ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 423 result(s)

Search for : Traumatismos da mão; Cirurgia plástica; Microcirurgia

Abordagem às fraturas por arma de fogo na mão: Série de casos

Alfredo Lima; Breno Bezerra Gomes De Pinho Pessoa; Juliana Paula Costa Montenegro Carvalho; Francisco de Assis Montenegro Carvalho; Marcela Romero da Frota Levy; Livia Bessa Gomes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):2-4 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Gunshot wounds are becoming more frequent due to the increase in global violence. The involvement of the hand is highlighted because of its importance to daily activities. Therefore, it is necessary a treatment directed to functional recovery, which depends on the professional that will perform the operation.
Objective: Discuss the type of treatment and the evolution of patients with gunshot wound on the hand in Fortaleza, Ceará.
Methods: This is a descriptive and retrospective study. Analysis of patients medical records was performed January 2015 to December 2016.
Results: Male gender prevailed (76.9%), medium age was 33,28 years, the majority had unilateral injury (80.7%). The most used therapy was microplates and screws 2.0 system (53.8%), being joint stiffness the most common consequence (57%).
Conclusion: Predominant surgery technique was rigid fixation with plates and screws. Furthermore, it was noticed that the evolution of those who were treated later was also satisfactory.

Keywords: Hand injuries; Reconstructive surgical procedures; Hand bones; Fracture fixation; Wounds, gunshot.

 

RESUMO

Introdução: A lesão causada por armas de fogo tem se tornado cada vez mais frequente tendo em vista o aumento da violência global. Destaca-se o acometimento da mão por essa ser uma unidade anatômica importante na realização de atividades cotidianas. Dessa forma, faz-se necessário um tratamento direcionado para a recuperação funcional, o que depende da experiência e habilidade do profissional que realizará tal procedimento para conseguir um resultado satisfatório.
Objetivo: Relatar o tipo de tratamento e evolução dos casos de perfuração por arma de fogo na mão em um hospital da cidade de Fortaleza, Ceará.
Métodos: Estudo descritivo e retrospectivo. Análise de prontuários de pacientes conduzidos no período de janeiro de 2015 a dezembro de 2016.
Resultados: Predominou o sexo masculino (76,9%), a idade média de 33,28 anos, a maioria apresentou lesão unilateral (80,7%). O recurso terapêutico mais utilizado foi o uso de sistema de miniplacas e parafusos 2.0 (53,8%), sendo a rigidez articular a sequela mais prevalente (57%).
Conclusão: Os pacientes operados nesse serviço tiveram como técnica predominante de cirurgia a fixação rígida com placas e parafusos. Ademais, notou-se que, neste estudo, a evolução daqueles pacientes abordados tardiamente foi também satisfatória.

Palavras-chave: Traumatismos da mão; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Ossos da mão; Fixação de fratura; Ferimentos por arma de fogo.

 

Anatomical representation of the latissimus dorsi and its application in plastic surgery

Fernando Antonio Gomes de Andrade; Luciano Ornelas Chaves; Claudio Eduardo de Oliveira Cavalcante; Ivanadja Jatobá; Rafhael Martins Cunha; Ricardo Nogueira Bezerra; Maurício Calzado; Laís Clark de Carvalho Barbosa; Luís Henrique Alves Salvador Filho; Jamisson Garrote Teixeira; Simone Vicente Dias da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):345-351 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The latissimus dorsi muscle (LDM) is an important element in the lateroposterior wall of the thorax. The LDM is valued in plastic surgery for its constant anatomy, and its use is recommended for mammary reconstruction, microsurgery, and upper limb reconstruction among other procedures, which makes it a versatile flap for reconstructive surgery. However, its representation in books and anatomical studies is controversial. Mathes & Nahai described that the position of the LDM is configured in a location where the muscle is found in the lateroposterior thoracic segment but with a more posterior than lateral representation. A great number of anatomists share the same opinion. The objective of this study was to discuss and describe the real position of the LDM through study of its anatomy and comparison with images published in books. METHODS: We studied the anatomical description and representation of the LDM in drawings published in books and articles by classical authors. The drawings were compared with the neurovascular and muscular anatomy of the LDM during its dissection from 47 fresh cadavers in the dorsal decubitus (DD) position. RESULTS: Study of the anatomical description and representation of the LDM in the revised books compared with the dissection of fresh corpses in the DD position revealed that the published authors described the LDM in a more posterior position than that found in the body. CONCLUSION: This study identified the LDM position as being more anterior than that described by drawings in published books. LDM rotation and individualization with the patient in a DD position is a safe approach.

Keywords: Anatomy; Plastic surgery; Microsurgery; Superficial muscles of the back; Dorsal decubitus.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O músculo latíssimo do dorso (MLD) é um importante elemento da parede látero-posterior do tórax. A aplicabilidade do MLD em cirurgia plástica é reconhecida por sua anatomia constante, sendo indicado, na reconstrução mamária, na microcirurgia, nas reconstruções de membros superiores, entre outros, tornando-se um retalho versátil em cirurgia reconstrutora. Sua representação em livros e estudos anatômicos apresentam controvérsias. Mathes & Nahai expressam que a posição do MLD é configurada em uma localização onde o músculo encontra-se em segmento torácico látero-posterior, mas com uma representação mais posterior que lateral. Um grande número de anatomistas escreve da mesma forma. O objetivo é o de discutir e descrever a real posição do MLD por meio do estudo da sua anatomia e comparação com imagens publicadas em livros. MÉTODOS: Estudou-se a descrição e representação anatômica do MLD em desenhos publicados em livros e artigos de autores clássicos. Os desenhos foram comparados com o estudo da anatomia vásculo-nervosa e muscular do MLD durante a dissecção, na posição de Decúbito Dorsal (DD), de 47 cadáveres frescos. RESULTADOS: O estudo da descrição e representação anatômica do MLD em livros de autores consultados, comparada com a dissecção em DD de cadáveres frescos, permitiu conhecer que estes autores identificam o MLD em uma posição mais posterior do que a encontrada na anatomia. CONCLUSÃO: Este estudo identifica a posição do MLD com uma representação mais anterior do que os desenhos dos livros estudados. A rotação e individualização do MLD com o paciente em decúbito dorsal é uma abordagem segura.

