ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 89 result(s)

Search for : Reconstrução da mama; Retalho miocutâneo; Mastectomia; Músculos superficiais do dorso

Anatomical representation of the latissimus dorsi and its application in plastic surgery

Fernando Antonio Gomes de Andrade; Luciano Ornelas Chaves; Claudio Eduardo de Oliveira Cavalcante; Ivanadja Jatobá; Rafhael Martins Cunha; Ricardo Nogueira Bezerra; Maurício Calzado; Laís Clark de Carvalho Barbosa; Luís Henrique Alves Salvador Filho; Jamisson Garrote Teixeira; Simone Vicente Dias da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):345-351 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The latissimus dorsi muscle (LDM) is an important element in the lateroposterior wall of the thorax. The LDM is valued in plastic surgery for its constant anatomy, and its use is recommended for mammary reconstruction, microsurgery, and upper limb reconstruction among other procedures, which makes it a versatile flap for reconstructive surgery. However, its representation in books and anatomical studies is controversial. Mathes & Nahai described that the position of the LDM is configured in a location where the muscle is found in the lateroposterior thoracic segment but with a more posterior than lateral representation. A great number of anatomists share the same opinion. The objective of this study was to discuss and describe the real position of the LDM through study of its anatomy and comparison with images published in books. METHODS: We studied the anatomical description and representation of the LDM in drawings published in books and articles by classical authors. The drawings were compared with the neurovascular and muscular anatomy of the LDM during its dissection from 47 fresh cadavers in the dorsal decubitus (DD) position. RESULTS: Study of the anatomical description and representation of the LDM in the revised books compared with the dissection of fresh corpses in the DD position revealed that the published authors described the LDM in a more posterior position than that found in the body. CONCLUSION: This study identified the LDM position as being more anterior than that described by drawings in published books. LDM rotation and individualization with the patient in a DD position is a safe approach.

Keywords: Anatomy; Plastic surgery; Microsurgery; Superficial muscles of the back; Dorsal decubitus.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O músculo latíssimo do dorso (MLD) é um importante elemento da parede látero-posterior do tórax. A aplicabilidade do MLD em cirurgia plástica é reconhecida por sua anatomia constante, sendo indicado, na reconstrução mamária, na microcirurgia, nas reconstruções de membros superiores, entre outros, tornando-se um retalho versátil em cirurgia reconstrutora. Sua representação em livros e estudos anatômicos apresentam controvérsias. Mathes & Nahai expressam que a posição do MLD é configurada em uma localização onde o músculo encontra-se em segmento torácico látero-posterior, mas com uma representação mais posterior que lateral. Um grande número de anatomistas escreve da mesma forma. O objetivo é o de discutir e descrever a real posição do MLD por meio do estudo da sua anatomia e comparação com imagens publicadas em livros. MÉTODOS: Estudou-se a descrição e representação anatômica do MLD em desenhos publicados em livros e artigos de autores clássicos. Os desenhos foram comparados com o estudo da anatomia vásculo-nervosa e muscular do MLD durante a dissecção, na posição de Decúbito Dorsal (DD), de 47 cadáveres frescos. RESULTADOS: O estudo da descrição e representação anatômica do MLD em livros de autores consultados, comparada com a dissecção em DD de cadáveres frescos, permitiu conhecer que estes autores identificam o MLD em uma posição mais posterior do que a encontrada na anatomia. CONCLUSÃO: Este estudo identifica a posição do MLD com uma representação mais anterior do que os desenhos dos livros estudados. A rotação e individualização do MLD com o paciente em decúbito dorsal é uma abordagem segura.

Palavras-chave: Anatomia; Cirurgia plástica; Microcirurgia; Músculos superficiais do dorso; Decúbito dorsal.

 

Assessing patient satisfaction after breast reconstruction

Felipe Gama e Colombo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):355-360 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Detection of breast cancer coupled with mastectomy negatively affects patients' emotional state. The psychosocial effect is a distortion of body image, including decreased femininity, sexuality, and quality of life. Breast reconstruction can be performed at different times using different techniques, improving the comfort and quality of life of these patients. METHOD: This was a retrospective study of 16 female patients who underwent breast reconstruction between October 2008 and October 2011. The following parameters were analyzed: age, complications, techniques, time of reconstruction, adjuvant therapies (i.e., chemotherapy and radiotherapy), and satisfaction with reconstruction. Data were collected through chart reviews, and patient satisfaction with the procedure was measured using a specific questionnaire. RESULTS: Among the 16 patients, 15 (93.75%) reported being very satisfied, and the remaining 1 patient (6.25%) was somewhat satisfied; no patient reported dissatisfaction after reconstruction; the 1 patient who reported being somewhat dissatisfied had not completed all stages of breast reconstruction. CONCLUSIONS: Despite the small sample size, the results indicate that reconstruction positively affected the quality of life of patients undergoing mastectomy, regardless of the technique or time chosen for reconstruction, resulting in a high degree of satisfaction with a change in body contouring.

Keywords: Breast neoplasms. Mastectomy. Mammaplasty. Tissue expansion devices. Myocutaneous flap.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO:Adescoberta do câncer de mama, aliada à mastectomia, impacta negativamente no estado emocional da paciente, cujo efeito psicossocial é uma distorção da imagem corporal, com piora na feminilidade, sexualidade e qualidade de vida. A reconstrução mamária pode ser realizada em diferentes tempos e por meio de diversas técnicas, trazendo conforto e melhora da qualidade de vida dessas pacientes. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo de 16 pacientes do gênero feminino submetidas a reconstrução de mama no período entre outubro de 2008 e outubro de 2011. Foram observados os seguintes parâmetros: idade, presença de complicações, técnicas, tempo de reconstrução, terapias adjuvantes (quimioterapia e radioterapia) e grau de satisfação com a reconstrução. Os dados foram levantados por meio de revisão de prontuário e da satisfação das pacientes com o procedimento mensurada por questionário específico. RESULTADOS: As pacientes muito satisfeitas representaram 93,75% dos casos (15 pacientes) e as 6,25% restantes (1 paciente) apresentaram-se pouco satisfeitas. Nenhuma paciente relatou insatisfação após a reconstrução. A paciente que relatou estar pouco satisfeita ainda não concluiu todos os estágios da reconstrução mamária. CONCLUSÕES: Apesar da pequena amostra de pacientes, a reconstrução impacta positivamente na qualidade de vida das pacientes submetidas a mastectomia, independentemente da técnica e do tempo escolhido para essa reconstrução, trazendo elevado grau de satisfação com a alteração do contorno corporal.

