ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 104 result(s)

Search for : Queimaduras; Infecção; Criança; Adolescente; Fatores de risco

Analysis of risk factors for the formation of seroma in classical abdominoplasty

Tarik Michel Nassif; Frederico Guilherme Lopes Silveira; Leonardo Fiorilli Assunção; Eliane Regina Bueno Ribeiro Garcia; Valdemar Mano Sanches
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):156-160 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty is one of the most common cosmetic surgeries in Brazil. The complications of this procedure are diverse, with seroma being one of the most frequent. The objective of this study was to identify the risk factors for the formation of seroma, such as increased body mass index, comorbidities, age, habits, and time of drain permanence.
Methods: This was a retrospective study in which the medical records of 94 patients who underwent abdominoplasty at the Plastic Surgery and Burns Service of Santa Casa de Misericórdia de São José do Rio Preto-SP between November 2010 and November 2013 were reviewed. The risk factors for the formation of seroma were analyzed using Fisher's exact test and the Chi-square test, with the significance level set at p < 0.05.
Results: Seroma was identified in 16 (17.02%) of the total patients (n = 94). No statistical significance was observed between increased incidence of seroma and increased BMI and other risk factors analyzed. Nevertheless, the time of drain permanence showed a clinical relevance. The patients who were maintained on the drain for > 1 day had a lower incidence of seroma.
Conclusion: The causes of seroma should be considered multifactorial. The risk factors analyzed were not significantly related to the increased incidence of seroma. However, drain permanence for >1 day was effective in the prevention of seroma.

Keywords: Abdominoplasty; Seroma; Postoperative complications; Body mass index; Risk factors

 

RESUMO

Introdução: A abdominoplastia é uma das cirurgias estéticas mais realizadas no Brasil. As complicações deste procedimento são diversas, sendo o seroma uma das mais frequentes. O objetivo do trabalho é identificar fatores de risco para formação de seroma tais como: índice de massa corporal (IMC), comorbidades, idade, hábitos e tempo de permanência de dreno.
Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo com revisão de 94 prontuários de pacientes submetidos à abdominoplastia clássica no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Santa Casa de Misericórdia de São José do Rio Preto-SP, entre novembro de 2010 e novembro de 2013. Os fatores de risco para formação do seroma foram analisados utilizando-se o teste exato de Fisher ou Qui-quadrado. Considerou-se como resultado estatisticamente significativo o valor de p < 0,05.
Resultados: O seroma foi identificado em 16 pacientes (17,02%) do total da amostra (n = 94). Não se observou significância estatística ao relacionar a elevação na incidência de seroma com o aumento do IMC, assim como os demais fatores de risco analisados. Houve relevância clínica quanto ao tempo de permanência do dreno. Pacientes que mantiveram o dreno por um período maior que um dia tiveram incidência menor de seroma.
Conclusão: A formação do seroma deve ser considerada uma causa multifatorial. Os fatores de risco analisados não demonstraram estatisticamente aumento na incidência de seroma. Todavia, a permanência do dreno de sucção por um período maior que um dia demonstrou ser eficaz na prevenção do seroma.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Seroma; Complicações pós-operatórias; Índice de massa corporal; Fatores de risco

 

Breast reconstruction after prophylactic contralateral mastectomy

RAIDEL DEUCHER RIBEIRO; EVANDRO LUIZ MITRI PARENTE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):293-298 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Prophylactic contralateral mastectomy (PCM) has been increasingly indicated in recent years for patients outside of the high-risk group, although its cancer benefit in terms of survival remains controversial. The possibility of breast reconstruction is one of the most important factors for this indication. The objective of this study was to evaluate the indications and complications after immediate breast reconstruction in patients who underwent PCM.
Method: Indications and complications were evaluated in patients who underwent immediate breast reconstruction after therapeutic mastectomy and PCM.
Results: Of the 13 patients in the study, only 4 had a high-risk indication for PCM (strong family history). The other indications were desire for symmetry, control of anxiety related to neoplasm recurrence, and age-related risk. Only minor complications occurred, without a need for reoperation, in 4 of the 13 patients (30.76%). Eight complications (30.76%) in 26 reconstructed breasts were recorded.
Conclusion: The number of PCM procedures has been increasing and the indications transcend the oncological point of view, directly influencing the performance of plastic surgeons with respect to the planning and complications of breast reconstruction.

Keywords: Subcutaneous mastectomy; Breast implant; Breast neoplasms; Postoperative complications; Risk factors; Mammoplasty

 

RESUMO

Introdução: A indicação da mastectomia contralateral profilática (MCP) tem aumentado nos últimos anos nas pacientes fora do grupo de alto risco, apesar de seu benefício oncológico controverso em relação à sobrevida. A possibilidade da reconstrução mamária é um dos fatores mais importantes desse aumento. O objetivo é avaliar pacientes submetidas à MCP quanto às indicações e complicações após a reconstrução imediata.
Método: Avaliação das pacientes submetidas à reconstrução mamária imediata após mastectomia terapêutica e MCP quanto às indicações e complicações.
Resultados: Das 13 pacientes do estudo, apenas 4 apresentavam indicação de MCP por alto risco (forte história familiar). As outras indicações foram busca pela simetria, controle da ansiedade em relação à nova neoplasia e risco acumulado pela idade. Ocorreram apenas complicações menores, sem necessidade de reoperação em 4 das 13 pacientes (30,76%) e num total de 26 mamas reconstruídas foram registradas 8 complicações (30,76%).
Conclusão: A realização da MCP tem aumentado, sendo que as indicações transcendem o ponto de vista oncológico, com impacto direto na atuação do cirurgião plástico quanto aos aspectos que envolvem a reconstrução, tanto no planejamento quanto suas complicações.

