ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 367 result(s)

Search for : Reconstrução; Lábio; Retalhos cirúrgicos; Pescoço

Reconstrução microcirúrgica de lábio inferior em avulsão por mordedura humana: relato de caso

GUSTAVO EMILIO LLANO CABRERA; MARIA CAROLINA ANTONY FEITOZA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):2-3 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: A reconstrução labial representa sempre um grande desafio, considerando as dimensões da perda tecidual e o restabelecimento da funcionalidade da boca.
Método: Apresentamos o relato de um caso de um paciente de 35 anos, vítima de agressão por mordedura humana, com avulsão de 70% do lábio inferior, que foi submetido à reconstrução com retalho grácil microcirúrgico.
Resultados: Não houve perda do retalho, a resposta motora foi boa, mantendo competência oral na alimentação e adequada forma labial, considerando o aspecto estético.
Conclusões: A técnica do retalho microcirúrgico do músculo grácil, possibilitou o restabelecimento da função da boca, de forma segura, sem cicatrizes adicionais perioral e nasal.

Palavras-chave: Lábio/cirurgia; Microcirurgia; Retalhos cirúrgicos

 

Radial Forearm Flap Experience in 15 Cases of Microsurgical Face and Neck Reconstruction

Edgard Rocha Silva, Roberto Zimmer Prados, Alberto Gonçalves Camargos, Diva Novy Barbosa Chaves, Lucília Brigato Paviato
Rev. Bras. Cir. Plást. 1999;14(1):35-42 - Articles

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Due to its fair, fine texture and hairless skin, and its thin subcutaneous tissue, the radial forearm flap has been largely utilized in face and neck reconstructions. We analized retrospectively our patients who had been submitted to face and neck reconstructions with this flap. From 1994 to 1998) we operated on fourteen patients, including eight women and six men. Their ages ranged from 13 to 63 years old. One patient was operated on 2 times) totalizing 15flaps. The facial vessels were utilized for 87% of the microvascular anastomosis. In all of the cases we set on a reverse flux. The donor site was covered with a thigh split thickness skin graft. The microvascular anastomosis was successful in 93% of the cases. There were only two complications (13%). In one case the venous anastomosis trombosed and the flap suffired total necrosis. The area was successfully reconstructed with the contralateral flap. Another patient suffired a parcial necrosis of the split thickness skin graft at the donor site, which was closed by secondary intention. These results stress the choice of the radial forearm flap as one of the best in face and neck microsurgical reconstructions. The main shortcoming is the unpleasant scar in the donor site.

Keywords: Forearm; surgical flaps; case report; head and neck reconstruction.

 

RESUMO

Por apresentar pele clara, de textura fina, com poucos pêlos e tecido subcutâneo pouco espesso, o retalho radial do antebraço tem sido largamente utilizado nas reconstruções da face e do pescoço. Fizemos uma análise retrospectiva dos nossos pacientes submetidos a reconstruções de face e pescoço com esse retalho. Durante o período de 1994 a 1998, operamos quatorze pacientes, sendo oito mulheres e seis homens. A idade deles variou de 13 a 63 anos. Um paciente foi operado duas vezes, totalizando 15 retalhos. A a. facial e sua veia comitante foram utilizadas em 87% das anastomoses microvasculares. Em todos os casos estabelecemos fluxo reverso. A área doadora foi coberta com enxerto de pele parcial da coxa. Obtivemos sucesso em 93% das anastomoses microvasculares. Houve apenas duas complicações (13%). Em um caso ocorreu trombose venosa com necrose do retalho, sendo a área reconstruída com o retalho contralateral, que se manteve viável. Outra paciente sofreu perda parcial do enxerto de pele no antebraço, evoluindo com cicatrização por segunda intenção. Os resultados obtidos reforçam a escolha do retalho radial do antebraço como um dos melhores nas reconstruções microcirúrgicas de face e pescoço. Seu principal inconveniente é a cicatriz evidente na área doadora.

Palavras-chave: Antebraço; retalhos cirúrgicos; relato de caso; reconstrução de cabeça e pescoço

 

Use of a transverse submandibular cervical flap in the repair of defects of the middle third of the face

Ricardo Thompson Nóra; Rafael Clark de Oliveira Piteri; Érika Renata Motinaga Sunahara; Maria Fernanda Cavalini Barbosa; Ana Carolina Morais Fernandes; Igor Copi; José Álvaro Lourenço Gasques; Antônio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):374-380 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The need for large amounts of skin and subcutaneous tissue makes it complex to repair extensive defects of the middle third of the face. Aiming to reduce morbidity and attain good aesthetic-functional outcomes, Ariyan and McGrath and, subsequently, Behan et al. proposed reconstruction techniques that use transverse and submandibular cervical flap, respectively. Such flaps have fair amounts of tissue and are associated with low morbidity in the donor area. The present authors propose and describe a variant of the Behan flap for use in the reconstruction of large defects of the middle third of the face. METHODS: We conducted a retrospective study of 8 cases of reconstruction with transverse submandibular cervical flaps for defects of the middle third of the face, conducted between June 2011 and December 2013. The following parameters were analyzed: possible results, and early and late complications. RESULTS: Eight patients with a mean age of 73.5 years were included. All of the patients presented aesthetic-functional satisfactory results. Among the early complications, vascular congestion occurred in 3 patients in the first week with spontaneous resolution, and salivary fistula occurred after tumor resection in 1 patient. With regard to late complications, scar retraction was observed, manifested by either by ectropion (2 patients) or labial retraction (1 patient). CONCLUSION: Randomized transverse submandibular cervical flaps with axial pedicles may be considered as another option for reconstruction of defects of the middle third of the face.

