ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 406 result(s)

Search for : Face; Suturas; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Estética; eAcirc;ncoras de sutura

Facial rejuvenation with fat grafting: systematization and study of 151 consecutive cases

EDUARDO ANTONIO TORRES FURLANI; DIEGO BOMFIM SABOIA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):439-445 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Considering that the loss of facial volume is a primary factor associated with aging, an increased demand for safe, long-lasting, and biocompatible filling materials has been observed. Thus, the use of fat grafting has gained considerable popularity. However, there are open questions about the safety, efficacy, and durability of fat grafting. Moreover, most studies have not presented the volumes injected in each region, making learning challenging for beginners in the area. In this study, the results of facial rejuvenation with fat grafting in 151 consecutive cases were analyzed.
Methods: Fat was collected via manual suction, centrifuged at 448 g (2000 rpm/radius 10 cm) for 4 min, and injected with microcannulas that are 1-1.1 mm in size. The injection sites and corresponding injection volumes were identified.
Results: The mean follow-up time was 289.29 days (minimum: 7 days, maximum: 1254 days, and standard deviation [SD]: 275.1), and the mean injection volume was 32 mL (range: 4-68 mL, SD: 14). Moreover, no complications were observed.
Conclusion: Fat grafting is a safe, predictable, and effective procedure, and it can be used for facial rejuvenation in certain cases.

Keywords: Face; Rhytidoplasty; Autologous transplantation; Subcutaneous fat; Aesthetics; Reconstructive surgical procedures

 

RESUMO

Introdução: Considerando que a perda de volume facial é fator primário de envelhecimento, tem acontecido um aumento da demanda por materiais de preenchimento que sejam seguros, de longa duração e biocompatíveis. Nesse sentido, a utilização do enxerto de gordura vem ganhando bastante popularidade. Entretanto, existem questionamentos sobre segurança, eficácia e durabilidade da lipoenxertia. Além disso, a maioria dos artigos da literatura não menciona volumes injetados em cada área, dificultando o aprendizado dos iniciantes. Nesse estudo, analisam-se os resultados de uma série de 151 casos consecutivos de rejuvenescimento facial com lipoenxertia.
Métodos: A gordura foi colhida por meio de sucção manual, centrifugada a 448g (2000 rpm/ raio 10cm) por 4 minutos e injetada com microcânulas de 1 a 1,1mm. Descreve-se a sistematização de áreas de injeção, com os respectivos volumes a serem aplicados.
Resultados: Encontrou-se seguimento médio de 289,29 dias (mínimo 7, máximo 1254, DP 275,1), o volume médio injetado foi de 32 ml, variando de 4 a 68 (DP 14). Não houve complicações.
Conclusão: A lipoenxertia é um procedimento seguro, previsível e efetivo, como opção de tratamento, para rejuvenescimento facial, em determinados casos.

Palavras-chave: Face; Ritidoplastia; Transplante autólogo; Gordura subcutânea; Estética; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Subperiosteal endoscopic frontoplasty with temporal suture threads fixation

Lincoln Graça; Luiz Roberto Reis Araujo; Ana Clara Minguetti Graça
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):3-8 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The aging of the upper third of the face is characterized by ptosis of the eyebrow, glabellar wrinkles and frontal transverse wrinkles. Treatment can be performed through coronal frontoplasty, temporal frontoplasty with limited incisions and endoscopic frontoplasty. The aim of this study is to describe the technique of subperiosteal endoscopic frontoplasty with myotomy of the muscles of the glabellar region and fixation of the flap in the deep temporal fascia, evaluating its applicability and effectiveness.
Methods: Twenty-four female patients who underwent endoscopic frontoplasty associated with upper blepharoplasty, aged between 37 and 72 years old, over a 10-year period were evaluated. Measurements between the distance from the inter-pupillary line and the upper portion of the eyebrow were performed through photographic analysis using the Mirror 6.0 digital image system, in the medial, central and lateral regions on each side, in the preoperative period, and in the 6 month postoperative period.
Results: The average age was 52 years. There was statistical significance (p<0.05) in all evaluated eyebrow areas, the mean was 0.3 cm higher. Complications were: 1 case of wire extrusion, 1 case of asymmetry, 2 cases of insufficient correction of the eyebrow and 2 cases of recurrence of glabellar wrinkles.
Conclusion: Subperiosteal endoscopic frontoplasty with myotomy of the muscles of the glabellar region and fixation of the flap in the deep temporal fascia with stitches, proved to be effective in the treatment of aging of the upper third of the face, with statistically proven results, low morbidity and good aesthetic results.

Keywords: Aesthetics; Face; Frontal Bone; Periosteum; Reconstructive surgical procedures; Video recording.

 

RESUMO

Introdução: O envelhecimento do terço superior da face se caracteriza por ptose da sobrancelha, rugas glabelares e rugas transversais frontais. O tratamento pode ser realizado através da frontoplastia coronal, da frontoplastia temporal com incisões limitadas e da frontoplastia endoscópica. O objetivo deste estudo é descrever a técnica de frontoplastia endoscópica subperiostal com miotomia dos músculos da região glabelar e fixação do retalho na fáscia temporal profunda, avaliando sua aplicabilidade e eficácia.
Métodos: Foram avaliadas 24 pacientes, do sexo feminino, submetidas a frontoplastia endoscópica associada a blefaroplastia superior, com idade variando entre 37 e 72 anos, em um período de 10 anos. Medidas entre a distância da linha interpupilar e a porção superior da sobrancelha foram realizadas através de análise fotográfica com uso do sistema digital de imagem Mirror 6,0, na região medial, central e lateral de cada lado, no pré-operatório, e no pós-operatório de 6 meses.
Resultados: A média de idade foi de 52 anos. Houve significância estatística (p<0,05) em todas as áreas da sobrancelha avaliadas, a média de foi de 0,3 cm mais alta. As complicações foram: 1 caso de extrusão fio, 1 caso de assimetria, 2 casos de correção insuficiente da sobrancelha e 2 casos de recidiva de rugas glabelares.
Conclusão: A frontoplastia endoscópica subperiostal com miotomia dos músculos da região glabelar e flxação do retalho na fáscia temporal profunda com pontos demonstrou ser efetiva no tratamento do envelhecimento do terço superior da face, com resultados estatisticamente comprovados, baixa morbidade e bons resultados estéticos.