Palavras-chave: Mastectomia subcutânea; Implante mamário; Neoplasias da mama; Complicações pós-operatórias; Fatores de risco; Mamoplastia

 

Comparative study of tissue biopsy and surface swab culture for the diagnosis of infection in burn patients at HPS-Porto Alegre

Francisco Felipe Laitano; Ricardo Albuquerque Arnt; Adelar Magnabosco Cosner; Léo Francisco Doncatto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(3):162-166 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Burn wound infection is the most common type of complication in burn patients. The gold standard for its diagnosis is a biopsy, but the most utilized method in the burn centers is the swab. Objective: The main goal of this study is to compare the results obtained through biopsy and swab when diagnosing burn wound infection amongst patients admitted in the Burn Unit of HPS - Porto Alegre. Also, it is an objective to determine the rate of burn wound infection and to identify the different types of germs found in these cultures. Method: A prospective clinical study was performed from June to October 2007. Throughout that period, swabs and biopsies were taken in 25 patients during the first, and/or second, and/or third week of admission in the facility. Results: A total of 74 exams were performed (37 swabs and 37 biopsies). The sensibility of the swab was 100%, and its specificity was 77.4%. 20% of the patients presented burn wound infection and the most common germ found in the cultures (26.6%) was S. aureus. Conclusion: When the swab presents a negative result, we have an excellent exam to exclude the possibility of burn wound infection.

Keywords: Burns. Microbial sensitivity tests. Biopsy. Wound infection/microbiology. Plastic surgery.

 

RESUMO

Introdução: A infecção de pele é a complicação mais comum no paciente queimado. O padrão-ouro para o seu diagnóstico é a biópsia de pele, porém o método mais utilizado nos centros de queimados é o "swab". Objetivo: Comparar os resultados obtidos pela cultura entre a biópsia e o "swab" da escara, para o diagnóstico de infecção de pele nos pacientes internados na Unidade de Tratamento de Queimados do HPS de Porto Alegre; além disso, determinou-se a taxa de infecção das escaras e identificaram-se os tipos de germes encontrados nas culturas. Método: Realizou-se um estudo clínico prospectivo entre junho e outubro de 2007, em que foi realizada a coleta de "swab" e biópsia de pele em 25 pacientes, entre a primeira e a terceira semanas de internação. Resultados: Foram coletados 74 exames (37 "swabs" e 37 biópsias). A sensibilidade do "swab" foi de 100% e sua especificidade de 77,4%. Vinte por cento dos pacientes apresentaram infecção de pele, sendo o germe mais encontrado nas culturas (26,6%) o S. aureus. Conclusão: O "swab", quando for negativo, é um excelente exame para excluir a hipótese de infecção de pele.

Palavras-chave: Queimaduras. Testes de sensibilidade microbiana. Biópsia. Infecção dos ferimentos/microbiologia. Cirurgia plástica.

 

Sepsis in burn patient: microbiological and antimicrobial susceptibility study

Jefferson Lessa S. de Macedo, Simone C. Rosa, Kátia Cilene S. Macedo, João Barberino Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(4):220-224 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

The study was done between burn patients with sepsis, which were treated as in-patients at the Burn Unit of Hospital Regional da Asa Norte, Brasília, Brazil, from June of 2001 to February of 2005. One hundred thirty and nine (15.5%) patients had sepsis amongst 895 cases admitted to the Burn Unit during the period of study. They had single or less then/or four sepsis episodes amounting to a total of 171. Seventy-eight (56.1%) were males and the mean age was 21 years (range one year to 89 years). The total body surface area burned varied from seven to 88% with a mean of 34.0%. The primary foci of sepsis episodes were the burn wound (45.6%), the lung (10.5%), the intravascular devices (8.8%) and unknown source (35.1%). The most common bacteria isolated from the blood culture of the cases of sepsis were Staphylococcus sp. (65.2%), Acinetobacter sp. (12.3%), Pseudomonas aeruginosa (10.5%) and Enterobacter cloacae (7.6%). Eighty and seven (62.6%) patients had their first septicaemic episode either earlier or by one week postburn. S. aureus were isolated from 62 episodes of sepsis and amongst these, 19 (37.1%) were oxacillin resistant. All Staphylococcus were sensitive to vancomycin. In conclusion, the knowledge about the most prevalent bacteria and the antimicrobial sensitivity profiles would enable early treatment of imminent septic episodes with proper empirical systemic antibiotics, without waiting for culture results, thus improving the morbidity and mortality of burned patients with sepsis.

Keywords: Burns. Burn units. Sepsis. Cross infection

 

RESUMO

O estudo compreendeu os pacientes internados na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte, Brasília-DF, no período de 1º de junho de 2001 a 1º de fevereiro de 2005. Cento trinta e nove (15,5%) pacientes tiveram sepse, de um total de 895 queimados. Cada paciente teve um ou, no máximo, quatro episódios de sepse durante a internação, totalizando 171 episódios. Setenta e oito (56,1%) eram homens e a idade média foi 21 anos (variação de 1 a 89 anos). A superfície corporal queimada variou de 7 a 88%, com uma média de 34,0%. Os sítios de origem dos episódios de sepse foram: a ferida queimada (45,6%), o pulmão (10,5%), o cateter vascular (8,8%) e origem desconhecida ou não determinada (35,1%). As principais bactérias causadoras de sepse foram Staphylococcus sp. (65,2%), Acinetobacter sp. (12,3%), Pseudomonas aeruginosa (10,5%) e Enterobacter cloacae (7,6%). Oitenta e sete (62,6%) pacientes tiveram o primeiro episódio de sepse na primeira semana de internação. Em 62 episódios com isolamento de S. aureus, houve resistência à oxacilina em 37,1%. Todos estafilococos se mostraram sensíveis à vancomicina. Em conclusão, o conhecimento das bactérias prevalentes e da sensibilidade antimicrobiana facilitará a elaboração de protocolos de atendimento, esquemas antimicrobianos e medidas terapêuticas mais eficazes, contribuindo para diminuir a morbidade e a letalidade dos pacientes queimados, com sepse.