Keywords: Surgical flaps; Head and neck cancer; Reconstruction; Plastic surgery; Elderly; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As reparações de defeitos extensos do terço médio da face, ao necessitarem de grandes quantidades de pele e subcutâneo, tornam-se complexas. Buscando reduzir morbidade e associar bom resultado estético-funcional, Ariyan & McGrath e, posteriormente, Behan et al. propuseram reconstruções a partir de retalhos transversos cervicais e cérvico-submandibulares, respectivamente. Tais retalhos dispõem de boas quantidades de tecidos e baixa morbidade da área doadora. Os autores propõem e descrevem uma variante do retalho de Behan para reconstruções de grandes defeitos no terço médio de face. MÉTODOS: Foi realizado um estudo retrospectivo de 8 casos de reconstrução do terço médio da face pelo retalho cérvico-submandibular transverso, no período de junho de 2011 a dezembro de 2013. Os parâmetros analisados foram: resultados possíveis e complicações precoces e tardias. RESULTADOS: Foram operados 8 pacientes, com média de idade de 73,5 anos. Todos os pacientes apresentaram resultados estético-funcionais satisfatórios. Dentre as complicações precoces, 3 pacientes apresentaram congestão vascular na primeira semana com resolução espontânea e 1 apresentou fistula salivar consequente à ressecção tumoral. Em relação às complicações tardias, a retração cicatricial foi a complicação observada, manifestada por ectrópio (2 pacientes) e retração labial (1 paciente). CONCLUSÃO: O retalho cérvico-submandibular transverso randomizado e com pedículos axiais é mais uma opção para reconstruções de defeitos do terço médio da face.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Neoplasias de cabeça e pescoço; Reconstrução; Cirurgia plástica; Idoso; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Lip reconstruction after tumor resection

Pedro Leonardo Sanches Faveret
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):206-218 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Reconstruction of lip defects is popular owing to lip location and its anatomy. Thus, the objective of this work was to discuss the best options available for lip reconstruction. Methods: This retrospective study included 50 patients who had undergone primary upper and lower lip reconstruction using local flaps, between January 2000 and January 2014. The defects were divided according to their location and size: defects affecting up to 1/3 of the lip and affecting more than 1/3 of the lip. The postoperative follow-up varied from 2 months to 3 years. Results: Patient age ranged from 22 to 91 years. Most patients were in their seventies. Of the 50 reconstructions performed, 33 were in the lower lip (66%) and 17 in the upper lip (34%). For small defects affecting up to 1/3 of the lip, simple sutures were used (23 cases). The other 27 cases, in which more than 1/3 of the lip was affected, required interventions of different complexities. Conclusion: When repairing defects up to 1/3 of the lower lip, the direct suture is the most suitable option. For defects affecting more than 1/3 of the lower lip, the Gillies and the Karapandzic flaps should be chosen instead, as they are reliable and allow the reestablishment of lip functionality. For defects affecting > 50% of the lip, and the Gillies and the Karapandzic flaps should not be considered, specifically to avoid microstomia.

Keywords: Lip; Surgery; Reconstruction.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O interesse antigo na reconstrução dos defeitos labiais pode ser explicado pela sua localização e pela singularidade da sua anatomia. Assim, o objetivo deste trabalho é discutir as melhores alternativas para a reconstrução labial. MÉTODOS: Foi realizada uma análise retrospectiva de 50 casos submetidos à reconstrução primária dos lábios superior e inferior com o emprego de retalhos locais, no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2014. Os defeitos foram divididos quanto à sua localização e quanto ao tamanho: defeitos que acometem até 1/3 do lábio e mais de 1/3 do lábio. O período de acompanhamento pósoperatório variou de 2 meses a 3 anos. RESULTADOS: A idade dos pacientes variou entre 22 e 91 anos. A maior incidência foi na 7ª década de vida. Dentre as 50 reconstruções realizadas, 33 foram no lábio inferior (66%) e 17 no lábio superior (34%). Para defeitos pequenos, de até 1/3 do lábio, empregou-se a sutura simples (23 casos). Os demais 27 casos, cujos defeitos eram maiores que 1/3 do lábio, exigiram procedimentos com graus variáveis de complexidade. CONCLUSÕES: Para a reparação dos defeitos de até 1/3 do lábio inferior, a sutura direta é a melhor opção. Para a reconstrução de defeitos maiores que 1/3 do lábio inferior, devemos optar pelos retalhos de Gillies e Karapandzic, pois são confiáveis e capazes de restaurar a função labial. No caso de defeitos maiores que 50% do lábio, devemos evitar as técnicas de Gillies e Karapandzic, a fim de evitar a microstomia.

Palavras-chave: Lábio; Cirurgia; Reconstrução.

 

Use of fibular osteocutaneous flaps in microsurgical reconstruction of complex mandibular defects

Igor Felix Cardoso; Juliano Carlos Sbalchiero; Analice Soares Batista; Bianca Maria Barros Ohana; Rodolfo Chedid; Gustavo Felix Cardoso; Paulo Roberto de Albuquerque Leal
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):42-47 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The fibular osteocutaneous free flap is, in most situations, the first choice for reconstruction of segmental defects of the mandible and adjacent soft tissue. Objective: This study presents a four-year experiment with the use of a fibular osteocutaneous free flap for mandibular reconstruction in patients operated upon under the supervision of a single surgeon. Methods: Fifteen patients who underwent microsurgical reconstruction of the mandible and oral floor with a fibular osteocutaneous flap were analyzed. The average postoperative follow-up time was 2 years. Histopathological classification of the primary tumor, location of the resected mandibular portion, vessels used for anastomosis, associated flaps, exposure to radiotherapy, results, and complications were studied. Results: The most common histological type was squamous cell carcinoma (81%) followed by osteosarcoma (13%). The mandibular portion resected with greatest frequency was the central arc (81% of the cases), and 87% of patients received radiotherapy. Reconstruction was immediate in 81% of the patients. Associated flaps were used in 46% of the cases. Immediate complications were observed in 25% of patients and late complications in 31%; the success rate was 100%. Conclusions: The fibular osteocutaneous free flap is indicated for the reconstruction of large mandibular defects. This procedure may present postoperative complications that are significant but do not compromise the success of the procedure, and it must be individualized by taking into account the risks, benefits, and impact on the quality of life of patients.

