hydroxyapatite, 67% patients presented with moderate edema, 50% had moderate pain; 17% had severe pain, and 84% were satisfied with the result.
Conclusion: Rhinomodelation with resorbable fillers is a simple procedure with acceptable esthetic results. However, a deep anatomical knowledge is necessary to decrease the risk of complications.

Keywords: Nose; Rhinoplasty; Dermal Fillers; Acquired nasal deformities; Nasal diseases.

 

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é uma cirurgia que muitas vezes apresenta resultados imprevisíveis, mesmo em mãos de cirurgiões experientes. Neste sentido, a rinomodelação com preenchedores é um procedimento não-cirúrgico para corrigir pequenas alterações externas nasais em casos específicos.
Métodos: Os autores descrevem a técnica de aplicação de preenchedores (ácido hialurônico ou hidroxiapatita de cálcio) para modelação nasal. Foram incluídos todos os pacientes submetidos ao preenchimento nasal, entre 2009 e 2012. Foi avaliado o edema da ponta nasal, a dor e o grau de satisfação dos pacientes com o resultado.
Resultados: Foram incluídos 39 pacientes no estudo. Com relação aos desfechos analisados com ácido hialurônico: 52% apresentaram edema leve; 74% tiveram dor leve; 15% se mostraram muito satisfeitos e 74% satisfeitos com o resultado. Com relação aos pacientes submetidos à rinomodelação com hidroxiapatita de cálcio: 67% apresentaram edema moderado; 50% dor moderada; 17% dor intensa e 84% se mostraram satisfeitos com o resultado.
Conclusão: A rinomodelação com preenchedores reabsorvíveis é um procedimento simples, com resultados estéticos aceitáveis, sendo necessário um profundo conhecimento anatômico para diminuir o risco de complicações.

Palavras-chave: Nariz; Rinoplastia; Preenchedores dérmicos; Deformidades adquiridas nasais; Doenças nasais

 

Reconstruction of the nasal dorsum: a case report

Gustavo de Sousa Marques Oliveira; Alcides Martins Arruda; Tatyanne Ferreira da Silva; Fabio Tacla Saad; Gabriel Rahal Costa; Elson Taveira Adorno Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):315-318 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The nasal dorsum is a common location for the development of cutaneous tumors, predominantly basal cell epithelioma. In 1964, Barsky recommended a quadrangular flap for coverage of the nasal dorsum, taken from the glabellar region, to most closely match the skin of the dorsal region. This was based on a simple procedure for covering raw areas up to the nasal tip, resulting in less noticeable scars. CASE REPORT: An 82-year-old woman presented to the Plastic Surgery Service of the University Hospital Maria Aparecida Pedrossian with a lesion on the nasal dorsum of approximately 3 x 2 cm, ulcerated with an erythematous base, and ill-defined limits. A fronto-glabellar sliding flap was used to correct the loss of substance. The patient progressed with flap viability, restoration of the nasal dorsum, and satisfactory esthetic results. CONCLUSION: Owing to the color and texture of the skin from this region, the fronto-glabellar flap is an excellent donor area for coverage of the nasal dorsum.

Keywords: Surgical flaps; Basal cell epithelioma; Nose anatomy & histology; Acquired nasal deformities; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O dorso nasal é um local comum para o desenvolvimento de neoplasias cutâneas, predominantemente o epitelioma basocelular. Em 1964, Barsky preconiza um retalho quadrangular do dorso nasal, com base na região glabelar, utilizando somente pele da região dorsal. Baseava-se em um procedimento simples recobrindo áreas cruentas até a ponta nasal, resultando em cicatrizes pouco perceptíveis. RELATO DE CASO: Paciente de 82 anos procurou o Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian apresentando lesão em dorso nasal de aproximadamente 3 × 2 cm, ulcerada com base eritematosa e limites mal definidos. A técnica utilizada para correção da perda de substância foi o deslizamento de um retalho frontoglabelar com pedículo randomizado. A paciente evoluiu com viabilidade do retalho, apresentando restauração do dorso nasal e resultado estético satisfatório. CONCLUSÃO: Em decorrência da cor e textura adequadas da pele desta região, o retalho frontoglabelar é reconhecidamente uma excelente área doadora para cobertura do dorso do nariz.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Epitelioma basocelular; Nariz/anatomia & histologia; Deformidades adquiridas nasais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Reconstrução de asa nasal com enxerto composto auricular. Experiência do Serviço de Cirurgia Plástica do Professor Ronaldo Pontes

LUIS ALEJANDRO VARGAS GUERRERO; GISELA HOBSON PONTES; RONALDO PONTES; JANET JESÚS CEVALLOS MESÍAS; CAMILA ARAÚJO GOMES; CAROLINA TAKAHASHI RODRIGUES PINTO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):71-73 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

A asa nasal é uma subunidade estrutural do nariz com grande importância estética e funcional. As assimetrias nas asas nasais são facilmente perceptíveis gerando desconforto social para os pacientes. Além disso, o comprometimento anatômico destas estruturas também prejudica a função da valva nasal externa. Pela sua localização, o nariz é uma estrutura especialmente susceptível ao trauma e aos tumores cutâneos. Desta forma, é frequente encontrar pacientes com deformidades nesta área. As asas nasais são formadas por quatro camadas anatômicas: forro nasal, tecido conjuntivo, cartilagem e pele. Cada uma destas camadas é importante na reconstrução para evitar contraturas cicatriciais e para manter a permeabilidade nasal. Descritos pela primeira vez em 1902 por Koenig, os enxertos compostos constituem uma excelente alternativa para a reconstrução de pequenos e médios defeitos de espessura total nas asas nasais. Neste artigo apresentamos 3 pacientes, os quais foram utilizados enxertos compostos para reconstruir as asas nasais.

Palavras-chave: Deformidades adquiridas nasais; Nariz; Reconstrução; Neoplasias nasais; Orelha externa

 

Relato de caso: ferimento complexo de nariz

LEANDRO DEBS PROCOPIO; ELSON ADORNO TAVEIRA; TIAGO COSTA AMARAL; HUGO ROGÉRIO NUNES-FILHO; ALINE BETTKER; RODOLFO LUIS KORTE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):77-79 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: O nariz é de vital importância por ser estrutura única e localizada na porção central da face, contribuindo na estética facial e na identidade do indivíduo. Sua funcionalidade depende da integridade dos diferentes tecidos que o compõem.
Objetivo: Apresentamos neste relato de caso uma paciente vítima de trauma corto-contuso em face, ocasionado por arma branca, onde o nariz ficou pediculado à face apenas pela columela, tendo como único pedículo vascular, a artéria columelar.
Método: Foi optado por reconstrução primária da lesão, e mesmo com comprometimento severo da irrigação, evoluiu com vitalidade total do retalho.
Conclusão: A utilização de terapia medicamentosa local e sistêmica podem ter influenciado na preservação dos tecidos. A abordagem e conduta iniciais demonstraram que em traumas extensos de face acometendo o nariz, a reconstrução com segmento afetado deve ser tentada, mesmo com pedículos vasculares pequenos, uma vez que a irrigação nasal e da face compreende vários pedículos vasculares.

Palavras-chave: Retalho miocutâneo; Deformidades adquiridas nasais; Irrigação sanguínea; Cavidade nasal; Face; Ferimentos e lesões; Traumatismos faciais

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license