Palavras-chave: Queimaduras. Unidades de queimados. Sepse. Infecção hospitalar

 

Infectious complications and predictive factors of infection in burned patients

Jefferson Lessa Soares de Macedo, Simone Corrêa Rosa, João Barberino Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(1):34-38 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: Despite advances of the treatment of burns have decreased the letality rate and improved the quality of life of burned patients, infectious complication remain a major cause of death in burn victims. Objective: The purpose of this study was to determine the principal infectious complications and predictive factors of infection in burned patients. Method: Two-hundred and seventy-eight patients consecutively admitted to the Burn Unit of Hospital Regional da Asa Norte, during 2004, were included in this prospective study. All infections were registered, starting at the day of admittance. Only burn wound infections already present on admission were excluded. Infections were grouped in three major classes: blood stream infection (BSI), pneumonia and burn wound infection. The diagnosis of infection in burn patients is based on clinical and laboratory parameters. The criteria for infections were mainly based on those given by the Center for Disease Control, Atlanta, USA. Statistical methods used were test t, Chi-square analysis with Yates´correction and logistic regression analysis. Results: Twohundred and seventy-eight patients with burn injuries, consecutively admitted to the Burn Unit of Hospital Regional da Asa Norte, during 2004, one-hundred and eleven female and 167 male patients were included in the study. Median age for the 278 patients was 24 years (range 1-82). Median total body surface area burn was 14% (range 1-100%). Onehundred and fifty-two (54.7%) patients had flame injuries, 96 (34.5%) were scald injuries, 25 (9%) electrical injuries and 5 (1.8%) chemical injuries. The median length of stay was 12 days (range 1-86 days). Fourteen (5.0%) patients died during their stay in the burns Unit. Eighty-six patients had in total 148 infections, whereas 192 patients were not infected. Fifty-seven patients had 72 episodes of bloodstream infection (BSI). Eighteen (6.5%) patients developed pneumonia. Forty-nine (17.6%) patients had burn wound infections. After multivaried analysis, the most suitable predictive factors of infection in burned patients were total body surface area burn, length of stay, isolation of fungi on culture from swabs of burn wounds and surgical procedures. Conclusions: The majority of infections were bloodstream infections, followed by wound infections and pneumonia. The appropriate knowledge of predictive factors of infectious complications in burned patients permit estimate the probability of infection using the logistic regression equation. The use of this equation may provide better guidance for the diagnostic and therapeutic handling of these complications in burned patients.

Keywords: Burns. Infection. Bacterial infections

 

RESUMO

Introdução: Os avanços no tratamento de queimados têm reduzido as taxas de letalidade e melhorado a qualidade de vida das vítimas de queimaduras. Entretanto, as complicações infecciosas continuam sendo um desafio e uma das principais causas de óbito do queimado. Objetivo: Investigar as principais complicações infecciosas e os fatores preditivos de infecção em pacientes queimados. Método: O estudo foi conduzido durante 12 meses, compreendendo 278 pacientes que foram tratados em regime de internação hospitalar na Unidade de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte, Brasília, DF. As avaliações hematológicas, bioquímicas, microbiológicas e imunológicas foram realizadas, pelo menos, em intervalos semanais, durante a internação desses pacientes. A análise estatística foi feita por meio do teste t, qui-quadrado e regressão logística. Resultados: Dos 278 pacientes incluídos no estudo, 167 (60,1%) foram do gênero masculino. A média de idade foi 24 anos (variação de 1 a 82 anos). A média da superfície corporal queimada foi 14% (variação de 1 a 100%). Cento cinqüenta e dois (54,7%) tiveram queimaduras por chama aberta, 96 (34,5%) por líquidos quentes, 25 (9%) por eletricidade e 5 (1,8%) por agentes químicos. O tempo médio de internação foi 12 dias (variação 1 a 86 dias). Catorze (5,0%) pacientes morreram durante o estudo. Oitenta e seis pacientes tiveram um total de 148 infecções, enquanto 192 não tiveram infecção. Cinqüenta e sete (20,5%) pacientes apresentaram 72 episódios de infecção da corrente sangüínea. Dezoito (6,5%) pacientes desenvolveram pneumonia. Quarenta e nove (17,6%) pacientes tiveram infecção de ferida. Após a análise multivariada, os principais fatores preditivos de infecção em pacientes queimados foram: o tempo de internação, a superfície corporal queimada, o isolamento de fungos na ferida queimada e procedimentos cirúrgicos (desbridamentos e enxertias de pele). Conclusão: A maioria das infecções foi da corrente sangüínea, seguida por infecção da ferida e pneumonia. Um melhor conhecimento dos fatores preditivos para complicações infecciosas em pacientes queimados permite estimar a probabilidade de infecção usando uma equação de regressão logística. O conhecimento dessa probabilidade poderá facilitar o diagnóstico e o tratamento precoces dessas complicações, contribuindo para reduzir a morbidade e letalidade nesses pacientes.

Palavras-chave: Queimaduras. Infecção. Infecções bacterianas

 

Giant Hemangioma of the Hand in a Child - Case Report

Giovannini César A. L. de Figueiredo, Jason César A. de Figueiredo, Gustavo Enrique Guarín Figueroa, André Gonçalves de Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2000;15(3):59-66 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors discuss a case of hand giant hemangioma in a child, surgically treated with success. The frequency of this type of tumor in children, and the therapeutic options recommended by diffirent authors are discussed.

Keywords: Giant hemangioma; hand; child

 

RESUMO

Os autores descrevem um caso de hemangioma gigante na palma da mão de uma criança tratada cirurgicamente com bom resultado e discutem a freqüência deste tumor em crianças, assim como as condutas propostas por diferentes escolas.

Palavras-chave: Hemangioma gigante; mão; criança

 

Epidemiologic study of burn injuries in children admitted to the Burn Unit of the Hospital de Urgência de Sergipe

José Aderval Aragão; Marina Elizabeth Cavalcanti de Sant'Anna Aragão; Dulcilene Maria Filgueira; Rosane Milet Passos Teixeira; Francisco Prado Reis
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):379-382 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Burn wounds constitute one of the most serious types of trauma and are a major cause of unintentional death in children. The aim of this study was to determine the epidemiological profile of children experiencing burn wounds. METHODS: We conducted a retrospective study of burn patients admitted to the Burn Care Unit of the Hospital de Urgência de Sergipe from January 2004 to December 2006. RESULTS: Among the children admitted, there was a predominance for males (57.8%); most of the children (57.6%) were aged between 1 and 3 years. Heated liquid was the most common agent responsible for burns (71.6%), and second-degree burns were predominant (59.3%). The chest was the most commonly affected area (28.9%). CONCLUSIONS: The majority of pediatric burn injuries result from domestic accidents. Children, particularly those younger than 4 years, are the main victims, and heated liquids are the most common agents.