Palavras-chave: Anatomia; Cirurgia plástica; Microcirurgia; Músculos superficiais do dorso; Decúbito dorsal.

 

Double free flap for oromandibular reconstruction

Anne Karoline Groth, Alfredo Benjamim Duarte da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):11-21 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Ablative surgery for locally advanced head and neck tumors can lead to devastating sequels. Free flaps are the gold standard in reconstruction. Aim: To determine safety and survival impact in patients submitted to double free flaps procedures. Method: Twenty three patients were submitted do oromandibular reconstruction between 2006 and 2007. For comparison purposes they were divided in two groups: group I - single free flap, and group II - double free flap. Data such as age, sex, smoking history, malnutrition, histological type, radiotherapy, recurrence, complications and survival were collected. Results: Seventeen patients were distributed in group I and 6 patients in group II. Squamous cell carcinoma was the most common histological type (83.3% group II versus 47.1% group I). Fibular free flap was the most used flap in group I (8 cases - 47.1%). The most common flap combination in group II was fibular free flap+anterolateral thigh flap in 4 cases. Recurrence was observed in three patients from group I and one patient from group II (17.6% versus 16.7%; p = 0.928). Mean survival time free from disease was 11.8 months + 6.8 in group I versus 10.8 + 8,4 in group II (p = 0.77). There were three total flap loss (90.3% flap survival), one fibular flap from group I and one fibular and one anterolateral thigh flap in group II. Flap survival in group II was 86.4%. Conclusion: We believe that double free flap reconstruction in head and neck is safe, reliable and has similar flap survival as single free flap procedures.

Keywords: Microsurgery. Plastic surgery. Reconstructive surgical procedures. Squamous cell carcinoma. Mandibular neoplasms/surgery.

 

RESUMO

Introdução: O tratamento cirúrgico de tumores localmente avançados de cabeça e pescoço deixa como sequelas defeitos extensos e complexos. Retalhos microcirúrgicos são a primeira opção para reconstrução. Objetivo: Determinar a segurança e o impacto na sobrevida em pacientes submetidos a dois retalhos microcirúrgicos. Método: Vinte e três pacientes foram submetidos a reconstrução oromandibular entre 2006 e 2007 e divididos em 2 grupos, de acordo com o número de retalhos. Idade, sexo, tabagismo, desnutrição, tipo histológico, radioterapia, recidiva, complicações e sobrevida foram avaliados. Resultados: Dezessete pacientes foram submetidos a retalho microcirúrgico único (grupo I) e seis pacientes, a dois retalhos microcirúrgicos simultâneos (grupo II). Carcinoma epidermóide foi o tumor mais comum (83,3% grupo II versus 47,1% grupo I). No grupo I, o retalho mais utilizado foi o retalho de fíbula em 8 (47,1%) casos. No grupo II, os retalhos mais utilizados foram fíbula + ântero-lateral da coxa em 4 casos. Recidivas ocorreram em 3 pacientes do grupo I e 1 paciente do grupo II (17,6% versus 16,7%; p = 0,928). Tempo médio de sobrevida livre de doença foi de 11,8 + 6,8, no grupo I, versus 10,8 + 8,4, no grupo II (p = 0,77). Houve três perdas totais do retalho (90,3% sobrevida do retalho), sendo uma perda de retalho fibular no grupo II e perda de um retalho fibular e ântero-lateral da coxa no grupo II, com sobrevida no grupo II de 86,4%. Conclusão: Acreditamos que o uso de dois retalhos microcirúrgicos é seguro, com sobrevida do retalho semelhante ao grupo que realizou apenas um retalho microcirúrgico.

Palavras-chave: Microcirurgia. Cirurgia plástica. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Carcinoma de células escamosas. Neoplasias mandibulares/cirurgia.

 

Initial training in microsurgery

Iana Silva Dias; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; André Nunes Benevides; José Everardo Macêdo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):595-599 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

The microsurgical technique witch until the 1980's was an exclusion procedure, only chosen in extreme cases, due to easily observed advances seen in innumerous current publications, has become in various procedures the first surgical option, practically compelling all doctors who practice in the field of Plastic Surgery to perform training in the referred technique. The current article presents an easy executed model of microsurgery basic training.

Keywords: Surgery, plastic. Microsurgery. Education, medical.

 

RESUMO

A técnica microcirúrgica que até a década de 80 do século passado se constituiu um procedimento de exceção, somente utilizada em casos extremos, devido aos avanços facilmente observados em diversas publicações atuais, tornou-se em muitos procedimentos a primeira opção cirúrgica, fazendo com quase que, de maneira obrigatória, todos os médicos que exerçam a especialidade de Cirurgia Plástica tenham que realizar treinamento na citada técnica operatória. O presente artigo se propõe a apresentar um modelo de fácil execução como treinamento básico em microcirurgia.

Palavras-chave: Cirurgia plástica. Microcirurgia. Educação médica.

 

The kite flap on surgical reconstruction of traumatic defects of the thumb: two cases report

Roberto Melone, Naila Alves, Ricardo Pianta Ducatti, Ricardo Hashimoto Menezes, Guilherme de Queiróz Moysés, Marcelo Prado, Rosa Maria Carrazzoni, Walfredo Cherubini Fogaça, Antonio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(2):116-119 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The kite flap is a fasciocutaneous and neurovascular flap harvest from the dorsal portion of the second finger. Its irrigation originates from the first space dorsal metacarpic artery that is a radial artery branch and its innervation come from the superficial branches of the radial nerve. It is a very useful flap to cover soft tissues defects in the hand. The flap was described, in 1954, by the first time by Gaul and after by Lie and Posch, in 1971. In the present paper, the authors used the kite flap to treat patients and could verify the possibility to cover soft tissue defects in the thumb, very important component of hand function. This flap deliver to the soft tissue defect an innerved island of skin being a good option for reconstructive surgery.