Palavras-chave: Neoplasias da mama. Mastectomia. Mamoplastia. Dispositivos para expansão de tecidos. Retalho miocutâneo.

 

The formation of the latissimus dorsi muscle flap in the dorsal decubitus position

Fernando Antônio Gomes de Andrade; Fernando Gaia Duarte; Luciano Ornelas Chaves; Ricardo Nogueira Bezerra; Luís Henrique Alves Salvador Filho; Simone Vicente Dias da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):190-196 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The latissimus dorsi muscle is located on the lateral-posterior chest wall. The latissimus dorsi muscle flap (LDMF) has extensive applications due to its consistent anatomy, which contributes to its use in plastic surgery. This muscle can be dissected in the dorsal decubitus (DD) position; this removes the need for a change in patient position and enables microsurgical reconstruction to be performed. This study aimed to describe the technique used for the dissection and transfer of the LDMF in the DD position. METHODS: We evaluated 10 cases of LDMF formation performed in the University Hospital of the Federal University of Alagoas. The surgical procedures of individualization of the flaps and their positioning in the receiver region were similar in all ten cases. The evaluation of the muscle and the demarcation of the flap were performed with the patient in the standing position. Then, with the patient in the DD position, anesthetic induction was initiated and the operating field prepared. The neurovascular pedicle was formed by incising the top edge of the ellipse that delimits the LDMF, dissecting the insertion tendon of the muscle, and removing the flap necessary for the reconstruction of the receiver area. RESULTS: The patient was in the DD position during the intraoperative period, even during the dissection of muscle flaps, and the technique used had no surgical disadvantages. CONCLUSION: It is possible to perform the dissection and individualization of the LDMF with the patient in the DD position.

Keywords: Dorsal decubitus position; Superficial muscles of the back; Surgical flaps.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O músculo latíssimo do dorso localiza-se na parede latero-posterior do tórax. O retalho do músculo latíssimo do dorso (RMLD) tem uma extensa aplicabilidade devido a sua anatomia pouco variável contribuindo, assim, para sua utilização em Cirurgia Plástica. A possibilidade de dissecar este músculo em decúbito dorsal (DD) dispensa a mudança de posição do paciente e cria uma opção para reconstruções microcirúrgicas. Este estudo objetiva sistematizar a técnica utilizada para dissecção do RMLD em DD. MÉTODO: Foram avaliados 10 casos de RMLD realizados no Hospital Universitário da Universidade Federal de Alagoas, os procedimentos cirúrgicos de individualização dos retalhos e seu posicionamento na região receptora foram semelhantes nos dez casos. É realizada a avaliação do músculo e a demarcação do retalho com o paciente em pé. Depois, com o paciente em DD, faz-se a indução anestésica e a preparação do campo a ser operado. Faz a abordagem do pedículo vásculo-nervoso por incisão na margem superior da elipse que delimita o RMLD, secciona o tendão de inserção do músculo e retira-se o retalho necessário à área receptora a ser reconstruída. RESULTADOS: A posição do paciente no intraoperatório foi o DD, inclusive durante a dissecação dos retalhos musculares, e a técnica utilizada não proporcionou desvantagens do ato cirúrgico. CONCLUSÃO: É possível realizar a dissecção e individualização do RMLD estando o paciente em DD.

Palavras-chave: Decúbito dorsal; Músculos superficiais do dorso; Retalhos cirúrgicos.

 

Lower trapezius myocutaneous pedicle flap in head, neck, and chest reconstructions after cancer surgeries

Juliano Carlos Sbalchiero; Guilherme Bracco Graziosi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):346-351 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: In this article, we present a literature review on the lower myocutaneous trapezius flap, and report its advantages, surgical technique, and complications. METHODS: We studied 19 patients treated at INCA with a specific technique, and compared the outcomes with those reported in the international literature. RESULTS: All reconstructions achieved the procedural objectives, and the defects of soft tissues and skin were repaired. The aesthetic outcome was considered satisfactory by the patients and medical staff. The rate of complications was 21%. No necrosis or signs of infection were detected in the flaps. Concerning the functions, 89.5% of patients preserved their motor function, whereas reduced functional movements were observed in 10.5% of the patients due to tumor invasion to the accessory nerve. CONCLUSIONS: Despite the continuous advancements in microsurgical techniques, pedicle myocutaneous flaps are still indicated for reconstruction procedures after extended cancer resections. The use of the lower trapezius myocutaneous flap is safe and represents a suitable option for the reconstruction of soft tissues of the lateral and posterior cervical regions, side of the head, shoulder, and upper paravertebral and parascapular regions.

Keywords: Lower trapezius flap; myocutaneous flap; head and neck reconstruction; chest reconstruction.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Revisão da literatura sobre o retalho miocutâneo inferior do músculo trapézio, apresentando suas vantagens, técnica cirúrgica e complicações. MÉTODOS: Estudo de 19 casos tratados no INCA, através de técnica específica, e comparação dos dados com a literatura internacional. RESULTADOS: Todas as reconstruções atingiram seus objetivos, com correção dos defeitos em partes moles e pele. O efeito estético foi considerado bom pelos pacientes e pela equipe médica. Foi observada uma taxa de 21% de complicações. Não houve necrose ou infecção nos retalhos. Em relação às funções, 89,5% apresentaram função motora preservada e 10,5%, déficit funcional por acometimento tumoral do nervo acessório. CONCLUSÃO: A despeito do aprimoramento contínuo das técnicas microcirúrgicas, os retalhos miocutâneos pediculados ainda encontram indicações nas reconstruções após ressecções oncológicas alargadas. O retalho miocutâneo inferior do músculo trapézio é uma alternativa segura e aplicável para as reconstruções de partes moles das regiões cervicais lateral e posterior, da região lateral da cabeça, da região do ombro e para as regiões paraespinhal superior e paraescapulares.

Palavras-chave: Retalho inferior trapézio; Retalho miocutâneo; Reconstrução cabeça e pescoço; Reconstrução tórax.

 

Use of a double-layer polypropylene mesh in the donor area of a TRAM flap for breast reconstruction: evaluation of the incidence of hernia and abdominal bulging

Ricardo Eustachio de Miranda; Juliana Bottas Pereira; Alfredo Gragnani Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):560-566 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The transverse rectus abdominis myocutaneous flap is a well stablished surgery for breast reconstruction. Its main disadvantage is a large defect in its donor site, leading to weakness in the abdominal wall. Many surgical tactics has been described to address the donor site defect, including direct closure of the muscular aponeurotic and use of polypropylene mesh. The purpose of this study was to assess abdominal hernia and bulge after TRAM flap breast reconstruction using two layers of polypropylene mesh in the donor site defect. METHODS: Prospective study in 24 patients who had unilateral TRAM flap breast reconstruction with two layers of polypropylene mesh to close the donor site defect. The patients were evaluated in 3.6 and 12 months of postoperative time for incidence of abdominal hernia and bulge. RESULTS: It was observed one case of abdominal bulge (4.16%) and no case of abdominal hernia. There were no cases of mesh infection or extrusion. CONCLUSION: The use of two layers of polypropylene mesh in the donor site defect of TRAM flap breast reconstruction resulted in low incidence of abdominal hernia and bulge.