Keywords: Burns. Child. Epidemiology. Accident prevention. Burn units.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As queimaduras constituem-se em um dos tipos de trauma mais graves e uma das principais causas de morte não-intencional em crianças. O objetivo deste estudo foi traçar o perfil epidemiológico de crianças queimadas. MÉTODO: Foi realizado um estudo retrospectivo de pacientes vítimas de queimaduras que deram entrada na Unidade de Tratamento de Queimados, no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2006. RESULTADOS: Observou-se predominância das internações em indivíduos do sexo masculino (57,8%), a maioria das crianças atendidas (57,6%) tinha idade entre 1 ano e 3 anos, o líquido aquecido foi o mais frequente agente responsável pelas queimaduras (71,6%), predominaram as queimaduras de segundo grau (59,3%), e o tórax foi o local mais atingido (28,9%). CONCLUSÕES: A maioria das queimaduras constitui acidente doméstico, do qual as crianças são as principais vítimas, especialmente aquelas com menos de 4 anos de idade, e os líquidos aquecidos são os agentes mais comuns.

Palavras-chave: Queimaduras. Criança. Epidemiologia. Prevenção de acidentes. Unidades de queimados.

 

Demographic and etiologic profiles of patients hospitalized in a reference center for burn treatment in Mato Grosso do Sul

Teresinha de Jesus Abreu de Souza; Paulo Roberto Haidamus de Oliveira Bastos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):391-397 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The present study addressed the issue of hospitalization in 13 patients, children and adolescents, specifically focusing on burn patients admitted to a center for burn treatment. The objective of this study was to observe and analyze the perception of those involved in the treatment process in order to understand the relationship of the patient with pain and the treatment process with the quality of life in the hospital environment and with their self-image, and to collect information on the importance of prophylactic treatment on thermal trauma. METHODS: To meet the objectives of the research, we used the case study method with a qualitative approach. RESULTS: The results showed that most of the patients were male. The predominant etiologic agent was ethanol. The accidents caused burns of various severities, first- and second-degree burns in 1 patient, second- and third-degree burns in 7 patients, and third-degree burns in 5 patients. The length of hospitalization ranged from 15 to 75 days. The ages of the patients ranged from 1 year 8 months to 18 years. As to education, with the exception of the youngest patient, all attended the school network. Regarding socioeconomic level, most had a family income of up to 2 minimum wages, which was not sufficient. In general, only one person worked per family. CONCLUSIONS: The results demonstrate the need to provide guidance to parents, with educational programs and campaigns.

Keywords: Burns; Pain; Hospitalization; Quality of life; Accident prevention; Child; Adolescent.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O presente estudo abordou a questão da hospitalização de 13 pacientes, crianças e adolescentes, enfocando especificamente o paciente queimado internado em um Centro de Tratamento de Queimaduras. O objetivo foi o de observar e analisar a percepção dos envolvidos no processo de tratamento, para compreender a relação desse paciente com a dor, com o processo de tratamento, com a qualidade de vida no ambiente hospitalar e com sua autoimagem. Levantar informações que revelem a importância de um trabalho profilático do trauma térmico. MÉTODO: Para atender os objetivos da pesquisa, foi utilizado o método de investigação de Estudo de Caso com abordagem qualitativa. RESULTADOS: Os resultados apontaram uma maioria dos pacientes do sexo masculino. O agente etiológico predominante foi o etanol. Os acidentes causaram queimaduras de gravidades diversas, sendo 1 de 1º e 2º graus, 7 de 2º e 3º graus e 5 de 3º grau. O tempo de internação variou de 15 a 75 dias. As idades dos pacientes variaram entre 1 ano e oito meses a 18 anos. Quanto à escolarização, com exceção do paciente mais novo, todos frequentavam a rede de ensino. Quanto ao nível socioeconômico, a maioria tem uma renda familiar de até dois salários mínimos, que não são suficientes. De modo geral, encontra-se apenas uma pessoa trabalhando, por família. CONCLUSÕES: Os resultados pesquisados demonstram a necessidade de orientação aos pais, com programas educativos e campanhas de prevenção.

Palavras-chave: Queimaduras; Dor; Hospitalização; Qualidade de vida; Prevenção de acidentes; Criança; Adolescente.

 

Risk factors for positive margin during basal cell carcinomas resection

Rodrigo Campos Soares Quintas, André Luiz Figueiredo Coutinho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):116-119 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The main objective from surgical treatment of the cutaneous cancer is this complete excision, preserving the function and the best aesthetic result. Incomplete initial resection can result in important recurrence and damage. Objective: To analyze the risk factors for the positive margin during the resection of the basal cell carcinoma. Method: A survey of histopathologic specimens from 211 operated patients, carrying of basal cell carcinoma, was analyzed and, among those with edges compromised in the result, the association of positive margins with tumor size, clinical type, histological subtype and topography was evaluated. Results: 310 neoplasms had been removed, being 276 basal cell carcinomas. The prevalence of positive margin was 8%. Ulcerated type and located in face had had a higher incidence of positive margins, however without statistical meaning. Tumors greater than 2cm in size and the infiltrative and metatipical basosquamous histological subtypes had appeared strongly related with incomplete resection of this tumor, with statistical significance. Conclusion: In our casuistry, the tumors greater than 2cm in size and the infiltrative and metatypical basosquamous histological subtypes had been the main risk factors related to the incomplete excision of basal cell carcinomas.

Keywords: Carcinoma, basal cell/surgery. Skin neoplasms. Risk factors. Neoplasm, residual.

 

RESUMO

Introdução: O objetivo principal do tratamento cirúrgico dos carcinomas cutâneos é a remoção completa da lesão, preservando-se a função e o melhor resultado estético possível. O comprometimento de margens cirúrgicas após um tratamento inicial inadequado pode resultar em recorrências e seqüelas importantes. Objetivo: Analisar os fatores de risco para o comprometimento de margens cirúrgicas nas ressecções dos carcinomas basocelulares. Método: Foi realizado um levantamento de laudos histopatológicos de 211 pacientes operados, portadores de carcinoma basocelulares e, dentre aqueles com margens comprometidas no resultado, foi avaliada a associação com diâmetro da lesão, tipo clínico, tipo histológico e topografia. Resultados: Foram ressecadas 310 neoplasias, sendo 276 carcinomas basocelulares. A prevalência de margens comprometidas foi 8%. As lesões ulceradas e localizadas na face tiveram incidência maior de comprometimento de margens cirúrgicas, porém sem significado estatístico. Os tumores com diâmetro maior que 2cm e os subtipos histológicos infiltrante e metatípico apareceram fortemente relacionados à ressecção incompleta da lesão, com dados estatisticamente significantes. Conclusão: Em nossa casuística, o diâmetro das lesões maior que 2cm e os tipos histológicos infiltrante e metatípico foram os principais fatores de risco relacionados ao comprometimento de margens cirúrgicas após ressecção de carcinomas basocelulares.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular/cirurgia. Neoplasias cutâneas. Fatores de risco. Neoplasia residual.