Palavras-chave: Estética; Face; Osso frontal; Periósteo; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Gravação em vídeo

 

Temporal lift with repositioning of the orbicular muscle and eyebrow tail

Ticiano Cesar Teixeira Cló; Walter Ferraz Flavio; Felipe Xavier Cló; Guilherme do Valle Castro Ribeiro
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):9-15 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The superficial musculoaponeurotic system (SMAS) is the best structure we have at our disposal to elevate and reposition the face and neck in the facelift. However, in the temporoorbital region, this structure is often neglected. In the search for a simple, efficient and safe solution to treat temporoorbital droop, the author describes a temporal lift tactic with eyebrow tail repositioning to treat aging and sagging of the temporoorbital region.
Methods: Treatment was performed in 358 patients between 2017 and 2020 in complete or temporary lifts. Only 30 were included in the article because they were exclusively submitted to temporal lifts, with or without blepharoplasty. Through a broken marginal intracapillary incision in the temporal region and with supraSMAS detachment, musculoaponeurotic treatment of the orbitotemporal region was performed, in addition to excess skin resection.
Results: The tactic presented was efficient in lifting and opening the tail of the eyebrows in all treated cases, in addition to the effect of loss of contractile function of the lateral portion of the orbicularis muscle, with a significant improvement in periorbital wrinkles and orbitotemporal sagging.
Conclusion: The effectiveness and excellent results achieved with the described operative tactic, associated with the scarcity of isolated or specific treatment options for the orbitotemporal region, make the proposed temporoorbital lift an excellent alternative for the rejuvenation of this region.

Keywords: Face; Rhytidectomy; Reconstructive surgical procedures; Eyebrows; Superficial musculoaponeurotic system.

 

RESUMO

Introdução: O sistema musculoaponeurótico superficial (SMAS) é a melhor estrutura que temos à nossa disposição para elevar e reposicionar a face e o pescoço no face lift. No entanto, na região têmporo-orbitária, esta estrutura é frequentemente negligenciada. Na busca por uma solução de execução simples, eficiente e segura para tratar a queda têmporo-orbitária, o autor descreve uma tática de lift temporal com reposicionamento da cauda das sobrancelhas para tratamento do envelhecimento e flacidez da região têmporo-orbitária.
Métodos: Foi realizado o tratamento em 358 pacientes entre 2017 e 2020, em lifts completos ou apenas temporais. Destes, apenas 30 foram incluídos no artigo por terem sido submetidos exclusivamente a lifts temporais, acompanhados ou não de blefaroplastias. Através de incisão intracapilar marginal quebrada em região temporal e com descolamento supraSMAS, foi realizado tratamento musculoaponeurótico da região órbito-temporal, além de ressecção da pele em excesso.
Resultados: A tática apresentada foi eficiente na elevação e na abertura da cauda das sobrancelhas em todos os casos tratados, além do efeito de perda da função contrátil da porção lateral do músculo orbicular, com melhora significativa das rugas periorbitais e da flacidez órbito-temporal.
Conclusão: A eficácia e os ótimos resultados alcançados com a tática operatória descrita, associada à escassez de opções de tratamento isolado ou específico da região órbito-temporal, tornam o lift têmporo-orbitário proposto uma excelente alternativa para o rejuvenescimento desta região.

Palavras-chave: Face; Ritidoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Sobrancelhas; Sistema musculoaponeurótico superficial

 

Surgical treatment of functional impairment caused by blepharochalasis and senile ptosis

Tatiana Martins Caloi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):81-88 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Method: This paper analyzes 25 patients with visual field impairment and palpebral heaviness caused by blepharochalasis and senile ptosis sent for specialized surgical treatment. The mean age of this population was 65,4 years and a high incidence of associated morbidities such as arterial hypertension, diabetes mellitus, cardiopathy, glaucoma and cataract was found in this group (88%). Isolated upper lid blepharoplasty or upper and lower lid surgery were the most common surgical procedures done, associated with canthopexy or tarsal strip when needed. Brow ptosis was corrected with sutures or direct upper eyebrow skin resection. Senile ptosis was treated by levator aponeurosis plication. Photographic documentation, clinical examination and a questionaire were done pre-operatively and 6 months after surgery, analyzing initial functional complaints. Statistical analyses showed significance of initial complaints of palpebral heaviness (92% before and 12% after surgery), decreased visual field (100% before and 4% after surgery). Results: There was no difference in tearing complaints and headache frequency before and after surgery. The incidence of early complications was 12% and of late complications was 8%. Two patients were reoperated. This paper shows a high incidence of functional impairment due to blepharochalasis and senile ptosis in an elderly population. Conclusion: It highlights the importance of good clinical examination for correct diagnosis and treatment of this morbidity and the benefits of ophthalmic plastic surgery for the relief of symptoms related to orbital and palpebral aging.

Keywords: Blefaroplasty, Blefaroptosys, Surgical reconstructive procedures

 

RESUMO

Método: Este trabalho avaliou 25 pacientes com queixas de redução do campo visual e peso palpebral, encaminhados para tratamento cirúrgico especializado. A idade média da população foi de 65,4 anos, verificando-se alta incidência de morbidades associadas (88%), como hipertensão arterial, cardiopatia, diabetes melitus, glaucoma e catarata. As cirurgias realizadas foram a blefaroplastia superior isolada ou associada à blefaroplastia inferior com o uso da cantopexia ou retalho tarsal, em casos de flacidez tarsal importante. A ptose de supercílios foi corrigida pela suspensão com fios ou com ressecção direta de pele superciliar. A ptose palpebral senil foi tratada com a plicatura da aponeurose do músculo levantador da pálpebra superior. Os pacientes foram fotografados, examinados e submetidos a um questionário no pré e no pós-operatório de seis meses, avaliando-se as queixas funcionais iniciais. Resultados: Houve melhora estatisticamente significante para as queixas de peso palpebral/frontal (92% para 12%) e diminuição do campo visual (100% para 4%), não havendo diferenças em relação ao lacrimejamento e cefaléia no pré e pós-operatório de seis meses. A incidência de complicações precoces foi de 12% e, das tardias, 8%, sendo necessária a reintervenção cirúrgica em dois casos. Este trabalho tem como objetivo mostrar a alta incidência de alterações funcionais associadas ao blefarocalásio e à ptose palpebral senil. Conclusão: Destaca-se a importância do diagnóstico preciso e do tratamento correto destas morbidades, e dos benefícios da cirurgia reparadora no alívio dos sintomas relacionados ao envelhecimento da região órbito-palpebral.