Keywords: Reconstruction. Microsurgery. Mandible/surgery. Surgical Flaps. Fibula.

 

RESUMO

Introdução: O retalho livre osteocutâneo de fíbula é a primeira escolha para reconstrução de defeitos segmentares da mandíbula e tecido mole adjacente, na maioria das situações. Objetivo: Este estudo apresenta uma experiência de 4 anos com o uso de retalho osteocutâneo livre de fíbula para reconstrução mandibular. Método: Foi feita análise de 15 pacientes submetidos à reconstrução microcirúrgica de mandíbula e assoalho oral com retalho osteocutâneo de fíbula. O tempo médio de seguimento pós-operatório foi de 2 anos. Foram estudados classificação histopatológica do tumor primário, localização da porção mandibular ressecada, vasos utilizados para anastomose, retalhos associados, exposição à radioterapia, resultados e complicações. Resultados: O tipo histológico mais comum foi o carcinoma espinocelular (81%), seguido do osteossarcoma (13%). A porção mandibular ressecada com maior frequência foi o arco central, em 81% dos casos, e 87% dos pacientes foram expostos à radioterapia. A reconstrução foi imediata em 81% dos pacientes. Retalhos associados foram usados em 46% dos casos. Complicações imediatas foram observadas em 25% dos pacientes e tardias, em 31%, com taxa de sucesso de 100%. Conclusões: O retalho osteocutâneo livre de fíbula está indicado na reconstrução de grandes defeitos mandibulares. Sua indicação deve ser individualizada, levando-se em consideração riscos, benefícios e impacto na qualidade de vida do paciente.

Palavras-chave: Reconstrução. Microcirurgia. Mandíbula/cirurgia. Retalhos Cirúrgicos. Fíbula.

 

Lip reconstruction: functional and aesthetical approach after tumor resection

Juliano Carlos Sbalchiero, Rafael Anlicoara, Marcela Caetano Cammarota, Paulo Roberto Albuquerque Leal
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(1):40-45 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors present a functional and aesthetic evaluation of patients submitted to lip tumor surgery from June 1993 to June 1998 in the reconstructive and microsurgical plastic surgery service of the National Institute of Cancer - INCa-MS (RJ). Forty-eight patients submitted to resections of primary lip tumors who underwent immediate repair were retrospectively analysed. The characteristics of the tumors and the techniques used for resection and reconstruction of the resulting lip defects are detailed and indications according to the length of the lesion were detailed with the advantages of techniques that allow restoration of the mechanism of the oral sphincter being emphasized. Evaluations of the functional and aesthetic results of the reconstructions according to established criteria as assessed by the senior author were excellent/good in 81.2% and 85.4% respectively.

Keywords: Lip, surgery. Lip neoplasms. Surgical flaps

 

RESUMO

Os autores apresentam avaliação funcional e estética dos pacientes operados por tumores de lábio, no período de junho de 1993 a junho de 1998, no Serviço de Cirurgia Plástica Reconstrutora e Microcirurgia no Instituto Nacional de Câncer - INCa-MS (RJ). Foram analisados, retrospectivamente, 48 pacientes submetidos a ressecções de tumores labiais primários e reparação imediata. As características dos tumores e as técnicas empregadas para a ressecção e reconstrução dos defeitos labiais resultantes são detalhadas, ressaltando-se as indicações de acordo com a extensão da lesão e enfatizando-se a superioridade das técnicas que permitem a restauração do mecanismo esfincteriano oral. A avaliação dos resultados funcionais e estéticos das reconstruções, de acordo com os critérios estabelecidos, por meio da avaliação pelo autor senior, se mostrou ótima/boa em 81,2% e 85,4% dos pacientes, respectivamente.

Palavras-chave: Lábio, cirurgia. Neoplasias labiais. Retalhos cirúrgicos

 

Lower lip reconstruction strategies

Evandro José Siqueira; Gustavo Steffen Alvarez; Francisco Felipe Laitano; Pedro Djacir Escobar Martins; Milton Paulo de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):536-541 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The upper and lower lips represent the most important functional and aesthetic anatomical structures of the lower segment of the face. Given the complex functions of these structures, reconstruction of labial defects presents a challenge for plastic surgeons. METHODS: Thirty patients with full-thickness lower lip defects underwent lip reconstruction according to the extent of the defect after tumor resection. RESULTS: Six (20%) patients presented lesions of up to 30% of the total lip surface that required primary closure. Eighteen (60%) patients had lesions of 30-80% of the total area of the lower lip that were repaired using a myomucosal flap; in 14 of these patients, bilateral skin flaps were also used due to cutaneous involvement associated with the resection. Five (16.6%) patients had lesions on the lower lip that were adjacent to the oral commissure; therefore, they underwent reconstruction using an Abbé-Estlander flap with a myomucosal flap and bilateral skin flaps. One (3.5%) patient had a lesion covering 90% of the lower lip that was reconstructed using the Webster-Bernard technique and a tongue flap. CONCLUSIONS: Here, we present a simplified, systematic, and literature-based strategy for planning lower lip reconstructions that employs effective and reproducible techniques, which can be used for training resident physicians in the treatment of complex lower lip lesions according to the extent of tissue loss, thereby yielding appropriate aesthetic and functional results.