 

Infectious complications in burn patients

Jefferson Lessa Soares de Macedo, João Barberino Santos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(2):108-111 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Despite advances of the treatment of burns have decreased the letality rate and improved the quality of life of burned patients, infectious complication remain a major cause of death in burn victims. Few patients are as susceptible to the development of infections as burn patients. Severe dysfunction of the immune system, a large cutaneous colonization, the possibility of gastrointestinal translocation, a prolonged hospitalization and invasive diagnostic and therapeutic procedures, all contribute to infections.

Keywords: Burns, microbiology. Burns, complications. Infection. Bacterial infections

 

RESUMO

Os avanços no tratamento de queimados têm reduzido as taxas de letalidade e melhorado a qualidade de vida das vítimas de queimaduras. Entretanto, as complicações infecciosas continuam sendo um desafio e uma das principais causas de óbito do queimado. Além da extensão da superfície corporal queimada, que acarreta alteração estrutural na cobertura cutânea com grande carga de colonização bacteriana, outros fatores favorecem as complicações infecciosas nos queimados: a imunossupressão decorrente da lesão térmica, a possibilidade de translocação bacteriana gastrintestinal e a internação prolongada. Também, o uso de cateteres e tubos, ou seja, os procedimentos invasivos diagnósticos e terapêuticos que levam ao comprometimento das defesas naturais do hospedeiro, favorecem a ocorrência de infecção.

Palavras-chave: Queimaduras, microbiologia. Queimaduras, complicações. Infecção. Infecções bacterianas

 

Prognostic factors for recurrence in basal cell carcinoma of the face

FELIPE FERREIRA LARANJEIRA; ANA GABRIELA PERICOLO NUNES; HENRIQUE MONTEIRO DE OLIVEIRA; GERALDO MACHADO; LUIS FERNANDO MOREIRA; OLY CAMPOS CORLETA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):37-39 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Basal cell carcinomas are very prevalent; although indolent, these tumors have a significant potential for local invasion. The aim of this study was to determine the risk factors of these tumors according to recurrence risk areas on the face. All consecutive cases of primary surgical resections between Jan. 2013 and Jan. 2014 at Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) were reviewed. Method of reconstruction, graft or flap, the low or high-risk areas of the face and histological proof of basal cell carcinomas were considered. Of the 539 cases analyzed, 19 (3,5%) recurred within the first 30 months. Lateral or deep surgical compromised margins showed a significantly increased risk (RR 3.0) to relapse and decrease recurrence free period. Greater attention to excision margins and at least 36 months, is considered appropriate as follow-up of these cases in a University Attached Hospital such as HCPA.

Keywords: Basal cell carcinoma; Face; Local neoplasm recurrence; Risk factors; Minor surgical procedures

 

RESUMO

Carcinomas basocelulares (CBCs) são muito prevalentes; embora indolentes, esses tumores possuem um potencial significativo de invasão local. O objetivo deste trabalho foi determinar os fatores de risco desses tumores de acordo com as áreas de risco para recidiva na face. Foram revisados os prontuários de pacientes que foram submetidos a exérese primária entre 2013 e 2014 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), na face, que tivessem exame anatomopatológico com diagnóstico estabelecido de CBCs. Dos 539 casos analisados, 19 (3,5%) apresentaram recidiva dentro dos primeiros 30 meses. Margens cirúrgicas radiais ou profundas comprometidas apresentaram risco significativamente aumentado (RR 3.0) para recidiva e diminuição do tempo livre de recidiva. Maior atenção às margens de excisão e pelo menos 36 meses, são considerados follow-up adequado para controle desses casos em Hospital-escola e terciário como o HCPA.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Face; Recidiva; Fatores de risco; Procedimentos cirúrgicos menores

 

Risk factors for infection in burn in children and adolescents: a cohort study

Joyce de Sousa Fiorini Lima; Eduardo Araújo de Oliveira; Ana Carolina Ribeiro Assis Araújo; Matheus Moura de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):545-553 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Prevention of infection in burned patients poses great challenges such as infection, which constitutes the most common cause of mortality after burn injury. An analysis of burned patients younger than 20 years-old was performed prospectively to identify the incidence of nosocomial infection (NI) and risk factors for N. We included in the study those admitted and treated from January 2012 to December 2012 at a public burn unit in Brazil. METHODS: A total of 136 patients admitted at Burn Care Unit during the study period fulfilled inclusion criteria. We collected information related to NI and epidemiological data. RESULTS: Most patients were male (63.2%) and non-white (57.4%). Patients' mean age was 7.64 years. Scalding was the most frequent causal agent (45.6%). The mean body surface area (BSA) was 15.7%. Most of patients (80.9%) had two or more damaged areas. Surgical treatment with grafts was needed in 69 cases (50.7%). Infection was seen in 59 cases (43.4%), and sepsis in 27 (19.8%). Cultures were positive in 22.8%, and Staphylococcus aureus was the most frequent isolated agent (31.2%) found. Antimicrobial drugs were used in 45.6% of patients. The mean length of hospital stay was 22.36 days and mortality rate was 2.5%. According to the statistical analysis there was an association between infection and admission to the Intensive Care Unit (ICU), invasive procedures, grafts, length of hospital stay and BSA. CONCLUSION: Risk factors for infection in burn patients are length of hospital stay, BSA, invasive procedures, admission at ICU and grafts.