Palavras-chave: Blefaroplastia. Blefaroptose. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Romberg's syndrome: a series of cases

Isis Juliane Guarezi Nasser; Priscilla Balbinot; Adriana Sayuri Kurogi Ascenço; Ivan Maluf Junior; Dirlene Taysa Berri; Marlon Câmara Lopes; Patrícia Bigolin; Willian Itikawa; Renato da Silva Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(2):201-204 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The Romberg's syndrome is a disease that was first described more than a century ago, and during this period had several names. It is characterized by a slow and progressive atrophy of the tissues of a hemiface, can affect all tissues and can also display neurological and ocular manifestations. The aim of this study is to report a series of patients with progressive hemifacial atrophy, addressing treatment options for each individual case. METHODS: Was conducted a retrospective, descriptive and analytic study of the patients treated in our service, Plastic Surgery at the Hospital de Clinicas - Universidade Federal do Paraná, and the Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (CAIF), at Curitiba, PR, Brazil. RESULTS: Were analyzed 13 patients, 10 (76.9%) female and 3 (23.1%) male. The age of onset of symptoms ranged from 2 to 15 years. The first medical consultation with an specialist occurred at 11.7 years. The left hemiface was most commonly affected. Seven (53.8%) patients underwent surgery. CONCLUSIONS: The Romberg's syndrome is a rare disorder, devastating to facial appearance, and it has been widely studied. Despite great advances in medicine, its etiology definition and the treatment directed to its cause is still only a wish.

Keywords: Facial hemiatrophy. Face/surgery. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A síndrome de Romberg é uma moléstia descrita há mais de um século e, nesse período, recebeu várias denominações. É caracterizada por lenta e progressiva atrofia dos tecidos de uma hemiface, podendo acometer todos os tecidos e apresentar, também, manifestações neurológicas e oculares. O objetivo deste estudo é relatar série de casos de pacientes com atrofia hemifacial progressiva, abordando as opções terapêuticas individualizadas para cada caso. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo, descritivo e analítico de pacientes atendidos nos ambulatórios de Cirurgia Plástica no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná e no Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (CAIF), em Curitiba, PR, Brasil. RESULTADOS: Foram analisados 13 pacientes, sendo 10 (76,9%) do sexo feminino e 3 (23,1%) do sexo masculino. A idade de início dos sintomas variou de 2 anos a 15 anos. A primeira consulta ocorreu, em média, aos 11,7 anos. A hemiface mais frequentemente afetada foi a esquerda. Sete (53,8%) pacientes foram submetidos a cirurgia. CONCLUSÕES: A síndrome de Romberg é uma entidade rara, devastadora na aparência facial, que tem sido muito estudada. Apesar dos grandes avanços da medicina, a definição de sua etiologia e um tratamento direcionado a sua causa ainda são apenas um desejo.

Palavras-chave: Hemiatrofia facial. Face/cirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Surgical treatment of the lymphedema in male external genitalia with preservation of postero-lateral skin of the perinium and scrotum for reconstruction

José Humberto Cardoso Resende, Andy Luis Ern, João Antonio Botelho Correia, Jaime Alfar da Paz
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(4):217-226 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The lymphedema of external genitália is an uncommon debilitating condition that can cause pain, deformation and difficulties in urinary and sexual aspects. Surgical treatment has proved to be successful in chronic lymphedema affected patients whose pathological alterations are at an irreversible stage. Objective: This work aims at demonstrating the author's experiment in the treatment of this morbidity. It highlights the reconstructive surgical technique of the penial scrotum region. Eight patients affected by lymphedema in the penial scrotum region were operated from May 1990 to May 2006. The surgical technique applied consisted of the removal of the entire skin and subcutaneous cellular tissue committed with the preservation of deep lymphatic drainage, followed by the reconstruction of the scrotum with the remaining (postero-lateral) tissue and flap of skin for penial restoration. Results: The results obtained were satisfactory except for a retraction of cutaneous flap on the penis dorso) in one of the operated patients, solved in further surgical stage. Conclusions: Every time the patients with lymphedema in external genitalia demand surgical treatment and are selected for the appropriated procedure, the functional and cosmetic results can be satisfactory and the patient's rehabilitation is fully possible.

Keywords: Lymphedema; Scrotum; Reconstructive Surgical Procedures

 

RESUMO

Introdução: O linfedema de genitália externa é uma condição rara e debilitante que pode causar dor, deformação e dificuldades do ponto de vista miccional e sexual. O tratamento cirúrgico tem se mostrado efetivo em pacientes com linfedema crônico, em que as alterações patológicas estão em estágio irreversível. Objetivo: Mostrar a experiência do autor no tratamento desta comorbidade, enfatizando a técnica cirúrgica reconstrutora da região peno-escrotal. Método: Foram selecionados 8 pacientes com linfedema da região peno-escrotal, operados no período de maio de 1990 a maio de 2006, com utilização da mesma técnica cirúrgica, que consistiu em retirada de toda pele e tecido celular subcutâneo comprometido, com preservação da drenagem linfática profunda e reconstrução da bolsa testicular com tecido remanescente (pósterolateral) e enxerto de pele para reconstrução peniana. Resultados: Os resultados obtidos foram satisfatórios, apresentando apenas uma retração do retalho cutâneo no dorso do pênis em um dos casos operados, resolvido em nova etapa cirúrgica. Conclusões: Quando os pacientes com linfedema de genitália externa necessitam de tratamento cirúrgico e são selecionados para o procedimento apropriado, os resultados funcionais e estéticos podem ser satisfatórios e a reabilitação do paciente possível.

Palavras-chave: Linfedema; Escroto; Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos

 

Versatility of the bilobed flap

Luiz Alexandre Lorico Tissiani; Nivaldo Alonso; Marcus Hubaide Carneiro; Khaled Bazzi; Monica Rocco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):411-417 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: The bilobed flap is a double transposition flap. Its geometric drawing allows a better distribution of tensile forces along its axis of rotation, avoiding distortions and dog ears generated by other flaps and primary closure. It can be harvested in an axial or random pattern depending on where the defect is located on the body. Methods: Retrospectively, this study reviewed 45 consecutive bilobed flaps searching for pathology, anatomical area, clinical evolution and complications. The technique utilized in drawing and harvesting the flap is described in detail. Sizes of the defects were classified as small, moderate and large, taking into account the anatomical sites. A variety of clinical cases is presented exploring the versatility of the flap and etiology of the defects. Results: The bilobed flap was employed in oncological surgery in 93% of the cases while the skin of the head was involved in 71%.The post operative period was free of complications in 85%. Infection rate was 4.4%, trapdoor scaring rate was 4.4% and partial flap loss rate was 11.1%. The overall complication rate was 15%. In spite of all complications there were no compromise in the functional and aesthetic results and the bilobed flaps proved to be resolute and reliable in different clinical presentations and body regions. Conclusions: The bilobed flap is extremely versatile, easily reproducible with wide application in plastic surgery.