Keywords: Mammaplasty; Hernia, abdominal; Surgical flaps; Myocutaneous flap; Polypropylenes.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O retalho transverso do músculo reto abdominal (TRAM) é um método bem estabelecido para reconstrução mamária. Apresenta como principal desvantagem o grande defeito da área doadora, podendo causar fraqueza da parede abdominal, hérnias e abaulamentos. Diversas táticas de fechamento do defeito da área doadora foram descritas, incluindo fechamento direto da aponeurose do músculo reto abdominal e uso de telas de polipropileno. O objetivo deste estudo foi avaliar os índices de abaulamento e hérnia no pós-operatório de TRAM utilizando a tática cirúrgica de fechamento da área doadora com duas telas de polipropileno. MÉTODOS: Estudo prospectivo em 24 pacientes submetidos à reconstrução mamária unilateral com TRAM monopediculado ou bipediculado e reparo da área doadora com duas telas de polipropileno. Os pacientes foram avaliados quanto à incidência de hérnia e abaulamento no pós-operatório de 3, 6 e 12 meses. RESULTADOS: Ocorreu um caso (4,16%) de abaulamento abdominal e nenhum caso de hérnia. Não houve casos de infecção ou extrusão da tela. CONCLUSÃO: O uso de duas telas de polipropileno na área doadora do TRAM propiciou baixa incidência de hérnias e abaulamentos abdominais.

Palavras-chave: Mamoplastia; Hérnia abdominal; Retalhos cirúrgicos; Retalho miocutâneo; Polipropilenos.

 

Enlarged blepharoplasty: treating the upper two-thirds of the face

Armando Chiari; Sergio Antonio Saldanha Rodrigues-Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(3):287-295 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Patients may show signs of facial aging still in the early stages of life when complex surgical procedures are not sought, especially if they result in larger scars. These signals should be detected and treated appropriately for effective rejuvenation.
Methods: In the last 23 years,338 patients have undergone upper blepharoplasty associated with transpalpebral elevation of the eyebrows and myectomies of corrugators. They also received a mid-facial facelift through a lower blepharoplasty incision, with a detachment of the retaining orbital ligaments and repositioning an extensive flap of the orbicularis muscle in the superolateral direction. Canthopexy was routinely performed.
Results: Simultaneous rejuvenation of the upper two-thirds of the face is performed through simple blepharoplasty incisions, and this systematization is not found in the current literature. Patients were satisfied with the results, and routine canthopexy effectively prevented lower eyelid positioning defects. The most common complications were temporary paraesthesia (frontal and scalp regions) and chemosis in the lateral and lower aspects of the conjunctiva. In a retrospective review of 139 procedures performed between 2010 and 2019, the temporary scleral show was observed in 15 cases (10.8%) and a mild ectropion in 1 case (0.72%), treated conservatively. Two cases of chemosis (1.44%) and one hematoma (0.72%) required surgical treatment.
Conclusion: Enlarged blepharoplasty is safe, allows direct vision of manipulated periorbital structures, does not require long or expensive instrumental training. The authors achieve aesthetic results that impress by the rejuvenation of the upper 2/3 of the face and the lasting effect.

Keywords: Blepharoplasty; Ritidoplasty; Plastic surgery; Myocutaneous flap; Oculomotor muscles.

 

RESUMO

Introdução: Os pacientes podem apresentar sinais de envelhecimento facial ainda em fases iniciais da vida, quando procedimentos cirúrgicos complexos não são procurados, especialmente se resultarem em cicatrizes maiores. Estes sinais devem ser detectados e tratados adequadamente para um rejuvenescimento eficaz.
Métodos: Nos últimos 23 anos, 338 pacientes foram submetidos à blefaroplastia superior associada à elevação transpalpebral das sobrancelhas e miectomias dos corrugadores. Eles também receberam um lifting médio-facial através de uma incisão de blefaroplastia inferior, com descolamento dos ligamentos retentores orbitais e reposicionamento de um extenso retalho do músculo orbicular em direção superolateral. Cantopexia foi realizada rotineiramente.
Resultados: O rejuvenescimento simultâneo dos dois terços superiores da face é realizado através de incisões simples de blefaroplastia e essa sistematização não é encontrada na literatura atual. Os pacientes ficaram satisfeitos com os resultados e a cantopexia de rotina efetivamente preveniu defeitos de posicionamento da pálpebra inferior. As complicações mais comuns foram parestesia temporária (regiões frontal e escalpo) e quemose nos aspectos lateral e inferior da conjuntiva. Em uma revisão retrospectiva de 139 procedimentos realizados entre 2010 e 2019, scleral show temporário foi observado em 15 casos (10,8%) e um leve ectrópio em 1 caso (0,72%), tratados de forma conservadora. Dois casos de quemose (1,44%) e um hematoma (0,72%) necessitaram de tratamento cirúrgico.
Conclusão: A blefaroplastia ampliada é segura, permite a visão direta das estruturas periorbitais manipuladas, não requer treinamento longo ou instrumental caro. Os autores alcançam resultados estéticos que impressionam pelo rejuvenescimento dos 2/3 superiores da face e pelo efeito duradouro.

Palavras-chave: Blefaroplastia; Ritidoplastia; Cirurgia plástica; Retalho miocutâneo; Músculos oculomotores

 

Analysis of the results of surgical treatment using the sural flap

Pedro Simão Bosse; Henrique Ayzemberg; Tiago Salati Stangarlin; Tamara Simão Bosse
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(3):296-302 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Complex fractures and extensive skin lesions are increasingly common due to high-energy traumas. An alternative for treating these lesions in the lower limbs is the use of the sural flap.
Methods: This was a retrospective, analytical-descriptive study of exploratory documental analysis of patients submitted to the sural flap in a trauma reference hospital in northern Santa Catarina, Brazil. Age, sex, laterality, cause, place, and size of the lesion, use of tunneling and skin grafting, complications and their risk factors, and the management of such complications were analyzed.
Results: The study sample consisted of 16 patients with a mean age of 44.4 years; 87.5% were male. The cause of the most prevalent lesion was trauma (75.0%), and the site of the lesion was more prevalent in the distal tibia (43.8%). In 50.0% of the cases, risk factors for complications were present, and patients with diabetes mellitus and smokers were five times more likely to present such complications. Partial necrosis had a prevalence of 25.0%, and in 18.8%, only debridement was performed, and 6.3% grafting was performed.
Conclusion: The sural flap is a good alternative for covering lower limbs lesions due to its good success rate, but it is not free of complications. Such complications are more prevalent in patients who have risk factors such as smoking and diabetes mellitus.