Keywords: Lip/surgery. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os lábios superiores e inferiores representam as estruturas anatômicas funcionais e estéticas mais importantes do segmento inferior da face. Além disso, possuem funções complexas, sendo a reconstrução de defeitos labiais um desafio ao cirurgião plástico. MÉTODO: Trinta pacientes apresentando defeitos de espessura total do lábio inferior foram submetidos a reconstrução do lábio baseada na extensão dos defeitos após exérese tumoral. RESULTADOS: Seis (20%) pacientes apresentavam lesões de até 30% da superfície total do lábio, sendo realizado fechamento primário. Dezoito (60%) pacientes apresentavam lesões de 30% a 80% da superfície total do lábio inferior, sendo realizado retalho miomucoso de vermelhão; em 14 desses pacientes, em decorrência da perda cutânea associada à ressecção, foi associado retalho cutâneo mentolabial. Cinco (16,6%) pacientes tinham lesões no lábio inferior e comissura oral adjacente, sendo submetidos a reconstrução pela técnica de Abbé-Estlander com retalho miomucoso associado ao retalho cutâneo mentolabial. Um (3,5%) paciente apresentou lesão de 90% da superfície total do lábio inferior, sendo empregada técnica de Webster-Bernard associada ao retalho de língua. CONCLUSÕES: Neste artigo é apresentada, de forma simplificada, sistemática e baseada na literatura, uma estratégia para planejamento da reconstrução do lábio inferior com utilização de técnicas eficazes e reprodutíveis em ambiente de aprendizado de médicos residentes, para tratamento de lesões complexas do lábio inferior, baseadas na extensão da perda de tecidos apresentada pelo paciente, com adequados resultados estético-funcionais.

Palavras-chave: Lábio/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Use of the vermilion myomucosal flap with or without the mentolabial skin flap for lower lip reconstruction

Milton Paulo de Oliveira; Pedro Djacir Escobar Martins; Guilherme Larsen da Cunha; Gustavo Steffen Alvarez; Anajara Gazzalle; Evandro José Siqueira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):433-438 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Background: Several techniques that have been described for reconstructing the lower lip often produce microstomia, commissure distortion, functional impairment, and decreased sensitivity. A technique for preserving neuromuscular tissue during a single-stage lip reconstruction is reported in this study. This technique involves the use of the vermilion myomucosal advancement flap with or without the mentolabial skin flap. Methods: This study analyzed 17 male patients with squamous cell carcinoma. The mean patient age was 54.8 years, and incidence of lip defects after resection ranged from 20% to 85%. Results: Infection, nerve damage, or the requirement for surgical revision was not observed in any patient during the follow-up period of three months. Three patients had microstomia with slight posterior enlargement of the lip. All patients had good sensitivity and adequate sphincter continence. Conclusions: The use of the vermilion myomucosal flap with or without the mentolabial skin flap resulted in a minimal risk of microstomia or functional incompetence. This procedure is performed in a single surgical stage and has good aesthetic and functional results for reconstruction of up to 80% of the lower lip.

Keywords: Lip/surgery. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

Introdução: Várias técnicas têm sido descritas para a reconstrução do lábio inferior, muitas vezes produzindo microstomia, distorção da comissura, incapacitação funcional ou diminuição da sensibilidade. Neste trabalho, é relatada uma técnica com preservação de tecido neuromuscular para reconstrução labial em um único estágio, através do uso de retalho de avanço miomucoso do vermelhão, com ou sem retalho de pele mentolabial. Métodos: Foram analisados 17 pacientes do sexo masculino, portadores de carcinoma de células escamosas, com média de idade de 54,8 anos, com defeitos labiais pós-ressecção de 20% a 85%. Resultados: Durante um período de 3 meses de seguimento pós-operatório, nenhum paciente apresentou infecção, lesão nervosa ou necessitou de revisão cirúrgica. Três pacientes apresentaram microstomia, com alargamento discreto posterior do lábio. Todos os pacientes apresentaram boa sensibilidade e continência esfincteriana adequada. Conclusões: O uso do retalho miomucoso de vermelhão com ou sem retalho de pele mentolabial resultou em risco mínimo de microstomia ou incompetência funcional, sendo realizado em estágio cirúrgico único, além de demonstrar bons resultados estéticos e funcionais para a reconstrução de até 80% do lábio inferior.

Palavras-chave: Lábio/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Reconstrução de lesões extensas de pálpebras com retalhos de face após excisão de neoplasias palpebrais

Rodolfo Luis Korte; Chrystiano Campos Ferreira; Ana Elisa Kadri Castilho; Laryssa Fernanda Feitosa; Sarah Amanda Kuster Schereder
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):37-39 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

Por apresentar uma pele fina e sensível, a pálpebra pode ser acometida por diferentes tipos de tumores de pele, sendo esses benignos ou malignos. Dependendo do tamanho da lesão, das camadas de pele afetadas e da extensão da área de excisão, são necessários retalhos cutâneos para reconstruí-la. A extensão dos tumores determinará qual a melhor forma de reconstrução. Esses devem ser eficientes em devolver a funcionalidade do tecido lesionado, bem como sua estética. No presente trabalho, quatro reconstruções são demonstradas em relação à eficiência na recuperação funcional e estética das pálpebras em ressecções extensas, identificadas pelo retalho médio-frontal, retalho V-Y e retalho de região temporal.

Palavras-chave: Neoplasias palpebrais; Reconstrução; Retalhos cirúrgicos.

 

Head and neck microvascular reconstruction: retrospective analysis of 60 free flaps

Ciro Paz Portinho; Juliano Carlos Sbalchiero; Marcelo Moreira Cardoso; Carlos Francisco Jungblut; Thiago Henrique Silva de Souza; Marcus Vinícius Martins Collares
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):434-443 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The microsurgical reconstruction of the head and neck usually is the first indication for high tissue losses. The surgical team should have a hand full of technical options for any such loss. In addition, knowing how to manage each complication is important. The aim of this study was to evaluate possibilities of reconstruction and complications in patients submitted to reconstruction using free flaps. METHODS: A retrospective study of patients with loss of tissue in the head and neck, and submitted to immediate or delayed microsurgical reconstruction was performed between March 2010 and March 2012. RESULTS: Sixty patients that received free flaps, submitted to surgery between March 2010 and March 2012, were analyzed. Of these, 31 (52.7%) patients were women and 39 (65.0%) Caucasians. Immediate reconstructions were performed in 65% of the cases. Malignant tumours were the most common diagnoses, representing 86.7% of the cases. The frequency of the flaps was as follows: fibula in 36.7% of the cases, rectus abdominis in 23.3%, anterolateral thigh in 23.3%, antebrachial in 11.7%, and latissimus dorsi in 5%. The average operative time was 8.6 ± 2.1 hours. The ischemia period was 107.5 ± 27.6 minutes. Complications were observed in 45% of the cases: dehiscence in 18.3%, salivary fistula in 16.7%, infection in 16.7%, death during the first week after surgery in 5%, and extrusion of the synthesized material in 1.7%. Among the 60 flaps, a reintervention was required in 20 (33.3%), and the loss of 13 (21.7%) reconstructions occurred. The venous thrombosis was the main cause of reintervention and loss. Six salvage flaps were performed, three of the pectoralis pedicle and three of the latissimus dorsi muscle; two of the latter were microsurgeries. CONCLUSIONS: Microsurgical flaps are important in head and neck reconstructions; these can be better than the pediculated ones in most of the situations; when well succeeded, they promote a decrease of morbidity, a promotion of rehabilitation, and a decrease in costs.