Keywords: Skin. Face. Surgical flaps. Plastic surgery/methods. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

Introdução: O retalho bilobado é um retalho de dupla transposição. Sua estruturação geométrica permite melhor distribuição das forças de tensão ao longo de seu eixo de rotação, evitando distorções e redundâncias cutâneas geradas por outros retalhos ou sutura primária. Pode ser confeccionado com padrão vascular axial e aleatório, dependendo da região anatômica. Métodos: Este trabalho faz uma revisão de 45 casos operados, descrevendo em detalhes a técnica utilizada para confeccionar o retalho bilobado. Os defeitos são classificados em pequenos, médios e grandes e diversos casos clínicos são apresentados, explorando a versatilidade desse retalho em diferentes diagnósticos etiológicos e sítios anatômicos. Resultados: Em 93% dos casos, o retalho bilobado foi empregado em reconstruções oncológicas, sendo o segmento cefálico acometido em 71%. Não houve qualquer intercorrência pós-operatória em 85% dos casos. A taxa de infecção foi de 4,4%; de cicatriz em alçapão, de 4,4%; e de epiteliólise e necrose, de 11,1%. A taxa geral de complicações foi de 15%. Entretanto, tais complicações não comprometeram a evolução clínica dos casos e o retalho bilobado mostrou-se resolutivo em diferentes situações, propiciando bom resultado tanto funcional como estético. Conclusões: O retalho bilobado é versátil, de fácil execução e com ampla aplicabilidade em cirurgia plástica.

Palavras-chave: Pele. Face. Retalhos cirúrgicos. Cirurgia plástica/métodos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Neck contour alterations:

Luiz Charles Araujo de Sá; Natale Ferreira Gontijo de Amorim; André Ventura Ferreira; Victor Joh Han
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(4):563-570 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

OBJECTIVE: The aim of the current study is to propose a classification based on neck lamellas for the aesthetic variations of the cervical region, considering its unique anatomy and analysing each structure involved (skin, muscle, fat and submandibular gland), in order to make it easier to choose the most appropriate surgical treatment. METHOD: The senior author, elaborated an observational study of 480 patients operated for neck and face lift between 1998 and 2010, established a classification comparing the skin flaccidity, the amount of fat accumulation, muscle flaccidity and cervical contour alterations, with the best surgical treatment for each group, being grade I (11.7%), grade II (7%), grade III (23%), grade IV (40%) and grade V (18.3%). RESULTS: The development of the current classification made it possible to group the cervical alterations that results from the aging process. Each group has common, easily recognizable alterations and for each one we have proposed a different treatment algorithm, in relation to the technique and the scar positioning (classic neck and facelift, short scar facelift, cervical lift, atypical lift and neck and facelift with anterior temporal scar). CONCLUSION: With the present study it was possible to come to the conclusion that the cervical region is the main determinant for the selection of the best surgical technique and scars placement in the surgery for the rejuvenation of the neck and face.

Keywords: Face. Neck, Rhytidoplasty. Surgery, Plastic. Reconstructive Surgical Procedures.

 

RESUMO

OBJETIVO: O objetivo do presente trabalho foi propor uma nova classificação das alterações estéticas da região cervical, com base na sua anatomia, a fim de direcionar o tratamento cirúrgico adequado. O intuito foi classificar e sistematizar a abordagem cirúrgica de cada estrutura envolvida (pele, músculo, gordura e glândula submandibular), correlacionando o procedimento cirúrgico mais indicado para o seu tratamento. MÉTODO: O autor sênior, baseado em observação de 480 casos operados, entre os anos de 1998-2010, estabeleceu uma classificação correlacionando a flacidez de pele encontrada, grau de lipodistrofia, alteração muscular e alteração do contorno cervical, com o tratamento empregado, sendo grau I (11,7%), grau II (7%); grau III (23%), grau IV (40 %), grau V (18,3%.). RESULTADOS: O desenvolvimento da presente classificação demonstrou ser possível agrupar as alterações cervicais, decorrentes do processo de envelhecimento humano, em subgrupos (Grau I-V), com alterações comuns, facilmente reconhecíveis, facilitando a proposição do melhor tratamento para a região cervical e propiciando a criação de um algoritmo terapêutico. Esta classificação em subgrupos auxilia o cirurgião na escolha do tipo de abordagem cirúrgica e cicatrizes (Lifting cervico facial clássico, Lifting cérvico facial com cicatriz reduzida, Lifting cervical, Lifting atípico com cicatriz temporal anterior). CONCLUSÃO: Concluímos que a região cervical é a principal determinante na escolha do tipo de abordagem cirúrgica e cicatrizes, no rejuvenescimento cérvico facial.

Palavras-chave: Face. Pescoço. Ritidoplastia. Cirurgia plástica. Procedimentos cirúrgicos Reconstrutivos.

 

Craniofacial reconstructions: is there still room for locoregional flaps?

Rafael Anlicoara; Marco Aurélio de Freitas Cabral; Jairo Zacché de Sá; Guilherme Torreão de Sá; Antonio Carlos Corte Real Braga
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):603-608 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Advanced tumors of the head and neck still have a high prevalence in Brazil. Reconstructing a defect resulting from a craniofacial resection is a challenge for the plastic surgeon. Free flaps are the first choice for these reconstructions, and locoregional flaps have been used in selected cases. The objective of this study was to evaluate a number of reconstructions with locoregional flaps in patients undergoing craniofacial oncologic resection, to demonstrate the applicability of these flaps and the end result of the reconstructions. METHODS: We retrospectively studied four craniofacial reconstructions with locoregional flaps on the forehead and scalp. The patients were operated at the Clinical Hospital of the Federal University of Pernambuco. They signed a consent form allowing the scientific publication of their photographs and clinical case records. RESULTS: All reconstructions were successful. There were no cases of local infection or meningitis, flap necrosis, liquor fistula, or dehiscence. Reconstructions with locoregional flaps were safe and simple to perform for extensive defects in the craniofacial region. CONCLUSIONS: Plastic surgeons can perform complex reconstructions with locoregional flaps, demonstrating that there is still room for this type of reconstruction.