Keywords: Surgical flaps. Thumb. Hand Injuries, surgery

 

RESUMO

O retalho "kite" é neurovascular fasciocutâneo da porção dorsal do segundo quirodáctilo, cuja irrigação é proveniente da artéria metacárpica dorsal do primeiro espaço, que é ramo da artéria radial, e se presta a cobrir defeitos de partes moles da mão. Sua inervação é proveniente de ramos superficiais oriundos do nervo radial. Foi descrito pela primeira vez por Gaul (1954) e, mais tarde, por Lie e Posch (1971). Os autores utilizaram o retalho "kite" em dois pacientes e verificaram a possibilidade de cobertura das áreas cruentas no polegar, segmento importante na função da mão. Este retalho leva à área receptora uma ilha de pele inervada e constitui mais uma boa técnica disponível na cirurgia reparadora desse segmento corporal.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos. Polegar. Traumatismos da mão, cirurgia

 

Microsurgical transplantations: a five year experience of the Plastic Division of Federal University of Bahia

Marcelo Sacramento Cunha; André Leal Gonçalves Torres; Jorge Cabral dos Anjos Neto; Lívia Leal Monteiro; José Válber Meneses
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(4):305-309 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Microsurgery has been successfully applied to plastic surgery in the last three decades. Objective: The experience of the microsurgical group of Federal University of Bahia is reported and the results and complications are analyzed. Methods: Forty-eight microsurgical procedures (head and neck, breast and inferior limb reconstructions) were done. The complications were divided into immediate (operative period), recent (until 21 days) and delayed (after 21 days). Complications related to reconstruction itself were divided into minor (partial necrosis or partial satisfaction) or major (total necrosis or no satisfaction). Complications related to donor sites were divided into minor (surgical repair) or major (deformity not acceptable). Results were divided into good, acceptable and bad. Results: The results related to reconstruction were classified into good (72.91%), acceptable (16.67%) and bad (10.42%). The results related to donor site were classified into good (87.5%) and acceptable (12.5%) and no bad result. Conclusion: Good and acceptable results are important to credibility and sedimentation of microsurgery procedures.

Keywords: Microsurgery. Surgical flaps. Plastic surgery.

 

RESUMO

Introdução: A microcirurgia reconstrutiva tem sido aplicada à cirurgia plástica desde a década de 70, com várias possibilidades de reconstruções. Objetivo: Relatar a experiência inicial de um serviço de cirurgia plástica ao implantar um grupo de microcirurgia, analisando as complicações e resultados da casuística. Método: Foram realizados 48 transplantes microcirúrgicos (reconstruções de cabeça e pescoço, mama e membros inferiores). As complicações foram divididas em imediatas (intra-operatórias), recentes (até 21 dias) e tardias (após 21 dias). Foram analisadas as complicações relacionadas às reconstruções: menores (perda parcial do retalho e/ou satisfação parcial do plano pré-operatório) e maiores (perda total do retalho e/ou não satisfação do plano pré-operatório). Em relação às áreas doadoras, foram divididas em menores (com necessidade de reintervenção cirúrgica) e maiores (deformidade não satisfatória ao cirurgião ou não aceitável ao paciente). Os resultados foram classificados como bons, satisfatórios ou maus resultados. Resultados: Quarenta e três retalhos sobreviveram (89,58% de sucesso) e em 5 houve perda total. Os resultados da reconstrução foram classificados em bons (72,91%), satisfatórios (16,67%) e ruins (10,42%). Os resultados das áreas doadoras foram classificados em bons (87,5%), satisfatórios (12,5%) e ruim (0%). Conclusão: As taxas de complicações e resultados da casuística sedimentaram a microcirurgia como opção cirúrgica no Serviço em estudo.

Palavras-chave: Microcirurgia. Retalhos cirúrgicos. Cirurgia plástica.

 

Craniofacial reconstructions: is there still room for locoregional flaps?

Rafael Anlicoara; Marco Aurélio de Freitas Cabral; Jairo Zacché de Sá; Guilherme Torreão de Sá; Antonio Carlos Corte Real Braga
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):603-608 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Advanced tumors of the head and neck still have a high prevalence in Brazil. Reconstructing a defect resulting from a craniofacial resection is a challenge for the plastic surgeon. Free flaps are the first choice for these reconstructions, and locoregional flaps have been used in selected cases. The objective of this study was to evaluate a number of reconstructions with locoregional flaps in patients undergoing craniofacial oncologic resection, to demonstrate the applicability of these flaps and the end result of the reconstructions. METHODS: We retrospectively studied four craniofacial reconstructions with locoregional flaps on the forehead and scalp. The patients were operated at the Clinical Hospital of the Federal University of Pernambuco. They signed a consent form allowing the scientific publication of their photographs and clinical case records. RESULTS: All reconstructions were successful. There were no cases of local infection or meningitis, flap necrosis, liquor fistula, or dehiscence. Reconstructions with locoregional flaps were safe and simple to perform for extensive defects in the craniofacial region. CONCLUSIONS: Plastic surgeons can perform complex reconstructions with locoregional flaps, demonstrating that there is still room for this type of reconstruction.

Keywords: Head and neck neoplasms; Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Face; Plastic surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os tumores avançados de cabeça e pescoço ainda têm elevada prevalência no Brasil. A reconstrução de um defeito resultante de ressecção craniofacial é um desafio para o cirurgião plástico. Os retalhos livres são a primeira escolha para essas reconstruções e os retalhos locorregionais têm sido utilizados em casos selecionados. O objetivo deste estudo é avaliar uma série de reconstruções com retalhos locorregionais em pacientes submetidos a ressecções oncológicas craniofaciais, demonstrando a aplicabilidade desses retalhos e o resultado final das reconstruções. MÉTODOS: Foram avaliadas, retrospectivamente, quatro reconstruções craniofaciais com retalhos locorregionais de fronte e couro cabeludo. Os pacientes foram operados no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) e assinaram termo de consentimento permitindo a publicação científica de suas fotos e casos clínicos. RESULTADOS: Todas as reconstruções foram bem sucedidas. Não ocorreram casos de infecção local ou meningite, necrose do retalho, fístulas liquóricas ou deiscências. As reconstruções com retalhos locorregionais apresentadas foram seguras e simples para reconstruir defeitos extensos em região craniofacial. CONCLUSÕES: Os cirurgiões plásticos podem realizar reconstruções complexas com estes retalhos, demonstrando que ainda há espaço para este tipo de reconstrução.

Palavras-chave: Neoplasias de cabeça e pescoço; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Face; Cirurgia plástica.