Keywords: Myocutaneous flap; Sural nerve; Necrosis; Smoking; Diabetes mellitus.

 

RESUMO

Introdução: Fraturas complexas e extensas lesões de pele estão cada vez mais comuns devido aos traumas de alta energia. Uma alternativa para o tratamento dessas lesões nos membros inferiores é a utilização do retalho sural.
Métodos: Esse foi um estudo retrospectivo, analítico-descritivo de análise exploratória documental de pacientes submetidos ao retalho sural em um hospital de referência em trauma do norte de Santa Catarina, Brasil. Foram analisados a idade, sexo, lateralidade, causa, local e tamanho da lesão, uso de tunelização e enxerto de pele, complicações e seus fatores de risco, além do manejo de tais complicações.
Resultados: A amostra do estudo foi composta por 16 pacientes, com média de idade de 44,4 anos, 87,5% eram do sexo masculino. A causa da lesão mais prevalente foi trauma (75,0%) e o local da lesão foi mais prevalente na tíbia distal (43,8%). Em 50,0% dos casos os fatores de risco para as complicações estavam presentes, sendo que pacientes com diabetes mellitus e tabagistas exibiram 5 vezes mais chances de apresentar tais complicações. Necrose parcial teve uma prevalência de 25,0%, sendo que em 18,8% foi realizado apenas debridamento e em 6,3% enxertia.
Conclusão: O retalho sural é uma boa alternativa para a cobertura de lesões dos membros inferiores devido ao bom índice de sucesso, mas não está livre de complicações. Tais complicações são mais prevalentes em pacientes que possuem fatores de risco como o tabagismo e diabetes mellitus.

Palavras-chave: Retalho miocutâneo; Nervo sural; Necrose; Tabagismo; Diabetes mellitus

 

Evaluation of four techniques for nipple reconstruction

Marcela Caetano Cammarota; Ognev Meireles Cosac; Jefferson Di Lamartine; Alberto Benedik Neto; Rafael Quaresma de Lima; Conrado Miranda de Almeida; Bruno Peixoto Esteves; Dhyego Molinari Di Castro Curado
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):538-543 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Reconstruction of the nipple-areola complex represents the final and perhaps most difficult stage in breast reconstruction. Several techniques have been described; however, most of the methods do not seem to achieve adequate projection and are associated with the loss of projection over time, leading to an inadequate final aesthetic result. The objective of this study is to compare and evaluate the results and effectiveness of four different surgical nipple reconstruction techniques in the last 3 years. METHOD: Sixty-four reconstructed nipples were evaluated using the skate flap (n = 17), double-opposing-tab flap (n = 15), four petals (n = 22), and contralateral nipple graft (n = 10) techniques. The results were evaluated in the long term by a blinded examiner who classified the results as fully satisfactory, satisfactory, partially satisfactory, or unsatisfactory. RESULTS: The nipple graft showed significantly better results than the other groups (p = 0.012). There was no statistical difference when only the flaps (excluding the contralateral nipple graft) were evaluated (p = 0.102). However, when evaluating the outcome of nipple reconstruction according to primary reconstruction type, no difference was observed among the groups (p = 0.563). CONCLUSION: The contralateral nipple graft technique proved to be the most efficient method that yielded better results; however, no difference was seen among the other evaluated techniques. Hence, when the contralateral nipple graft technique is not possible, surgeons should select the one with which they are most familiar.

Keywords: Breast Reconstruction; Nipple Reconstruction; Breast Cancer; Post-operative Complications.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A confecção do complexo areolopapilar representa o estágio final nas reconstruções de mama, e talvez seja o mais difícil deles. Diversas técnicas são descritas, entretanto, a maioria delas não parece atingir a projeção adequada e sofre com a perda dessas com o passar do tempo, levando a um resultado final estético inadequado. O objetivo do trabalho é comparar e avaliar os resultados e eficácia de quatro técnicas cirúrgicas diferentes de confecção de papila, em cirurgias de reconstrução de mama nos últimos 3 anos. MÉTODO: Foram avaliados 64 papilas reconstruídas, utilizando as técnicas de skate flap (n=17), double opposing flap (n=15), "4 pétalas" (n=22) e enxerto de papila contralateral (n=10). Os resultados foram avaliados, a longo prazo, por um examinador cego que classificou os resultados como totalmente satisfatório, satisfatório, parcialmente satisfatório e insatisfatório. RESULTADOS: O enxerto de papila apresentou resultados significativamente melhores que dos outros grupos (p= 0,012). Não houve diferença estatística quando, somente, avaliados os retalhos (excluindo o enxerto de papila)(p=0,102). Já avaliando o resultado da papila confeccionada em função do tipo de reconstrução primária feita, não houve diferença entre os grupos (p=0,563). CONCLUSÃO: O enxerto de papila contralateral se mostrou uma técnica mais efetiva e com melhores resultados. Na impossibilidade do seu uso, não há diferença entre as outras técnicas avaliadas, ficando a sua indicação àquela que se sinta mais familiarizado e capacitado a realizar.

Palavras-chave: Reconstrução da Mama; Reconstrução de Papila; Câncer de Mama; Complicações pós - operatórias.

 

Use of the myocutaneous latissimus dorsi flap with fat extension in breast reconstruction: an option for filling the upper pole

João Medeiros Tavares-Filho; Diogo Franco; Laércio Moreto; Carlos Porchat; Talita Franco
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):423-428 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The sequelae of mastectomy presents in numerous ways, requiring the experience and creativity of the surgeon to achieve the best result in the reconstruction of a new breast. One of the difficulties in achieving this objective is the challenge of adequately filling the upper pole of the breast. The objective of this work was to present an alternative therapeutic option for correction of the upper pole of the neobreast. METHODS: In our surgical technique, a latissimus dorsi muscle flap with fat extension is used for filling the upper pole of the neobreast during its reconstruction. The described technique was used in 8 patients during late breast reconstruction. The patients' ages ranged from 39 and 70 years. The size of the fat extension ranged from 4.0 × 10.0 cm to 7.0 × 13.0 cm. The fat component of the flap was evaluated after 3 months by using magnetic resonance imaging (MRI). RESULTS: Breast implants that varied in volume between 270 and 435 mL were used. The follow-up period after surgery ranged from 3 months to 1 year. Two patients had epidermolysis (28%) at the junction of the cutaneous flap and the receiver area. No graft loss or other complications occurred. Our results demonstrate clinically or visually that correction of the depression in the upper pole of the neobreast was satisfactorily achieved. The viability of the fat flap, as observed on MRI, was adequate. CONCLUSION: The proposed technique is a suitable alternative method for filling the depression in the upper pole of the neobreast in most cases of breast reconstruction.