Keywords: Head and neck neoplasms; Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Face; Plastic surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os tumores avançados de cabeça e pescoço ainda têm elevada prevalência no Brasil. A reconstrução de um defeito resultante de ressecção craniofacial é um desafio para o cirurgião plástico. Os retalhos livres são a primeira escolha para essas reconstruções e os retalhos locorregionais têm sido utilizados em casos selecionados. O objetivo deste estudo é avaliar uma série de reconstruções com retalhos locorregionais em pacientes submetidos a ressecções oncológicas craniofaciais, demonstrando a aplicabilidade desses retalhos e o resultado final das reconstruções. MÉTODOS: Foram avaliadas, retrospectivamente, quatro reconstruções craniofaciais com retalhos locorregionais de fronte e couro cabeludo. Os pacientes foram operados no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) e assinaram termo de consentimento permitindo a publicação científica de suas fotos e casos clínicos. RESULTADOS: Todas as reconstruções foram bem sucedidas. Não ocorreram casos de infecção local ou meningite, necrose do retalho, fístulas liquóricas ou deiscências. As reconstruções com retalhos locorregionais apresentadas foram seguras e simples para reconstruir defeitos extensos em região craniofacial. CONCLUSÕES: Os cirurgiões plásticos podem realizar reconstruções complexas com estes retalhos, demonstrando que ainda há espaço para este tipo de reconstrução.

Palavras-chave: Neoplasias de cabeça e pescoço; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Face; Cirurgia plástica.

 

Body dysmorphic disorder from the perspective of the plastic surgeon

MARILHO TADEU DORNELAS; MARÍLIA DE PÁDUA DORNELAS CORRÊA; LÍVIA DORNELAS CORRÊA; GABRIEL VICTOR DORNELAS; ALICE ASSUMPÇÃO SOARES; LARISSA VITÓRIA DORNELAS; LAURA DORNELAS CORRÊA; YURI MIRANDA DE-OLIVEIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):108-112 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Body dysmorphic disorder (BDD) is found with a certain frequency in aesthetic-related care. However, it is underdiagnosed due to the difficulty in differentiating a personal dissatisfaction with body image of a pathological complaint. For BDD patients, the discomfort generated by their "defect" is often disproportionate to that observed on physical examination. In addition, in an attempt to correct their "defect", the patients undergoes various surgical procedures, which are often considered insufficient by the patients to solve their problem. Hence, this study aimed to expand the already existing discussions in the specialized literature. Since there are only a few studies on the topic, we plan to discuss this condition so as to contribute towards identification of the characteristics of this disorder, thus, avoiding unnecessary surgical procedures and guiding the specialist's actions in case of a legal dispute.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Psychiatry; Body image; Body dysmorphic disorders; Aesthetics

 

RESUMO

O transtorno dismórfico corporal é encontrado com uma certa frequência nos atendimentos relacionados à estética. Entretanto, permanece subdiagnosticado devido à dificuldade de diferenciar uma insatisfação pessoal natural com a imagem corporal de uma queixa patológica. Para os pacientes com TDC, o incômodo gerado pelo seu "defeito" costuma ser desproporcional ao que observamos no exame físico. Além disso, na tentativa de corrigir aquilo que não lhe agrada, ele se submete a diversos procedimentos cirúrgicos que, em grande parte das vezes, considerará insuficiente para a resolução do seu problema. Nesse sentido, buscamos, com este trabalho, ampliar as discussões já existentes na literatura especializada. Assim, assumindo a escassa bibliografia, tencionamos, além de construir discussões acerca dessa afecção, o que pode contribuir para a identificação dos traços desse transtorno, evitando, por conseguinte, a realização de procedimentos cirúrgicos desnecessários e nortear as ações do especialista no que diz respeito à possibilidade de uma disputa judicial.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Psiquiatria; Imagem corporal; Transtornos dismórficos corporais; Estética

 

Therapeutic options in the management of giant congenital nevus: Experience of the Plastic and Reconstructing Service at Hospital de Clínicas, Federal University of Paraná

Renato da Silva Freitas; Gilvani Azor de Oliveira e Cruz; Isis Scomação; Adriana Sayuri Kurogi; Ivan Maluf Junior; Paula Giordani Colpo; Priscila Balbinot
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):277-281 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Several modalities are available for the treatment of giant congenital nevus (GCN). The surgical approach includes partial serial resection or total excision. Objective: To demonstrate the main therapeutic modalities in the treatment of GCN and to assess the incidence of location, age, and size of this lesion at the Plastic and Reconstructive Surgery Service of the Hospital de Clínicas, Federal University of Paraná. METHODS: This retrospective study included patients who had undergone surgical treatment for GCN between January 2004 and January 2010. We collected data such as age, sex, treatment performed, number of surgeries carried out, evolution, and complications. RESULTS: We evaluated 11 patients (8 female and 3 male). The average age was 12.4 years (range, 3-25 years). The GCN subtype most commonly found was intradermal melanocytic nevus, which accounted for 90.9% of cases, with melanocytic nevus accounting for the remaining 9.1%. No cases of melanoma were identified. The most common location was the head and neck. The average diameter of the lesions was 9.1 cm. The techniques used for the reconstruction included primary suture, local flaps, skin graft, and the use of expanders. In the follow-up period, 63.6% of the patients still presented a residual nevus, 27.3% underwent complete resection, and 9.1% were not monitored. CONCLUSION: A higher incidence of GCN was observed in patients aged 3-25 years. The most common location was the face, and the average size was 9.1 cm. The main treatment of patients with GCN was splitting resection, which resulted in satisfactory outcomes.

Keywords: Nevus; Treatment; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O nevus congênito gigante (NCG) possui diversas modalidades de tratamento. A abordagem cirúrgica inclui a ressecção parcial seriada ou excisão total. Objetivo: Demonstrar as principais modalidades terapêuticas utilizadas para o tratamento do NCG e avaliar a incidência da localização, idade e tamanho destas lesões no Serviço de Cirurgia Plástica e Reparadora do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. MÉTODOS: Estudo retrospectivo dos pacientes submetidos a tratamento cirúrgico do NCG no período de janeiro de 2004 a janeiro de 2010. Foram coletados dados como: idade, gênero, tratamento realizado, número de cirurgias realizadas, evolução e complicações. RESULTADOS: Foram avaliados 11 pacientes, sendo 8 mulheres e 3 homens. A média de idade foi de 12,4 anos (3 a 25 anos). O subtipo mais encontrado foi o nevus melanocítico intradérmico correspondendo a 90,9% dos casos e 9,1% com nevus melanocítico composto. Não foram identificados casos de melanoma. A localização mais comum foi a região da cabeça e pescoço. O diâmetro médio das lesões foi de 9,1 cm.As técnicas utilizadas para reconstrução foram: sutura primária, retalhos locais, enxerto de pele e uso de expansores. No seguimento, 63,6% dos pacientes apresentavam ainda nevus residual, 27,3% apresentaram ressecção completa e 9,1% perderam seguimento. CONCLUSÃO: Foi observada maior incidência de NCG na faixa etária de 3 a 25 anos, sendo a localização mais comum na face e com tamanho médio de 9,1cm. O principal tratamento instituído para os pacientes com NCG foi a ressecção parcelada, com bons resultados.