 

O uso de retalhos microcirúrgicos em cirurgia reparadora do pé: revisão de literatura e série de casos

Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Lucas Machado Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):49-51 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Patients with complex foot injuries were often amputated until 1981 when reconstructive microsurgery began in Fortaleza. The greater anatomy and advanced surgical techniques knowledge made possible a master's work in 2001, proposing the latissimus dorsi free flap as a way to change this reality. In these 17 years, advances and new options in microsurgical flaps management have led the authors to question what are the most commonly used flaps nowadays.
Objective: To review in literature the microsurgical flaps currently used in foot repair and to present results of nine patients operated in 2017.
Methods: We selected eight cases with foot injury in a weight bearing region operated in a tertiary hospital in 2017, excluding those with lesions in other regions of foot and lower limb and it was carried out bibliographic research selecting 14 works on the subject in last 6 years in Capes Journal.
Results: In 14 articles selected, 356 patients underwent foot reconstruction by microsurgery and the anterolateral thigh part was the most used, accounting for 55.61% of flaps. The nine cases operated by the authors were reconstructed with this flap.
Discussion: Surgical flap choice should consider, among several factors, total surgical time, and ability to tolerate pressure while walking, donor site morbidity, possibility of wearing shoes and the need for secondary refinements. In literature and in the series observed in the study, anterolateral thigh flap proved to be versatile and with many advantages among the cited ones.
Conclusion: Calcaneal and foot tissues are difficult to recover because there is no substitute that is completely adequate, which ultimately requires constant training by the plastic surgeon to be prepared for increasingly complex reconstructions, and in these, microsurgical flaps are strong allies.

Keywords: Microsurgery; Foot deformities, Acquired; Surgery, plastic; Perforator flap; Wounds and injuries.

 

RESUMO

Introdução: Pacientes portadores de lesões complexas do pé eram muitas vezes amputados até 1981 quando se iniciaram em Fortaleza as microcirurgias reparadoras. O maior conhecimento da anatomia e de técnicas cirúrgicas avançadas possibilitou trabalho de mestrado no ano 2001 propondo o retalho livre de músculo grande dorsal como forma de mudar essa realidade. Nesses 17 anos, os avanços e as novas opções no manejo dos retalhos microcirúrgicos levaram os autores a questionar quais os retalhos mais utilizados atualmente.
Objetivo: Revisar na literatura os retalhos microcirúrgicos utilizados atualmente na reparação do pé e apresentar resultados de oito pacientes operados em 2017.
Métodos: Foram selecionados 8 casos com lesão do pé em região de suporte de peso operados em hospital terciário em 2017 sendo excluídos aqueles com lesões de outras regiões do pé e membro inferior e realizada pesquisa bibliográfica selecionando 14 trabalhos sobre o tema nos últimos 6 anos no Periódicos Capes.
Resultados: Nos 14 artigos selecionados foram contabilizados 356 pacientes submetidos a reconstrução do pé por microcirurgia sendo o anterolateral da coxa o mais utilizado perfazendo 55,61% dos retalhos. Os 8 casos operados pelos autores foram reconstruídos com este retalho.
Discussão: A escolha pelo retalho adequado para a cirurgia deve considerar, dentre diversos fatores, o tempo cirúrgico total, a capacidade de tolerar pressão na deambulação, a morbidade da zona doadora, a possibilidade de usar calçados e a necessidade de refinamentos secundários. Na literatura e na série observada no estudo, o retalho anterolateral da coxa se mostrou versátil e com muitas vantagens dentre as citadas.
Conclusão: O tecido do calcâneo e do pé é de difícil recuperação pois não há um substituto totalmente adequado, o que acaba por exigir do cirurgião plástico constante formação e preparo para reconstruções cada vez mais complexas e nestas, os retalhos microcirúrgicos, são fortes aliados.

Palavras-chave: Microcirurgia; Deformidades adquiridas do pé; Cirurgia plástica; Retalho perfurante; Ferimentos e lesões.

 

Complex reconstruction of the upper and lower limbs by using reverse-flow flaps: a series of 32 cases

Caio Alcobaça Marcondes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Arthur André Hartmann
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):622-625 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Reconstruction of the soft tissues after loss of substance in the distal third of the upper and lower limbs, in particular when associated with the exposure of noble structures (bone, tendon, nerves, or blood vessels), remains a challenge in plastic surgery. Fasciocutaneous reverse flow flaps are an efficient surgical option for covering small and medium lesions in this location. METHOD: A retrospective clinical study was performed on a series of 32 cases of complex trauma of the upper and lower limbs treated between January 2013 and December 2014. RESULTS: A total of 24 reverse-flow flaps were performed in the lower limbs and eight in the upper limbs, resulting in efficient coverage of the defects. CONCLUSION: Reverse-flow flaps are reliable and present rotation arcs that allow coverage of a variety of lesions in the distal third of the upper and lower limbs.

Keywords: Surgical flaps; Reconstructive surgical procedures; Hand trauma; Lesion of the soft tissues; Leg trauma/surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução de partes moles após perdas de substância do terço distal dos membros superiores e inferiores, principalmente quando associada à exposição de estruturas nobres (osso, tendão, nervos ou vasos sanguíneos), continua a desafiar a cirurgia plástica. Os retalhos fasciocutâneos de fluxo reverso são uma eficiente opção cirúrgica na cobertura de lesões pequenas e médias nesta localização. MÉTODO: Foi realizado um estudo clínico retrospectivo, no período de janeiro de 2013 a dezembro de 2014, de uma série de 32 casos de traumas complexos em membros superiores e inferiores. RESULTADOS: Foram realizados 24 retalhos de fluxo reverso nos membros inferiores e 8 nos membros superiores, observando-se uma cobertura eficaz dos defeitos. CONCLUSÃO: Os retalhos de fluxo reverso são confiáveis e apresentam arcos de rotação que permitem a cobertura de lesões diversas no terço distal de membros superiores e inferiores.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Traumatismos da mão; Lesões dos tecidos moles; Traumatismos da perna/cirurgia.