Keywords: Breast reconstruction; Myocutaneous flap; Mastectomy; Superficial muscles of the back.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: As sequelas de mastectomia se apresentam de formas variadas exigindo, do cirurgião, experiência e criatividade para obter o melhor resultado na reconstrução de uma nova mama. Dentre as dificuldades para que este objetivo seja alcançado, está o desafio de um melhor preenchimento do polo superior da mama. O objetivo deste trabalho é apresentar uma opção terapêutica alternativa para correção do polo superior dentre as técnicas já existentes com este propósito. MÉTODO: A técnica cirúrgica utilizou o retalho de músculo grande dorsal com extensão gordurosa para preenchimento do polo superior da neomama durante sua reconstrução. A técnica descrita foi utilizada em 8 pacientes durante a reconstrução mamária tardia, com idades variando entre 39 e 70 anos. O tamanho desta extensão gordurosa variou entre 4,0 × 10,0 e 7,0 × 13,0 cm. O componente gorduroso do retalho foi avaliado após 3 meses através de ressonância magnética. RESULTADOS: Foram usados implantes mamários que variavam entre 270 e 435 ml. O acompanhamento pós operatório variou entre 3 meses a 1 ano. Ocorreram 2 casos de epidermólise (28%) na junção do retalho cutâneo com a área receptora. Não houve perda ou sofrimento do retalho. Os resultados demonstram clinicamente ou visualmente que a correção da depressão do polo superior da neomama foi alcançada adequadamente, bem como a viabilidade do retalho gorduroso, observada nos exames de imagem (ressonância magnética). CONCLUSÃO: A técnica proposta é uma alternativa adequada para o tratamento da maioria dos casos de reconstrução mamária em que se busca o preenchimento da depressão existente no polo superior da mama.

Palavras-chave: Reconstrução da mama; Retalho miocutâneo; Mastectomia; Músculos superficiais do dorso.

 

Use of thoracoepigastric flap in the closure of large chest wall defects after surgical treatment of locally advanced breast tumor: a case report

Rafaela Alias Horta; Fernando Antônio Mourão Valejo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(4):471-474 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Breast cancer is the most common type of malignancy among women in Brazil and worldwide, excluding non-melanoma skin cancers. The purpose of this report is to describe the case of a patient with invasive breast carcinoma, associated with a large extent of skin involvement and nipple-areola complex, whose lesion was unchanged after neoadjuvant chemotherapy. After a Halsted mastectomy, the thoraco-epigastric flap was used to close the thoracic defect, with a favorable evolution of the patient. The use of the thoraco-epigastric flap has been described as a reliable tool because it is characterized as a technique that is easy to perform, safe and with minimal post-surgical complications.

Keywords: Breast neoplasm; Radical mastectomy; Myocutaneous flap; Neoadjuvant therapy; Surgical oncology.

 

RESUMO

O câncer de mama é o tipo de neoplasia maligna mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, excluindo-se as neoplasias de pele não melanoma. O objetivo do presente relato é descrever o caso de uma paciente portadora de carcinoma invasor da mama, associado a grande extensão de comprometimento de pele e complexo aréolomamilar, cuja lesão mostrou-se inalterada após quimioterapia neoadjuvante. Após mastectomia tipo Halsted, utilizou-se o retalho tóraco-epigástrico para fechamento do defeito torácico, com evolução favorável da paciente. O uso do retalho tóracoepigástrico tem sido descrito como uma ferramenta confiável por caracterizar-se como uma técnica de fácil execução, segura e com mínimas complicações pós-cirúrgicas.

Palavras-chave: Neoplasia de mama; Mastectomia radical; Retalho miocutâneo; Terapia neoadjuvante; Oncologia cirúrgica.

 

Association of the Tripier myocutaneous flap to scapha cartilage graft: a surgical resource for reconstruction of full thickness defects of lower eyelids

Carlos Goyeneche Montoya; Mariane Campagnari; Andés Cánchica Cano; Andres Ordenes Evensen; Leonardo Gobetti; Osvaldo Saldanha; Eduard René Brechtbühl
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(1):109-112 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The reconstruction of the secondary lower eyelid to a resection of skin cancer is a challenging surgical procedure that must be carefully planned with regards to issues related to lamella and extension of the resection. We present the case of a 69-year-old male patient who, after oncologic resection, presented a total thickness defect greater than 60% in the lower eyelid. For reconstruction, it was indicated that the use of Tripier's unipedic myocutaneous flap with scapha cartilage graft produced favorable results, which confirms that it is worthwhile using these techniques when planning lower eyelid reconstruction.

Keywords: Basal cell carcinoma; Skin neoplasia; Myocutaneous flap; Ear cartilage; Eyelids.

 

RESUMO

A reconstrução da pálpebra inferior secundária à ressecção de câncer de pele é um desafio cirúrgico e sua abordagem deve ser planejada por lamelas e extensão da ressecção. Apresentamos o caso de paciente do sexo masculino, 69 anos, que após a ressecção oncológica apresentou defeito de espessura total maior de 60% na pálpebra inferior. Para reconstrução foi indicada a associação do retalho miocutâneo unipediculado de Tripier com enxerto de cartilagem da escafa obtendo resultados favoráveis, mostrando que a associação destas técnicas é uma boa prática na hora de planejar a reconstrução da pálpebra inferior.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Neoplasias cutâneas; Retalho miocutâneo; Cartilagem da orelha; Pálpebras

 

Giant juvenile xanthogranuloma: diffuse and simultaneous palpebral involvement

Henri Friedhofer; Aneta Hionia Vassiliadis; Rodolfo Costa Lobato; Vanessa Anne Mohr-Bell; Mateus Neves Da Silva de Jesus; Maira Benito Scapolan; Rolf Gemperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(4):557-560 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Juvenile xanthogranuloma (JXG) is the most common benign tumor of the group of non-Langerhans histiocytic proliferative diseases. Lesions; 2 cm are considered giant JXG, with reports of lesions of up to 18 cm. Oculopalpebral lesions may require surgical treatment to control symptoms. This study reports a case of an 8-year-old boy who had four eyelids and the middle third of the face affected by giant JXG. He underwent three resections, one of which was of great depth that required a full-thickness skin graft directly on the levator palpebrae superioris aponeurosis. Subsequently, three fat-grafting procedures were performed and adequate functional and aesthetic results were achieved without lesion recurrence.