Keywords: Microsurgery. Head/surgery. Neck/surgery. Surgical flaps.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução microcirúrgica de cabeça e pescoço costuma ser a primeira indicação para grandes perdas teciduais. A equipe cirúrgica deve ter um arsenal de opções técnicas para qualquer dessas perdas. Além disso, é importante conhecer o manejo de cada complicação. O objetivo deste estudo é avaliar as condutas de reconstrução e as complicações de pacientes submetidos a reconstruções com retalhos livres. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo de pacientes com perda de substância em cabeça e pescoço, submetidos a reconstruções microcirúrgicas imediatas ou tardias, no período de março de 2010 a março de 2012. RESULTADOS: Foram analisados 60 pacientes que receberam retalhos livres, dos quais 31 (52,7%) eram mulheres e 39 (65%), caucasianos. As reconstruções foram imediatas em 65% dos casos. Os tumores malignos foram o diagnóstico mais comum, representando 86,7% dos casos. A frequência dos retalhos foi a seguinte: fíbula, em 36,7% dos casos; reto abdominal, em 23,3%; ântero-lateral da coxa, em 23,3%; antebraquial, em 11,7%; e grande dorsal, em 5%. O tempo cirúrgico médio foi de 8,6 ± 2,1 horas. O tempo de isquemia foi de 107,5 ± 27,6 minutos. Foram observadas complicações em 45% dos casos: deiscência em 18,3%, fístula salivar em 16,7%, infecção em 16,7%, óbito na primeira semana pós-operatória em 5%, e extrusão de material de síntese em 1,7%. Dos 60 retalhos, houve reintervenção em 20 (33,3%) e perda de 13 (21,7%) reconstruções. A trombose venosa foi a causa mais comum de reintervenção e de perda. Foram realizados 6 retalhos de resgate, 3 de peitoral pediculado e 3 de músculo grande dorsal, sendo 2 microcirúrgicos. CONCLUSÕES: Os retalhos microcirúrgicos têm grande importância em reconstrução de cabeça e pescoço, podem ser superiores aos pediculados na maioria das situações, e determinam, quando bem-sucedidos, diminuição da morbidade, aceleração da reabilitação e diminuição de custos.

Palavras-chave: Microcirurgia. Cabeça/cirurgia. Pescoço/cirurgia. Retalhos cirúrgicos.

 

Perforator based sternocleidomastoid transposition flap for nape of neck defect: a novel option

Dushyant Jaiswal; Vidisha Tuljapurkar; Vinaykant Shankhdhar; Prabha Yadav
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):257-260 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Sternocleidomastoid musculocutaneous flaps have been described in the literature for reconstruction of oral cavity defects and treatment of Frey's syndrome. Although widely studied, it is not used routinely in head and neck reconstruction due to limitations like small size, unreliable skin paddle, contour deformity in the neck and the question of oncologic safety. We report use of perforator based musculocutaneous transposition flap for defect over nape of the neck, followed by excision of a soft tissue sarcoma. This constitutes a valid alternative to other reconstructive procedures like pedicled regional flaps or free tissue transfer in a suitable group of patients.

Keywords: Surgical flaps; Perforator flap; Reconstructive surgical procedures; Neck; Sarcoma.

 

RESUMO

Retalhos do músculo esternocleidomastoideo têm sido descritos na literatura para reconstrução dos defeitos da cavidade oral e tratamento da síndrome de Frey. Apesar de largamente estudado, esses retalhos não são utilizados com frequência para reconstruções na região de cabeça e pescoço devido limitações como tamanho reduzido, camadas inseguras, contorno da deformidade no pescoço e questões de segurança oncológica. Relata-se uso de perfurador baseado em transposição de retalho para defeito na região da posterior do pescoço, seguido por excisão de sarcoma de partes moles. Trata-se de alternativa válida para procedimentos de reconstrução como retalhos regionais de pedículo ou transferência de tecido livre em um grupo apropriado de pacientes.

Palavras-chave: Retalhos Cirúrgicos, Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos, Pescoço, Sarcoma.

 

Reconstrução microcirurgica oromandibular após ressecção oncológica: análise retrospectiva em Hospital Público de Fortaleza no período de 4 anos

Aleksandra Markovic; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):61-66 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Surgical treatment of head and neck locally advanced tumors leaves extensive and complex defects as sequelae and in this way pose a great challenge for plastic surgeons who have to rebuild them. The objective of the present study is to retrospectively analyze microsurgical reconstructions in head and neck performed in the Service of Plastic Surgery and Reconstructive Microsurgery of Walter Cantídio University Hospital of Ceará Federal University in 4 years.
Method: Patients submitted to microsurgical reconstruction of defects involving oral cavity (oral mucosa, 2/3 anterior of tongue, mouth floor, hard palate, retromolar trigone), and/or mandible, resulting from head and neck tumors resection and osteoradionecrosis as a consequence of tumor treatment. All patients were operated at the Head and Neck and Plastic Surgery Services of HUWC/UFC between October 2005 and December 2009.
Results: Between October 2005 and December 2009, 42 microsurgical flaps were performed in the Head and Neck and Plastic Surgery Services of HUWC/UFC in 33 patients for oromandibular reconstruction due to cancer. The patients age ranged from 11 to 85 years, and most frequent primary lesion was in mouth floor in 44% of the cases. Most commonly used flap was fibular flap in 19 cases. Postoperative complications were classified as major (death and flap loss) and minor (seromas, salivary fistula, exposure of synthetic material and infection), 4 patients had major complications with one death and three flap losses.
Conclusion: The use of microsurgical flaps in head and neck oncologic reconstruction was shown to be safe with acceptable patchability index. Functional and aesthetic results demonstrate that microsurgical reconstruction allows swallowing, speech and chewing recovery, contributing to a better quality of life for patients.