Keywords: Burns; Infection; Child; Adolescent; Risk factors.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A prevenção de infecções em pacientes queimados é grande desafio, pois trata-se da causa mais comum de mortalidade após queimaduras. Um estudo prospectivo em 136 pacientes queimados menores de 20 anos, internados e tratados entre janeiro e dezembro de 2012, foi realizado para identificar a incidência e fatores de risco para infecção hospitalar (IH). MÉTODOS: Pacientes internados na Unidade de Tratamento de Queimados que aceitaram participar e preencheram os critérios de inclusão, participaram do estudo. Foram coletadas informações referentes à IH e dados epidemiológicos durante o período de internação. RESULTADOS: Do total dos pacientes, a maioria era do gênero masculino (63,2%) e não branco (57,4%). A média de idade foi 7,64 anos. Escaldadura foi o agente causal mais frequente (45,6%). A média de superfície corporal queimada (SCQ) foi 15,7%. A maioria dos pacientes (80,9%) apresentou duas ou mais áreas acometidas por queimadura. O tratamento cirúrgico com enxertos foi necessário em 69 casos (50,7%). Ocorreu infecção em 59 pacientes (43,4%) e sepse em 27 (19,8%). As culturas foram positivas em 22,8% e Staphylococcus aureus foi o agente isolado mais frequente (31,2%). Antimicrobianos foram usados em 45,6% dos pacientes. O tempo médio de permanência hospitalar foi 22,36 dias e a taxa de mortalidade 2,5%. Houve associação entre infecção e admissão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), monitorização invasiva, enxertos, tempo de internação hospitalar e SCQ. CONCLUSÃO: Os fatores de risco para infecção em queimaduras são: tempo de internação hospitalar, superfície corporal queimada, monitorização invasiva, internação em UTI e enxerto.

Palavras-chave: Queimaduras; Infecção; Criança; Adolescente; Fatores de risco.

 

Orbit exenteration in patients with basal cell carcinoma of the eyelids: Clinical cases

MELIZZA COLELLO GOMEZ; NATALIA CORTABARRIA; NICOLAS URROZ; TANIA LENA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):51-53 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Basal cell carcinoma (CBC) is the most frequent tumor of the eyelid of cutaneous origin, characterized by slow growth, local invasion and low percentage of metastasis. In advanced stages with deep invasion, surgical oncological treatment may require orbital exenteration. The objective is to describe the diagnostic and therapeutic process in cases of CBC in which orbital exenteration was performed.
Method: We present two clinical cases of patients from the University Hospital, with locally advanced CBC, whose oncological surgical treatment required orbital exenteration.
Results: In both cases the diagnosis was CBC stage IV, indicating orbital excision. In one case, it was reconstructed with a temporary muscle flap and, in the other, a frontal dermal-fat flap was also performed.
Conclusions: CBC is the most frequent tumor in the eyelid, topography in which surgical treatment may require orbital exenteration in locally advanced cases.

Keywords: Reconstruction; Basal cell carcinoma; Eyelid neoplasms; Eye evisceration; Risk factors

 

RESUMO

Introdução: O carcinoma basocelular (CBC) é o tumor mais frequente da pálpebra de origem cutânea, caracterizado por crescimento lento, invasão local e baixo percentual de metástase. Em estágios avançados com invasão profunda, o tratamento cirúrgico oncológico pode exigir exenteração orbital. O objetivo é descrever o processo diagnóstico e terapêutico nos casos de hemograma em que foi realizada a exenteração orbital.
Método: Apresentamos dois casos clínicos de pacientes do Hospital Universitário, com hemograma completo localmente, cujo tratamento cirúrgico oncológico exigiu exenteração orbital.
Resultados: Em ambos os casos, o diagnóstico foi de CBC estágio IV, indicando excisão orbitária. Em um caso, foi reconstruído com retalho muscular temporário e, no outro, também foi realizado retalho dermograsal frontal.
Conclusão: A CBC é o tumor mais frequente na pálpebra, topografia em que o tratamento cirúrgico pode exigir exenteração orbitária em casos localmente avançados.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Neoplasias palpebrais; Evisceração do olho; Reconstrução; Fatores de risco

 

Risk factors of burn injury and prevention methods in the elderly

Rodrigo Vieira Silva; Carmelia Matos Santigo Reis; Maria Rita Carvalho Garbi Novaes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):461-467 - Reviw Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: As the population ages, the elderly become more susceptible to burn injuries. Studies that assess the epidemiological data and risk factors of burn injuries in the elderly are valuable tools to evaluate the strategies developed with the aim of preventing these injuries. OBJECTIVE: We aimed to describe the risk factors of burn injury and prevention methods in the elderly. In addition, we aimed to determine the correlation between the risk factors and the epidemiological data on the incidence and mortality from studies published in the literature worldwide. METHODS: In the literature review, we consulted 21 articles published between January 2000 and December 2012 in 4 continents from the following databases: Lilacs, Medline, PubMed, Cochrane, and ScienceDirect. RESULTS: We selected 21 articles from 4 continents. The research period ranged from 2 to 28 years. The number of elderly patients ranged from 45 to 308. Their mean age ranged from 64.5 to 85 years. The predominant accident site was the place of residence (68% to 98%), with the kitchen being the most prevalent location (17% to 65%), followed by the bathroom (9% to 31%). The main causes were direct fire or flammable liquids (29% to 73%) and scalding (17% to 66%). Injury by inhalation was found in 12% to 41% of the elderly, with mortality ranging from 6% to 65%. CONCLUSION: We conclude that the place of residence is the most important and prevalent location of burn injuries in the elderly. Therefore, preventive measures against burn injuries in this type of environment should be intensified.