Keywords: Plastic surgery; Eye; Juvenile xanthogranuloma; Myocutaneous flap; Skin transplantation.

 

RESUMO

O xantogranuloma juvenil (XGJ) é um tumor benigno e o mais comum do grupo das doenças histiocitárias proliferativas nãoLangerhans. Lesões; 2cm são consideradas XGJ gigantes, com relatos de lesões de até 18cm. Lesões oculopalpebrais podem necessitar de tratamento cirúrgico para controle de sintomas. Esse trabalho relata o caso de um menino de 8 anos que teve as 4 pálpebras acometidas por XGJ gigantes, além do terço médio. Ele foi submetido a 3 ressecções, sendo uma bastante profunda, necessitando enxerto de pele de espessura total diretamente sobre o músculo levantador da pálpebra superior. Posteriormente, 3 procedimentos de lipoenxertia foram realizados, atingindo resultado funcional e estético adequado, sem recorrência lesional.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Olho; Xantogranuloma juvenil; Retalho miocutâneo; Transplante de pele

 

Scalp reconstruction with large dorsal muscle-free flap after dog bite scalping

Daniel Nowicki Kaam; André Coelho Nepomuceno; Gabriel Diniz Nishimura; Fernando Giovanetti Morano; Juliano Pereira; Juliana Gulelmo Staut; Jose Carlos Marques de Faria; Rodrigo Pinto Gimenez
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(3):353-357 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Scalping is characterized by trauma in the scalp region, which can be classified as partial or total. Scalping trauma is extremely mutilating and stigmatizing, especially when exposing the bone without periosteum, leading to chronic osteomyelitis and external table erosion. When there are extensive scalp lesions above 200cm2, and with periosteum, the lesion is required a large amount of tissue with microsurgical flap, which is not available in all centers. This work aims to report a case of a 69-year-old female patient who suffered trauma due to total avulsion of a big scalp of 550cm2 with exposure of a skull cap without periosteum and total unviability of the scalp after a dog bite. Due to the total unviability of the avulsed scalp, we opted to transplant a large dorsal muscle free flap with microvascular anastomosis of the thoracodorsal pedicle with the superficial temporal vessels. The flap evolved with good perfusion, and partial grafting was performed in the bloody area.
Methods: Retrospective analysis of the medical records of the patient in question. This paper follows the Declaration of Helsinki's standards and the approval of the Ethics and Research Committee.
Conclusion: The free flap of the large dorsal muscle proved effective in this case of reconstruction of the scalp's extensive lesion (550cm2) with partial periosteum lesion due to scalping. The flap recovered the shape of the skull and the protective function of the skull cap.

Keywords: Plastic surgery; Microsurgery; Scalp; Myocutaneous flap; Injuries and injuries.

 

RESUMO

Introdução: O escalpelamento é caracterizado pelo trauma em região do couro cabeludo, que pode ser classificado como parcial ou total. O trauma por escalpelamento é extremamente mutilante e estigmatizante, principalmente quando expõe o osso sem periósteo, que pode levar a quadro de osteomielite crônica e erosão de tábua externa. Quando há lesões extensas de couro cabeludo acima de 200cm² e com lesão de periósteo é necessária grande quantidade de tecido com retalho microcirúrgico, que não está disponível em todos os centros. O objetivo deste trabalho é relatar caso de paciente de 69 anos, feminina, que sofreu trauma por avulsão total de couro cabeludo de grande extensão de 550cm² com exposição de calota craniana sem periósteo e inviabilização total do escalpe após mordida de cachorro. Devido à inviabilização total do escalpe avulsionado, optou-se pelo transplante de retalho livre de músculo grande dorsal com anastomose microvascular do pedículo toracodorsal com os vasos temporais superficiais. O retalho evoluiu com boa perfusão e na área cruenta foi realizado enxertia parcial.
Métodos: Análise retrospectiva de prontuário da paciente em questão. O presente trabalho segue os padrões de declaração de Helsinque e aprovação do comitê de ética e pesquisa.
Conclusão: O retalho livre de músculo grande dorsal mostrou-se eficaz neste caso de reconstrução de lesão extensa do couro cabeludo (550cm²) com lesão parcial de periósteo devido ao escalpelamento. O retalho recuperou a forma do crânio e a função de proteção da calota craniana.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Microcirurgia; Couro cabeludo; Retalho miocutâneo; Ferimentos e lesões

 

Late seroma in breast reconstructions and mammoplasty with silicone implants: a case report and literature review

Fernanda Dinelli Scala; Roberto Junqueira Polizzi; Thaís Gomes Casali; Fernanda Zanatta Freitas Santos; José Mauro de Oliveira Squarisi; Danillo Irineu Brito Vieira Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):468-472 - Reviw Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The occurrence of seroma as a late complication of silicone breast implant is of great interest, given the aesthetic implications such as asymmetry and the possible association with infections or even malignancies. This complication is believed to be exclusive of textured prostheses. The present authors reviewed the literature by conducting a search of data in publications available in Medline by using the search term "late breast seroma" in order to clarify the pathological features of seroma. The etiology is unknown in most cases. The definitive treatment of choice is surgery, and most authors recommend bacteriological and cytological evaluations for seroma, preferably guided by ultrasonography. To provide patients with the best treatment, the treatment should be individualized according to clinical presentation, anticipating the possibility of recurrence and final sequelae.

Keywords: Prostheses and implants; Postoperative complications; Breast Augmentation; Breast reconstruction; Seroma; Recurrence.

 

RESUMO

A ocorrência de seroma como complicação tardia por implante de silicone mamário é de grande interesse, dadas as implicações estéticas, como assimetria, e a possível associação com infecções ou até mesmo malignidades. Acredita-se que esta complicação seja exclusiva de próteses texturizadas. Os autores fazem síntese da literatura a partir de pesquisa de dados em publicações disponíveis em MEDLINE com o termo "late breast seroma" em busca de maior esclarecimento da patologia. A etiologia é desconhecida na maioria dos casos. Nota-se que o tratamento definitivo de escolha é cirúrgico, sendo que grande parte dos autores recomenda a avaliação bacteriológica e citológica do seroma, preferencialmente guiado por ultrassonografia. O tratamento deve ser individualizado, de acordo com a clínica apresentada, antecipando a possibilidade de recorrência do evento e a sequela final, oferecendo, assim, o melhor tratamento à paciente.