Palavras-chave: Nevo; Tratamento; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Frontotemporal minilifting for eyebrow tail suspension: Minimally invasive Reis-Sundfeld technique

Daniel Sundfeld Spiga Real; Rodrigo Pacheco Reis; Roney Gonçalves Fechine Feitosa; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):446-454 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: An important sign of facial aging is the fall of the eyebrow tail. Frontotemporal minilifting aims to reposition the brow and soften the expression marks to restore youthful appearance. To describe an ambulatory surgical technique capable of eyebrow tail lift with minimal scarring and wound camouflage in the capillary line that reduces the facial signs of aging. METHOD: The study included 10 consecutive patients who attended the Plastic Surgery outpatient clinic of the UNIFESP and submitted to minilifting after receiving the diagnosis of eyebrow fall. RESULTS: Preliminary results did not show the occurrence of major complications. All patients were women. One patient presented with small suture line dehiscence 15 days after surgery. A total of 90% of the patients scored their body image index as extremely satisfied or satisfied. The average eyebrow tail lift was 5 mm. The average preoperative eyebrow fall was 13.3 mm, with a mean elevation and maintenance of 18.2 mm in 12 months. CONCLUSION: The technique is easily reproducible, provides outcomes comparable to those of other procedures published in the literature, and presents the following advantages: is low cost; can be performed in an outpatient clinic; provides a rejuvenating periocular effect since it also reduces wrinkles, expression marks, and sagging of the lateral region of the orbital and glabellar fissure; and achieves significant long-lasting results.

Keywords: Face; Rejuvenation; Ambulatory surgical procedures; Reconstructive surgical procedures

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Um sinal importante do envelhecimento facial é a queda da cauda da sobrancelha. O minilifting frontotemporal visa reposicionar a sobrancelha e amenizar as marcas de expressão, restaurando uma aparência mais jovial. Descrever uma técnica cirúrgica, ambulatorial, capaz de elevar a cauda da sobrancelha, com cicatriz mínima e camuflada na linha capilar, melhorando o aspecto de envelhecimento facial. MÉTODO: Foram arregimentados dez pacientes sequenciais do ambulatório de cirurgia plástica da UNIFESP, que após diagnóstico de queda de supercílio foram submetidos ao minilifting. RESULTADOS: Como resultados preliminares, não houvera nenhuma complicação importante, todos pacientes eram mulheres, um caso apresentara pequena deiscência em linha de sutura após 15 dias de cirurgia. 90% apresentaram índice de imagem corporal em extremamente satisfeitos ou satisfeitos. A média de elevação da cauda do supercílio foi de 5 mm. A média de queda de supercílio pré-operatória foi de 13,3 mm, tendo sua elevação média e manutenção em 12 meses de 18,2 mm. CONCLUSÃO: A técnica sugerida pelos autores é de fácil reprodutibilidade, produz resultados comparáveis às demais técnicas da literatura com as vantagens de apresentar baixo custo, ser realizada ambulatorialmente e ter um efeito rejuvenescedor periocular, pois atenua também as rugas, marcas de expressão e flacidez da região lateral da fissura orbitária e glabelar com significativo tempo de manutenção de resultados.

Palavras-chave: Face; Rejuvenescimento; Procedimentos cirúrgicos ambulatoriais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Utilização da sutura reabsorvível em ácido polilático no remodelamento da face

Mariana Angelica Berardi Cioffi; Gabriela Diesel Silveira; Geraldo Machado Filho; Pedro Salomão Piccinini; Milton Paulo Oliveira; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):50-52 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: Com o aumento na procura de tratamentos não invasivos para o rejuvenescimento facial, os fios de sustentação facial de material absorvível vêm se tornando uma opção considerável, já que podem ser utilizados em ambiente não hospitalar sob anestesia local. Podem ser utilizados em pacientes a partir dos 30 anos, com certa flacidez facial, que ainda não desejam procedimentos invasivos. O objetivo é demonstrar a utilização do fio de ácido polilático absorvível na reestruturação de elementos da face e comparar com os dados da literatura relacionada ao assunto. MÉTODOS: Paciente feminina, 48 anos de idade, com queixas de perda de definição do contorno da região da mandíbula. Não desejava se submeter a um procedimento cirúrgico por receio de parecer ter "rosto de operada". O procedimento foi executado no consultório sob anestesia local nos pontos de entrada da sutura, sendo utilizados dois fios de cada lado com 8 cones em cada extremidade. A tração dos fios é iniciada com o paciente semissentado, em posição confortável, de forma que ela mesma possa se observar, logo após a tração. RESULTADOS: A paciente demonstrou satisfação com o resultado obtido. Foi utilizado o teste FACE-Q para avaliação de resultados. Assim como a avaliação fotográfica comparativa com antes e depois do procedimento. As suturas de fios de ácido polilático no Brasil ficaram conhecidas pelo nome comercial - Silhouette®. Uma das principais vantagens do método não cirúrgico é o tratamento de sinais leves a moderados de envelhecimento facial e que ainda não possam ser submetidos a procedimentos mais invasivos, ou quando o paciente não deseja o estigma da cicatriz. Existem relatos de que estes fios podem estimular a produção de colágeno na face, mas ainda requer mais estudos sobre o tema. Apresenta um tempo de duração de resultados superior aos outros métodos minimamente invasivos disponíveis no mercado, e um índice de complicações relativamente baixo. CONCLUSÃO: O fio de ácido polilático permitiu o reposicionamento das estruturas da face na paciente avaliada. É um procedimento rápido, realizado em consultório, o que torna o método mais acessível comparado aos métodos cirúrgicos convencionais.

Palavras-chave: Face; Suturas; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Estética; Âncoras de sutura.

 

Bernard-Burow flap unilateral with cheek mucosa "cutback" for treatment of lower lip tumor: a case report

SERGIO ANTONIO SALDANHA RODRIGUES; MARCELO MARTINS CASAGRANDE; THALITA EZEQUIEL DE SOUZA; GUSTAVO MOREIRA COSTA DE SOUZA; ARMANDO CHIARI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(4):495-499 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Lip cancer corresponds to 25-30% of all oral cancers, with the lower lip being more frequent. Squamous cell carcinoma (SCC) is the most common subtype, with smoking as one of the main risk factors. The report demonstrates a simple and effective technique for SCC's surgical treatment on a smoking patient's lower lip. Even in a defect larger than 50% of the initial lip diameter, the unilateral Bernard-Burow flap proved feasible. The addition of "cutback" in the mucosa and parsimonious dissection by planes may have provided a good aesthetic and functional evolution since it determined tension relief on the sutures. The less complex execution of this reconstruction, compared to other techniques, can guarantee a good alternative to decrease postoperative morbidity in this type of surgery.