 

Scalp reconstruction with large dorsal muscle-free flap after dog bite scalping

Daniel Nowicki Kaam; André Coelho Nepomuceno; Gabriel Diniz Nishimura; Fernando Giovanetti Morano; Juliano Pereira; Juliana Gulelmo Staut; Jose Carlos Marques de Faria; Rodrigo Pinto Gimenez
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(3):353-357 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Scalping is characterized by trauma in the scalp region, which can be classified as partial or total. Scalping trauma is extremely mutilating and stigmatizing, especially when exposing the bone without periosteum, leading to chronic osteomyelitis and external table erosion. When there are extensive scalp lesions above 200cm2, and with periosteum, the lesion is required a large amount of tissue with microsurgical flap, which is not available in all centers. This work aims to report a case of a 69-year-old female patient who suffered trauma due to total avulsion of a big scalp of 550cm2 with exposure of a skull cap without periosteum and total unviability of the scalp after a dog bite. Due to the total unviability of the avulsed scalp, we opted to transplant a large dorsal muscle free flap with microvascular anastomosis of the thoracodorsal pedicle with the superficial temporal vessels. The flap evolved with good perfusion, and partial grafting was performed in the bloody area.
Methods: Retrospective analysis of the medical records of the patient in question. This paper follows the Declaration of Helsinki's standards and the approval of the Ethics and Research Committee.
Conclusion: The free flap of the large dorsal muscle proved effective in this case of reconstruction of the scalp's extensive lesion (550cm2) with partial periosteum lesion due to scalping. The flap recovered the shape of the skull and the protective function of the skull cap.

Keywords: Plastic surgery; Microsurgery; Scalp; Myocutaneous flap; Injuries and injuries.

 

RESUMO

Introdução: O escalpelamento é caracterizado pelo trauma em região do couro cabeludo, que pode ser classificado como parcial ou total. O trauma por escalpelamento é extremamente mutilante e estigmatizante, principalmente quando expõe o osso sem periósteo, que pode levar a quadro de osteomielite crônica e erosão de tábua externa. Quando há lesões extensas de couro cabeludo acima de 200cm² e com lesão de periósteo é necessária grande quantidade de tecido com retalho microcirúrgico, que não está disponível em todos os centros. O objetivo deste trabalho é relatar caso de paciente de 69 anos, feminina, que sofreu trauma por avulsão total de couro cabeludo de grande extensão de 550cm² com exposição de calota craniana sem periósteo e inviabilização total do escalpe após mordida de cachorro. Devido à inviabilização total do escalpe avulsionado, optou-se pelo transplante de retalho livre de músculo grande dorsal com anastomose microvascular do pedículo toracodorsal com os vasos temporais superficiais. O retalho evoluiu com boa perfusão e na área cruenta foi realizado enxertia parcial.
Métodos: Análise retrospectiva de prontuário da paciente em questão. O presente trabalho segue os padrões de declaração de Helsinque e aprovação do comitê de ética e pesquisa.
Conclusão: O retalho livre de músculo grande dorsal mostrou-se eficaz neste caso de reconstrução de lesão extensa do couro cabeludo (550cm²) com lesão parcial de periósteo devido ao escalpelamento. O retalho recuperou a forma do crânio e a função de proteção da calota craniana.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Microcirurgia; Couro cabeludo; Retalho miocutâneo; Ferimentos e lesões

 

Reverse posterior interosseous flap of the forearm for the surgical treatment of electric hand trauma: Case report

Rodolfo Costa Lobato; Wellington Menezes Mota; Paulo Tuma; Dimas André Milcheski; Hugo Alberto Nakamoto; Rolf Gemperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(3):423-427 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Lesions affecting the hands with significant skin loss often require flaps for early coverage, as these permit faster healing. Among the various options, the reverse posterior interosseous flap of the forearm is most commonly used for defects involving the back of the hand and wrist due to low complication rates. Normally, this flap is not used for the reconstruction of defects in the palmar region since its distal reach is insufficient. Case report: We present the case of a male patient with third-degree electrical burns on his right palm, whose reconstruction was performed on the 14th day postinjury using the reverse posterior interosseous flap of the forearm after conservative debridement. The patient presented good postoperative evolution, without long-term complications or functional sequelae. Conclusion: The reverse posterior interosseous flap of the forearm permits adequate coverage of palm injuries, preserving its functionality.

Keywords: Burns; Burns by electric current; Surgical flaps; Techniques for wound closure; Hand injuries.

 

RESUMO

Introdução: Lesões que acometem as mãos com importante perda cutânea frequentemente requerem retalhos para cobertura precoce, visto que permitem melhor reabilitação. Dentre as opções, o retalho interósseo posterior reverso do antebraço é o mais utilizado para defeitos no dorso da mão e punho, com baixas taxas de complicações. Normalmente, esse retalho não é utilizado para a reconstrução de defeitos em região palmar, já que geralmente não alcança esse local.
Relato de caso: Apresentamos o caso de um paciente com queimadura elétrica de terceiro grau, em palma da mão direita, cuja reconstrução foi realizada com o uso do retalho interósseo posterior reverso do antebraço, após debridamentos conservadores, no 14o dia após a queimadura. O paciente apresentou boa evolução pós-operatória, sem complicações ou sequelas funcionais a longo prazo.
Conclusão: O retalho interósseo posterior reverso do antebraço permite cobertura adequada de lesões em palma da mão, preservando sua funcionalidade.

Palavras-chave: Queimaduras; Queimaduras por corrente elétrica; Retalhos cirúrgicos; Técnicas de fechamento de ferimentos; Traumatismos da mão

 

Technical standardization of the microsurgery training program of plastic surgery and reconstructive microsurgery service of the Walter Cantídio University Hospital of the Federal University of Ceará (HUWC/UFC)

Caio Alcobaça Marcondes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Iana Silva Dias; Maria Gabriela Motta Guimarães
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(2):283-288 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The microsurgery technique was introduced by Jacobsen and Suarez in 1960, and is defined as the procedure applied in handling small structures with the aid of magnifying glasses. Microsurgery has expanding applications in different medical specialties such as plastic surgery and reconstructive microsurgery, and this complex procedure requires increasingly skilled surgeons. This article aims to present the standardization and technical concepts of the training carried out at the Plastic Surgery and Reconstructive Microsurgery Service of Walter Cantídio University Hospital of the Federal University of Ceará (HUWC/UFC). METHOD: The microsurgery training consists of four phases with increasing levels of difficulty and a workload of 120 h for the first three stages. RESULT: Plastic surgery residents at HUWC/UFC underwent the microsurgery training. All of the proposed objectives of the training were accomplished with satisfactory results. CONCLUSION: Microsurgery training should start in reconstructive microsurgery laboratories, and the plastic surgeon should begin supervised surgical practice only after acquiring the skills required.