Palavras-chave: Próteses e implantes; Complicações pós-operatórias; Mamoplastia; Reconstrução da mama; Seroma; Recidiva.

 

Chest wall reconstruction using abdominal rectus and latissimus dorsi muscle flaps: case report

Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Vitor de Vasconcellos Muniz; Artur de Vasconcellos Muniz; Paulo Roberto Araújo Barreto; Rafael Jorge Alves de Alcântara; Juliana Régia Furtado Matos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):129-132 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Chest wall reconstruction remains one of the great plastic surgery repair challenges. The present work aims to report on cases of chest wall reconstruction using myocutaneous flaps after wall resection due to tumor/osteomyelitis. METHODS: Four patients were included, among which three presented with osteomyelitis and the other presented with sarcoma; both of these conditions affected the chest wall. Each patient underwent wall resection and reconstruction using myocutaneous flaps from the latissimus dorsi (two cases) and abdominal rectus (two cases). RESULTS: The flaps used were sufficient for skin-muscle covering and maintained good vitality. Partial flap injury occurred in one case. Chest cavity stability was preserved. CONCLUSIONS: The use of the above flaps to repair chest defects was satisfactory with the aim of covering the skin and providing well-vascularized muscles, the latter of which was fundamental to preventing local infection.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Surgical flaps; Chest wall/surgery; Osteomyelitis; Sarcoma; Abdominal rectus; Superficial dorsal muscles.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução da parede torácica ainda permanece como um dos grandes desafios da cirurgia plástica reparadora. O presente estudo tem como objetivo apresentar o relato de pacientes submetidos à reconstrução de parede torácica com a utilização de retalhos miocutâneos, após ressecções de parede por tumores/osteomielite. MÉTODOS: Foram incluídos quatro pacientes, três deles portadores de osteomielite e o último apresentando-se com sarcoma, todas as afecções acometendo a parede torácica. Foram submetidos à ressecção de parede e reconstrução com retalhos miocutâneos do grande dorsal (dois casos) e reto abdominal (dois casos). RESULTADOS: Os retalhos utilizados foram suficientes para cobertura cutâneo-muscular e mantiveram boa vitalidade. Em apenas um caso, houve sofrimento parcial do retalho. Não houve recidiva precoce da doença. A estabilidade da caixa torácica foi preservada. CONCLUSÕES: A utilização dos retalhos citados no reparo dos defeitos torácicos mostrou-se satisfatória na intenção de prover revestimento cutâneo e músculo bem vascularizado, este fundamental no combate aos quadros infecciosos locais.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos cirúrgicos; Parede torácica/cirurgia; Osteomielite; Sarcoma; Reto do abdome; Músculos superficiais do dorso.

 

Reconstruction of the humerus and rehabilitation of the elbow using an osteomyocutaneous scapular flap: a case report

Humberto Regis de Paula Faleiros; José Anésio Faleiros; José Antônio Franciscon; Gustavo Marcatto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):139-142 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: We report a case of reconstruction of the proximal third of the right humerus and rehabilitation of the elbow in a 20-year-old male patient who was injured in an automobile accident and developed bone necrosis of 5 cm at the proximal third of the humerus and avulsion of the brachial biceps. METHODS: A scapular bone flap was used, together with a latissimus dorsi myocutaneous flap, using subscapular vessels for the pedicle. RESULTS: The patient had excellent postoperative course, presenting in the 2-month postoperative period with bone consolidation and initiation of elbow flexion. CONCLUSIONS: This flap modality is a safe and useful option for bone reconstruction.

Keywords: Elbow; Humerus; Myocutaneous flap; Superficial muscles of the back; Osteonecrosis.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: No presente trabalho, relatamos um caso de reconstrução do terço proximal do émero direito e reanimação do cotovelo de um paciente masculino, de 20 anos, vítima de acidente automobilístico, com necrose óssea de 5 cm no terço proximal do úmero e avulsão do bíceps braquial. MÉTODOS: Utilizamos o retalho ósseo da escápula, associado ao retalho miocutâneo do grande dorsal, tendo como pedículo os vasos subescapulares. RESULTADOS: O paciente teve excelente evolução no pós-operatório, apresentando-se, no pós-operatório de 2 meses, com consolidação óssea e iniciando a flexão do cotovelo. CONCLUSÕES: Perante a utilização do retalho descrito, concluímos que esta modalidade de retalho se insere no arsenal dos retalhos ósseos de maior segurança nas reconstruções ósseas em geral.

Palavras-chave: Cotovelo; Úmero; Retalho miocutâneo; Mésculos superficiais do dorso; Oesteonecrose.

 

Technique with double muscle and fasciocutaneous flap in the correction of sciatic pressure ulcers

Flávia Mesquita Soares; Raphael Barreto Campos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):121-124 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Pressure ulcers are lesions caused on the skin and underlying tissues due to local pressure force, usually at points of bony prominences. Here, we mention the case of a bedridden patient due to a spinal cord injury caused by myelomeningocele who developed an ulcer in the right ischial region, treated with the technique of muscular fasciocutaneous flaps on the posterior aspect of the thigh. As it is a lesion routinely found in these patients with functional limitations, it is essential to carry out adequate treatments aimed at the patient's clinical improvement and minimizing the rate of relapses. In addition, the implementation of new surgical techniques is extremely important, given the enormous variety of pressure injuries.

Keywords: Pressure injury; Meningomyelocele; Spina bifida cystica; Myocutaneous flap; immobilization.

 

RESUMO

Úlceras por pressão são lesões ocasionadas na pele e tecidos subjacentes devido à força de pressão local, geralmente em pontos de proeminências ósseas. Cita-se aqui o caso de uma paciente acamada devido à lesão medular por mielomeningocele que evoluiu com úlcera em região isquiática à direita, tratada com técnica de retalhos muscular e fasciocutâneo de face posterior da coxa. Por ser lesão rotineiramente encontrada nesses pacientes portadores de limitações funcionais, é fundamental a realização de tratamentos adequados que visem a melhora clínica do paciente e minimizar índice de recidivas. Além disso, é de suma importância a implementação de novas técnicas cirúrgicas, haja vista a enorme variedade de lesões por pressão.