Keywords: Burn injury; Elderly; Risk factors; Primary prevention.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Com o envelhecimento populacional, os idosos estão sujeitos a aumento dos traumas por queimadura. Estudos que realizam mensuração de dados epidemiológicos e fatores de risco de queimadura em idosos são um recurso importante para avaliar resultados de tratamento e desenvolvimento de estratégias que visem à prevenção. OBJETIVO: Descrever os fatores de risco e os métodos de prevenção de queimadura em idosos, correlacionando-os aos dados epidemiológicos de incidência e mortalidade em estudos publicados na literatura mundial. MÉTODO: Na revisão da literatura realizada, foram consultados 21 artigos de 4 continentes nas bases de dados: Lilacs, Medline, PubMed, Cochrane e ScienceDirect, de janeiro de 2000 a dezembro de 2012. RESULTADOS: Foram selecionados 21 artigos de 4 continentes. O período variou de 2 anos a 28 anos. O total de pacientes idosos variou de 45 a 308. A idade média foi de 64,5 a 85 anos. O gênero foi descrito em 18 trabalhos, sendo 1132 homens e 1076 mulheres. O local predominante do acidente foi a residência (68 a 98%), com a cozinha sendo a localidade prevalente (17 a 65%), seguindo o banheiro em 9 a 31%. Os agentes principais foram o fogo direto ou líquidos inflamáveis (29 a 73%) e a escaldadura (17 a 66%). Lesão por inalação foi encontrada em 12 a 41% dos idosos e a mortalidade variou de 6 a 65%. CONCLUSÃO: Conclui-se que a residência é o local de maior importância e prevalência da queimadura em idosos e devem ser intensificadas as medidas de prevenção deste acidente neste ambiente.

Palavras-chave: Fatores de risco; Idosos; Prevenção primária; Queimaduras.

 

Simultaneous treatment of sacral and ischial pressure ulcers with a single flap: case presentation

ANTONIO CHIQUETTI; RENATO DA SILVA FREITAS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):595-598 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Pressure ulcers are alterations of the integrity of the skin and underlying tissues, caused by pressure, more commonly on bony prominences, especially in areas devoid of sensitivity, which lead to necrosis and ulceration. Data from the international literature estimate that 3-14% of hospitalized patients develop pressure ulcers. We herein describe the simultaneous correction of extensive sacral and ischial ulcers in a young paraplegic patient, using a gluteus maximus fasciomyocutaneous flap from the posterior aspect of the thigh.

Keywords: Myocutaneous; Pressure ulcer; Paraplegia; Muscle spasticity; Risk factors

 

RESUMO

Úlceras de pressão são alterações da integridade da pele e tecidos subjacentes, causadas por pressão, mais usualmente sobre proeminências ósseas, especialmente em áreas desprovidas de sensibilidade, levando à necrose e ulceração. Dados da literatura internacional estimam que 3 a 14% dos pacientes hospitalizados desenvolvem úlceras de pressão. Descrevemos a correção simultânea de úlceras sacral e isquiática extensas em paciente paraplégico jovem utilizando retalho fasciomiocutâneo de glúteo máximo e de face posterior da coxa.

Palavras-chave: Retalho miocutâneo; Lesão por pressão; Paraplegia; Espasticidade muscular; Fatores de risco

 

Epidemiological study of burns in children treated at a tertiary hospital in São Paulo

Lincoln Saito Millan; Rolf Gemperli; Fernando Melhado Tovo; Thiago Jung Mendaçolli; David Souza Gomez; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):611-615 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: This study describes the experience with the care of burned children in the Burn Treatment Unit, Division of Plastic Surgery, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Hospital of the Faculty of Medicine, University of São Paulo - HCFMUSP) over 15 consecutive months. METHODS: The data of 98 patients up to 13 years of age treated in the Burn Treatment Unit of HCFMUSP from October 2009 to December 2010 were analyzed. RESULTS: The average age of the children was 5.2 years; 67 (68.4%) were boys. Accidents were responsible for burns in 93 (94.9%) cases, whereas 1 (1%) case of burns was caused by aggression. There was a higher incidence of burns in children under 2 years of age. The main agent causing burns was hot liquids (48%), followed by fire (17%) and hot solids (17%). The mean body surface area affected by second-and third-degree burns was 10%. Six (6.1%) patients had burns over more than 20% of their body surface area - 5 (83.3%) of them had burns due to burning alcohol and 1 (16.7%) due to scalding water. All cases in which more than 30% of the body surface was affected by second- and third-degree burns were due to alcohol burns. CONCLUSIONS: This survey demonstrates the importance of burn injuries in pediatric patients. The dataset suggests prevention efforts should focus on the domestic environment, particularly against scalding in children less than 5 years of age. In children older than 5 years, prevention programs should focus on both domestic and extradomestic environments.

Keywords: Burns. Child. Accident prevention.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo é descrever a experiência da Unidade de Tratamento de Queimados da Divisão de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), em 15 meses consecutivos, no atendimento às crianças queimadas. MÉTODO: Foram analisados os dados de 98 pacientes, com idade < 13 anos, atendidos na Unidade de Tratamento de Queimados do HCFMUSP, de outubro de 2009 a dezembro de 2010. RESULTADOS: A média de idade das crianças atendidas foi de 5,2 anos, sendo 67 (68,4%) do sexo masculino. Os acidentes foram responsáveis por 93 (94,9%) casos, enquanto em 1 (1%) caso ocorreu agressão. Observou-se maior ocorrência de queimaduras em crianças com até 2 anos de idade. O principal agente da queimadura foi escaldadura (48%), seguido de fogo (17%) e sólido aquecido (17%). A média da superfície corpórea queimada de 2º e 3º graus foi de 10%. Seis (6,1%) pacientes apresentaram > 20% da superfície corpórea queimada, 5 (83,3%) deles por combustão de álcool e 1 (16,7%) por escaldo com água. Entre os 3 casos em que a superfície corpórea queimada de 2º e 3ºgraus foi > 30%, todos ocorreram por combustão de álcool. CONCLUSÕES: O levantamento demonstra a importância da queimadura em pacientes da faixa etária pediátrica. O con-junto de dados obtidos permite inferir que os esforços de prevenção devem se concentrar no ambiente doméstico, contra a possibilidade de ocorrência de escaldaduras nas crianças com < 5 anos de idade. A partir dos 5 anos, as campanhas devem abordar tanto o ambiente doméstico como o extradoméstico.

Palavras-chave: Queimaduras. Criança. Prevenção de acidentes.

 

Pseudoangiomatous stromal hyperplasia: rare case in an 11-year-old girl

Rafael Alves Tumeh; Miguel Sabino Neto; Ana Lúcia Cunha; Mayara Mytzi de Aquino Silva; Henrique Ribeiro de Paula; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):295-298 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Pseudoangiomatous stromal hyperplasia is a benign disease characterized by excessive proliferation of fibroblasts and myofibroblasts, which can lead to significant breast growth. The presentation is rare, especially among young women and cases requiring mastectomy. This report describes a rare case of an 11-year-old female patient with rapidly progressing mammary hypertrophy, who needed mastectomy and then mammoplasty for complete social integration.