Keywords: Microsurgery; Training; Microvascular anastomosis; Plastic surgery.

 

RESUMO

INTODUÇÃO: A técnica microcirúrgica foi introduzida por Jacobsen e Suarez em 1960, é definida como procedimentos aplicados na manipulação de pequenas estruturas com o auxílio de lentes de aumento. A microcirurgia tem atuação em diferentes especialidades médicas, na cirurgia plástica a microcirurgia reconstrutiva, esta em continua expansão. Portanto, exige cada vez mais cirurgiões habilitados para este complexo procedimento. O artigo propõe a apresentar a padronização e os conceitos técnicos do treinamento realizado no serviço de cirurgia plástica e microcirurgia reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará. MÉTODO: O treinamento em microcirurgia é realizado através de quatro fases com níveis crescentes de dificuldade, com uma carga horária de 120h para as três etapas iniciais. RESULTADO: Os residentes de cirurgia plástica do HUWC/UFC foram submetidos ao treinamento em microcirurgia, tendo sido contemplado todos os objetivos propostos com resultado satisfatório. CONCLUSÃO: O Treinamento em microcirurgia deverá ser iniciado em laboratórios de microcirurgia reconstrutiva, somente após desenvolver habilidades necessárias, o cirurgião plástico deverá iniciar a prática cirúrgica supervisionada.

Palavras-chave: Microcirurgia; Capacitação; Anastomose microvascular; Cirurgia plástica.

 

Late reconstruction of a traumatized hand with loss of multiple fingers

Renan Lyuji Takemura; Hugo Alberto Nakamoto; Fernanda do Carmo Iwase; João Carlos Nakamoto; Bruno Azevedo Veronesi; Teng Hsiang Wei
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):441-444 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Mutilating hand injuries are a challenge to both the hand surgeon and the patient. The surgeon must make decisions ranging from the initial debridement to which fingers and joints will be preserved and the appropriate use of the parts to be removed. Late reconstruction constitutes the second part of this difficult task. The difficulty attributed to the characteristics of each lesion, the large number of treatment possibilities, and the different levels of complexity must be adapted to the personal needs and motivation of each patient. This case report describes a late hand reconstruction with index and middle finger loss, using metacarpophalangeal joint transplantation of the index finger to gain the proximal interphalangeal function of the middle finger.

Keywords: Microsurgery; Hand joint; Finger joints; Acquired hand deformities; Hand deformities; Hand trauma.

 

RESUMO

As lesões mutilantes de mão são um desafio para o cirurgião de mão e o paciente. O cirurgião deve tomar decisões desde o debridamento inicial, escolhendo quais dedos e articulações serão preservadas e uso apropriado das partes a serem retiradas. A reconstrução tardia é a segunda parte dessa difícil tarefa. Dificuldade que se atribui à particularidade de cada lesão, do grande número de possibilidades de tratamento e seus diversos níveis de complexidade que devem ser adequados à necessidade e motivação pessoal de cada paciente. Este relato de caso apresenta uma reconstrução tardia de mão com perda de indicador e dedo médio com transplante de articulação metacarpofalângica de indicador para função de interfalangeana proximal de dedo médio.

Palavras-chave: Microcirurgia; Articulação da mão; Articulações dos dedos; Deformidades adquiridas da mão; Deformidades da mão; Traumatismos da mão.

 

Transplant of the greater omentum for reconstruction of a complex hand injury

Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Lucas Machado Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):482-486 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The greater omentum, a large fold of the peritoneum, can be used as a free flap in numerous procedures due to the extensive network of its broad vascular pedicle and its versatility when manipulated. In this case report, we present a patient with a complex degloving injury, in which an omental flap was the best therapeutic option for reconstruction of the hand. The greater omental flap is a viable option for complex lesions of the hand, and provides good coverage of the lesion and good functional and aesthetic results.

Keywords: Hand injuries; Plastic surgery; Microsurgery.

 

RESUMO

O grande omento, uma larga prega de peritônio, pode ser usado como retalho livre em numerosos procedimentos devido à vasta e calibrosa rede de seu pedículo vascular e à sua versatilidade para ser manipulado. Neste relato de caso, nós apresentamos um paciente vítima de complexa lesão de desenluvamento, cujo retalho de grande omento se provou como a melhor opção para a reconstrução da mão dentre as outras opções terapêuticas. O retalho de grande omento é uma opção viável para lesões complexas da mão, oferecendo boa cobertura da lesão e bom resultado funcional e estético.

Palavras-chave: Traumatismos da mão; Cirurgia plástica; Microcirurgia.

 

Laboratory training program in microsurgery at the National Cancer Institute

Diogo Almeida Lima; Mário Sérgio Lomba Galvão; Marcelo Moreira Cardoso; Paulo Roberto de Albuquerque Leal
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):141-149 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Microsurgery is a technique in which the surgery is performed under optical magnification in vessels with a diameter of less than 3 mm. In 1960, Jacobson and Suarez first used the term "microsurgery" to describe the experimental anastomosis of vessels with a caliber between 1 and 2 mm, which is considered as the origin of the modern microvascular practice. Since then, several types of microvascular tissue transfer techniques for the repair of large body defects have been developed and published, accompanied by significant advances in optical imaging technologies and instrument design. Despite this technical progress, laboratory practice is essential and enables the surgeon to acquire the ability to master the microanastomosis technique. The present study describes the microsurgery training program of the Laboratory of Experimental Microsurgery of the National Cancer Institute (Rio de Janeiro, RJ, Brazil).

Keywords: Microsurgery. Reconstructive surgical procedures. Training. Plastic surgery.