Palavras-chave: Úlcera por pressão; Meningomielocele; Espinha bífida cística; Retalho miocutâneo; Imobilização

 

Giant malignant fibrous histiocytoma of the face: case report of microsurgical repair using a transverse rectus abdominis myocutaneous flap

RUI ANTONIO AQUINO DE AZEVEDO; BRENO RICELLY ÁVILA PINHEIRO; RAINA CATERINA COELHO ARRAIS; BRUNO FABRÍCIO ÁVILA PINHEIRO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):143-147 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The resection of invasive tumors of the head and neck can result in extensive and complex defects requiring immediate repair. One repair option is the transfer of a transverse rectus abdominis myocutaneous (TRAM) flap pedicled on deep inferior epigastric vessels using vascular microsurgery. This study aimed to register a procedure used in the microsurgical treatment of giant malignant fibrous histiocytoma of the face using a TRAM flap.
Case Report: A male patient sought medical care for a giant tumoral lesion in the right hemiface. Computed tomography of the skull revealed a voluminous expansive process of vegetating aspect with poorly defined borders. The excision of the tumor affected the right masseter and temporalis muscles, parotid gland, and right orbital and malar bones. Subsequently, microsurgical withdrawal of the TRAM flap was performed with the deep inferior epigastric artery through a surgical incision in the hypogastric area. Dissection of the facial artery and vein under microscopy and venous and arterial anastomoses followed. The flap was intact with good perfusion and no signs of infection.
Conclusions: Microsurgical facial reconstruction allows head and neck surgeons to resect large tumors.

Keywords: Myocutaneous flap; Reconstructive surgical procedures; Neoplasms; Rectus abdominis; Face

 

RESUMO

Introdução: A ressecção de tumores invasivos de cabeça e pescoço pode resultar em defeitos extensos e complexos exigindo reparação imediata. Uma das opções de reparação é a transferência, utilizando técnica de microcirurgia vascular, do retalho musculocutâneo do reto abdominal pediculado nos vasos epigástricos inferiores profundos (TRAM). O presente estudo tem como objetivo registrar um procedimento utilizado no tratamento reparador microcirúrgico de fibrohistiocitoma maligno gigante de face com retalho TRAM.
Relato de Caso: Paciente procurou atendimento médico devido a lesão tumoral gigante em hemiface direita. Foi realizada a tomografia computadorizada do crânio revelando volumoso processo expansivo de aspecto vegetante com limites mal definidos. Após os procedimentos básicos no pré-operatório, realizou-se a exérese do tumor que acometia músculos masseter e temporal direito, glândula parótida, assoalho orbitário à direita e osso malar. Posteriormente, retirou-se o retalho microcirúrgico do músculo reto do abdome em conjunto com a artéria epigástrica inferior profunda através de incisão cirúrgica da área hipogástrica. Em seguida, dissecção da artéria e veia facial utilizando microscópio e anastomoses venosa e arterial. Quanto à evolução retalho apresentou-se íntegro, com boa perfusão, sem sinais de infecção.
Conclusões: A reconstrução facial microcirúrgica oferece liberdade ao cirurgião de cabeça e pescoço para realizar grandes ressecções tumorais.

Palavras-chave: Retalho miocutâneo; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Neoplasias; Reto do abdome; Face

 

Abordagem reconstrutora após injeção de silicone líquido industrial nas mamas

ALEXANDRE ALCIDES MATTOS DE MEIRA; THIAGO ASSIS LISBOA; THAÍS PAIVA MORAES
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):62-64 - Supplement Symposium Miner of Intercurrences 13th SYMPOSIUM - 2019

PDF Portuguese

RESUMO

A injeção de silicone líquido industrial nas mamas é um procedimento ilícito e que pode desencadear manifestações clínicas locais e sistêmicas de elevada gravidade para o paciente. As mulheres e indivíduos transgêneros correspondem às principais vítimas, podendo evoluir com: nodulações dolorosas, migração à distância, resposta inflamatória, ulceração, embolização e óbito. Embora não seja possível estabelecer uma relação causal entre a presença de siliconoma e o desenvolvimento de câncer de mama, estudos de imagem e histopatológicos podem não identificar com clareza um eventual tumor de origem neoplásica concomitante. Atualmente, não há protocolos de abordagem do siliconoma, porém, recomenda-se a ressecção cirúrgica quando possível, sendo geralmente necessária mastectomia simples seguida de reconstrução imediata. Reabordagens cirúrgicas podem ser necessárias para tratamento de complicações associadas. O presente trabalho apresenta um relato de caso de injeção de silicone líquido industrial nas mamas, realizado por esteticista, com repercussões locais severas para a paciente, e cujo tratamento envolveu procedimentos cirúrgicos secundários e acompanhamento por equipe multidisciplinar.

Palavras-chave: Óleos de silicone; Mama; Mastectomia; Reconstrução da mama

 

Fechamento de defeito lombar secundário à mielomeningocele baseado nos pedículos secundários do retalho musculocutâneo ilhado reverso do latíssimo do dorso: um relato de caso

GUILHERME FERREIRA SEDÍCIAS; KLEITON CARDOZO BOSCHI; IGOR RUDAH SANTOS SANTANA; JULIA LEAL DANTAS VASCONCELOS; MAYARA RAYSSA DANTAS BORGES; EDILSON XAVIER JUNIOR
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):64-66 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: A mielomeningocele ou espinha bífida aberta é uma malformação congênita da coluna vertebral que ocorre nas primeiras quatro semanas de gestação, decorrente do defeito de fechamento do tubo neural. Na atualidade se dispõem de diferentes técnicas reconstrutivas para o fechamento dos defeitos da linha média, tanto cervicais, como torácicos, lombares e sacrais. A eleição da técnica dependerá da natureza do defeito, de seu tamanho e profundidade, do tecido disponível para a reconstrução e das condições clínicas e nutricionais do paciente.
Objetivos: Relatar um caso de um paciente com sequelas de mielomengingocele, cujo tratamento reconstrutivo da úlcera crônica lombar foi realizado com retalho reverso e ilhado do músculo latíssimo do dorso, após múltiplas tentativas de reconstrução com outras técnicas sem sucesso.
Relato de Caso: Uma criança de 7 anos de idade foi encaminhada ao setor de cirurgia plástica, com o objetivo de reconstruir uma grande área ulcerada na região lombar, de forma ovóide, aproximadamente de 10,0cm x 8,0cm, secundária à mielomeningocele.
Discussão: O paciente foi submetido ao fechamento do defeito lombar (úlcera crônica) com retalho musculocutâneo ilhado reverso do latíssimo do dorso.
Conclusão: O uso do retalho do músculo grande dorsal reverso é uma boa opção para a cobertura de grandes defeitos da região toracolombar e o planejamento cirúrgico é simples, seguro e sua morbidade pós-operatória é mínima, atingindo um resultado estético satisfatório tanto para o paciente quanto para o cirurgião plástico.

Palavras-chave: Meningomielocele; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalho miocutâneo; Cirurgia plástica; Úlcera cutânea

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license