Keywords: Microsurgery; Mandibular Reconstruction; Oncology; Surgical flap.

 

RESUMO

Introdução: O tratamento cirúrgico de tumores localmente avançados de cabeça e pescoço deixam como sequelas defeitos extensos e complexos e, dessa maneira, aos cirurgiões plásticos representam grande desafio para a reconstrução. O objetivo do presente estudo é analisar retrospectivamente as reconstruções microcirúrgicas em cabeça e pescoço realizadas no Serviço de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará (HUWC/UFC) no período de 4 anos.
Método: Foram incluídos os pacientes submetidos à reconstrução microcirúrgica de defeitos envolvendo a cavidade oral (mucosa oral, 2/3 anteriores da língua, assoalho da boca, palato duro, trígono retromolar), e/ou a mandíbula, decorrentes de ressecção de tumores de cabeça e pescoço e osteoradionecrose como consequência do tratamento do tumor. Todos os pacientes foram operados no HUWC/UFC pelos serviços de Cabeça e Pescoço e Cirurgia Plástica.
Resultados: Entre outubro de 2005 e dezembro de 2009, foram realizadas 42 retalhos microcirúrgicos em 33 pacientes para reconstrução oromandibular por câncer no HUWC/UFC pelos serviços de Cabeça e Pescoço e Cirurgia Plástica. A idade dos pacientes variou de 11 a 85 anos. Localização do tumor primário mais frequente das lesões foi o assoalho da boca em 44% dos casos. O tipo histológico mais comum foi o carcinoma epidermoide. O retalho mais comumente utilizado foi o retalho de fíbula, em 19 casos. As complicações pós-operatórias foram classificadas em maiores (óbito e perda do retalho) e menores (seromas, fístula salivar, exposição de material de síntese e infecção). 4 pacientes tiveram complicações maiores sendo um óbito e três perdas do retalho.
Conclusão: O emprego de retalhos microcirúrgicos em reconstrução oncológica de cabeça e pescoço mostrou-se segura com índice de viabilidade dos retalhos aceitável. Os resultados funcionais e estéticos demonstram que a reconstrução microcirúrgica possibilita a recuperação da deglutição, fala e mastigação, contribuindo para uma melhor qualidade de vida aos pacientes.

Palavras-chave: Microcirurgia; Reconstrução mandibular; Oncologia; Retalhos Cirúrgicos.

 

Mucosal and local skin flap reconstruction for loss of substance in the cheek region

Jose Mauro de Oliveira Squarisi; Thais Gomes Casali; Diogo Petroni Caiado Fleury; Fernanda Dinelli Scala; Fabrício Nishimoto; Paulo Roberto da Costa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):442-445 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The face is an important structure, because it is the most visible part of the body and contains delicate and complex elements that are essential for aesthetics and functionality. Facial reconstruction of areas with substantial substance loss remains a surgical challenge. There are several repair options, with corresponding advantages and disadvantages. We present a case of a patient with substance loss of the total thickness of the cheek region who received mucosal and local skin flap surgery, with good results and functional preservation.

Keywords: Reconstruction; Face; Cheek; Surgical flaps.

 

RESUMO

A face representa uma estrutura importante nos seres humanos, devido a ser a parte mais visível do corpo e conter elementos delicados e complexos, que são essenci ais em termos de beleza e funcionalidade. As reconstruções faciais, em áreas de grandes perdas de substâncias, permanecem como um desafio para os cirurgiões. Apresentam várias opções de reparo, todas com suas vantagens e desvantagens. Mostramos o caso de um paciente apresentando perda de substância de espessura total em região de bochecha, que foi submetido à associação de retalho mucoso e retalho cutâneo local, apresentando bom resultado e preservação funcional.

Palavras-chave: Reconstrução; Face; Bochecha; Retalhos cirúrgicos.

 

The use of the Karapandzic flap for reconstruction of the lower lip after trauma

João Augusto Martins Guimarães; Antonio Carlos Roma Júnior; Ricardo Finatto Amaral; José Álvaro Loureço Gasques; Antonio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):661-663 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Lip reconstruction is a challenge to the plastic surgeon. The lips are the dynamic center of the lower third of the face, being essential for facial movements and expression, speech, deglutition, suction, and containment of salivary secretions, as well as esthetic appearance. Therefore, the objective of lip reconstruction should be functional recovery of the damaged structure and a good esthetic result. This article reports a case of severe traumatic labial injury and reconstruction, using the Karapandzic flap. The authors demonstrate its functionality and easy implementation as well as the final result.

Keywords: Lip; Lip/surgery; Lip/injuries; Surgical Flaps; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

A reconstrução labial representa um desafio ao cirurgião plástico. Os lábios são o centro dinâmico do terço inferior da face, sendo fundamentais para mímica e expressão facial, fala, deglutição, sucção e contenção de secreções salivares, sem esquecer-se do componente estético. Portanto, a reconstrução labial deve ter como objetivo o restabelecimento funcional da estrutura lesada e um bom resultado estético. Este artigo relata um caso de lesão labial traumática grave e sua reconstrução, com a utilização do retalho de Karapandzic. Os autores demonstram sua funcionalidade e fácil execução, assim como seu resultado final.