 

RESUMO

A microcirurgia é uma técnica na qual se realiza cirurgia sob magnificação óptica em vasos de diâmetro < 3 mm. Jacobson e Suarez, em 1960, foram os primeiros a utilizar o termo microcirurgia para descrever anastomoses experimentais de vasos com calibre entre 1 mm e 2 mm, sendo a origem da moderna prática microvascular creditada a eles. Desde então, foram desenvolvidos e publicados diversos tipos de transferência microvascular de tecidos para reparo de grandes defeitos corporais e ocorreu intensa modernização do poder óptico e do design dos instrumentos. Apesar dessa evolução, a prática laboratorial é indispensável e permite ao cirurgião alcançar a habilidade necessária à realização da técnica de microanastomoses. Nesse contexto, este artigo apresenta a rotina de treinamento em microcirurgia realizada no Laboratório de Microcirurgia Experimental do Instituto Nacional do Câncer (Rio de Janeiro, RJ, Brasil).

Palavras-chave: Microcirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Capacitação. Cirurgia plástica.

 

Reconstrução do nervo interósseo posterior através de enxerto autólogo: relato de caso

FELIPE FERREIRA LARANJEIRA; ROLANDO MENDOZA ROMERO; GABRIELA DIESEL SILVEIRA; MIGUEL HENRIQUE RIVERA GÓMES; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):89-91 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Lesões de extremidades são comuns em traumatismos cortocontusos. Ferimentos a nível do septo intermuscular, que divide a loja extensora da flexora no antebraço, podem atingir o principal ramo extensor do nervo radial, o nervo interósseo posterior (NIP). Estas lesões possuem uma reconstrução desafiadora, pois o NIP costuma ramificar-se neste nível. O objetivo do presente relato é demostrar como a reparação do NIP pode ser realizada com enxerto do nervo cutâneo lateral do antebraço com sucesso

Palavras-chave: Nervos periféricos; Ferimentos penetrantes; Sobrevivência de enxerto; Cirurgia plástica; Microcirurgia

 

Uso do retalho adipofascial reverso para cobertura dos dedos da mão após trauma: relato de caso

PAULO EDUARDO MACEDO CARUSO; DÉBORA KOR; MARCELO LOPES DIAS KOLLING; JOSÉ HENRIQUE GUIMARÃES FLORIANI; JEFERSON LUÍS BRAGA SILVA; MARCOS RICARDO DE OLIVEIRA JAEGER
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):102-103 - Articles

PDF Portuguese

RESUMO

Introdução: Os traumas e patologias relacionadas a mão e punho estão entre as principais causas de afastamento por acidentes de trabalho no Brasil. O desenvolvimento de técnicas cirúrgicas de reconstrução dessa região anatômica é uma busca constante pelos cirurgiões plásticos.
Objetivo: Uso do retalho adipofascial reverso para reconstrução de lesões em região do dorso da mão e dos dedos.
Relato de caso: 28 anos, masculino, com lesão por desenluvamento traumático de múltiplos dedos da mão esquerda. A cobertura cutânea foi planejada para restabelecer a superfície deslizante dos tendões extensores. O retalho adipofascial reverso foi o escolhido para a reconstrução.
Discussão: O papel do cirurgião plástico é buscar uma alternativa de tratamento que possa ser realizado de maneira prática e com um bom resultado pós-operatório.
Conclusão: O uso do retalho adipofascial reverso para cobertura de lesões por desenluvamento das mãos e dos dedos se mostra uma boa para reconstrução.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Deformidades adquiridas da mão; Cirurgia plástica; Reconstrução; Traumatismos da mão; Traumatismos dos dedos

 

Acidente traumático do membro superior devido à máquina laminadora: 2 casos clínicos

Melizza Colello; Natalia Cortabarría; Noel Fraga; Jesús Manzani
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):153-155 - Membro Superior e Inferior

PDF Portuguese

RESUMO

INTRODUÇÃO: No Uruguai, o uso da sobadora ou laminadora, uma máquina usada na indústria gastronômica, é frequente. Devido ao grande número de acidentes desta natureza, nos últimos anos essas máquinas foram melhoradas com interruptores de segurança, reduzindo o número de pacientes afetados. No entanto, hoje, ainda há protetores desprotegidos, além do uso inadequado por trabalhadores, causando esse tipo de trauma. É um acidente de trabalho que gera alterações anatômicas funcionais da mão e/ou do resto do membro superior, gerando sequelas e incapacidade em maior ou menor grau, bem como trauma de grande magnitude que pode colocar em risco a vida do paciente. OBJETIVO: Conhecimento desta afecção frequente em nosso meio, análise do mecanismo de lesão, tratamento e reabilitação, com base em 2 casos clínicos. MÉTODOS: Detalharemos 2 pacientes com seu quadro clínico e enfrentar terapêutica. Caso número 1, paciente de 25 anos, mão direita, trabalhador manual, sofre traumatismo aberto, com ferida na palma da mão direita, em seguida, eminência e primeiro segmento de polegar. Paciente do caso número 2 de 27 anos, sem antecedentes pessoais, destro, sofre traumatismo aberto na mão direita, com degloving na parte de trás e palma da mão. RESULTADOS: O paciente número 1 sofreu osteossíntese estável com as unhas de Kirschner, o reparo de planos de cobertura, que exigiu o autoenxerto. Imobilização por 4 semanas, com posterior reabilitação. O paciente número 2 sofreu osteossíntese com as unhas de Kirschner e o fechamento direto da ferida. Ele apresenta no pós-operatório sofrimento de planos de cobertura que requer autoenxerto. Imobilização por 4 semanas, com posterior reabilitação. CONCLUSÕES: O uso da sobadora é comum no Uruguai; seu manuseio pode causar lesões no nível do membro superior, com severidade variável. Seu mecanismo de lesão depende de vários fatores e consiste em 3 forças, atração, fricção e avulsão. O tratamento deve ser precoce, com uma adequada reabilitação posterior, a fim de obter bons resultados.

Palavras-chave: Ferimentos e lesões; Traumatismos da mão; Fios ortopédicos; Enxerto osso-tendão patelar-osso.