Keywords: Breast; Mammoplasty; Mastectomy; Child

 

RESUMO

A Hiperplasia Estromal Pseudoangiomatosa (PASH) é uma doença benigna caracterizada pela proliferação excessiva de fibroblastos e miofibroblastos, podendo levar a um crescimento mamário importante. A apresentação é rara, em especial ocasionando necessidade de mastectomia em pacientes jovens. O estudo apresentou o relato de caso raro de uma paciente de 11 anos de idade, com hipertrofia mamária de rápida progressão, com necessidade de mastectomia e posteriormente mamoplastia de aumento para completa reinserção social.

Palavras-chave: Mama; Mamoplastia; Mastectomia; Criança.

 

Electrical burns of the lip in child: case report and review of the literature

Cynthia Ottaiano R. Almeida, Manoel Pereira S. Neto, Luiz Humberto T. Chaem, Adriano Batista Peduti, André Ratto Colombo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):559-562 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

Electric burn injuries in lips are rare (5.6% - 7% are the range of occurrences), even in children, never the less statistics shows that male patients are two times more likely to suffer this burns. Due to the fact, that this cases are uncommon they often have difficult and contradictory first aid protocols, as well as in the following treatment. This text reports a two-year-old-female patient who had a lip burn injury. The patient had suffered a surgical proceeding 10 days after the burn took place and also had presented a satisfactory functional evolution, 8 months later.

Keywords: Burns, electric. Lip/injuries. Mouth/injuries. Child.

 

RESUMO

Queimaduras elétricas em lábios são raras (5,6% - 7% dos casos de queimadura elétrica), mesmo em crianças, sendo o sexo masculino duas vezes mais atingido. Por serem incomuns, são de difícil e contraditório manejo no atendimento inicial e no tratamento das sequelas. No presente trabalho é descrito um caso de queimadura elétrica em lábio em uma paciente de 2 anos. Foi submetida a tratamento cirúrgico 10 dias após a queimadura e apresentou resultado estético e funcional satisfatório após 8 meses de evolução.

Palavras-chave: Queimaduras por corrente elétrica. Lábio/lesões. Boca/lesões. Criança.

 

Bell's palsy subsequent to rhytidectomy

Cristiano D. Silveira Ramos; Marcelo Wilson Rocha Almeida; Leonardo Fernandes de Souza Aguiar; Marcelo Chemin Cury
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):370-373 - Case Reports

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: The peripheral facial palsy is a disease that can leave significant aesthetical and functional sequelae in patients. According to medical literature, Bell's palsy (BP) is the most common cause, representing from 50 to 80% of the cases. However, it must be considered as an exclusion diagnosis. A slightly higher prevalence is estimated in women and its incidence is bimodal with peaks in the third and eighth life decades. Most patients recover within weeks, though a worsening degree may be common in the first 48 hours. Treatment must be performed to prevent complications and the medical procedures are not universally accepted. The following have been mentioned as BP risk factors: arterial hypertension, mellitus diabetes, pregnancy, puerperium and infection caused by type I herpes virus. Although there are several BP associated risk factors, regarding face-lifting surgery there is only one reported case in medical literature. Case Report: In the present study, the authors describe the second case of Bell's palsy after face-lifting surgery.

Keywords: Facial paralysis. Bells palsy. Facial nerve. Risk factors. Treatment.

 

RESUMO

Introdução: A paralisia facial periférica é uma entidade que pode deixar sequelas estéticas e funcionais importantes nos pacientes. De acordo com a literatura, a paralisia de Bell (PB) é a causa mais comum, representando de 50 a 80% dos casos. Porém deve ser considerada como diagnóstico de exclusão. Estima-se uma prevalência ligeiramente maior entre as mulheres e sua incidência é bimodal, com picos na terceira e oitava décadas de vida. A maioria dos pacientes evolui para a recuperação dentro de algumas semanas, embora seja comum uma piora do quadro nas primeiras 48 horas. O tratamento deve ser realizado no sentido de prevenir complicações e as condutas medicamentosas não estão consagradas. Como fatores de risco para a PB têm sido relatados hipertensão arterial, diabete mellitus, gravidez, puerpério e infecção pelo vírus herpes tipo I. Embora existam vários fatores de risco associados à PB, em relação à cirurgia de face-lifting existe apenas um caso relatado na literatura. Relato do Caso: No presente estudo, os autores descrevem o segundo caso de paralisia de Bell após a cirurgia de face-lifting.

Palavras-chave: Paralisia facial. Paralisia de Bell. Nervo facial. Fatores de risco. Tratamento.

 

Tratamento da hipertrofia de pequenos lábios vaginais na adolescência - experiência atual do Hospital da Criança Santo Antônio da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre

Caroline Battisti; Leonardo Milanesi Possamai; Flavio de Freitas Neto; Felipe Bilhar Fasolin; Paulo Eduardo Krauterbluth Solano Junior; Pedro Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):175-177 - Tronco I

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: A hipertrofia dos pequenos lábios vaginais, na maior parte dos casos, tem etiologia congênita, porém pode se desenvolver com o envelhecimento e após o uso de hormônios ou quadros de inflamação cutânea crônica. O objetivo é descrever três casos de pacientes com hipertrofia de pequenos lábios vaginais submetidas ao tratamento cirúrgico e revisão da literatura. MÉTODO: Foi realizada a revisão dos prontuários das pacientes e a revisão bibliográfica foi efetuada na base de dados PubMed. RESULTADOS: As pacientes foram avaliadas no ambulatório de Cirurgia Plástica Pediátrica do Hospital da Criança Santo Antônio da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, sendo proposto o tratamento cirúrgico. A técnica cirúrgica utilizada foi a descrita por Gary J Alter, em 2008. CONCLUSÃO: As pacientes podem apresentar importante dano psicológico associado à baixa autoestima; assim, o tratamento cirúrgico pode ser uma boa opção terapêutica após criteriosa avaliação ambulatorial.

Palavras-chave: Adolescente; Genitália feminina; Hipertrofia.

 

Support

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license