Palavras-chave: Lábio; Lábio/cirurgia; Lábio/lesões; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Lip reconstruction with cervical platysma muscle randomized flaps

Rodrigo Cesar Pimenta Gomes; Francisco de Assis Montenegro Carvalho; Leonardo Michal Zakzak; Ricardo Lapa Kruse; Fernando Soares de Alcântara; Régis Pinheiro Nogueira; Nidall de Sousa Raad
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):319-323 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Surgical reconstruction of lip deformities requires proper anatomical knowledge and surgical techniques. Factors such as location, extent, depth, and appropriate initial treatment of the lesion are parameters that are simultaneously analyzed to identify the most suitable surgical strategy. The flap described by Tsur is defined as a platysma muscle randomized flap, and can be raised from the neck as a unipedicled or bipedicled tube, depending on the size and location of the loss of substance. This may include the hairy cervical area, and it can be used in defects of the partial or total plane of the lip. METHOD: Three patients with extensive loss of lip substance underwent surgery. A bipedicled flap was used in two cases, and a unipedicled flap in one case. RESULTS: In the first patient, one pedicle of the cervical flap was released on the 15th postoperative day. After 30 days, we released the other, after full integration into the upper lip. From this, flaps were randomly made for the reconstruction of the lower lip, columella, and nasal tip. The second patient developed necrosis of the central portion of the flap, and the recipient bed was anchored next to the commissure. The patient showed improved salivary continence. The third patient progressed well, and the tongue flap used to reconstruct the upper lip was released three weeks later. CONCLUSION: Reconstruction with a Tsur flap was useful in cases of total reconstruction of the upper and lower lip, in addition to being a great alternative in situations in which it was impossible to use microsurgical flaps. This technique also allowed the achievement of satisfactory aesthetic outcomes, and resulted in the recovery of masticatory function and appropriate speech, despite the initial complexity of the cases.

Keywords: Reconstruction; Lip; Surgical flap; Neck.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução cirúrgica da deformidade labial exige bom conhecimento anatômico e técnica cirúrgica. Fatores como localização da lesão, extensão, profundidade e tratamento inicial adequado constituem variáveis que são analisadas em conjunto para a estratégia cirúrgica mais apropriada. O retalho de Tsur é definido como randomizado do músculo platisma que pode ser elevado do pescoço como tubo unipediculado ou bipediculado, dependendo do tamanho e da localização da perda de substância. Pode incluir área pilosa cervical e ser utilizado em defeitos de plano parcial ou total do lábio. MÉTODO: Foram operados três pacientes com perda de substância labial extensa. Foi utilizado retalho bipediculado em dois casos e unipediculado em um caso. RESULTADOS: No primeiro paciente, foi liberado um dos pedículos do retalho cervical no 15º dia do pós-operatório. Após 30 dias, o outro foi liberado após integração completa ao lábio superior. A partir deste, retalhos ao acaso foram confeccionados para reconstrução do lábio inferior, columela e ponta nasal. O segundo paciente evoluiu com necrose da porção central do retalho, sendo realizada confecção de leito de ancoragem próximo à comissura. Apresentou melhora da continência salivar. O terceiro paciente evoluiu bem, sendo liberado o retalho lingual utilizado para reconstruir o lábio superior após 3 semanas. CONCLUSÃO: A reconstrução com o retalho de Tsur mostrou-se útil nos casos de reconstrução total do lábio superior e inferior, além de ser ótima alternativa na situação de impossibilidade de utilização do retalho microcirúrgico e de permitir um resultado estético aceitável com recuperação da função mastigatória e da fala adequadas, apesar da complexidade inicial dos casos.

Palavras-chave: Reconstrução; Lábio; Retalhos cirúrgicos; Pescoço.

 

Reconstrução do lábio inferior baseado na técnica de Karapandzic: descrição cirúrgica e relato de caso

Natália Biancha Rendó; Inara do Carmo Lucchese; Carlo Mognon Mattiello; Rogério Schutzler Gomes; Zulmar Antonio Accioli de Vasconcello; Jorge Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):74-76 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

A técnica de Karapandzic foi introduzida, em 1974, para reconstrução de lábio inferior. É uma modificação do fan-flap de Gillies, um retalho em avanço em rotação composto de espessura total ao redor da boca. O movimento do retalho emprega rotação e avanço, enquanto ele é transferido para a região periférica da comissura oral para fechar o defeito. Esse método de reconstrução é empregado mais comumente na reconstrução de defeitos do lábio inferior e sua melhor indicação é a reconstrução dos defeitos centrais. Neste trabalho descrevemos a técnica de Karapandzic em um paciente com tumor de lábio inferior que compromete mais de 50% do mesmo.

Palavras-chave: Reabilitação; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Lábio.

 

Lower lip reconstruction using the Karapandzic technique

Daniel Melo de Azevedo; Elisa Nagassaki; Alexandre Sanfurgo de Carvalho; Kepler Alessandro Secco Lafayette; Eugênio Gonzalez Cação; Heraldo Carlos Borges Inforzato; Osvaldo Ribeiro Saldanha; Ewaldo Bolívar de Souza Pinto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(1):168-171 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Reconstruction of extensive labral lesions has always been a challenge for plastic surgeons. Thus far, an optimal lip reconstruction technique has not yet been established. This report includes 2 cases of large lower lip defects, affecting 80% and 60% of the surface structure that resulted from laceration/contusion trauma and epidermal tumor resection, respectively. The patients underwent lip reconstruction using the Karapandzic technique, which was first described in 1974. In the first case, the result was considered unfavorable because of dehiscence. In the second case, good functional and aesthetic results were obtained without from the patchwork or bruises. The Karapandzic technique is easy to perform and may be considered a reproducible option for lip reconstruction with good functional and aesthetic results.

Keywords: Lip/surgery. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

Lesões labiais extensas sempre representaram um desafio para a cirurgia plástica. Não existe técnica ideal para reconstrução labial. Neste artigo são relatados os casos de 2 pacientes que apresentavam grandes defeitos no lábio inferior, acometendo 80% e 60% da superfície dessa estrutura, após traumatismo lacerocontuso e ressecção de tumor epidermoide, respectivamente. Esses pacientes foram submetidos a reconstrução labial pela técnica de Karapandzic1, descrita em 1974. No primeiro caso, o resultado foi considerado desfavorável, em decorrência da presença de deiscência. No segundo caso, foi obtido bom resultado estético e funcional, sem sofrimento dos retalhos ou hematomas. A técnica de Karapandzic constitui uma opção de fácil execução e reprodutível, apresentando bons resultados estéticos e funcionais.