Keywords: Face; Lip neoplasms; Squamous cell carcinoma; Smoking; Plastic surgery; Reconstructive surgical procedures

 

RESUMO

O câncer de lábio corresponde a 25-30% de todos os cânceres de boca, sendo mais frequente o de lábio inferior. O carcinoma de células escamosas (CCE) é o subtipo mais incidente, estando o tabagismo como um dos principais fatores de risco. O relato demonstra técnica simples e efetiva para tratamento cirúrgico de CCE no lábio inferior de paciente tabagista. A realização de retalho unilateral de Bernard-Burow, mesmo em defeito maior que 50% do diâmetro inicial do lábio, mostrou-se factível. A adição de "cutback" na mucosa e dissecção parcimoniosa por planos pode ter propiciado uma boa evolução estética e funcional, já que determinou alívio na tensão sobre as suturas. A menor complexidade de execução desta reconstrução, se comparada a outras técnicas, pode garantir uma boa alternativa na tentativa de diminuir a morbidade pós-operatória neste tipo de cirurgia.

Palavras-chave: Face; Neoplasias labiais; Carcinoma de células escamosas; Tabagismo; Cirurgia plástica; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Giant malignant fibrous histiocytoma of the face: case report of microsurgical repair using a transverse rectus abdominis myocutaneous flap

RUI ANTONIO AQUINO DE AZEVEDO; BRENO RICELLY ÁVILA PINHEIRO; RAINA CATERINA COELHO ARRAIS; BRUNO FABRÍCIO ÁVILA PINHEIRO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):143-147 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The resection of invasive tumors of the head and neck can result in extensive and complex defects requiring immediate repair. One repair option is the transfer of a transverse rectus abdominis myocutaneous (TRAM) flap pedicled on deep inferior epigastric vessels using vascular microsurgery. This study aimed to register a procedure used in the microsurgical treatment of giant malignant fibrous histiocytoma of the face using a TRAM flap.
Case Report: A male patient sought medical care for a giant tumoral lesion in the right hemiface. Computed tomography of the skull revealed a voluminous expansive process of vegetating aspect with poorly defined borders. The excision of the tumor affected the right masseter and temporalis muscles, parotid gland, and right orbital and malar bones. Subsequently, microsurgical withdrawal of the TRAM flap was performed with the deep inferior epigastric artery through a surgical incision in the hypogastric area. Dissection of the facial artery and vein under microscopy and venous and arterial anastomoses followed. The flap was intact with good perfusion and no signs of infection.
Conclusions: Microsurgical facial reconstruction allows head and neck surgeons to resect large tumors.

Keywords: Myocutaneous flap; Reconstructive surgical procedures; Neoplasms; Rectus abdominis; Face

 

RESUMO

Introdução: A ressecção de tumores invasivos de cabeça e pescoço pode resultar em defeitos extensos e complexos exigindo reparação imediata. Uma das opções de reparação é a transferência, utilizando técnica de microcirurgia vascular, do retalho musculocutâneo do reto abdominal pediculado nos vasos epigástricos inferiores profundos (TRAM). O presente estudo tem como objetivo registrar um procedimento utilizado no tratamento reparador microcirúrgico de fibrohistiocitoma maligno gigante de face com retalho TRAM.
Relato de Caso: Paciente procurou atendimento médico devido a lesão tumoral gigante em hemiface direita. Foi realizada a tomografia computadorizada do crânio revelando volumoso processo expansivo de aspecto vegetante com limites mal definidos. Após os procedimentos básicos no pré-operatório, realizou-se a exérese do tumor que acometia músculos masseter e temporal direito, glândula parótida, assoalho orbitário à direita e osso malar. Posteriormente, retirou-se o retalho microcirúrgico do músculo reto do abdome em conjunto com a artéria epigástrica inferior profunda através de incisão cirúrgica da área hipogástrica. Em seguida, dissecção da artéria e veia facial utilizando microscópio e anastomoses venosa e arterial. Quanto à evolução retalho apresentou-se íntegro, com boa perfusão, sem sinais de infecção.
Conclusões: A reconstrução facial microcirúrgica oferece liberdade ao cirurgião de cabeça e pescoço para realizar grandes ressecções tumorais.

Palavras-chave: Retalho miocutâneo; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Neoplasias; Reto do abdome; Face

 

Reconstrução microcirúrgica do terço médio da face

Pedro Henrique Gomes Casavechia; Anne Karoline Groth; Alfredo Benjamin Duarte; Maria Cecília Closs Ono; Bruno Legnani; Willian Itikawa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):70-73 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os defeitos craniofaciais e do terço médio da face após ressecção tumoral representam um grande desafio para os cirurgiões plásticos devido à complexidade das estruturas envolvidas, pela configuração tridimensional do defeito e pelo grande impacto funcional e estético que implicam. Portanto, a utilização dos transplantes microcirúrgicos tornou-se uma grande opção para as reconstruções envolvendo a região craniofacial. MÉTODOS: Análise retrospectiva de pacientes submetidos à ressecção de tumores da região craniofacial e que foram submetidos à reconstrução com retalhos microcirúrgicos no período de maio de 2012 a maio de 2017. RESULTADOS: O retalho microcirúrgico mais utilizado foi o retalho miocutâneo do músculo reto abdominal, com 50% dos casos. Os vasos faciais foram os mais utilizados para anastomose com 68,2% dos casos. E em 90,9% obteve-se sucesso do tratamento. CONCLUSÃO: Tendo em vista a magnitude do defeito residual após a ressecção tumoral, a reconstrução com retalhos microcirúrgicos apresenta-se como opção segura e com elevado índice de sucesso, devolvendo ao paciente a forma e função da região.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mi-crocirurgia; Face.

 

Tratamento das estruturas profundas na ritidoplastia

Juliana Paula Costa Montenegro Carvalho; Francisco de Assis Montenegro Carvalho; Alfredo Lima
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):96-98 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Aging process is complex and involves several structures, from bone aspect to surface structures. First techniques consisted only on skin resection, with poor and stigmatized results. It was from Superficial Aponeurotic Muscle System (SMAS) description that facelift surgery gained momentum.
Objective: To demonstrate SMAS traction effectiveness in mandibular line definition and cervical-facial angle, using a wide dissection technique and fixation in mastoid region.
Method: 25 patients were operated from January 2017 to June 2018, by the same team using the same technique.
Results: To demonstrate mandible elevation and definition, a line was drawn from mandible angle to the chin and another line tangential to the jaw, forming an angle. In postoperative period we have a decrease or deletion of this angle.
Discussion: In the past, concern was skin pulling, but it was from SMAS discovery that there was a revolution in the concepts. Today it is known that aging process causes not only skin sagging, but also a face quadranization o, with the need for rotation and repositioning of deep structures, muscles and ligaments.
Conclusion: SMAS approach has become mandatory, today the discussion is which technique should be applied. We believe that a true treatment of deep structures requires traction, rotation and repositioning of SMAS - platysma and that this result depends on wide dissection of this structure.