 

Epidemiological analysis of hand fractures in a tertiary hospital

Yago Jorge Viana Gomes; Letícia Cavalcante Lócio; Wendell Rondinelly Saraiva Furtado-Filho; Lorena Maria Casimiro; Joaquim José de Lima Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2024;39(1):1-5 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Hand trauma is an epidemic occurring due to several factors, such as work accidents and urban violence. This significantly impacts it as it is a vulnerable and important anatomical unit for daily activities and work. Therefore, a more in-depth epidemiological assessment is necessary regarding hand fractures and understanding their high morbidity.
Method: A descriptive and retrospective study was conducted by analyzing the medical records of patients treated in a tertiary hospital from January 2018 to December 2020.
Results: 290 patients participated in the study, 85.7% male and 14.3 % female. One hundred thirty-eight individuals were between 20 and 39 years old, representing 47.6%. 51.6% were from the interior of the state of Ceará, and 48.4% were from the capital. The main trauma mechanism associated with fractures was traffic accidents (36.4%), followed by work accidents (26.9%) and firearm injuries (14%). Concerning fractured bones, there was a marked prevalence of phalangeal involvement in all age groups, representing 210 patients (72.4%).
Conclusion: The present study corroborates the data present in the literature. In this way, the repetition of the prevalence of age group, main trauma mechanisms involved, as well as bones affected by hand fractures is evidenced.

Keywords: Epidemiology; Fractures; open; Hand injuries; Emergency treatment; Reconstructive surgical procedures

 

RESUMO

Introdução: O trauma de mão constitui uma epidemia, ocorrendo por diversos fatores, como acidentes de trabalho e violência urbana. Isso gera um impacto significativo por ser uma unidade anatômica vulnerável e importante na realização de atividades cotidianas e para o trabalho. Desse modo, faz-se necessária uma avaliação epidemiológica mais aprofundada no que tange, sobretudo, às fraturas de mãos, entendendo sua elevada morbidade.
Método: Estudo descritivo e retrospectivo, feito por análise de prontuários de pacientes conduzidos em um hospital terciário no período de janeiro de 2018 a dezembro de 2020.
Resultados: Participaram do estudo 290 pacientes, sendo 85,7% do sexo masculino e 14,3% do sexo feminino. 138 indivíduos tinham entre 20 e 39 anos, representando um total de 47,6%. 51,6% eram do interior do estado do Ceará e 48,4% eram da capital. O principal mecanismo de trauma associado às fraturas foram os acidentes de trânsito (36,4%), seguidos por acidentes de trabalho (26,9%) e ferimentos por arma de fogo (14%). Em relação aos ossos fraturados, houve uma acentuada prevalência do acometimento das falangeanas, em todas as faixas etárias, representando 210 pacientes (72,4%).
Conclusão: O presente estudo corrobora com os dados presentes na literatura. Desse modo, é evidenciada a repetição de prevalência de faixa etária, principais mecanismos de trauma envolvidos, bem como ossos acometidos nas fraturas de mão.

Palavras-chave: Epidemiologia; Fraturas expostas; Traumatismos da mão; Tratamento de emergência; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Alternative model for training microsuture techniques in bovine pericardium patches

Caroline Cunico; Isabella de Oliveira Rosa; Renato da Silva Freitas; Alfredo Benjamim Duarte da Silva; Jorge Eduardo Fouto Matias; Heitor Francisco Carvalho Gomes; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2023;38(4):1-5 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Microsurgical techniques are characterized by the application of maneuvers and sutures to millimetric structures with the aid of magnifying lenses. These are complex techniques, used in various medical specialties, which require great skill and training before applying them to humans. The objective is to develop a lowcost and high-fidelity model for training microsurgery techniques using a fragment of bovine pericardium patch.
Method: Remaining segments of a bovine pericardium plate, previously used in vascular repairs, are used to create this model. The material is cut into two symmetrical parts, and its ends are fixed to the surgical drapes with the aid of clamps. The upper edge of each part is then sutured to the lower edge with 8-0 Prolene thread so that each one forms a tubular structure. Subsequently, the free tubular ends undergo dissection of the adventitial layer and are sutured together, mimicking an end-to-end vascular anastomosis.
Results: With the model, the same inconveniences/ difficulties present in human vascular sutures are simulated, such as delamination of layers, excess of the adventitial layer, and risk of inadvertent suturing of the posterior wall, proving its usefulness in the acquisition of basic microsurgical skills, without need to manipulate human or animal tissues. Practice in this model can take place within the surgical center itself and uses materials that would otherwise be discarded.
Conclusion: The use of bovine pericardium to create millimetric sutures mimics human vascular tissue and is a low-cost procedure that allows the training of microsurgical skills.

Keywords: Microsurgery; Sutures; Suture Techniques. Teaching; Plastic surgery procedures.

 

RESUMO

Introdução: As técnicas microcirúrgicas caracterizam-se pela aplicação de manobras e suturas em estruturas milimétricas com o auxílio de lentes de aumento. São técnicas complexas, utilizadas em diversas especialidades médicas, que demandam grande habilidade e treinamento antes da aplicação em humanos. O objetivo é desenvolver um modelo de baixo custo e alta fidelidade, para o treinamento de técnicas de microcirurgia, utilizando um fragmento de patch de pericárdio bovino.
Método: São utilizados para a confecção deste modelo segmentos remanescentes de uma placa de pericárdio bovino, previamente utilizado em reparos vasculares. O material é recortado em duas partes simétricas e suas extremidades fixadas aos campos cirúrgicos, com auxílio de clamps. A borda superior de cada uma das partes é, então, suturada à borda inferior com fio de Prolene 8-0, de maneira que cada uma forme uma estrutura tubular. Posteriormente, as extremidades tubulares livres passam pela dissecção da camada adventícia e são suturadas entre si, mimetizando uma anastomose vascular término-terminal.
Resultados: Com o modelo, simulam-se os mesmos inconvenientes/ dificuldades presentes nas suturas vasculares humanas, como a delaminação de camadas, excesso da camada adventícia e risco de sutura inadvertida da parede posterior, provando sua utilidade na aquisição de habilidades microcirúrgicas básicas, sem necessidade de manipulação de tecidos humanos ou animais. A prática neste modelo pode ocorrer dentro do próprio centro cirúrgico e emprega materiais que seriam descartados.
Conclusão: A utilização do pericárdio bovino para confecção de suturas milimétricas mimetiza o tecido vascular humano e é um procedimento de baixo custo, que possibilita o treinamento de habilidades microcirúrgicas.

Palavras-chave: Microcirurgia; Suturas; Técnicas de Sutura; Ensino; Procedimentos de cirurgia plástica.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license