Palavras-chave: Lábio/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Options for Reconstruction of Nasal Tip After Pit Bull Bite: Case Report

CELTO PEDRO DALLA VECCHIA; CARLO MOGNON MATTIELLO; CAIO PUNDEK GARCIA; LEANDRO RAFAEL SANTIAGO CEPEDA; GUILHERME LUIZ PACHER SCHMITZ; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):79-81 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Among the many options for nasal reconstruction are the Rintala flap and the Middle-front Retail, both with excellent aesthetic results.
Objective: To report the management of a case of nasal tip reconstruction after a dog bite.
Method: The case in question was approached with the realization of Rintala flap and, due to its failure, with the option of the mid-frontal flap.
Results: The Rintala flap, because it was a randomized flap in a smoker patient and was done with an incorrect approach, did not present the expected result. In turn, the middle-forehead flap remained as a salvage option for the case of necrosis and coverage of an even greater defect.
Conclusions: It is fundamental to always keep in mind the anatomy of the frontal region and preservation of the supratrochlear and supraorbital arteries even when using other flaps, so that the option of the forehead flap is not lost, even if as a rescue.

Keywords: Reconstruction; Nose; Surgical flaps

 

RESUMO

Introdução: Entre inúmeras opções de reconstrução nasal estão o retalho de Rintala e o Retalho Médio-frontal, ambos com excelentes resultados estéticos. Objetivo: Relatar o manejo de um caso de reconstrução de ponta nasal após mordida de cachorro.
Método: O caso em questão foi abordado com a realização de retalho de Rintala e, no seu insucesso, com a opção do retalho médio-frontal.
Resultados: O retalho de Rintala, por ser um retalho randomizado, em paciente tabagista e com abordagem incorreta, não apresentou o resultado esperado. Por sua vez, o retalho médio-frontal se manteve como opção de resgate para o caso de necrose e cobertura de um defeito ainda maior.
Conclusão: É fundamental sempre se ter em mente a anatomia da região frontal e preservação das artérias supratrocleares e supraorbitais mesmo quando da utilização de outros retalhos, para que não se perca a opção do retalho médio frontal, mesmo que como resgate.

Palavras-chave: Reconstrução; Nariz; Retalhos cirúrgicos

 

Total Eyelid Reconstruction with Myocutaneous Temporofrontalis Flap

GUILHERME LUIZ PACHER SCHMITZ; CAIO PUNDEK GARCIA; LEANDRO SOARES GRANGEIRO; DANIEL ONGARATTO BARAZZETTI; PEDRO HENRIQUE ONGARATTO BARAZZETTI; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):123-125 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Basal cell carcinoma (BCC) is the type of cancer most frequently found in humans. It is a malignant epidermal tumor, with slow growth and local invasiveness, which affects more frequently Caucasians. In our patient, the BCC invaded the eyelid and underlying skeletal muscle tissue, and the margins were free of malignancy. We report an exuberant and atypical clinical case that resulted from an extensive and delicate resection of the lesion and, after palpebral reconstruction with temporofrontal flap, resulted in the maintenance of aesthetics and motor function.

Keywords: Reconstruction; Eyelid neoplasms; Surgical flaps

 

RESUMO

O carcinoma basocelular (CBC) é o câncer mais frequentemente encontrado em humanos. É um tumor maligno epidérmico, de crescimento lento e invasividade local, que afeta mais frequentemente os caucasianos. Em nosso paciente, o CBC invadia a pálpebra e o tecido muscular esquelético subjacente, sendo as margens livres de malignidade. Relatamos um caso clínico exuberante e atípico que foi resultado de uma ressecção extensa e delicada de lesão e, após reconstrução palpebral com retalho temporofrontal, resultou na manutenção da estética e função motora.

Palavras-chave: Reconstrução; Neoplasias palpebrais; Retalhos cirúrgicos

 

Reconstruction using the customized fibular microsurgical flap for treatment of mandibular bone defect

MARCELO LOPES DIAS KOLLING; AMR ARIKAT; JEFFERSON LUIS BRAGA DA SILVA; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER; PAULO EDUARDO MACEDO CARUSO; ROLANDO MENDONZA ROMERO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):199-201 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Mandibular reconstruction can be carried out through a number of different methods. For defects below 6 cm, a simple bone graft obtained either from iliac crest or the fibular bone can be utilized. For bigger defects, however, the microsurgical fibular flap is the best choice presently. The aim of this study is to detail the technique of mandibular reconstruction using the customized fibular microsurgical flap. We utilized the lateral approach to the fibular harvest. Mandibular reconstruction through the lateral access is a viable alternative with easy access to the vascular pedicle on the donor region.

Keywords: Surgical flaps; Mandibular reconstruction

 

RESUMO

Introdução: Aos defeitos de preenchimento ósseo da região mandibular são de difícil reparação. A reconstrução óssea por meio de retalho microcirúrgico da fíbula permite o transplante de tecido ósseo vascularizado que posteriormente pode incorporar os implantes osseointegrados. A fíbula na região da perna pode ser abordada de diversas maneiras, o que permite inclusive a confecção de múltiplas osteotomias que a adaptam ao defeito na face e até mesmo um transplante microcirúrgico composto de ilha de pele e de tecido ósseo. O objetivo do presente trabalho é demonstrar a técnica de abordagem lateral da fíbula para reconstrução dos defeitos ósseos da mandíbula, que permite maior visibilidade do campo operatório e adaptação do molde produzida por meio da impressão tridimensional. A abordagem lateral confere uma alternativa de visualização facial do pedicuro vascular na zona doadora do retalho microcirúrgico.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Reconstrução mandibular

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license