Keywords: Face; Traction; Rhytidoplasty; Reconstructive surgical procedures; Aging.

 

RESUMO

Introdução: O processo de envelhecimento é complexo e envolve diversas estruturas, desde o plano ósseo a estruturas superficiais. As primeiras técnicas consistiam apenas na ressecção de pele, com resultados pouco duradouros e estigmatizados. Foi a partir da descrição do Sistema Músculo Apneurótico Superficial (SMAS) que a cirurgia de facelift ganhou impulso.
Objetivo: Demonstrar a eficácia da tração do SMAS na definição da linha da mandíbula e ângulo cervicofacial, com técnica de dissecção ampla e fixação em região mastoide.
Método: Foram operados 25 pacientes no período de janeiro 2017 a junho de 2018, pela mesma equipe e técnica.
Resultados: Para demonstrar a elevação e definição da mandíbula, foi traçada uma linha desde o ângulo da mandíbula até o mento e outra linha tangenciando o jaw, formando um ângulo. No pós-operatório temos diminuição ou apagamento desse ângulo.
Conclusão: A abordagem do SMAS se tornou obrigatória, e hoje a discussão é qual técnica deve ser aplicada. Acreditamos que para um verdadeiro tratamento das estruturas profundas é necessário tração, rotação e reposicionamento do SMAS-platisma e que esse resultado depende da ampla dissecção dessa estrutura.

Palavras-chave: Face; Tração; Ritidoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Envelhecimento.

 

Utilização da cirurgia com margens cutâneas mínimas - cirurgia de Mohs - no tratamento das neoplasias malignas não melanocíticas de pele

André Valiente Nectoux; José Henrique Guimarães Floriani; Tassiana Amado de Paula; Thalia Nunes dos Santos; Gabriela Agne Magnus; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):84-86 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

O câncer de pele é a neoplasia maligna mais frequente no Brasil, sendo o carcinoma basocelular o mais prevalente. A área afetada por esta afecção é frequentemente local sensível à preservação tecidual. Durante o desenvolvimento do tratamento cirúrgico destas lesões, foram propostas abordagens que contemplavam esta característica, dentre elas, a cirurgia com margens cutâneas mínimas - cirurgia de Mohs - destaca-se pela efetividade de cura. Esta revisão visa abordar a factibilidade desta abordagem no Brasil. A cirurgia de Mohs apresenta efetividade de cura compatível com outras técnicas, tendo a superioridade da preservação de tecidos e tratamento definitivo imediato, ao passo que apresenta custo e complexidade de realização superiores.

Palavras-chave: Cirurgia de Mohs; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Carcinoma basocelular; Neoplasias cutâneas; Estética; Face.

 

Ritidoplastia no tratamento da paralisia facial secundária a lesão do nervo facial

Mariana Angelica Berardi Cioffi; Gabriela Diesel Silveira; Miguel Eenrique Rivera Gomez; Geraldo Machado Filho; Milton Paulo de Oliveira; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):87-89 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: A paralisia facial periférica é uma doença relativamente comum, que pode deixar sequelas estéticas e funcionais. O nervo facial é o responsável pela mímica facial e lesões desse nervo produzem deformidades em graus variáveis. O tratamento da paralisia facial visa recuperar a simetria estática e dinâmica da face. OBJETIVO: Demonstrar a utilização da ritidoplastia como tratamento de paralisia facial por lesão de nervo facial em procedimento prévio e comparar com os dados da literatura relacionada ao assunto. MÉTODOS: Paciente feminina, hígida, caucasiana, que apresentava cirurgia de face 20 anos atrás, com consequente denervação parcial da hemiface esquerda. Com o envelhecimento, o lado enervado parcialmente apresentava mais flacidez. Queixava-se também da perda do contorno da face, dos dois lados, e da tristeza que este aspecto face lhe conferia. Foi-lhe indicada a ritidoplastia. RESULTADOS: O resultado foi avaliado considerando o teste de FACE-Q para avaliação de estética facial, e foi comparado as fotografias obtidas de antes. CONCLUSÃO: A harmonização facial requer habilidade técnica, rigoroso estudo da anatomia e sensibilidade artística para individualizar o objetivo cirúrgico conforme as necessidades e desejos do paciente. O desrespeito às técnicas cirúrgicas pode levar a danos permanentes ao paciente.

Palavras-chave: Face; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Ritidoplastia; Reabilitação; Paralisia facial.

 

O porquê da plicatura de smas como primeira opção em serviço de residência médica

Lucas Cunha de Andrade; Pedro Henrique Casavechia; Leilane Droppa Appel; Rafael Reston; Dayson Luiz Nicolau
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):95-97 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: O lifting facial é uma cirurgia que continua em crescimento e há inúmeras opções de técnicas para sua execução. Devido à complexidade anatômica e cirúrgica destes procedimentos, o médico residente se depara com grande temor no aprendizado inicial de ritidoplastias. A plicatura do sistema musculoaponeurótico superficial da face (SMAS), por mobilizar menos tecido e ser em plano superficial a estruturas nobres, possibilita menos complicações e mesmo assim apresenta resultados satisfatórios aos pacientes. MÉTODOS: Levantamento de casos operados entre março a dezembro de 2016, avaliar o grau de satisfação das pacientes, por meio de questionário com pontuação, e descrever complicações encontradas no pós-operatório de pacientes. RESULTADOS: 17 dos 19 pacientes estavam satisfeitos (90%) com o resultado estético da cirurgia, sendo atribuída uma nota média dentre todos de 8,2 (muito satisfeitos). Como complicações, 3 evoluíram com hematoma (15%), 1 com necrose retroauricular (5%) e 1 com deiscência pós tragal (5%). CONCLUSÃO: A plicatura do SMAS é uma técnica segura, tem menor curva de aprendizado, baixa incidência de complicações e obtém um bom índice de satisfação pelos pacientes, sendo uma ótima opção de técnica para treinamento inicial de liftings faciais em serviço de residência médica.

Palavras-chave: Ritidoplastia; Face; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Estética; Rejuvenescimento.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license